Ave, Cesar! | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
62333 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 21/12/2005
Ave, Cesar!
Rafael Fernandes

+ de 4100 Acessos
+ 3 Comentário(s)

César Camargo Mariano é um daqueles músicos que dispensaria apresentações, pelo que já fez e pelo que continua fazendo pela musica brasileira (e, por que não ?, mundial). Porém, vale recapitular um pouco alguns aspectos de sua carreira para os mais esquecidos ou para os que só sabem que ele "era o marido da Elis", ou, atualmente, "é o pai da Maria Rita".

César é pianista (ou "pianeiro", como às vezes fala, por não ter educação formal de pianista), compositor, arranjador e produtor. Desde 1994 mora nos EUA, onde trabalha basicamente com produção, arranjos e acompanhando artistas. Participou de grande parte da carreira de Elis Regina - para muitos, a melhor fase da cantora se deu nessa parceria com César; trabalhou ainda com Nana Caymmi (com quem gravou um antológico duo de piano e voz, Voz e Suor, de 1983); sua enorme lista de colaboração ainda inclui Wilson Simonal, Gal Costa, Ney Matogrosso, João Bosco, Leila Pinheiro, Dianne Reeves, John Pizzarelli, entre outros (muitos outros). Em sua discografia solo, destaca-se o disco Samambaia, de 1981, um duo de piano e violão com Hélio Delmiro. Esse disco é um marco na música instrumental, tornando-se um clássico e sendo referência até os dias atuais.

No penúltimo fim de semana de 2005, um maravilhoso presente de Natal para quem gosta de música instrumental, César realizou shows no recém inaugurado SESC Santana. Aliás, valem algumas palavras para o SESC: suas unidades são dos poucos lugares em que os palcos são utilizados por músicos consagrados - como César - e músicos iniciantes, com uma infra-estrutura invejável; suas instalações são excelentes. A unidade Santana faz jus à qualidade das demais.

César abriu seu show com um improviso ("para aquecer um pouco", em suas próprias palavras), seguida de uma brilhante interpretação de "Carinhoso" (Pixinguinha e João de Barro) - com arranjo semelhante ao utilizado no disco Samambaia. Depois, tocou a música "Da Cor do Pecado", de Bororó (já gravada, entre outros, por Wilson Simonal, Elis Regina e Fagner). Em seguida, pegou o microfone e agradeceu ao público e ao SESC, elogiando a estrutura deste. Aliás, neste momento o músico mostrou como estava à vontade e contrariou sua fama de tímido e introspectivo: falou bastante, fez brincadeiras com o público e com ele próprio (entre outras coisas, disse que estava nervoso, que sempre aguarda os chamados dos SESCs e até elogiou o banheiro do local, arrancando risadas da platéia). Depois de encerrados os agradecimentos, apresentou seus próximos números: "Samambaia" e "Curumim" (de autoria do próprio César), presentes no clássico disco com Hélio Delmiro. Ao tocar essas músicas, ficou evidente o quanto César estava à vontade e empolgado; a impressão era de que o público estava na sala de César, que tocava com grande descontração (mas com a excelência de sempre).

Após esses dois números, voltou ao microfone para apresentar suas três interpretações seguintes: "Setembro" (bela balada de Ivan Lins, Gilson Peranzzetta e Vitor Martins, em interpretação pungente de César), ressaltando a reputação que Ivan Lins tem no exterior - particularmente nos EUA, onde o consideram um dos cinco compositores mais importantes atualmente; "Por Toda a Minha Vida" (Tom Jobim e Vinícius de Morais) - que foi interpretada com a dramaticidade necessária e a swingada "Tem Dó", de Baden Powell e Vinícius de Morais - o músico lembrou a influência do violão de Baden para a Bossa Nova.

Mais uma parada para fala. Dessa vez, César utilizou-a para apresentar Moacir Santos. Contou a história de como Santos não foi valorizado no Brasil e foi tentar a vida em Nova York (nos anos 60), levando a mulher e sete filhos que o ajudaram vendendo pé de moleque no Central Park. Para homenageá-los, escreveu April Child, que César interpretou num arranjo parecido com o executado no disco Duo, com Romero Lubambo. Nessa canção, mais uma vez ficou evidente o swing de César ao piano; sua mão esquerda, além de conduzir a harmonia, é capaz de produzir ritmos irresistíveis.

Mais uma parada para agradecimentos e apresentação das três últimas músicas antes do bis, que foram interpretadas de uma vez só, sem pausas, unidas de maneira sublime, sem interrupções bruscas: "A Primeira Vez" (Marçal e Bide), "Outra Vez" (Tom Jobim) e "Cristal" (do próprio César e recentemente gravada com o violoncelista Yo-Yo Ma). Para o bis, o músico voltou ao palco e iniciou um improviso que aos poucos desembocou na clássica "Wave", de Tom Jobim, num arranjo quase minimalista, encerrando uma apresentação no mínimo excepcional.

César é um grande exemplo de músico formado por muito estudo - não necessariamente formal. Isso fica claro em suas apresentações, pois, para atingir tal nível de maturidade e rigor, não é só "dom" que conta, nem apenas inspiração; há muita transpiração. Numa época em que muitos músicos se gabam de utilizarem apenas seus "instintos", César é a prova do que disse Stravinski (e que Tom Jobim concordava), de que a música moderna é 5% inspiração e 95% transpiração. Ave, César!


Rafael Fernandes
São Paulo, 21/12/2005


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Abismo e a Riqueza da Coadjuvância de Duanne Ribeiro
02. Tirem as Viseiras! de Heloisa Pait
03. A Copa mais triste de todos os tempos de Elisa Andrade Buzzo
04. Eu, personagens de mim de Carina Destempero
05. Notas Obsoletas sobre os Protestos de Duanne Ribeiro


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes
01. 10 vídeos musicais no YouTube - 23/8/2006
02. High School Musical e os tweens - 9/1/2008
03. Quem ainda compra música? - 2/8/2006
04. Os piores músicos da década - 22/9/2010
05. 10 músicas: Michael Jackson - 22/7/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
21/12/2005
14h36min
O que dizer sobre os textos de Rafael? Como conhecedor de sua inteligencia, de sua habilidade e conhecimento com a musica e cultura em geral só tenho a parabenizar o site por ter um colunista de otima qualidade que com certeza ira atrair muitos leitores para um site de excelente qualidade que é o Digestivo Cultural. Abraços...!!
[Leia outros Comentários de Gabriel Ragghiante]
21/12/2005
17h33min
Grande show! Texto à altura!!!
[Leia outros Comentários de Vitor]
21/12/2005
17h35min
Não é a 1º vez que leio matéria do colunista Rafael Fernandes, lembro-me da matéria sobre o 2º álbum da Maria Rita que como essa está extraordinária. Aproveito para parabenizar o site e o colunista pela elaboração dessas matérias que fazem parte da cultura brasileira.
[Leia outros Comentários de Vinicius Define]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COLEÇÃO FOLHA O MUNDO DO VINHO FRANÇA
EDUARDO VIOTTI
MODERNA - FOLHA DE SP
(2010)
R$ 5,00



A HORA DA MORTE
LUCILIA SOARES BRANDAO; PETROS MAKARIS
RECORD
(2008)
R$ 19,00



GUERRA CONTRAS A EUROPA
ALEXANDRE DEL VALLE
BOM TEXTO
(2003)
R$ 35,91



MEGATENDÊNCIAS
JOHN NAISBITT
ESPECIAL AMANA
(1982)
R$ 5,00



PÓS-ESCRITO ÀS MIGALHAS FILOSÓFICAS - VOLUME 2
SØREN AABYE KIERKEGAARD
VOZES
(2016)
R$ 62,95



SUN TZU A ARTE DA GUERRA PARA OS EXECUTIVOS
DONALD G. KRAUZE
MAKRON BOOKS
(1996)
R$ 5,00



SHAPRING HITORY - TROUGH PRAYER AND FASTING
DERFEK PRINCE
WHITAKER HOUSE
(1973)
R$ 49,00
+ frete grátis



O MUNDO INVISÍVEL DOS ANJOS E DOS DEMÔNIOS
M. BASILEA SCHLINK
LOUVA-A-DEUS
(1993)
R$ 15,00



RESPONSABILIDADE CIVIL - 6ª EDIÇÃO
ARNALDO RIZZARDO (CAPA DURA)
GEN; FORENSE
(2013)
R$ 62,28



TEMAS OFTALMOLÓGICOS
SYLVIO ABREU FIALHO
EDIÇÃO DO AUTOR
(1964)
R$ 29,18





busca | avançada
62333 visitas/dia
2,6 milhões/mês