Livros sobre livros | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 28/6/2006
Livros sobre livros
Ana Elisa Ribeiro

+ de 4600 Acessos

Pense aí em três personagens históricos. Vejamos: digo aqui, do alto da minha mineirice, Tiradentes, Juscelino (mais ou menos o da minissérie) e Gustavo Capanema. Lembro quando visitei o Museu da República pela primeira vez. Fiquei deslumbrada quando toquei a cadeira do Capanema. Ele havia sido um dos grandes personagens da área da educação.

Mas não é preciso ficar só nos mineiros. Pense aí dois personagens históricos importantes para o país, de qualquer estado do Brasil. Podemos dizer Getúlio Vargas, Tancredo Neves, Ulysses Guimarães. Para não ficar só na política (explícita, porque existe a política pequena e importante), podemos citar aí uns músicos que mudaram os costumes, como Roberto Carlos, por exemplo. Ou figuras emblemáticas, como Leila Diniz. Nas artes, Vinícius de Moraes, Tom Jobim, Mário de Andrade.

Em todas as áreas é possível citar figuras importantes. Não apenas pessoas que produziram grandes obras, como pessoas que pensaram. Pensaram bem, muito, alto. Ou pensaram pouco e deram tacadas de mestre.

Na escola, costuma-se ensinar essa História aí. A dos grandes feitos, grandes personagens, obras monumentais, frases de efeito, estátuas, calamidades. O 11 de Setembro, a Queda do Muro de Berlim, as Grandes Navegações. Tudo assim, com letra maiúscula. Mas história não é só isso. História é a narrativa passada entre as pessoas. E assim tudo o que há pode ser histórico.

História Cultural

A História Cultural é uma faixa dos estudos históricos que recupera, estuda e interpreta a micro-história. Não essa história das pessoas visíveis, mas a história dos costumes, das culturas, dos gestos, dos usos, das pessoas "comuns". É a história que nos faz compreender as razões de nossos hábitos, nossas ações, nossas crenças. Uma história preocupada com a vida pequena, o cotidiano de uma comunidade, os efeitos de uma técnica pela qual ninguém dá nada.

Vou citar os nomes de alguns historiadores importantes para a consolidação desse tipo de história. Michel de Certeau escreveu A invenção do cotidiano. Dois volumes onde ele faz uma visita à vida cotidiana em sua fórmula mais prosaica.

Há uma série imensa de livros chamada História da vida privada. Em cada volume, alguns historiadores esclarecem sobre a micro-história de cada época. Entre os nomes conhecidos estão Philippe Ariès e Roger Chartier. O primeiro ficou conhecido pela recuperação da história da infância. Sim, não aquela infância de crianças como Anne Frank, que estiveram na Guerra e se tornaram conhecidas no mundo inteiro por conta de um diário. Mas das crianças em geral, do conceito de criança, do tratamento que elas vêm tendo ao longo dos séculos.

Roger Chartier é o historiador do impresso, do livro e das práticas da leitura. Escreveu uma série de livros que recuperam a história do gesto de ler, dessa ação tão prazerosa e perigosa.

São conhecidos livros de Chartier: A ordem dos livros, Práticas da leitura, A aventura do livro: do leitor ao navegador, Cultura escrita, literatura e história e Os desafios da escrita. Em todos eles, o historiador pincela a história da escrita e das técnicas de reprodução dos textos, a difusão da leitura a partir da invenção da prensa (pelo alemão Gutenberg), as maneiras de produzir livros ao longo dos séculos, assim como traz à tona o leitor histórico, que passou por diversas fases de apropriação do objeto impresso de ler.

No Brasil, a coleção História da vida privada no Brasil também foi lindamente publicada. Podem acreditar: é esclarecedora.

Você sabia que a leitura silenciosa é recente entre as maneiras de ler? Sabia que a França foi a pioneira no lançamento de coleções de livros a preços populares? Sabe o que é a Biblioteca Azul? Sabe o que é um códice? Aprendeu em algum lugar como os tamanhos das folhas dos livros é mensurado? Sabe para que serviam as erratas? Será que você pensa que as equipes das editoras modernas são muito diferentes das equipes de tipógrafos medievais? Sabe por que as letras maiúsculas são chamadas de "caixa-alta"?

É absolutamente fascinante entrar nesse mundo de leitores e compreender as razões de nossos hábitos atuais. E não pensem que Roger Chartier fica só no papel. Ele também faz incursões pela discussão sobre os novos jeitos de ler, na tela, por exemplo.

Vale a pena também conhecer as obras do italiano Carlo Ginzburg. O queijo e os vermes, seu livro mais conhecido, traz a história do moleiro Menocchio, homem simples, viciado na leitura de obras que os inquisidores não consideravam "adequadas" a ele. Menocchio passou por uma terrível investigação porque foi considerado um leitor "perigoso", já que tinha lá suas interpretações não muito autorizadas... E tudo isso é verdade, na medida em que, dentro da escola da história cultural, Ginzburg recupera a história de um homem comum, com hábitos e gestos que podem esclarecer algo sobre a maneira de viver de certa comunidade italiana em dada época.

Você sabe qual foi o primeiro livro impresso pela oficina de Johannes Gutenberg? Sabe por que as fontes do seu computador se chamam Garamond ou Bodoni? Tem idéia do que seja um in-octavo? Sabe o nome do primeiro jornal publicado no Brasil? Você sabia que a prensa (máquina de fazer impressos) só chegou ao Brasil 300 anos depois de inventada? E sabe quem a trouxe?

Pois é. Vão dizer que importante é viver o presente. Mas considere-se uma coisa: saber sobre o passado pode jogar luzes novas nas coisas atuais, deixando tudo muito mais nítido. Muito melhor e muito mais inteligente saber o porquê das coisas. Isso qualquer criança sabe, não é?


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 28/6/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Livro eletrônico? de Rafael Fernandes
02. Sombras Persas (VIII) de Arcano9
03. Literatura e infância: dois livros, duas viagens de Adriana Baggio
04. Risos, maestro! de Maurício Dias
05. Isso sim era guerra... de Juliano Maesano


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2006
01. Digite seu nome no Google - 8/3/2006
02. Eu não uso brincos - 27/9/2006
03. Não quero encontrar você no Orkut - 8/2/2006
04. Poesia para os ouvidos e futebol de perebas - 7/6/2006
05. Ex-míope ou ficção científica? - 20/12/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




NUNCA VIU NÃO?
MARCIA LEITE
ATUAL
(1993)
R$ 8,00



A HUMANOECONOMIA
EUGEN LOEBL
JOSÉ OLYMPIO
(1978)
R$ 4,00



ELEMENTOS DO DIREITO - PROCESSO PENAL
ÂNGELA CRISTINA CANGIANO MACHADO E OUTROS
SICILIANO JURÍDICO
(2003)
R$ 10,00



MATRIMÔNIO E DIVÓRCIO NA IGREJA CATÓLICA
BERNARDINO LEERS
VOZES
(1978)
R$ 8,00



A MORTE EM VENEZA- TÔNIO KROEGER
THOMAS MANN
ABRIL
(1971)
R$ 9,00



EVERY MAN FOR HIMSELF HIMSELF
BERYL BAINBRIDGE
GERALD DUCKWORTH & CO LTD
(1996)
R$ 6,25



CHILDRENS STORIES FROM DIKENS
MARY ANGELA DICKENS
DERRYDALE
(1993)
R$ 12,50



CORRENTES DO DESTINO - 1ª ED.
CÉLIA XAVIER DE CAMARGO / MARIA CECÍLIA ALVES
PETIT
(2009)
R$ 17,00



DESERDAÇÃO E INDIGNIDADE NO DIREITO SUCESSÓRIO BRASILEIRO
SALOMÃO DE ARAÚJO CATEB
DEL REY
(2004)
R$ 39,00



AUTO ESPORTE NOVO COROLLA Nº569
VARIOS AUTORES
GLOBO
(2012)
R$ 7,99





busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês