Poesia para os ouvidos e futebol de perebas | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 26 de Julho #digestivo10anos
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
Mais Recentes
>>> O Ponto de Mutação de Fritjof Capra pela Círculo do Livro (1990)
>>> Plexus de Henry Miller pela Record (1967)
>>> Uma Questão de Fé de Jodi Picoult pela Planeta (2008)
>>> Vivendo seu Amor de Carolyn Rathbun Sutton e Ardis Dick Stenbakken (compilação) pela Casa Publicadora Brasileira (2017)
>>> O Significado da Astrologia de Elizabeth Teissier pela Bertrand (1979)
>>> Um amor de gato de Glenn Dromgoole pela Publifolha (2002)
>>> Origami & Artesanato em Papel de Paul Jackson & Angela A'Court pela Edelbra (1995)
>>> Gestão de Pessoas de Idalberto Chiavenato pela Campus (2010)
>>> Album de família de Danielle Stell pela Record
>>> Passageiros da ilusão de Danielle Stell pela Record (1988)
>>> Casa forte de Danielle Stell pela Record
>>> Segredo de uma promessa de Danielle Stell pela Record
>>> Enquanto o amor não vem de Iyanla Vanzant pela Sextante (1999)
>>> Relembrança de Danielle Stell pela Record
>>> O Egypto de Eça de Queiroz pela Porto (1926)
>>> Momentos de paixão de Danielle Stell pela Record
>>> Um desconhecido de Danielle Stell pela Record
>>> Uma vez só na vida de Danielle Stell pela Record
>>> O apelo do amor de Danielle Stell pela Record (1983)
>>> Agora e sempre de Danielle Stell pela Record (1985)
>>> O Princípio Constitucional da Igualdade e o Direito do Consumidor de Adriana Carvalho Pinto Vieira pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2002)
>>> Histórias Anunciadas de Djalma França pela Decálogo/ belo Horizonte (2003)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Senado Federal pela Senado Federal (2006)
>>> Eterna Sabedoria de Ergos pela Fraternidade Branca Universal do Arcanjo Mickael (1974)
>>> Leasing Agrário e Arrendamento Rural como Opção de Compra de Lucas Abreu Barroso pela Del Rey/ Belo Horizonte (2001)
>>> Contratos Internacionais de Seguros de Antonio Marcio da Cunha Guimarães pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> Amor de Perdição / Eurico, o Presbítero de Camilo Castelo Branco / Alexandre Herculano pela Círculo do livro (1978)
>>> Carajás de Paulo Pinheiro pela Casa Publicadora Brasileira (2007)
>>> Menopausa de Diversos pela Nova Cultural (2003)
>>> Guia de Dietas de Diversos pela Nova Cultural (2001)
>>> Seguros: Uma Questão Atual de Coordenado pela EPM/ IBDS pela Max Limonard (2001)
>>> O Significado dos Sonhos de Diversos pela Nova Cultural (2002)
>>> A Dieta do Tipo Sanguíneo - A B O AB de Peter J. D'Adamo pela Campus (2005)
>>> Cem Noites - Tapuias de Ofélia e Narbal Fontes pela Ática (1982)
>>> Direito do Trabalho ao Alcance de Todos de José Alberto Couto Maciel pela Ltr (1980)
>>> Manon Lescaut de Abade Prévost pela Ediouro (1980)
>>> A Reta e a Curva: Reflexões Sobre o Nosso Tempo de Riccardo Campa (com) O. Niemeyer (...) pela Max Limonard (1986)
>>> Introdução às Dificuldades de Aprendizagem de Vítor da Fonseca pela Artes Médicas (1995)
>>> Dos Crimes Contra a Propriedade Intelectual: Violação... de Eduardo S. Pimenta/ Autografado pela Revista dos Tribunais (1994)
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Ática (1988)
>>> A Voz do Mestre de Kahlil Gibran pela Círculo do livro (1973)
>>> O Jovem e seus Assuntos de David Wilkerson pela Betânia (1979)
>>> Emília no País da Gramática de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1978)
>>> The Art Direction Handbook for Film de Michael Rizzo pela Focal Press (2005)
>>> A Escrava Isaura de Bernardo Guimarães pela Melhoramentos (1963)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (1983)
>>> Filosofia do Espírito de Jerome A. Shaffer pela Zahar (1980)
>>> Muito Além das Estrelas de Álvaro Cardoso Gomes pela Moderna (1997)
>>> A Grande Esperança de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (2011)
>>> É Fácil Jogar Xadrez de Cássio de Luna Freire pela Ediouro (1972)
COLUNAS >>> Especial Copa 2006

Quarta-feira, 7/6/2006
Poesia para os ouvidos e futebol de perebas
Ana Elisa Ribeiro

+ de 8600 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Os grandes poetas brasileiros nem sempre foram reconhecidos em vida. Embora alguns casos sejam memoráveis, na maioria das vezes autor e obra ficam para a garimpagem de gerações futuras. Talvez esse panorama tenha sido modificado pela difusão da informação por meio de várias mídias. Certamente, a invenção do rádio e da televisão acelerou a chegada de acontecimentos que demorariam a ser noticiados em épocas anteriores e, assim, também possa ter ajudado a divulgar a obra de escritores em vida, numa espécie de transmissão on-line. E ainda bem que é assim.

A internet também faz parte dessas possibilidades. Na atualidade, é razoavelmente fácil encontrar um escritor vagando pelas listas de discussão virtuais. E foi pela Internet que tive contato com Mônica de Aquino, ou melhor, com alguns de seus textos. Depois, pude conhecê-la pessoalmente em uma das edições do Salão do Livro, em Belo Horizonte. Agora, tenho em mãos o primeiro livro da autora.

Não sei exatamente como, mas quando se encontra poesia há um clique diferente. Não são apenas palavras amontoadas ou imagens empilhadas por metáforas. Não são sentidos distraídos de suas formas e nem as formas fazendo contas entre si. Quando é poesia, há preocupação com a linguagem. Ao mesmo tempo que há domínio, há a língua pregando peças num autor que se finge de desligado. Assim é com Mônica de Aquino.

A poeta nasceu em Belo Horizonte no último ano da década de 1970. A geração dos vinte e poucos anos acontece em forma de livros, e não apenas Mônica. O livro de estréia, Sístole, pela editora Bem-te-vi, do Rio de Janeiro, traz 35 poemas divididos nas partes "Ponto-cego", "Extra-sístole", "Fibrilação" e "Refluxo". Em cada uma delas, a poeta mostra a que veio com versos sensíveis e, principalmente, domados pela música. Neste caso, não a música do ritmo ou, necessariamente, da rima, mas a preocupação bastante evidente com o som, a combinação de palavras, a repetição de sílabas, como neste trecho quase Cruz e Sousa: "vagas no plágio/ do teu gosto/ plagas de areia/ búzio surdo -/ sumo -/ fresta (ferida)/ fundida/ em teu fogo-fátuo".

Mônica de Aquino não deixa de passear pela concisão, mas parece preferir toadas mais longas e vagas, assim como se deixasse o leitor com a sensação de navegar um mar calmo. Em alguns casos, soa leve, mas sem deixar de fazer sua incursão pela descrição poética de uma imagem. Em outros momentos, aparece com uma espécie de auto-retrato: "O que alcanço/ agarro./ E o excesso é cansaço/ mas sigo cega e não paro". Mais adiante, Mônica sugere uma brincadeira distraída com fonemas e planeja florações e amores distraídos. Basicamente, a poesia da autora é feita de silêncios e sensibilidade. Não se pode dizer que seja completamente madura. Também não se pode omitir que alguns textos precisassem de umas aparas em determinados trechos excessivamente assonantes ou em aliterações alongadíssimas. No entanto, neste primeiro livro, a poeta nasce forte e apaixonada. Resta preocupar-se mais com a linguagem exata, daquela que deixa no leitor a sensação de que não poderia ter sido de outro jeito.

Pelada Poética

Uma semana antes da Copa do Mundo, os poetas da capital mineira foram convocados para uma pelada no meio da rua. E olha que a rua era movimentada. O jogão aconteceu no meio da Savassi, nosso coração comercial mais bonito. Estávamos lá 22 escritores e seus textos sobre futebol. Parece piada? Parece, porque eu não sei nada sobre o riscado. Mas até que entendo de outros jogos, então dei a minha contribuição. Estão aqui a foto em que eu e Reinaldo batíamos uma bola e o texto que li lá. E é gol!

Tática para o seu time fazer gol no meu

meu quarto-zagueiro
mineiro
maneiro

deixa a defesa
e vem pro ataque

não dá moleza
banca o craque

faz um charme
toca a bola pelo meio

centro-avante
atirado, sem floreio

tá na minha área
com a canhota
nem me importa

bate firme
não me solta
nem relaxa

toca forte
e entra rasteiro

mira a rede
gol de placa
sem goleiro

Para ir além






Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 7/6/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II) de Jardel Dias Cavalcanti
02. Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte I) de Jardel Dias Cavalcanti
03. Ler para ficar acordado de Cassionei Niches Petry
04. Mano Juan, de Marcos Rey de Gian Danton
05. Como amar as pessoas como se não houvesse amanhã de Ana Elisa Ribeiro


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2006
01. Digite seu nome no Google - 8/3/2006
02. Eu não uso brincos - 27/9/2006
03. Não quero encontrar você no Orkut - 8/2/2006
04. Poesia para os ouvidos e futebol de perebas - 7/6/2006
05. Ex-míope ou ficção científica? - 20/12/2006


Mais Especial Copa 2006
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
19/4/2010
00h22min
Gostei muito desse texto. Não escrevo muito bem, mas consigo admirar algo bem escrito. Sobre a trajetória de grandes escritores, o texto relata uma verdade. Muitos obtiveram a glória após a morte, e isso me soa um tanto triste. Pois, lutaram muito pelo que buscavam, até morreram com esse empenho, sem ao menos ver ou obter a tão sonhada glória. Parabéns...
[Leia outros Comentários de Ronaldo Bernardes]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O MÁGICO DE OZ - COL. CLÁSSICOS PARA SEMPRE
MAURÍCIO DE SOUSA
GIRASSOL
(2015)
R$ 9,00



FLASHES
MANOEL RAMOS E NEIDE RAMOS
EDITORAÇÃO
(2002)
R$ 15,00



A MAQUINA DO AMOR
JACQUELINE SUSANN
ABRIL
(1985)
R$ 6,00



ESCOLA E FORMAÇÃO PROFISSIONAL
VITOR HENRIQUE
CULTRIX
(1983)
R$ 18,90



A ESCRAVA ISAURA
BERNARDO GUIMARÃES
ATICA
R$ 5,00



DEZ CONVERSAS - DIÁLOGOS COM POETAS CONTEMPORÂNEOS
FABRÍCIO MARQUES
GUTENBERG
(2004)
R$ 17,90



JUS SANGUINIS
MARCOS ELIAS
RAMA
(2009)
R$ 4,00



O ESPAÇO NA POESIA E NA PINTURA ATRAVÉS DO PONTO DE FUGA
MARSHALL MCLUHAN E HARLEY PARKER
HEMUS
(1975)
R$ 38,00



A ARTE DA LINGUAGEM CORPORAL - DIGA TUDO QUE PENSA SEM PRECISAR FALAR
JAMES BORG
SARAIVA
(2011)
R$ 39,90



CARTAS DE MANÚ
MÓNICA PALACIOS
SOUL
(2019)
R$ 35,00





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês