Poesia para os ouvidos e futebol de perebas | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Carma & darma
>>> Sultão & Bonifácio, parte II
>>> Ensaio autobiográfico, de Jorge Luis Borges
>>> O código dos gênios
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Para você estar passando adiante
>>> Blogs roubam audiência
>>> O enigma da 21ª letra
>>> Crise dos 40
>>> Marcelotas
Mais Recentes
>>> Livro A Maldição do Titã de Rick Riordan pela Intrínseca (2014)
>>> Livro Se Eu Ficar de Gayle Forman pela Novo Conceito (2019)
>>> Querido John de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2013)
>>> Saudável aos 100 Anos de John Robbins pela Fontanar (2009)
>>> Chico Buarque Letra e Música - 2 Volumes de Chico Buarque de Hollanda pela Companhia das Letras (1989)
>>> Songbook Caetano Veloso - Vol. 2 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Songbook Bossa Nova - Vol. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Médio Dicionário Aurélio de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira pela Nova Fronteira (1980)
>>> Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa de Antônio Geraldo da Cunha pela Nova Fronteira (1982)
>>> Dolce Casa - Manuale Di Sopravvivenza Domestica de Grazia Dominici pela La Spiga (1984)
>>> Meu Mundo Caiu. a Bossa e a Fossa de Maysa. a Bossa e a Fossa de Maysa de Eduardo Logullo pela Novo Século (2007)
>>> Haroldo Costa de Vários Autores pela Rio (2003)
>>> Cancioneiro Popular Português e Brasileiro de Nuno Ctharino Cardoso pela Portugal-brasil Ltda (1921)
>>> Retratos - Dadá Cardoso de Dada Cardoso pela Avatar (1999)
>>> A Informação no Rádio de Gisela Swetlana Ortriwano pela Summus Editorial (1985)
>>> Yes, nos Temos Bananas - História e Receitas de Heloisa de Freitas Valle; Márcia Masca pela Senac São Paulo (2003)
>>> Manual de Modelismo de Albert Jackson; David Day pela Hermann Blume (1981)
>>> Madeira-mamoré. Patrimônio da Humanidade de Hércules Góes pela Ecoturismo (2005)
>>> Uma História de Agendas de João Rothschild pela Ernesto Rothschild (1990)
>>> Estética. La Cuestion del Arte de Elena Oliveras pela Aemecé (2007)
>>> Conheça o Pantanal de Nicia Wendel de Magalhães pela Terragraph (1992)
>>> Corpo de Baile de João Guimarães Rosa pela José Olympio (1956)
>>> Línguas de Fogo. Ensaio Sobre Clarice Lispector de Claire Varin pela Limiar (2002)
>>> Pedagogia Diferemciada : das Intenções à Ação de Philippe Perrenoud pela Artmed (2000)
>>> Um General na Biblioteca de Italo Calvino pela Companhia das Letras (2007)
COLUNAS >>> Especial Copa 2006

Quarta-feira, 7/6/2006
Poesia para os ouvidos e futebol de perebas
Ana Elisa Ribeiro

+ de 9300 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Os grandes poetas brasileiros nem sempre foram reconhecidos em vida. Embora alguns casos sejam memoráveis, na maioria das vezes autor e obra ficam para a garimpagem de gerações futuras. Talvez esse panorama tenha sido modificado pela difusão da informação por meio de várias mídias. Certamente, a invenção do rádio e da televisão acelerou a chegada de acontecimentos que demorariam a ser noticiados em épocas anteriores e, assim, também possa ter ajudado a divulgar a obra de escritores em vida, numa espécie de transmissão on-line. E ainda bem que é assim.

A internet também faz parte dessas possibilidades. Na atualidade, é razoavelmente fácil encontrar um escritor vagando pelas listas de discussão virtuais. E foi pela Internet que tive contato com Mônica de Aquino, ou melhor, com alguns de seus textos. Depois, pude conhecê-la pessoalmente em uma das edições do Salão do Livro, em Belo Horizonte. Agora, tenho em mãos o primeiro livro da autora.

Não sei exatamente como, mas quando se encontra poesia há um clique diferente. Não são apenas palavras amontoadas ou imagens empilhadas por metáforas. Não são sentidos distraídos de suas formas e nem as formas fazendo contas entre si. Quando é poesia, há preocupação com a linguagem. Ao mesmo tempo que há domínio, há a língua pregando peças num autor que se finge de desligado. Assim é com Mônica de Aquino.

A poeta nasceu em Belo Horizonte no último ano da década de 1970. A geração dos vinte e poucos anos acontece em forma de livros, e não apenas Mônica. O livro de estréia, Sístole, pela editora Bem-te-vi, do Rio de Janeiro, traz 35 poemas divididos nas partes "Ponto-cego", "Extra-sístole", "Fibrilação" e "Refluxo". Em cada uma delas, a poeta mostra a que veio com versos sensíveis e, principalmente, domados pela música. Neste caso, não a música do ritmo ou, necessariamente, da rima, mas a preocupação bastante evidente com o som, a combinação de palavras, a repetição de sílabas, como neste trecho quase Cruz e Sousa: "vagas no plágio/ do teu gosto/ plagas de areia/ búzio surdo -/ sumo -/ fresta (ferida)/ fundida/ em teu fogo-fátuo".

Mônica de Aquino não deixa de passear pela concisão, mas parece preferir toadas mais longas e vagas, assim como se deixasse o leitor com a sensação de navegar um mar calmo. Em alguns casos, soa leve, mas sem deixar de fazer sua incursão pela descrição poética de uma imagem. Em outros momentos, aparece com uma espécie de auto-retrato: "O que alcanço/ agarro./ E o excesso é cansaço/ mas sigo cega e não paro". Mais adiante, Mônica sugere uma brincadeira distraída com fonemas e planeja florações e amores distraídos. Basicamente, a poesia da autora é feita de silêncios e sensibilidade. Não se pode dizer que seja completamente madura. Também não se pode omitir que alguns textos precisassem de umas aparas em determinados trechos excessivamente assonantes ou em aliterações alongadíssimas. No entanto, neste primeiro livro, a poeta nasce forte e apaixonada. Resta preocupar-se mais com a linguagem exata, daquela que deixa no leitor a sensação de que não poderia ter sido de outro jeito.

Pelada Poética

Uma semana antes da Copa do Mundo, os poetas da capital mineira foram convocados para uma pelada no meio da rua. E olha que a rua era movimentada. O jogão aconteceu no meio da Savassi, nosso coração comercial mais bonito. Estávamos lá 22 escritores e seus textos sobre futebol. Parece piada? Parece, porque eu não sei nada sobre o riscado. Mas até que entendo de outros jogos, então dei a minha contribuição. Estão aqui a foto em que eu e Reinaldo batíamos uma bola e o texto que li lá. E é gol!

Tática para o seu time fazer gol no meu

meu quarto-zagueiro
mineiro
maneiro

deixa a defesa
e vem pro ataque

não dá moleza
banca o craque

faz um charme
toca a bola pelo meio

centro-avante
atirado, sem floreio

tá na minha área
com a canhota
nem me importa

bate firme
não me solta
nem relaxa

toca forte
e entra rasteiro

mira a rede
gol de placa
sem goleiro

Para ir além






Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 7/6/2006


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2006
01. Digite seu nome no Google - 8/3/2006
02. Eu não uso brincos - 27/9/2006
03. Não quero encontrar você no Orkut - 8/2/2006
04. Poesia para os ouvidos e futebol de perebas - 7/6/2006
05. Ex-míope ou ficção científica? - 20/12/2006


Mais Especial Copa 2006
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
19/4/2010
00h22min
Gostei muito desse texto. Não escrevo muito bem, mas consigo admirar algo bem escrito. Sobre a trajetória de grandes escritores, o texto relata uma verdade. Muitos obtiveram a glória após a morte, e isso me soa um tanto triste. Pois, lutaram muito pelo que buscavam, até morreram com esse empenho, sem ao menos ver ou obter a tão sonhada glória. Parabéns...
[Leia outros Comentários de Ronaldo Bernardes]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Pesquisa Sobre Evolução dos Aluguéis
Neurb; Puc Rj
Neurb; Puc Rj
(1978)



El Dominio Maritimo del Estado Sobre La Zona Economica Exclusiva
D. José Luis de Azcarraga y Bustamante
Real Academia de Jurisprudenci
(1983)



Vamos para Casa: uma História de Amor
Maria do Carmo Lima de Rezende (dedicatória)
7letras
(2004)



O Projeto Dragão
Rubens Teixeira Scavone
Scipione
(1988)



Spain & Portugal (glovebox Atlas)
Automobile Association
Automobile Association
(1998)



Os 350 Melhores Restaurantes do Rio de Janeiro: Guia Gastronômico
André Luiz Pereira da Silva (capa Dura)
Caras
(2003)



El Concepto de Clases Sociales de Marx a Nuestros Dias
Georges Gurvitchi
Nueva Vision
(1957)



Manual de Termos Técnicos do Comércio Exterior e Transportes Marítimos
Abinael Morais Leal
Tempo
(1996)



O Nascimento da Terra
Roselis Von Sass
Ordem do Graal na Terra
(1990)



Praga Judia
Marie Vitochová, Jindrich Kejr e Miloslav Husek
Jitka Kejrová (praga)
(2004)





busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês