Mídia Ninja coloca o eixo em xeque | Humberto Pereira da Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Maíra Lour apresenta leitura dramática audiovisual “Insensatez'
>>> Exposição do MAB FAAP conta com novas obras
>>> Projeto Camerata Filarmônica Brasileira apresenta concerto comemorativo no dia 15 de maio em Indaiat
>>> Ação Urgente Contra a Fome - SescSP
>>> 3ª Mostra de Teatro de Heliópolis recebe inscrições até 31 de maio
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
>>> PoloAC retoma temporada de Os Doidivanas
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Irredentismo
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> O assassinato de Herzog na arte
>>> Hitler, de Ian Kershaw, pela Companhia das Letras
>>> Livrarias em tempos modernos
>>> O que é a memética?
>>> O dinossauro de Augusto Monterroso
>>> Sobre o Jabá
>>> Você viveria sua vida de novo?
>>> Suicídio, parte 2
Mais Recentes
>>> Robot Dreams de Isaac Asimov pela Ace Books (1996)
>>> O Dramaturgo como Pensador de Eric Bentley pela Civilização Brasileira (1991)
>>> O Conclave de Malachi Martin pela Novo Tempo (1978)
>>> A Nova Ciência da Política de Eric Voegelin pela Universidade de Brasília (1982)
>>> Gestión del Conocimiento de Agustí Canals pela Gestión (2003)
>>> Brasil:a Arte de Hoje de Jocob Klintoeitz pela Sao Paulo (1983)
>>> A Conquista do Rio Grande Volume 1 de Jose Netto pela Rio Cell (1989)
>>> Rui Barbosa:tentativa de Compreenção e de Síntese de Luiz Delgado pela Jose Olympio (1945)
>>> T. E. C. Tecnologia Estelar Complementável de Marcelo Santana pela Anthology (2010)
>>> O Pensamento de Platão de Antonio Freire pela Livraria Cruz - Braga (1967)
>>> O Circo de Lucca de Zugliani Jorge Otávio pela Devir (2007)
>>> Far Eastern Ceramics - Marks and Decoration de Maria Penkala pela Mouton (1963)
>>> Tesoros del Arte Japones:periodo Edo(1615-1868) de Museo Fuji - Tokio pela Fundacion Juan March (1995)
>>> Ferrari-the Sports and Gran Turismo Cars de Warren W Fitzgerald / Richard F Merrittn e Outros pela Norton Company (1979)
>>> Cómo Evaluar y Mejorar Sus Capacidades Personales de Gareth Lewis pela Gestión (2000)
>>> Noções Básicas de Importação de João dos Santos Bizelli e Ricardo Barbosa pela Aduaneiras (1993)
>>> Dinheiro Dinheiro Dinheiro... Como Ganhar Rapidamente de Mathias Gonzalez pela Ediouro (1987)
>>> Organizacion del Almacen de Michele Calimeri pela Hispano Europea (1961)
>>> Mestres do Marketing de Gene Walden pela Ediouro (1994)
>>> O Poder do Marketing Direto de Ray Jutkins pela Makron (1994)
>>> Dinheiro Dinheiro Dinheiro... Como Ganhar Rapidamente de Mathias Gonzalez pela Ediouro (1987)
>>> Dinheiro Dinheiro Dinheiro... Como Ganhar Rapidamente de Mathias Gonzalez pela Ediouro (1987)
>>> Como Negociar Aumento de Salário de George M. Hartman pela Ediouro (1995)
>>> Karoshi o Jogo da Qualidade - Completo de Paulo Sandroni e Luis Alberto Sandroni pela Best Seller (1995)
>>> O Monstro Embaixo da Cama de Stan Davis pela Futura (1996)
COLUNAS

Quarta-feira, 21/8/2013
Mídia Ninja coloca o eixo em xeque
Humberto Pereira da Silva

+ de 6900 Acessos

1.
O programa Roda Viva, da TV Cultura, exibiu na edição de 5 de agosto último entrevista com Pablo Capilé e Bruno Torturra, integrantes da Mídia Ninja. Alçada a celebridade depois da cobertura em tempo real das jornadas de protesto de junho, que mobilizaram a opinião pública brasileira, a Mídia Ninja passou num curto espaço de tempo do céu ao inferno.

Na entrevista, suas atividades, logística, organização e o modo como captam recursos foram questionados, mas a dupla, para importantes seguimentos da imprensa, se saiu muito bem do caldeirão de perguntas. Nos dias seguintes, contudo, Pablo Capilé, seu principal articulador, foi posto nas cordas. Numa avalanche de críticas e questionamentos, ele tem sido cobrado sobre como funciona o coletivo Fora do Eixo (FdE), ao qual a Midia Ninja está ligada.

2.
Órgãos como Veja, Folha de S.Paulo, Carta Capital colheram depoimentos que lançam suspeitas, insinuam acusações gravíssimas sobre o modo de atuação do FdE. As ações do coletivo envolveriam situações que vão de sexismo, intimidação de integrantes a calotes de artistas com projetos divulgados pelo FdE. Para quem foi pego de surpresa com a atuação dos membros da Mídia Ninja no Roda Viva, e mal teve tempo de entender direito o que se passou, foi novamente surpreendido com o reboliço em torno das acusações feitas ao coletivo.

3.
Assim, pode parecer um tanto leviano meter a mão num vespeiro de que, ao fim e ao cabo, o acúmulo de dados, situações e informações apenas gera confusão. Mas levemos em conta uma regra para o direção do espírito: separemos por partes. Entre o céu e o inferno, como diria o poeta, há o purgatório. Antes de colocar o FdE entre círculos extremos, poderemos.

4.
A repentina notoriedade do FdE, da Mídia Ninja e de Pablo Capilé geraram um clima de histeria, com as acusações mais assustadoras (a história não se cansa de ensinar que demonizações sob forte clima de paixão obscurecem a razão: quem foi Girolano Savonarola?). Ocorre que, como agora bem divulgado, o coletivo FdE funciona há dez anos. Ou seja, como um vetor de duplo sentido, a Verdade de um lado se inverte, do mesmo modo que na troca de sinal numa equação matemática.

Os depoimentos colhidos pelos órgãos citados são acompanhados da celebrização do coletivo e de Capilé. Isso significa que as acusações, num grupo que atua já faz uma década, se Verdadeiras eram conhecidas e não foram antes denunciadas. Por quê? Do modo como li o que pesa sobre o FdE, trata-se de uma organização criminosa que agiu a céu aberto, sob a vista de todos que com ela fizeram "negócios".

Mas isso é como o traficante que leva seu produto e o expõe numa Feira Livre. E isso me traz à mente o comércio de CD Pirata na frente do Espaço Itaú de Cinema. Ao sair do cinema, vi que enquanto o filme Somos tão Jovens, singela cinebiografia do jovem Renato Russo, era exibido numa das salas, na frente do cinema um camelô vendia uma cópia sem qualquer constrangimento.

Ações do FdE podem, óbvio, ser ilícitas, portanto alvo de investigação policial. Isso está sendo feito a partir das acusações colhidas? Ora, a conivência com atos ilícitos, o camelô na frente do cinema, e depois a espetacularização por conveniência me parece devam ser discutidas no âmbito da moralidade pública. São os atos de corrupção com que se convive e não se denuncia senão diante de holofotes, quando tudo vira espetáculo, tudo se confunde e todos os gatos são pardos.

5.
A discussão cada vez mais enrolada sobre a forma de organização do FdE provoca um obscurecimento dos meios utilizados para realização e promoção de eventos culturais no Brasil. O que tornou possível a existência de um coletivo para articular atividades culturais em cantos do país não antes mapeados? O que me parece visível é a esperteza do FdE para sacar o momento, ocupar espaço vazio e usar recursos tecnológicos hoje disponíveis para entrar em lugares até então ignorados ou segregados pela grande mídia.

Os fins justificam os meios? (frase erroneamente atribuída a Maquiavel). Ora, talvez seja o caso de perguntar por que nas salas de espera de qualquer consultório médico a TV está ligada o tempo todo na Rede Globo. Diante do monopólio da comunicação de massa talvez seja o caso de pensar o que significa resistência cultural. E ai sim, em termos maquiavélicos, uma questão de virtu e fortuna.

6.
A existência do FdE, e por consequência da Midia Ninja, está fortemente atrelada a transformações por que passamos nos últimos anos com o surgimento de novas formas de comunicação pela internet. Está longe de ser um fenômeno no qual se esgote a possibilidade de compreensão e os rumos que pode tomar. Mas, importante frisar, o FdE, com a Mídia Ninja, é fruto de um momento em que está em pauta uma nova maneira de se provocar debates no nível da cultura e no fluxo das notícias.

O que ocorrerá amanhã, só se pode especular. Mas me parece claro que, como fenômeno de mídia, estamos diante de uma situação que coloca em xeque a maneira habitual com a qual lidamos com a comunicação de massa. Na era das redes sociais, para o bem e para o mal, o alcance de uma notícia, de um acontecimento contornável, está além do que qualquer canal de comunicação antes podia sonhar, até a Rede Globo. Esse o mundo em que vive o sagaz Pablo Capilé.


Humberto Pereira da Silva
São Paulo, 21/8/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Imprimam - e repensem - suas fotografias de Ana Elisa Ribeiro
02. O titânico Anselm Kiefer no Centre Pompidou de Jardel Dias Cavalcanti
03. A biblioteca de C. G. Jung de Ricardo de Mattos
04. Escritor: jovem, bonito, simpático... de Marta Barcellos
05. Gullar X Nunos Ramos: o dilema da arte de Wellington Machado


Mais Humberto Pereira da Silva
Mais Acessadas de Humberto Pereira da Silva em 2013
01. Olgária Matos - 1/2/2013
02. Mídia Ninja coloca o eixo em xeque - 21/8/2013
03. Toda poesia de Paulo Leminski - 8/5/2013
04. Mino Carta e a 'imbecilização do Brasil' - 6/3/2013
05. O Som ao Redor - 13/2/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Os Seres e as Cores Nas Terras do do Sem-fim
José Carlos Capinan e Outros
Petrobrás
(1993)



Urutu Cruzeiro
Luiz Galdino
Clube do Livro
(1982)



Matemática e Vida 2º Grau
Bongiovanni Vissot Laureano
Ática
(1992)



As Chamas do Inferno - Brigada dos Espectros
Alain Venisse
Arx Jovem
(2004)



O Sul da África Enfrenta o Racismo
O Correio da Unesco, Nº 1 - Ano 6
Fgv
(1978)



A Bruxinha Domitila e o Robô Morto-de-Fome
edson gabriel garcia
Vozes
(1983)



Twist
Tom Grass
Agir Now
(2015)



Jane Blonde: Sensational Spylet
Jill Marshall
Macmillan Childrens
(2006)



Comment Apprendre a Parler a Lenfant: Aperçu Dune Experience
Laurence Lentin (tome 2)
Esf Editeur
(1975)



Mani Ou um Monte Chamado Pascoal
Luiz Wanderley T.
Edicon
(2006)





busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês