Ser escritor ou estar escritor? | Jonas Lopes | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Festa na floresta
>>> A crítica musical
>>> 26 de Julho #digestivo10anos
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
Mais Recentes
>>> Deus é inocente – a imprensa, não de Carlos Dorneles pela Globo (2003)
>>> Memórias do subsolo de Fiodor Dostoiévski pela 34 (2000)
>>> Songbook - Tom Jobim, Volume 3 de Almir Chediak pela Lumiar (1990)
>>> Comunicação e contra-hegemonia de Eduardo Granja Coutinho (org.) pela EdUFRJ (2008)
>>> Caetano Veloso Songbook V. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Origami a Milenar Arte das Dobraduras de Carlos Genova pela Escrituras (2004)
>>> O vampiro Lestat de Anne Rice pela Rocco (1999)
>>> Nova enciclopédia ilustrada Folha volume 2 de Folha de São Paulo pela Publifolha (1996)
>>> Esperança para a família de Willie e Elaine Oliver pela Cpb (2018)
>>> Leituras do presente de Valdir Prigol pela Argos (2007)
>>> Insight de Daniel C. Luz pela Dvs (2001)
>>> Política e relações internacionais de Marcus Faro de Castro pela UnB (2005)
>>> Harry Potter e a Pedra Filosofal de J. K. Rowling pela Rocco (2000)
>>> Infinite Jest de David Foster Wallace pela Back Bay Books (1996)
>>> Nine Dragons de Michael Connelly pela Hieronymus (2009)
>>> The Innocent de Taylor Stevens pela Crown Publishers (2011)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> Filosofia Para Crianças e Adolescentes de Maria Luiza Silveira Teles pela Vozes (2008)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> Vida de São Francisco de Assis de Tomás de Celano pela Vozes (2018)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Astrologia e Fatalismo Magnetismo e Hipnose de Ferni Genevè pela Fase (1983)
>>> Práticas da leitura de Roger Chartier (org.) pela Estação Liberdade (2001)
>>> Universo em Desencanto A Verdadeira Origem da Humanidade Vol 1 de Não Informada pela Mundo Racional
>>> Matemática Financeira de Roberto Zentgraf pela Ztg (2002)
>>> Como Negociar Qualquer Coisa Com Qualquer Pessoa Em Qualquer Lugar do Mundo de Frank L. Acuff pela Senac (1998)
>>> Morte e Vida Severinas: das Ressurreições e Conservações ... Ed. Ltda. de Nelci Tinem e Luizamorim: Organização pela Impre. Univ. J. Pessoa (2012)
>>> Mais Trinta Mulheres que Estão Fazendo a Nova Literatura de Luiz Ruffato pela Record (2005)
>>> Príncipe Sidarta A Fuga do Palácio de Patricia Chendi pela Rocco (2000)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Smart Work Why Organizations Full Of Intelligent People ... de Steven A. Stanton pela Do Autor (2016)
>>> Estatística Objetiva de Roberto Zentgraf pela Ztg (2001)
>>> Diários Messiânicos: uma Experiência de Extensão Universitária de Bruno Cesar Euphrasio de Mello pela Univ. Federal Rgs. (2015)
>>> The Lost Symbol de Dan Brown pela Doubleday (2009)
>>> Dez Dias de Cortiço de Ivan Jaf pela Ática (2009)
>>> Medicina do Além Um Presente de Jesus para a Humanidade de Fabio Alessio Romano Dionisi pela Dionisi (2014)
>>> Energia Renovável de Dme pela Dme
>>> São João Paulo Grande Seus Cinco Amores de Jason Evert pela Quadrante (2018)
>>> At Risk de Patricia Cornwell pela Little Brown And Company (2006)
>>> Gone For Good de Harlan Coben pela Na Orion Paperback (2007)
>>> When The Wind Blows de James Patterson pela Little Brown And Company (1998)
>>> Windmills Of The Gods de Sidney Sheldon pela William Morrow And Companhy (1987)
>>> If Tomorrow Comes de Sidney Sheldon pela William Morrow And Companhy (1985)
COLUNAS >>> Especial Autores novos

Sexta-feira, 2/6/2006
Ser escritor ou estar escritor?
Jonas Lopes

+ de 12500 Acessos
+ 7 Comentário(s)

Quando foi lançado no ano passado o "Movimento Literatura Urgente", uma coisa me chamou a atenção no site do manifesto - fora as propostas e requisições deles - era a lista de assinantes. Dezenas de nomes, acompanhados de um "escritor" e o nome da cidade em que o cidadão reside. Logo me veio a dúvida: o que faz de alguém um escritor? I mean, o que dá a uma pessoa o "direito" de adicionar esse detalhe em sua assinatura? Criar um blog e colocar exercícios de ficção lá? Fazer amizade com o pessoal do Paralelos? Publicar um conto em uma antologia, seja ela qual for? Quais são os critérios?

A impressão que fica é que nessa nova geração não se quer ser escritor, mas estar escritor. Circular no meio literário, ser convidado para a FLIP, aparecer na "Tinta Fresca" da EntreLivros, ter seu livro resenhado pelo Rascunho ou pelo Digestivo, enfim, todo o status que a "profissão" traz. E nunca desenvolver um projeto ficcional. Há um pouco de ingenuidade romântica nisso, mas às vezes acho que bom mesmo era na época do Stendhal, que orgulhosamente escrevia para cem (bons) leitores. Poxa, não são poucos os blogueiros-escritores que já possuem comunidade no Orkut com mais de cem membros. Não sejamos hipócritas: é evidente que a glória é essencial, que ter o trabalho reconhecido faz parte do processo. Agora, e a obra, cadê?

Uma etapa básica do processo de formação do escritor é, ou deveria ser, a descoberta do escritor em si. Para Proust, "o único livro genuíno, um grande escritor não precisa inventá-lo, no sentido comum, pois ele já existe em cada um de nós, e sim traduzi-lo". Não basta, pois, sentar-se ao computador, abrir o Word e deitar monólogos que se transformarão em contos ou romances. Muitos aspectos estão envolvidos. Como a forma, o estilo, a escolha desta idéia e não daquela. Todas essas certezas só advêm da prática. Anos de prática. Há influência, é evidente, dos autores que admiramos, dos efeitos que determinadas leituras nos proporcionaram. Mas literatura não é algo assim tão amorfo, ora.

Digamos que P.R., um novo autor, tem como modelos literários Ítalo Calvino, Herman Melville e Muriel Spark. Autores bem distintos entre si. Como P.R. saberá para que lado seu texto vai pender? Treinando. Se o processo funcionar bem, nosso jovem autor escreverá livros que não terão nada a ver com os de seus modelos. O que tiramos da experiência de leitura não são apenas noções de estilo e de escolas literárias, e sim pontos de vista, experiências, filosofia. Não é preciso querer escrever sobre marinheiros para admirar e ser influenciado por O Coração das Trevas ou Lord Jim - além de uma boa história, esses livros trazem idéias na entrelinhas, para serem dissecadas.

"Sou donde nasci", afirmou Guimarães Rosa. Todos somos. Faulkner só começou a se destacar na literatura quando percebeu que seu grande tema era o sul decadente onde havia crescido. Balzac praticamente transcrevia o que via nos salões da alta-sociedade parisiense, somando às histórias toques de ficção e brilho narrativo. O grande barato da literatura está nesse descobrir qual é o seu universo ficcional, qual é o tipo de linguagem adequado à sua personalidade e àquilo que se propõe. Não é algo como "vou escrever como Beckett"; somos escolhidos pela linguagem, pelo estilo, pelos cenários e pelos temas. E eles podem ou não dizer respeito a nossa vida e ao nosso meio social.

E o escritor é, antes de tudo, um leitor. E o que é um leitor, senão um acúmulo de idéias conflitantes e/ou convergentes, um punhado de "concordos" e "discordos" que, fundidos, formam um quociente? É um processo demorado? Naturalmente, demanda tempo para que se adquira uma bagagem de leitura suficiente. Por isso é tão bacana. Os pretendentes a autores não têm se dado esse tempo. Querem publicar com vinte e dois, vinte e cinco anos. Não dão mostras de querer viver por aquilo, apenas viver daquilo. Clarice Lispector escrevia para não morrer. Essa necessidade de literatura parece extinta. A idéia de passar anos se preparando soa como tortura das mais cruéis. Ok, a própria Clarice - assim como Thomas Mann - começou a publicar muito cedo. São exceções, e ainda produtos de uma época em que a formação humanística era infinitamente mais consistente do que a que vemos hoje nas escolas e universidades.

Quanto aos blogs e a utilização da internet como fonte de divulgação, não vejo nada de mais, a princípio. A internet é uma ferramenta, como o eram as revistas literárias (tão pouco lidas hoje, uma pena) e os folhetins. E que mal pode fazer para um jovem autor utilizar um espaço para desenvolver sua arte? O problema é quando o blog serve mais como publicidade do que como estudo, e aí voltamos à questão do estar escritor. Navegando por alguns dos sites pessoais de autores, quase tudo que vejo são cumprimentos a amigos e anúncios de lançamentos de livros dos parceiros. Literatura mesmo, pouca. É bacana caminhar ao lado de outros escritores, trocar experiências; só isso não dá. Imagine se Borges e Bioy Casares passariam todo o tempo tecendo loas um ao outro em hipotéticos blogs.

Outra conseqüência perniciosa desse jogo de comadres é se unir contra os "inimigos comuns", como a crítica. Isso aconteceu, por exemplo, com Jerônimo Teixeira, que falou mal de novos autores na Veja e vem sendo massacrado por eles nos blogs. Deus, isso é terrorismo. Jornalista não tem compromisso com nenhum movimento ou geração. Parem para pensar em quantos grandes autores e livros foram criticados em seu lançamento e hoje são tidos como clássicos. Se foi assim com eles, que eram gênios, por que haveria de ser diferente com vocês? Os bons ficam, sempre.

E não, não é por panela ou perseguição que vocês não ganham os prêmios literários. Uma carreira é construída aos poucos mesmo. Vejam o caso do Bernardo Carvalho, que lançou vários romances lidos por meia dúzia de críticos e só veio a receber prêmios e atenção com Nove Noites, quase dez anos depois de sua estréia. Carvalho teve a sorte de ter uma grande editora (a Companhia das Letras) bancando o desenvolvimento de sua carreira. Quanto a isso, os novos autores não podem reclamar, pois alguns deles estão em grandes editoras - André Sant'anna e Daniel Galera na própria Companhia, Marcelino Freire e Marcelo Mirisola na Record, Santiago Nazarian e João Paulo Cuenca na Planeta. Uma chance assim vale mais que mil Jabutis, nesse ponto da carreira. Portanto, escrevam.


Jonas Lopes
Florianópolis, 2/6/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Paris branca de neve de Renato Alessandro dos Santos
02. De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho de Renato Alessandro dos Santos
03. Como medir a pretensão de um livro de Ana Elisa Ribeiro
04. O Voto de Meu Pai de Heloisa Pait
05. Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração de Celso A. Uequed Pitol


Mais Jonas Lopes
Mais Acessadas de Jonas Lopes em 2006
01. Ser escritor ou estar escritor? - 2/6/2006
02. 15 anos sem Miles Davis, o Príncipe das Trevas - 11/10/2006
03. Tchekhov, o cirurgião da alma - 13/7/2006
04. Cony: o existencialista, agora, octogenário - 3/5/2006
05. Herzog e o grito de desespero humanista - 18/9/2006


Mais Especial Autores novos
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/6/2006
13h58min
Você tirou as palavras da minha boca. Esgota tudo o que venho falado sobre essa nova geração de autores que parecem escrever pela manhã e postar à tarde. Realmente escrever requer tempo, esperiência e, logicamente, talento. E o ato de escrever é irmão siamês da do ato de ler. gd ab
[Leia outros Comentários de Julio Cesar Corrêa]
3/6/2006
18h27min
Realmente, excrever requer esperiência. Socorro! Júlio
[Leia outros Comentários de Julio]
9/6/2006
02h21min
Que artigo tão lúcido e sagaz. Eu vi um rapaz dizer numa peça: "escritor não precisa escrever algo, mas pensar em escrever algo". A Clarice Lispector se dizia escritora amadora. Quem escreve para não morrer, sendo escritor ou não, de repente lê seu artigo, morre. Sejam ou estejam, mas não morram.
[Leia outros Comentários de Caiocito Campos]
15/6/2006
01h21min
Minha opinião pessoal é: feliz do agraciado ser que redime sua consumição com a escrita do sentir. Se houver mais disso nessa geração, com certeza teremos verdadeiros escritores.
[Leia outros Comentários de Mariana Souza]
28/2/2008
09h58min
Ser ou estar escritor, é um dilema na minha vida. Sei que quero ser ou estar escritora o tempo todo. Quero que seja minha profissão. Mas isso não depende só da minha vontade.
[Leia outros Comentários de Tiana de Souza ]
3/5/2009
23h28min
Nem adianta eu falar que seu artigo tá uma belezura - seria apenas mais um em meio a multidões. Mesmo assim atrevo-me: você é o cara!
[Leia outros Comentários de Leandro Campos]
22/6/2011
19h01min
Seu artigo é despretensioso e sincero. Também me sinto incomodada com toda essa superficialidade. Não me refiro à comunidades virtuais - a internet é uma ferramenta útil e essencial no mundo contemporâneo -, me refiro a essa vontade estúpida que vários aspirantes têm de obter publicidade, fama e sei lá mais o quê. Também tenho blogs, mas não quero divulgar a minha imagem, mas sim meus textos. Você fez bem em citar a influência dos autores que admiramos. Sou fã de dois escritores completamente diferentes: Clarice Lispector e José Saramago. Estilos diferentes, visões distintas. O que eles têm comum? A universalidade com que exploram a condição humana. Cada qual do seu jeito. Quando li a obra-prima ''A hora da estrela'' (Lispector) decidi que ser escritora não seria apenas um hobby para mim, tive uma espécie de ''epifania''. Se eu quero viver da literatura? Jamais. Não preciso viver da arte. A arte é que precisa viver em mim.
[Leia outros Comentários de Adriane Santos]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SOB O CÉU DE NOVGOROD
RÉGINE DEFORGES
NOVA FRONTEIRA
(1989)
R$ 6,00



ARCA DE NOÉ, A - COLEÇÃO ESTÚDIO DE MODA
EDITORA CIRANDA CULTURAL
CIRANDA CULTURAL
(2017)
R$ 23,86



ALCANCE EJA CIÊNCIAS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL-MANUAL EDUCADOR
MARCIA LEONORA DUDEQUE E ELVIRA SOUZA DE SAMPAIO
POSITIVO
(2013)
R$ 29,90



PAU BRASIL
VARIOS AUTORES
DAEE
(1986)
R$ 4,70



ENTRE REAL E SURREAL: ANTOLOGIA DA LITERATURA BELGA DE LÍNGUA FRANCESA
MARC QUAGHEBEUR, ZILÁ BERND, LEONOR LOURENÇO DE ABREU, ROBERT PONGE
TOMO EDITORIAL
(2009)
R$ 47,00



BRINCADEIRA NA FEIRA
MARCIA KUPSTAS
MODERNA
(1996)
R$ 10,00



EI, DEUS, POR QUE AS COISAS ESTÃO DEMORANDO TANTO? 3703
LYNETTE HAGIN
GRAÇA EDITORIAL
(2010)
R$ 19,00



O MIOLO E O PÃO
ROBERTO REIS, LÚCIA H. CARVALHO E ROBERTO ACI
UFF; INL
(1986)
R$ 26,00



TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO
ANTONIO DE LIMA RIBEIRO
SARAIVA (SP)
(2004)
R$ 30,82



CATALISADORES ZEOLÍTICOS DE PLATINA MODIFICADOS COM LANTANÍDEOS
EMANOEL IGOR DA SILVA OLIVEIRA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês