A Casa do Saber no Rio de Janeiro | Luis Eduardo Matta | Digestivo Cultural

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
>>> O Valhalla em São Paulo
>>> Por dentro do Joost: o suco da internet com a TV
Mais Recentes
>>> Direito Romano - Vol. II de José Carlos Moreira Alves pela Forense (2003)
>>> Divinas Desventuras: Outras Histórias da Mitologia Grega de Heloisa Prieto pela Companhia das Letrinhas (2011)
>>> Le Nouveau Sans Frontières 1 - Méthode de Français de Philippe Dominique e Jacky Girardet e Michele Verdelhan e Michel Verdelhan pela Clé International (1988)
>>> Sobrevivência de Gordon Korman pela Arx Jovem (2001)
>>> Ética Geral e Profissional de José Renato Nalini pela Revista dos Tribunais (2001)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Abril (1982)
>>> O Menino no Espelho de Fernando Sabino pela Record (2016)
>>> Labirintos do Incesto: O Relato de uma Sobrevivente de Fabiana Peereira de Andrade pela Escrituras-Lacri (2004)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Círculo do Livro (1975)
>>> Ponte para Terabítia de Katherine Patersin pela Salamandra (2006)
>>> O Desafio da Nova Era de José M. Vegas pela Ave-Maria (1997)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1970)
>>> Trabalho a Serviço da Humanidade de Escola Internacional da Rosa Cruz Áurea pela Rosacruz (2000)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ensinando a Cuidar da Criança de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Ensinando a Cuidar da Mulher, do Homem e do Recém-nascido de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Luxúria Encadernado de Judith Krantz pela Círculo do Livro (1978)
>>> Fundamentos, Conceitos, Situações e Exercícios de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Personality: How to Unleash your Hidden Strengths de Dr. Rob Yeung pela Pearson (2009)
>>> Um Mês Só de Domingos de John Updike pela Record (1975)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Caravanas de James Michener pela Record (1976)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> Deus Protege os Que Amam de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1977)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> O Quarto das Senhoras de Jeanne Bourin pela Difel (1980)
>>> Beco sem Saída de John Wainwright pela José Olympio (1984)
>>> Casais Trocados de John Updike pela Abril (1982)
>>> O Hotel New Hampshire Encadernado de John Irving pela Círculo do Livro (1981)
>>> As Moças de Azul de Janet Dailey pela Record (1985)
>>> Amante Indócil Encadernado de Janet Dailey pela Círculo do Livro (1987)
>>> A Rebelde Apaixonada de Frank G. Slaughter pela Nova Cultural (1986)
>>> Escândalo de Médicos de Charles Knickerbocker pela Record (1970)
>>> A Turma do Meet de Annie Piagetti Muller pela Target Preview (2005)
>>> O Roteiro da Morte de Marc Avril pela Abril (1973)
>>> Luz de Esperança de Lloyd Douglas pela José Olympio (1956)
>>> Confissões de Duas Garotas de Aluguel de Linda Tracey e Julie Nelson pela Golfinho (1973)
>>> Propósitos do Acaso de Ronaldo Wrobel pela Nova Fronteira (1998)
>>> Olho Vermelho de Richard Aellen pela Record (1988)
>>> A Comédia da Paixão de Jerzy Kosinski pela Nova Fronteira (1983)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Böll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> O Caminho das Estrêlas de Christian Signol pela Círculo do Livro (1987)
>>> Longo Amanhecer de Joe Gores pela Best-seller (1988)
>>> As Damas do Crime de B. M. Gill pela Círculo do Livro (1986)
>>> Os Melhores Contos de Alexandre Herculano de Alexandre Herculano pela Círculo do Livro (1982)
COLUNAS

Terça-feira, 27/6/2006
A Casa do Saber no Rio de Janeiro
Luis Eduardo Matta

+ de 12200 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Nos últimos dois anos, sempre que eu ia a São Paulo e conversava com os meus amigos paulistanos, sentia uma pontinha de inveja (no bom sentido, é lógico) quando eles mencionavam a existência, na cidade, de um centro de estudos de excelência, onde professores de alto nível selecionados a dedo entre a nata pensante paulistana, ministravam a privilegiados alunos, cursos de temas variados, que iam da história da arte à filosofia grega, passando por sociologia, religião e literatura. Era a Casa do Saber, que conta, hoje, com duas filiais na capital paulista, uma em Higienópolis e outra nos Jardins.

Inaugurada em abril de 2004, a Casa do Saber nasceu quase por obra do acaso. Tudo teve início cerca de dois anos antes, quando o empresário Jair Ribeiro da Silva Neto começou a reunir, com regularidade, amigos em sua casa, em São Paulo, para estudar e discutir filosofia e convidou o professor da USP, Mário Miranda Filho, para mediar as discussões. Com o passar dos meses, o número de freqüentadores cresceu de maneira supreeendente, evidenciando o interesse de uma parcela da sociedade por encontros daquele tipo. Foi então que alguns dos membros do grupo - como o publicitário Celso Loducca, o advogado Pierre Moreau, a empresária Ana Maria Diniz e a atriz Maria Fernanda Cândido, entre outros - tiveram a oportuna idéia de abrir os debates ao público, criando um centro de estudos com as características e o espírito daquelas reuniões de amigos. O imediato e expressivo sucesso da Casa do Saber paulistana - que logo se viu na contingência de abrir uma segunda unidade para dar conta da procura crescente pelos cursos - é a prova de que a iniciativa veio em boa hora, suprindo, assim, uma carência histórica por instituições com este perfil nas cidades brasileiras.

Quando, no começo deste ano, eu soube através deste Digestivo Cultural, que a Casa do Saber estava em vias de abrir uma filial no Rio e que, inclusive, já contava com um local para se instalar, fiquei exultante. O local em questão era um belo casarão onde antes funcionara um prestigiado restaurante de culinária argentina, o El Patio Porteño, incrustado em plena Lagoa Rodrigo de Freitas junto a Ipanema, a pouco mais de vinte minutos a pé da minha casa. Melhor, impossível, pensei. Logo que a unidade carioca foi aberta, o Digestivo colocou-se em contato com ela e foi agendada uma visita minha ao local, o que aconteceu na terça-feira, dia 6 de junho, num fim de tarde parcialmente encoberto e muito agradável. Lá, eu tive a oportunidade de me reunir demoradamente com o seu diretor executivo, Alexandre Ribenboim, que, com desenvoltura e entusiasmo, contou-me como tudo aconteceu.

Ribenboim, um engenheiro de sistemas carioca, que foi um dos sócios da MLab - uma bem-sucedida empresa de produção de sites, especializada em desenvolver páginas para grandes corporações -, foi apresentado à Casa do Saber em São Paulo apenas três meses após a sua inauguração. Ele havia chegado de uma temporada de descanso na Espanha - que considerou como o seu ano sabático - e estava sendo perseguido pela vontade de abrir, no Rio, um centro de estudos mais ou menos nos mesmos moldes, embora não soubesse exatamente de que maneira poderia fazer isso. Uma visita a amigos na capital paulista naquele ano de 2004 e a descoberta da existência da Casa do Saber pareceu iluminar o seu caminho. Logo, ele iniciou as gestões para trazer a instituição ao Rio e incumbiu-se de procurar por pessoas e empresas na cidade, dispostas a ajudá-lo a viabilizar a idéia, o que não tardou a acontecer. O conselho diretor da filial carioca conta, hoje, com nomes como o do editor Jorge Carneiro, o do publicitário Armando Strozenberg e o do presidente da Icatu Hartford, Marcos Falcão, além do próprio Ribenboim. Após meses de preparação e muito trabalho, a Casa do Saber abriu, finalmente as portas, no Rio de Janeiro, em abril de 2006.

Com trezentos e vinte metros quadrados de área construída, distribuídos por três andares, a Casa do Saber carioca possui três salas de aula. A maior delas, no térreo, conta com setenta lugares. As demais, possuem, respectivamente, trinta e vinte e cinco lugares. Por ironia é, justamente, a menor das três a que conta com a melhor vista; ela está situada no último andar e é a única voltada para a fachada principal da construção, de onde se descortina a paisagem deslumbrante da Lagoa Rodrigo de Freitas, do Morro do Sumaré e do Cristo Redentor. Até o momento, já passaram por lá figuras de peso dos círculos intelectuais do Rio, como a crítica e tradutora Bárbara Heliodora, que falou sobre Shakespeare; o poeta e editor Alexei Bueno, que discorreu sobre os grandes poetas da língua portuguesa; o professor Fernando Santoro, que deu um curso sobre a filosofia na Grécia antiga e o professor e historiador Francisco Carlos Teixeira da Silva, que abordou o tema das relações internacionais após 1991 - ano da Guerra do Golfo, do fim da União Soviética e, conseqüentemente, da Guerra Fria (um tema muito interessante, por sinal). Para o próximo mês de julho já estão agendados cursos sobre o Mito de Édipo, ministrado pela professora Nina Saroldi; sobre Homero, que será dado pelo professor Antonio Cavalcanti Maia e sobre Mozart, ministrado pelo especialista em ópera Antônio "Mecha" Monteiro Guimarães, entre outros. De acordo com Alexandre Ribenboim, a procura tem sido alta, as aulas têm lotado e o interesse junto ao público é crescente e, até certo ponto, vem superando as expectativas iniciais, que já eram bastante otimistas.

O Rio de Janeiro, pela sua importância cultural e por abrigar um expressivo número de artistas e intectuais, não poderia deixar de ser brindado com a presença de uma instituição deste porte. Vale, no entanto, ressaltar que o perfil da Casa do Saber, em suas três unidades, foge ao paradigma universitário e isso é particularmente evidente na atmosfera adequadamente descontraída das suas aulas, onde os professores evitam se encastelar num pedestal para destilar pomposamente a sua sabedoria para uma legião de alunos submissos. A Casa do Saber é, isso sim, um centro de debates de inspiração quase socrática, um local que privilegia o pensamento e o conhecimento e é justamente por essas características, que a sua existência deve ser louvada e enaltecida por todos que defendemos o saber como um dos passaportes essenciais para alcançar a plenitude nas nossas vidas. Ainda mais numa época como a atual em que o ato de pensar e de refletir anda tão desvalorizado pela maioria.

Para ir além
Casa do Saber Rio


Luis Eduardo Matta
Rio de Janeiro, 27/6/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Texto Otimista de Fim de Ano de Duanne Ribeiro
02. A poeira do outros e o sabor da realidade de Fred Linardi
03. Cachorros e Lágrimas de André Simões
04. O nosso patriarca e o deles de Celso A. Uequed Pitol
05. Analisando Sara: Pós-hardcore atmosférico de Duanne Ribeiro


Mais Luis Eduardo Matta
Mais Acessadas de Luis Eduardo Matta em 2006
01. Sim, é possível ser feliz sozinho - 19/9/2006
02. A favor do voto obrigatório - 24/10/2006
03. Literatura de entretenimento e leitura no Brasil - 21/11/2006
04. As novas estantes virtuais - 14/2/2006
05. Reflexões para um mundo em crise - 16/5/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
4/7/2006
19h25min
Acho que podemos nos mobilizar, em nível nacional, para implantar esse projeto em nossas cidades. Isso não precisa do apoio do poder público, apenas da vontade de buscar o conhecimento e de ter consciência de que isso trará benefícios para o desenvolvimento intelectual de todos. Mãos à obra!
[Leia outros Comentários de Elvis Mutti]
21/7/2006
13h59min
Faz alguns anos, um amigo convidou-me para comparecer a uma reunião que se realizava semanalmente ou quinzenalmente, não me recordo bem, onde se discutiam diversos temas, de preferência filosóficos, sempre com a presença de alguém mais entendido no assunto que, mais ou menos, dirigia as discussões. Compareci algumas vezes, mas penso que não estava muito preparada ou madura para este tipo de reunião e discussão. Assim mesmo, posso afirmar que eram bastante interessantes e uma forma de se pensar e crescer. Creio que aquilo já era um esboço de uma Casa do Saber, sendo mais informal.
[Leia outros Comentários de regina mas]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ATLAS DO CORPO HUMANO VOL. II 6232
DIVERSOS
ABRIL
(2008)
R$ 10,00



A CARÍCIA ESSENCIAL: UMA PSICOLOGIA DO AFETO
ROBERTO SHINYASHIKI
GENTE
(1992)
R$ 10,00



PARA TODOS OS GAROTOS QUE JÁ AMEI
JENNY HAN
INTRINSECA
(2015)
R$ 31,77



CLARISSA
ERICO VERISSIMO
GLOBO
(1997)
R$ 4,60



LANTERNA VERDE 48 - HAL JORDAN, VIDA APÓS A TROPA
EQUIPE DC
PANINI
(2016)
R$ 8,60



OS FATOS FICTICIOS POESIA
IZACYL GUIMARAES FERREIRA
LR
(1980)
R$ 6,00



1000 PERGUNTAS DE DIREITO ADMINISTRATIVO
REIS FRIEDE
FORENSE UNIVERSITÁRIA
(2005)
R$ 17,28



O PODER DOS ANIVERSÁRIOS- ESCORPIÃO
SAFFI CRAWFORD E GERALDINE SULLIVAN
PRETÍGIO
(2005)
R$ 25,90
+ frete grátis



DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO ENDÓGENO DE PEQUENOS ESTADOS INSULARES
ALBERTINO FRANCISCO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 524,00



HISTÓRIA DO DEPARTAMENTO DE VOLUNTÁRIOS
HOSPITAL ALBERT EINSTEIN
NARRATIVA UM
(2004)
R$ 14,00





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês