A Casa do Saber no Rio de Janeiro | Luis Eduardo Matta | Digestivo Cultural

busca | avançada
38289 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 27/6/2006
A Casa do Saber no Rio de Janeiro
Luis Eduardo Matta

+ de 12200 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Nos últimos dois anos, sempre que eu ia a São Paulo e conversava com os meus amigos paulistanos, sentia uma pontinha de inveja (no bom sentido, é lógico) quando eles mencionavam a existência, na cidade, de um centro de estudos de excelência, onde professores de alto nível selecionados a dedo entre a nata pensante paulistana, ministravam a privilegiados alunos, cursos de temas variados, que iam da história da arte à filosofia grega, passando por sociologia, religião e literatura. Era a Casa do Saber, que conta, hoje, com duas filiais na capital paulista, uma em Higienópolis e outra nos Jardins.

Inaugurada em abril de 2004, a Casa do Saber nasceu quase por obra do acaso. Tudo teve início cerca de dois anos antes, quando o empresário Jair Ribeiro da Silva Neto começou a reunir, com regularidade, amigos em sua casa, em São Paulo, para estudar e discutir filosofia e convidou o professor da USP, Mário Miranda Filho, para mediar as discussões. Com o passar dos meses, o número de freqüentadores cresceu de maneira supreeendente, evidenciando o interesse de uma parcela da sociedade por encontros daquele tipo. Foi então que alguns dos membros do grupo - como o publicitário Celso Loducca, o advogado Pierre Moreau, a empresária Ana Maria Diniz e a atriz Maria Fernanda Cândido, entre outros - tiveram a oportuna idéia de abrir os debates ao público, criando um centro de estudos com as características e o espírito daquelas reuniões de amigos. O imediato e expressivo sucesso da Casa do Saber paulistana - que logo se viu na contingência de abrir uma segunda unidade para dar conta da procura crescente pelos cursos - é a prova de que a iniciativa veio em boa hora, suprindo, assim, uma carência histórica por instituições com este perfil nas cidades brasileiras.

Quando, no começo deste ano, eu soube através deste Digestivo Cultural, que a Casa do Saber estava em vias de abrir uma filial no Rio e que, inclusive, já contava com um local para se instalar, fiquei exultante. O local em questão era um belo casarão onde antes funcionara um prestigiado restaurante de culinária argentina, o El Patio Porteño, incrustado em plena Lagoa Rodrigo de Freitas junto a Ipanema, a pouco mais de vinte minutos a pé da minha casa. Melhor, impossível, pensei. Logo que a unidade carioca foi aberta, o Digestivo colocou-se em contato com ela e foi agendada uma visita minha ao local, o que aconteceu na terça-feira, dia 6 de junho, num fim de tarde parcialmente encoberto e muito agradável. Lá, eu tive a oportunidade de me reunir demoradamente com o seu diretor executivo, Alexandre Ribenboim, que, com desenvoltura e entusiasmo, contou-me como tudo aconteceu.

Ribenboim, um engenheiro de sistemas carioca, que foi um dos sócios da MLab - uma bem-sucedida empresa de produção de sites, especializada em desenvolver páginas para grandes corporações -, foi apresentado à Casa do Saber em São Paulo apenas três meses após a sua inauguração. Ele havia chegado de uma temporada de descanso na Espanha - que considerou como o seu ano sabático - e estava sendo perseguido pela vontade de abrir, no Rio, um centro de estudos mais ou menos nos mesmos moldes, embora não soubesse exatamente de que maneira poderia fazer isso. Uma visita a amigos na capital paulista naquele ano de 2004 e a descoberta da existência da Casa do Saber pareceu iluminar o seu caminho. Logo, ele iniciou as gestões para trazer a instituição ao Rio e incumbiu-se de procurar por pessoas e empresas na cidade, dispostas a ajudá-lo a viabilizar a idéia, o que não tardou a acontecer. O conselho diretor da filial carioca conta, hoje, com nomes como o do editor Jorge Carneiro, o do publicitário Armando Strozenberg e o do presidente da Icatu Hartford, Marcos Falcão, além do próprio Ribenboim. Após meses de preparação e muito trabalho, a Casa do Saber abriu, finalmente as portas, no Rio de Janeiro, em abril de 2006.

Com trezentos e vinte metros quadrados de área construída, distribuídos por três andares, a Casa do Saber carioca possui três salas de aula. A maior delas, no térreo, conta com setenta lugares. As demais, possuem, respectivamente, trinta e vinte e cinco lugares. Por ironia é, justamente, a menor das três a que conta com a melhor vista; ela está situada no último andar e é a única voltada para a fachada principal da construção, de onde se descortina a paisagem deslumbrante da Lagoa Rodrigo de Freitas, do Morro do Sumaré e do Cristo Redentor. Até o momento, já passaram por lá figuras de peso dos círculos intelectuais do Rio, como a crítica e tradutora Bárbara Heliodora, que falou sobre Shakespeare; o poeta e editor Alexei Bueno, que discorreu sobre os grandes poetas da língua portuguesa; o professor Fernando Santoro, que deu um curso sobre a filosofia na Grécia antiga e o professor e historiador Francisco Carlos Teixeira da Silva, que abordou o tema das relações internacionais após 1991 - ano da Guerra do Golfo, do fim da União Soviética e, conseqüentemente, da Guerra Fria (um tema muito interessante, por sinal). Para o próximo mês de julho já estão agendados cursos sobre o Mito de Édipo, ministrado pela professora Nina Saroldi; sobre Homero, que será dado pelo professor Antonio Cavalcanti Maia e sobre Mozart, ministrado pelo especialista em ópera Antônio "Mecha" Monteiro Guimarães, entre outros. De acordo com Alexandre Ribenboim, a procura tem sido alta, as aulas têm lotado e o interesse junto ao público é crescente e, até certo ponto, vem superando as expectativas iniciais, que já eram bastante otimistas.

O Rio de Janeiro, pela sua importância cultural e por abrigar um expressivo número de artistas e intectuais, não poderia deixar de ser brindado com a presença de uma instituição deste porte. Vale, no entanto, ressaltar que o perfil da Casa do Saber, em suas três unidades, foge ao paradigma universitário e isso é particularmente evidente na atmosfera adequadamente descontraída das suas aulas, onde os professores evitam se encastelar num pedestal para destilar pomposamente a sua sabedoria para uma legião de alunos submissos. A Casa do Saber é, isso sim, um centro de debates de inspiração quase socrática, um local que privilegia o pensamento e o conhecimento e é justamente por essas características, que a sua existência deve ser louvada e enaltecida por todos que defendemos o saber como um dos passaportes essenciais para alcançar a plenitude nas nossas vidas. Ainda mais numa época como a atual em que o ato de pensar e de refletir anda tão desvalorizado pela maioria.

Para ir além
Casa do Saber Rio


Luis Eduardo Matta
Rio de Janeiro, 27/6/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. As palmeiras da Politécnica de Elisa Andrade Buzzo
02. Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela de Renato Alessandro dos Santos
03. A barata na cozinha de Luís Fernando Amâncio
04. Inferno em digestão de Renato Alessandro dos Santos
05. O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Luis Eduardo Matta
Mais Acessadas de Luis Eduardo Matta em 2006
01. Sim, é possível ser feliz sozinho - 19/9/2006
02. A favor do voto obrigatório - 24/10/2006
03. Literatura de entretenimento e leitura no Brasil - 21/11/2006
04. As novas estantes virtuais - 14/2/2006
05. Reflexões para um mundo em crise - 16/5/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
4/7/2006
19h25min
Acho que podemos nos mobilizar, em nível nacional, para implantar esse projeto em nossas cidades. Isso não precisa do apoio do poder público, apenas da vontade de buscar o conhecimento e de ter consciência de que isso trará benefícios para o desenvolvimento intelectual de todos. Mãos à obra!
[Leia outros Comentários de Elvis Mutti]
21/7/2006
13h59min
Faz alguns anos, um amigo convidou-me para comparecer a uma reunião que se realizava semanalmente ou quinzenalmente, não me recordo bem, onde se discutiam diversos temas, de preferência filosóficos, sempre com a presença de alguém mais entendido no assunto que, mais ou menos, dirigia as discussões. Compareci algumas vezes, mas penso que não estava muito preparada ou madura para este tipo de reunião e discussão. Assim mesmo, posso afirmar que eram bastante interessantes e uma forma de se pensar e crescer. Creio que aquilo já era um esboço de uma Casa do Saber, sendo mais informal.
[Leia outros Comentários de regina mas]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MUCHO ÉXITO VOLUME 1 COM CD
ADDA NARI M ALVES E ANGELICA MELLO
SANTILLANA ESPAÑOL
(2015)
R$ 60,31



A SOLIDÃO SEGUNDO SOLANO LÓPEZ
CARLOS DE OLIVEIRA GOMES
CÍRCULO DO LIVRO
(1984)
R$ 7,90



UM CAVALEIRO DA SEGUNDA DECADÊNCIA
HERMILO BORBA FILHO
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1967)
R$ 25,00



DE BERLIM A JERUSALÉM (DEBATES)
GERSHOM SCHOLEM
PERSPECTIVA
(1991)
R$ 35,00



ISAÍAS MELSOHN - A PSICANÁLISE E A VIDA
BELA M. SISTER - MARILSA TAFFAREL - AUTOGRAFADO
ESCUTA
(1996)
R$ 30,00



PROFISSÃO DESEMPREGADO - 7ª EDIÇÃO
JAIRO DE PAULA
DO AUTOR
(2000)
R$ 6,00



THE 100 GREATEST ADVERTISEMENTS 1852-1958: WHO WROTE THEM AND WHAT ...
JULIAN WATKINS
DOVER PUBLICATIONS INC.
(2003)
R$ 59,00



A HORA DA HISTORIA
THRITY UMRIGAR; AMANDA ORLANDO
GLOBO LIVROS
(2015)
R$ 10,00



FENG SHUI - DECORAÇÃO DE INTERIORES
SARAH ROSSBACH
EDIOURO
(1998)
R$ 50,00



COLEÇÃO FILOSOFINHOS VOL. 3 - SÓCRATES
MARIA DE NAZARETH AGRA HASSEN, FRANCISCO JUSKA FILHO
TOMO EDITORIAL
(2011)
R$ 17,00





busca | avançada
38289 visitas/dia
1,4 milhão/mês