A terra das oportunidades | Marcelo Maroldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
57904 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> POETICAS de um outro || BELIZARIO Galeria
>>> Livro ajuda crianças a compreender novas configurações familiares
>>> Sesc Pinheiros recebe Paulinho Moska em ‘Beleza e Medo’,
>>> Sesc 24 de Maio recebe o espetáculo O Pessoa nas Pessoas com Mônica Salmaso e mais artistas
>>> Evento literário em BH reúne João Anzanello Carrascoza, Nelson Cruz e Anna Cunha
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
>>> O tempo é imbatível
>>> Consciência
>>> A cor da tarja é de livre escolha
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Big Brother da Palmada
>>> Família
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Não, não gosto de Harry Potter
>>> A pequena grande obra de Josefina Vicens
>>> PARÁBOLA
>>> Haydn: 200 anos da morte
>>> Paquetá: Ilha Ditosa e Florida
>>> Listen Again
>>> Microcontos ou micropoemas?
Mais Recentes
>>> Coleção Eu Gosto Mais Matemática 2º ano(Edi. Refomulada) de Célio Passos pela Ibep (2012)
>>> Vida de Droga de Walcyr Carrasco pela Ática (2002)
>>> Box Música Clássica para Crianças de Folha de São Paulo pela Folha (2013)
>>> Dicionário De Direito, Economia E Contabilidade Português-Inglês de Marcilio Moreira de Castro pela Gen forense (2010)
>>> Mitos e Lendas - a Criação do Mundo de Ana Maria Machado pela Ática (1995)
>>> Marca da escuridão - Livro 1 de Sylvia Day pela Faro Editorial (2015)
>>> Box Coleção Música Clássica para Crianças de Folha de São Paulo pela Folha (2013)
>>> En Busca De La Excelencia de Thomas J. Peters pela Atlantida (1982)
>>> A Ladeira da Saudade de Ganymédes José pela Moderna (2000)
>>> Wagner de Coleção Música Clássica para Crianças pela Folha (2013)
>>> Reino Colorido da Criança de Não Informado pela Farmar
>>> Round The World In Eighty Days - Level 5 de Jules Verne pela Penguin Readers (1999)
>>> Donoso Cortés Y Su Teoría Política de Santiago Calindo Herrero pela Badajos (1957)
>>> Jornada de Esperança Grandes Sucessos de Brian Aldiss pela Abril (1982)
>>> Regulamento Interno e dos Serviços Gerais (risg) de Ministério da Defesa pela Do Auto (1999)
>>> Uma História de Amor de Carlos Heitor Cony pela Ediouro (2002)
>>> Uma Canção Nas Trevas Grandes Sucessos de Edgar Wallace pela Abril (1982)
>>> Giovanni Grandes Sucessos de James Baldwin pela Abril (1981)
>>> A Comunidade do Rei de Howard Snyder pela Abu (2004)
>>> Tudo Que Você Sempre Quis Saber Sobre o Céu... de Robin Schmidt pela Gw (2005)
>>> Istambul Memória e Cidade de Orhan Pamuk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Olhai os Lírios do Campo de Erico Verissimo pela Globo (2001)
>>> Passos de Gigante de Anthony Robbins pela Viva Livros (2013)
>>> Longe Daqui de Amy Bloom pela Nova Fronteira (2008)
>>> Longe Daqui de Amy Bloom pela Nova Fronteira (2008)
COLUNAS

Quinta-feira, 10/8/2006
A terra das oportunidades
Marcelo Maroldi

+ de 7400 Acessos
+ 7 Comentário(s)

A terra das oportunidades. São Paulo é a terra das oportunidades! (Quase) Todo mundo diz isso, não é verdade? Até a televisão diz isso, às vezes. Aliás, ontem mesmo um amigo meu me disse isso. Ele até tinha algo melhor a me dizer, mas optou pelo chavão mesmo, acho que foi mais fácil. Quem diz isso pode nem acreditar nessa afirmação, mas diz. Sempre. E de novo. E mais uma vez. Não está muito bem na metrópole, mas diz. Quer voltar, mas não pode, seria a aceitação da derrota. É aquela sensação inconsciente de que, se eles estão na terra das oportunidades e fracassam (ou não exatamente venceram como gostariam de tê-lo feito), eles jamais deverão passar essa imagem para os outros. É a terra das oportunidades, onde "se vence na vida", portanto, eu também venci. E o que você está esperando que não veio pra cá?

No dia anterior a frase do meu amigo, havia assistido na GNT o programa Me poupe (segunda, 22hs), bastante interessante, aliás. Nele, havia um careca que tinha um excelente emprego em uma multinacional, provavelmente em nível de diretoria, gerência, algo assim, e que decidiu, durante sua lua-de-mel, que não voltaria mais para a empresa. Chega! Lá eu não volto mais. Abriu um café numa região da cidade de que gostava muito e hoje ganha metade do que ganhava na multinacional, mas exibe um sorriso que me deu uma inveja tremenda. Pecaminosamente, invejei aquele careca feliz. O bolso mais vazio, o coração mais cheio. Eu fiquei pensando naquilo, e na bendita terra das oportunidades. Estive pensando em uma coisa que um ex-colunista do Digestivo Cultural certa vez escreveu por aqui, eu lembro. Disse o tal colunista que uma das coisas que ele mais gostava na terra das oportunidades eram os restaurantes, e que ele ia jantar fora de casa pelo menos três vezes por semana. Restaurante chinês, japonês, árabe, coreano, sei lá... Cara de sorte, gasta em jantares o que metade da população não ganha no mês. Terra das oportunidades. É, oportunidades...

Já que eu estava lembrando de todo mundo mesmo e uma coisa puxa a outra, recordei o que me disse neste mesmo dia um outro amigo meu. Disse ele que queria paz, queria uma vida sossegada no interior e que não precisava de dinheiro, não de muito, apenas o suficiente para ter alguns poucos confortos. Terra das oportunidades? Não, obrigado. Eu não preciso de muito, as oportunidades que tenho já me servem.

Que diabos as pessoas entendem por oportunidades? Oportunidade de ter dinheiro?, de ter cultura?, de ir a famosas casas noturnas?, de fazer compras?, de terem maior liberdade sexual sem represália?, de ter o que, afinal? Ou é tudo isso? Ou não é nada disso? Infelizmente, quando falamos de oportunidade nesse país pobre, falamos de uma oportunidade de emprego (e nem precisa ser bom), basicamente. É a isso que se refere a famosa expressão terra das oportunidades. Mas, de modo geral, o que é uma terra de oportunidades? O que se encontra nela? Como ela se torna de oportunidade para uns e para outros não?

Depois disso, descobri que eu não sei o que é uma terra de oportunidades e que todas as oportunidades que apareceram até hoje em minha vida eu mesmo garimpei e sozinho as encontrei, longe de qualquer terra. E que de quase todos os meus amigos que moram na famosa terra das oportunidades, nenhum deles nunca visitou nenhum dos museus da cidade, por exemplo. Creio que eles nem saibam onde eles estão. A terra das oportunidades para eles se tornou o lugar onde se arruma o dinheiro com o qual se compra um bom carro, uma boa casa e te leva pra jantar três vezes por semana. Isso é oportunidade para a grande maioria. Quase que de modo absoluto, a felicidade das pessoas tem uma relação íntima com o dinheiro que elas ganham. É claro que ninguém admite isso, mas assim o é, de fato. Uma pesquisa de uma universidade prestigiada descobriu que, entre uma população pobre, a felicidade tem um fortíssimo relacionamento com o dinheiro, mas que depois que esta população melhora de condição financeira, esta relação começa a ficar estremecida. Isto é, quando se tem pouco dinheiro, tem-se a idéia de que é ele que te trará felicidade, mas quando já se o tem, vê-se que o buraco é mais embaixo.

Uma coisa que todo mundo sempre esquece é da oportunidade de se tornar uma pessoa melhor. Essa é a oportunidade mais desperdiçada em todos os tempos na história humana. A oportunidade de ler mais livros, de assistir mais filmes, de dizer mais obrigados, eu te amo e como vai? A oportunidade de ajudar quem precisa, de se dedicar mais aos estudos, de fazer um trabalho melhor na sua empresa. E para quem acredita em Deus, a oportunidade de se aproximar mais dele. Se São Paulo é o centro econômico do nosso país e que produz riquezas e gera empregos, isso é verdade. Muitos enriquecem aqui? É verdade. Muitos se tornam famosos aqui? É verdade. Muitos adquirem educação e cultura aqui? É verdade... Tudo isso é verdade, senhores. Eu apenas não consigo entender como 90% dos seus habitantes não têm nenhum acesso a nada disso e esta terra ainda continua sendo chamada de a terra das oportunidades.

Marcelo Maroldi
São Paulo, 10/8/2006



Quem leu este, também leu esse(s):
01. Memorial de Berlim de Marilia Mota Silva
02. Dando conta de Minas de Marta Barcellos
03. O turista imobiliário de Marta Barcellos
04. Corpo é matéria, corpo é sociedade, corpo é ideia de Duanne Ribeiro
05. O rock não acabou de Rafael Rodrigues


Mais Marcelo Maroldi
Mais Acessadas de Marcelo Maroldi em 2006
01. Receita para se esquecer um grande amor - 3/8/2006
02. Dos amores possíveis - 20/3/2006
03. A educação atual de nossas crianças - 27/2/2006
04. A crise dos 28 - 30/1/2006
05. Orkut way of life - 13/2/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
9/8/2006
22h35min
Deu na TV: Sampa e Rio são duas das cidades mais caras do mundo pra se viver. Engraçado ler isso sobre um país em que ainda tem uma galera morrendo de fome. O Lula pode ter feito muuuita m..., mas tava certíssimo quando disse ser um absurdo ter que ter como prioridade que todos os cidadãos possam se alimentar três vezes ao dia. Este é o nosso país de oportunidades. A gente se fala. bjin
[Leia outros Comentários de Ana Claudia]
10/8/2006
11h52min
Marcelo, realmente, quando se fala em oportunidade, se pensa logo em emprego. Ou, melhor dizendo, trabalho. Mas é a situação do país que colocou isso no inconsciente da população. E é a pura verdade, também, que poucos são aqueles que vêem os grandes centros econômicos como grandes centros culturais. E essas são as verdadeiras oportunidades. Uma feira de livro, sessões de filmes clássicos a preços populares, sebos, museus, bibliotecas, teatros, enfim, uma infinidade de coisas. É isso que temos de aproveitar.
[Leia outros Comentários de Rafael Rodrigues]
11/8/2006
15h32min
Oi, Marcelo, talvez fosse melhor completar o título da crônica "A Terra de Caras Oportunidades", um ingresso para visitar o MASP custa 15 reais, será que a maioria da população pode dispor desse dinheiro para aprimorar sua cultura pessoal? Ótimo texto: como de costume, retrata muito dos seus valores e da sua sensibilidade.
[Leia outros Comentários de Iza Sconza]
14/8/2006
18h42min
Marcelo, concordo com a Iza. São Paulo é a terra das oportunidades caras. Eu gosto da cidade, tenho bons amigos lá, mas posso lhe adiantar: boa parte dos meus amigos não têm emprego na “terra das oportunidades”, pelo contrário, vivem de trabalho informal e free (leia-se, jornalistas). É uma cidade com muitas opções culturais, sim, mas para quem pode pagar. Tudo é muito caro e, ao compararmos com o Rio, ainda encontraremos preços bem melhores aqui na cidade nem tanto mais maravilhosa... Agora quanto a ir para o interior e ter uma vidinha simples. É a minha cara! Oportunidade para ser uma pessoa melhor; de dizer mais obrigados; eu te amo e como vai ou até de se aproximar de Deus, só mesmo quando a vida lhe apresenta algum infortúnio. Poucos o fazem naturalmente. Beijins... Elaine Paiva
[Leia outros Comentários de Elaine Paiva]
17/8/2006
13h36min
Marcelo, meus parabéns. Adorei ler isso: "Cara de sorte, gasta em jantares o que metade da população não ganha no mês. Terra das oportunidades. É, oportunidades..." lembro de ter lido algo assim tb. Um beijo, Ana Luiza
[Leia outros Comentários de ana luiza]
24/8/2006
14h17min
Oi, Marcelo! De minha parte eu só quero morar em Florianópolis, de frente para o mar (e nem precisa ser em apartamento de luxo, não; pode ser uma casinha mesmo). Um abraço do Daubi
[Leia outros Comentários de Daubi]
24/8/2006
16h56min
Marcelo, lhe dou nota mil pela sua redação. Oportunidade, para mim, significa o dever que um pais tem de prover aos residentes o direito de adequação social. Sim, São Paulo e Rio oferecem estas oportunidades, e por esta razão muitos artistas mudam pra lá. Porém, há muitas formas de se usufruir das oportunidades já geradas pelos prefeitos municipais, que estao ligadas à educação, arte, pintura, e vários cursos que profissionalizam as pessoas na cidade delas. Vá à Prefeitura de sua cidade e pergunte os cursos grátis que eles têm! É importante ser bom em alguma coisa pra poder vencer. A maioria das poessoas que reclamam não levaram a sério ser bom em alguma coisa. Se você for bom, você será importante. Não cortem o caminho - Parem de sonhar. Use os olhos e veja ao seu redor o que falta, crie idéias, fale delas. Se dedique a um aprendizado mais profissionalizante do que "nada". Há mil oportunidades de se aprender algo, e então dar a você mesmo a oportunidade de ser quem você poderá ser.
[Leia outros Comentários de Milton Laene Araujo]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Cozinha País a País: China Vol. 12
Ignacio Medina
Folha de S. Paulo
(2006)



Fui ao Céu e Voltei
Mary C. Neal
Lua de Papel
(2013)



Plenitude
Divaldo Pereira Franco
Leal
(2000)



Historia Sincera da Republica - Vol. 3 : de 1930 a 1960
Leôncio Bausbaum
Alfa Ômega
(1985)



Uma Casa Mil Olhares
Vários Autores
Evoluir
(2010)



Matemática : Jogos e material complementar 3º. Ano
Luiz Roberto Dante
Ática



Hoje Acordei Gorda
Stella Florence
Rocco
(1999)



Marxismo Existencialismo Personalismo
Jean Lacroix
Paz e Terra
(1967)



O Mistério dos Números Perdidos
Michael Thomson
Melhoramentos
(2001)



Caderno Fé & Política Nº1
Vários Autores
Reproarte
(1989)





busca | avançada
57904 visitas/dia
1,9 milhão/mês