Calvário da Velocidade | Juliano Maesano | Digestivo Cultural

busca | avançada
24629 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Red Bull Station estreia exposições de letrista e de coletivo feminino em julho
>>> Alaíde Costa e Toninho Horta mostram CD em parceria na CAIXA Cultural São Paulo
>>> O Julgamento Secreto de Joana D'Arc com Silmara Deon estreia no Teatro Oficina
>>> Novo app conecta, de graça, clientes a profissionais e prestadores de serviço
>>> Inauguração da Spazeo com show do Circuladô de Fulô - 28/07
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Tempo & Espaço
>>> Mão única
>>> A passos de peregrinos ll
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES IV
>>> Shomin-Geki, vidas comuns no cinema japonês
>>> Con(fusões)
>>> A passos de peregrinos l
>>> Ocaso
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES I
>>> Sob o mesmo teto
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Brasil que eu quero
>>> Pensar sem memória
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> O Digestivo e o texto do Francisco Escorsim
>>> Restos, por Mário Araújo
>>> A maçã de Isaac Newton
>>> O que é um livro?
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> Lui Liu
>>> Sociedade dos Poetas Mortos
Mais Recentes
>>> Lia e o Sétimo Ano
>>> Quero ser Belo
>>> O Cão dos Baskervilles
>>> Feminismos, identidades, comparativismos: vertentes nas literaturas de língua inglesa Vol. IV
>>> A Saúde brota da Natureza
>>> Quatro Quartetos
>>> Quem é Você? Construindo a Pessoa à luz do Eneagrama
>>> Mecânica Vectorial para Engenheiros - Dinâmica (6ª ed.)
>>> O cachorro Skoz - Cão ao mar
>>> O cachorro Skoz - Passeio no ar
>>> Seu cliente pode pagar mais - 3ª edição
>>> O Pássaro Azul
>>> Zagreb
>>> The Rough Guide to Turkey
>>> Prague
>>> Dados Sobre a Coréia
>>> The Rough Guide to Morocco
>>> Lonely Planet - Argentina
>>> Lonely Planet - Bermuda
>>> Lonely Planet - Zimbabwe
>>> Hill Country
>>> Guatemala Sensacional
>>> Nova York no Meu Bolso
>>> Itália by Train
>>> Buenos Aires de A a Z
>>> Badajoz
>>> Imigrantes da Bessarábia - Jornada em Terras Tropicais
>>> Let's Visit Thailand
>>> The Man Who Deciphered Linear B - the Story of Michael Ventris
>>> Jean-Pierre Mocky
>>> Dialoguer Avec Son Ange - Une Voie Spirituelle Occidentale
>>> La Société de Consommation de Soi
>>> Cadernos de Lanzarote - Diário 1
>>> Marcelo Caetano - O Homem Que Perdeu a Fé
>>> A Construção da Beleza
>>> História dos Conceitos - Debates e Perspectivas
>>> Cidadania Proibida - O Caso Herzog Através da Imprensa
>>> Cleo e Daniel
>>> Children and Television
>>> Cholera and the Ecology of Vibrio Cholerae
>>> The Encyclopedia of Ancient Egypt
>>> Maravilhas do Conto de Aventuras
>>> Reproposta - a Revista da Terceira Idade para Todas as Idades
>>> Scribes, Warriors and Kings - The City of Copan and the Ancient Maya
>>> O'Neill - Long Day's Journey Into Night
>>> The Fall of Constantinople 1453
>>> Morality
>>> Collaboration in the Holocaust - Crimes of the Local Police in Belorussia and Ukraine, 1941-44
>>> Gandhara - The Memory of Afghanistan
>>> Tales, Speeches, Essays and Sketches
COLUNAS

Quinta-feira, 6/9/2001
Calvário da Velocidade
Juliano Maesano

+ de 2200 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Yara Mitsuishi


Quem aqui já faz parte do seleto grupo de internautas banda-larga? Tá bom, eu sei, não é tão seleto assim hoje em dia. Mas mesmo assim eu assumo que desde que foi cogitada a entrada da banda-larga no Brasil eu já me considerava por dentro: seria um dos primeiros usuários. Ou assim achava...

Nos primórdios da banda-larga em São Paulo, tentei fazer parte desse seleto clube através do primeiro provedor noticiado: o Ajato da TVA. Já na minha cabeça surge o primeiro problema: sou assinante NET, e não TVA. Calma, calma. Entrei em contato com a TVA e disse querer o Ajato, nem me importando com seu preço (assim como todo viciado); mas a primeira decepção veio com a notícia de que meu bairro ainda não estava disponível para tal serviço. Oh pobreza! Sabia que eu tinha que ser rico para morar no Morumbi ou nos Jardins... Paciência...

Um dia o pessoal do Ajato me ligou dizendo que meu bairro estava liberado. Rojões! Chamei os caras para ver a real disponibilidade, mesmo que tivesse que assinar a TVA também. Como o meu prédio inteiro é NET, os técnicos da TVA disseram que seria um pouco mais complicado, mas que poderiam cabear só o meu apartamento, então mandei seguirem em frente. Não deu. Não dava para cabear meu prédio por falta de espaço. Até dava, mas ia ter que mudar tudo e eu até pedi uma assembléia com os moradores a fim de ganhar votos para tal mudança. Resultado: doze votos contra um, o meu.

A vida continuou e muito tempo depois chegou o Virtua. Uau! Um serviço da NET. Sou assinante NET! Hahaha! Já era! Ledo engano, passei pelo mesmo sofrimento incluindo "bairro não disponível" e "futuro contato". Tá bom, eu já era experiente e suportei, mas juro que um dia ainda moro no Morumbi. Como antes, meu bairro acabou sendo liberado e chamei os técnicos. Adivinhem? Meu prédio não ajudou novamente. Como os cabos da NET no meu prédio eram dos primórdios da empresa, não era nada de cabo de verdade. Era (e ainda é) falsa TV à cabo. Os cabos saem dos apartamentos para uma antena no prédio, por isso minha imagem na TV é um lixo. Pelo menos descobri isso.

Bom, tinha uma solução: deixar a NET modernizar o prédio, colocando cabos de verdade da rua ao prédio e aos apartamentos. Parece que esses cabos iriam então ter suas conexões junto com as tomadas telefônicas nos apartamentos. Mas como a minha NET era das antigas, as TVs de todo mundo estavam ligadas em cabos e tomadas de antena externa mesmo. E daí? E daí que tem gente que ia ter que mudar suas TVs pro outro lado dos quartos. Alguns até perderiam a TV no quarto, pois as tomadas telefônicas em muitos casos estavam atrás de camas, debaixo de armários, etc...

Mas não sou fraco, passei uma circular pelo prédio e convoquei nova assembléia, e dessa vez foi melhor: onze votos a dois, pois tinha um moleque que também queria Virtua e encheu os pais para votarem a meu favor.

Daí foi um desespero até a chegada no mercado do Speedy, da Telefonica paulista. Dessa vez nem me intrometi a pedir o serviço, esperei eles mesmos mandarem enxurradas de cartas dizendo que meu bairro estava habilitado. Mas mesmo assim não quis o serviço por muito tempo, pois eu tinha (e ainda tenho) uma certa "birra" da Telefonica. Não queria lhes dar mais dinheiro e engoli minha vontade de ter acesso à banda-larga.

Mas o dia chegou em que o orgulho foi engolido após mais duas tentativas frustradas com TVA e NET. Eu estava à mercê dos malditos da Telefonica. E procurei o Speedy. Bom, tenho duas linhas em casa ligadas num PABX e fui alertado que era impossível usar o Speedy com PABX. Mas isso não me deteria, é claro. Eu compraria outra linha. Então vou copiar aqui meu diálogo com a atendente:

- Aperte 2 para outros serviços.
- 2
- Aperte 5 para solicitar Speedy ou Multilink.
- 5
- Por favor aguarde uma de nossas atendentes.
- Telefonica, boa noite. Meu nome é Jussara Reis, em que posso ajudá-lo? (nome fictício aqui na coluna)
- Oi, eu gostaria do Speedy.
- Certo, qual o número de telefone em que gostaria de ter o Speedy?
- 5055 - 5555 (número fictício aqui na coluna)
- Município?
- São Paulo.
- Certo, o seu bairro está disponível, senhor. O Speedy custará 210 reais na instalação, que podem ser cobr...
- Tá, eu sei. Já pesquisei os preços. Só que eu queria saber se posso instalar na minha casa, pois tenho PABX.
- Ahhhh...
- Ahhhh o quê?
- Com PABX é mais complicado, acho que não dá.
- Acha que não dá? Ou dá ou não dá! Se nem você sabe, quem vai saber?
- Senhor, me desculpe. Mas não posso lhe dar essa informação no momento.
- Qual informação? De quem saberia? Esquece.... Eu quero comprar uma terceira linha, então.
- Certo, senhor. O senhor quer comprar uma linha telefônica?
- Não, uma linha pra empinar pipa! Claro, aí não é a Telefonica?
- Sim, senhor.
- Então, se quero uma linha, só pode ser telefônica.
- Certo, senhor. Mas tenho que avisar que se o senhor comprar uma nova linha, essa linha pode não estar disponível para o serviço Speedy.
- Então me dá uma linha que esteja habilitada para o Speedy.
- Não tenho essa informação. Só após instalada uma linha é que o técnico do Speedy vai ao local e vê se uma linha está disponível para o Speedy.
- Como assim?
- Só após instalada uma linha é que o técnico do Speedy vai ao local e vê se uma linha está disponível para o Speedy.
- Isso eu já ouvi! Você está lendo as frases pra me responder? Quer dizer que eu posso comprar uma linha só pro Speedy e ela pode não servir pro Speedy?
- Não, senhor, não é bem isso.
- Ahhh...
- Se a linha não estiver disponível para o Speedy, nós lhe avisaremos assim que o serviço se ampliar e você poderá instalar o Speedy nessa linha.
- Mas aí eu não quero uma outra linha. Eu só quero uma linha para poder instalar o maldito Speedy já! Agora! Você não tem uma lista assim:"Linhas à venda habilitadas para Speedy"?
- Como assim, senhor?
- Você não tem como saber que linha pode vender que já tenha certeza que funciona com o Speedy?
- Não, senhor.
- E tem alguém que pode saber isso?
- Não, senhor. Só após instalada uma linha é que o técnico do Speedy vai ao local e vê se uma linha está disponível para o Speedy.
- Meu Deus, você está lendo de novo?
- Senhor, o senhor vai querer comprar uma linha?
- Eu quero, se puder colocar o Speedy.
- Só após instalada uma linha é que o técnico...

Se você já passou por sofrimentos semelhantes, conte-nos as suas histórias. PS.: Descobri que há maneira de ligar Speedy ao PABX. Estou tentando novamente. Desejem-me sorte!


Juliano Maesano
São Paulo, 6/9/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Retratos da ruína de Elisa Andrade Buzzo
02. Quem é mesmo massa de manobra? de Cassionei Niches Petry
03. Gerald Thomas: uma autobiografia de Jardel Dias Cavalcanti
04. 'Hysteria' Revisitada de Duanne Ribeiro
05. Que tal fingir-se de céu? de Ana Elisa Ribeiro


Mais Juliano Maesano
Mais Acessadas de Juliano Maesano em 2001
01. Anos Incríveis - 21/6/2001
02. Filmes de Natal - 13/12/2001
03. Harry, Rony e Hermione - 22/11/2001
04. O Papel do Produtor - 5/2/2001
05. Paraguai - 10/5/2001


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/11/2001
11h06min
Inacreditavel! Isto prova que as companhias telefonicas na realidade são uma só, e os manuais para as atendentes são os mesmos! Aqui no Rio me aconteceu EXATAMENTE a mesma coisa tentando uma linha para o "Speedy" daqui, que se chama "Velox" ....
[Leia outros Comentários de Rosangela]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A UTOPIA ANTROPOFÁGICA
OSWALD DE ANDRADE
GLOBO
(2011)
R$ 145,00



VICENTE DE CARVALHO VIVO
CASSIANO NUNES
LEP
(1953)
R$ 60,00



MEMÓRIAS DE UM OPERADOR DE HOME BROKER
ALEXANDRE LUIZ MAZZEI DA COSTA
CIÊNCIA MODERNA
(2008)
R$ 29,00



BANDEIRANTES E PIONEIROS - PARALELO ENTRE DUAS CULTURAS
VIANNA MOOG
GLOBO
(1959)
R$ 30,00



NO LIMIAR DO TEXTO: LITERATURA E HISTÓRIA EM JOSÉ SARAMAGO
GERSON LUIZ ROANI
ANNABLUME
(2002)
R$ 9,30



TERRA À VISTA. HISTÓRIAS DE NÁUFRAGOS DA ERA DOS DESCOBRIMENTOS
EDUARDO SAN MARTIN
ARTES E OFÍCIOS
(1998)
R$ 10,00



MANGÁ HITMAN - A SEGUNDA TEMPORADA 2
HIROSHI MUTO
SAMPA ARTE / LAZER
(2012)
R$ 14,90



MORTE NA ALTA SOCIEDADE
GEORGES SIMENON
CÍRCULO DO LIVRO
R$ 7,00



DOMINGO O RABINO FICOU EM CASA - 2ª EDIÇÃO
HARRY KEMELMAN
COMPANHIA DAS LETRAS
(2002)
R$ 13,00



CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ENTENDENDO ESSE DESAFIO
MARIA DE FÁTIMA MINETTO
IBPEX
(2003)
R$ 19,00





busca | avançada
24629 visitas/dia
1,1 milhão/mês