Do Caos, Dalí e os idiotas | Paulo Polzonoff Jr | Digestivo Cultural

busca | avançada
38448 visitas/dia
955 mil/mês
Mais Recentes
>>> MANU LAFER APRESENTA SHOW NOBODY BUT YOU - TRIBUTO A KIKA SAMPAIO
>>> Sesc Belenzinho recebe a banda E a Terra Nunca me Pareceu Tão Distante
>>> Sesc Belenzinho recebe a atriz e cantora Zezé Motta
>>> Psicólogo lança livro de preparação para concurseiros usando a Terapia Cognitiva-Comportamental
>>> O Sertão na Canção: Guimarães Rosa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
Colunistas
Últimos Posts
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
Últimos Posts
>>> Nem só de ilusão vive o Cinema
>>> As Expectativas de um Recrutador e um Desempregado
>>> A Independência Angolana além de Pepetela
>>> Porque dizer adeus?
>>> Direções da véspera IV
>>> Direções da véspera IV
>>> A pílula da felicidade
>>> Dispendioso
>>> O mês do Cinemão
>>> O NAVEGANTE DO TEMPO
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Por que ler poesia?
>>> O titânico Anselm Kiefer no Centre Pompidou
>>> Woody Allen
>>> The Second Coming of Steve Jobs, by Alan Deutschman
>>> Como detectar MAVs (e bloquear)
>>> Como detectar MAVs (e bloquear)
>>> 89 FM, o fim da rádio rock
>>> Crítica à arte contemporânea
>>> estar onde eu não estou
>>> Churrascaria Ponteio Grill, 30 anos
Mais Recentes
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Melhoramentos (2014)
>>> Cultura Brasileira, Temas e situações de Alfredo Bosi pela Ática (2008)
>>> O escravo dos escravos de Rosa freua de carvalho pela Feesp (2012)
>>> Obras completas - volume 7 - O cancioneiro de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Obras completas - volume 9 - O banquete, Da monarquia de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Obras completas - volume 10 - Da monarquia, Da linguagem vulgar, Epístolas, A questão da água e da terra de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Minha Formação de Joaquim Nabuco pela W.M. Jackson (1948)
>>> Deus um Fracasso Amoroso de E. L. Doctorow pela Record (2003)
>>> Os carneiros de Panúrgio de Bezerra de menezes pela Feesp (2012)
>>> Obras completas - volume 5 - A Divina Comédia - O purgatório de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Obras completas - volume 4 - A Divina Comédia - O inferno de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Memórias de um Delegado de Polícia de Renato Augusto de Lima pela Do Autor (1972)
>>> Obras completas - volume 3 - A Divina Comédia - O inferno de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Obras completas - volume 2 - A Divina Comédia - O inferno de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> O Pai do Vento - Cordel de Chico Salles pela Graúna
>>> Obras completas - volume 1 - A Divina Comédia - O inferno de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Vie et Règne de l'Amour de Søren Aabye Kierkegaard pela Aubier
>>> Rumo à Cultura de L. Riboulet pela Globo (1960)
>>> No lar e no magistério de Esther Menna Barreto Costa pela Não consta
>>> Amor sem Fim de Ian McEwan pela Companhia das Letras (2001)
>>> Rei Édipo, antígone, Prometeu Acorrentado (Tragédias gregas) de Sófocles, Ésquilo pela Ediouro
>>> OMC Manual Prático da Rodada Uruguai de Ligia Maura Costa pela Saraiva (1996)
>>> Contos de I. L. Peretz de J. Guinsburg pela Perspectiva (2001)
>>> RS: Modernização & Crise na Agricultura de Elomar Tambara pela Mercado Aberto (1983)
>>> Terra: Planeta Em Perigo de Vinícius Bertoletti pela Chiado (2016)
>>> Sociedade e Estado Volume X - Número 2 de Vicente de Paula Faleiros e Outros pela Unb (1995)
>>> Antimémoires de André Malraux pela Gallimard (1967)
>>> Da Matéria dos Sonhos de Rosana Rios pela Saraiva (1995)
>>> O Último Portal de Eliana Martins e Rosana Rios pela Companhia das Letras (2003)
>>> Hqs Quando a Ficção Invade a Realidade de Rosana Rios pela Scipione (2007)
>>> A Pequena Dorrit de Carlos Dickens pela Bruguera (1969)
>>> Jacare-de-papo-amarelo de Rosana Rios pela Scipione (2003)
>>> La Divina Comedia - 2 volumes de Dante Alighieri pela Sopena (1942)
>>> Marília, Mar e Ilha de Rosana Rios pela Saraiva (1998)
>>> A Relíquia de Eça de Queiroz pela Galex
>>> Manual de engenharia elétrica - volume 3 de Siemens pela Nobel (1988)
>>> Manual de engenharia elétrica - volume 1 de Siemens pela Nobel (1988)
>>> A Eneida de Virgílio pela Atena (1956)
>>> O encantador de cães: compreenda o melhor amigo do homem de Cesar Millan pela Verus (2007)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Instituto Divulgação Cultural
>>> As Vantagens de Ser Invisível de Stephen Chbosky pela Rocco (2007)
>>> O Cortiço de Aluisio Azevedo pela Ática (1979)
>>> Areia e espuma de Gibran Khalil Gibran pela Acigi
>>> A Sutil Arte de Ligar o F*da-Se: Uma estratégia inusitada para uma vida melhor de Mark Manson pela Intrínseca (2017)
>>> Estudo dirigido de desenho para o ensino programado - volume 1 de Carlos José Fiorano pela Discubra
>>> Manual de Engenharia Elétrica - volume 2 de Siemens pela Nobel (1987)
>>> Mecânica dos fluidos de Chemello Luzzatto pela Sagra
>>> Mecânica dos sólidos de Acilio Chemello e Darcy Luzzatto pela Sagra
>>> Zeitoun de Dave Eggers pela Companhia das Letras (2011)
>>> Zeitoun de Dave Eggers pela Companhia das Letras (2011)
COLUNAS >>> Especial Terror nos EUA

Quarta-feira, 12/9/2001
Do Caos, Dalí e os idiotas
Paulo Polzonoff Jr

+ de 2800 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Daniela Mountian

Nenhuma ideologia ou religião, sob qualquer justificativa, explica a morte de inocentes. Os ataques terroristas realizados nos Estados Unidos, sob a bandeira do anti-imperialismo, da anti-globalização, da resistência islâmica, são a marca de uma guerra que em muito extrapola o que se pode considerar "civilização".

A guerra sempre fez parte da história da Humanidade. Desde o momento, para o crente, em que Caim matou Abel, instalou-se a guerra. Com o passar do tempo, o entanto, os povos foram estabelecendo regras para estes conflitos. Uma destas regras reza que um ataque não pode ser desferido sem uma declaração normal de guerra.

Não que o conflito seja mais humanitário hoje que no século V, por exemplo; estas regras foram feitas para evitar que civis sofressem em lutas que deveriam ser travadas exclusivamente por militares.

O terrorismo é a sublevação destas regras. Seu alvo principal são civis, porque a crença dos terroristas é de que a morte de um civil, em seu cotidiano pacífico, é muito mais chocante que a morte de militares no campo de batalha.

Têm razão. A implosão do World Trade Center é mais chocante que o ataque a Pearl Harbor, por exemplo, porque aniquila a vida simplória do americano médio, que se preparava, à 8h48, para começar mais um dia de trabalho na Big Apple.

O número incerto de mortos é o que menos importa, neste momento. Pensar em números extravagantes eleva o acontecimento ao nível de catástrofe, mas não revela a extensão da tragédia. Só a redução do fato ao indivíduo é capaz de tornar o seqüestro dos aviões e a posterior queda forçada dos mesmos sobre alvos estratégicos algo realmente triste, que se sobreponha aos júbilos de anti-americanismo ou anti-semitismo que por ventura se veja agora.

E que não nos seja furtada a capacidade de nos entristecermos pela inocência dos mortos. Este, sim, o verdadeiro Caos.

* * *

Duas visões da maldade humana. Uma de perto, outra pela televisão. Ambas me fazem lembrar da frase de Shakespeare: "o homem é mau, e reina em sua maldade".

A primeira destas visões que jamais vou esquecer vem de dentro da própria redação. É mais de uma da tarde e estou como um louco escrevendo sobre o atentado no World Trade Center. Estou perplexo ainda. Entra ele: jornalista, trinta e poucos anos, óculos grossos, líder de uma banda de garagem. Chega bradando aos quatro ventos dos ares-condicionados: cadê o Super-Homem agora?, cadê o Capitão América? Olho para o meu editor e apenas aceno com a cabeça. Lembro que ontem mesmo fui insultado pelo mesmo e distinto senhor, porque falei mal, numa nota, sobre o Michael Jackson. Fiquei pensando se valia a pena retribuir, nesta hora, o insulto. Valia a advertência da chefia? Provavelmente não. Afinal, o homem estava morto mesmo.

Pelo menos foi assim que o diagnostiquei mais tarde, com a cabeça mais fria. Vendo, revendo e tresvendo a cena das torres despencando, as pessoas correndo dos detritos, disse a um colega, anti-americano convicto, se duvidar até comunista, que não importava que o país atingido fosse o mais odiado do mundo; não importava que aquele acontecimento arranhasse a imagem de superpotência dos Estados Unidos. O que importava realmente, naquele momento, era a tragédia pequena, individual, que as televisões teimam em não mostrar. O colega me olhou de soslaio, como se perguntasse porque eu falava aquilo para ele.

Na tela da TV, uma mulher chorava, contando como as pessoas se jogavam das janelas. Imediatamente eles mostraram, em close, as pessoas pulando para o vazio, para uma morte mais rápida que a pelo fogo. Apontei para ele e disse que aquilo, sim, me interessava. Não Bush, o débio-mental mais poderoso do mundo. Nem Arafat, nem G-8, o escambau. Interessava-me aquele homem que se jogava da janela. E sentenciei: quem não for capaz de perceber a gravidade que é aquele homem se jogando da janela, tem mais é que dar um tiro na cabeça, porque humano, certamente, não é.

Neste momento, do outro lado do mundo, tenho mais um exemplo da maldade. Uma maldade que nada tem a ver com Hitler e seus 6 milhões de mortos em campos de concentração. Que não é a maldade das multidões, mas aquela que está concentrada num só indivíduo.

Gorda, patusca, olhos fundo-de-garrafa. Olha para a câmera empunhando uma bandeira. Qual bandeira pouco importa. Ela ri na Faixa de Gaza. Comemora o ataque no World Trade Center como quem comemora uma final de jogo de futebol. Mostra seus dentes. Balança os peitos grandes e flácidos da sua ignorância. E se regozija porque naquele exato momento, acabou de igualar-se ao mais traiçoeiro dos animais, provavelmente extinto do planeta por um raio fulminante de Deus.

Aquela senhora, assim como o jornalista de que falei, são belos espécimes da Burrice.

* * *

Dali, o pintor, era constantemente condenado por suas declarações. Falava o histriônico gênio surrealista que o mundo precisava, sim, de uma guerra. Porque a guerra, segundo Dalí, um adorador de Freud, exalta as emoções humanas, cria laços eternos, desfaz outros, enfim, transforma este ser muitas vezes enclausurado na banalidade num ser cheio de vida e fúria.

Talvez valha a reflexão.


Paulo Polzonoff Jr
Rio de Janeiro, 12/9/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você) de Renato Alessandro dos Santos
02. Goeldi, o Brasil sombrio de Jardel Dias Cavalcanti
03. Do canto ao silêncio das sereias de Cassionei Niches Petry
04. Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela de Renato Alessandro dos Santos
05. A barata na cozinha de Luís Fernando Amâncio


Mais Paulo Polzonoff Jr
Mais Acessadas de Paulo Polzonoff Jr em 2001
01. Transei com minha mãe, matei meu pai - 17/10/2001
02. Está Consumado - 14/4/2001
03. A mentira crítica e literária de Umberto Eco - 24/10/2001
04. Reflexões a respeito de uma poça d´água - 19/12/2001
05. Um repórter a mil calorias por dia* - 5/9/2001


Mais Especial Terror nos EUA
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
22/11/2001
01h47min
A respeito do texto acima sobre o WTC, o escritor comparou esta tragedia com Pearl Harbor como o fizeram a maioria dos americanos e em outras partes do mundo tambem. Eu fico pensando, porque ninguem comparou com as bombas que eles jogaram no Japao? Ha muito tempo atras eu tive o privilegio de assistir a uma palestra de um simples professor de quimica, descendente de japoneses, que falou e mostrou slides sobre a bomba de Hiroshima. O professor foi simples em sua modesta palestra, com pouca gente, num dos cursinhos mais baratos de S.Paulo, mas foi comovente, ele mostrou que ate hoje, pessoas estao morrendo por causa daquelas bombas. Eu nunca esqueci daquela palestra. Quando vi as imagens do terror na TV em 11 de setembro, a primeira coisa que me veio a mente foi a sala de aula com a palestra sobre a bomba no Japao. E pensei comigo: esta acontecendo de novo, em nome de uma bandeira (ou de bandeiras?) tanta gente inocente morreu, continua morrendo. O que aconteceu no Japao nao afetou um "bom" cidadao americano. O que aconteceu no WTC afetou nao so a eles mas "ferrou" com todo mundo.
[Leia outros Comentários de Marli]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BLISS AND OTHER STORIES
KATHERINE MANSFIELD
PENGUIN BOOKS
(1975)
R$ 15,85



CERTIFICAÇÕES SUSTENTÁVEIS COMO FATOR ESTRATÉGICO EM HOTÉIS NO BRASIL
MURILO DE ALENCAR SOUZA OLIVEIRA UND ADRIANA M. ROSSETTO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 342,00



PSICOLOGIA DO HOMEM - PSICOLOGIA DA MULHER - INTRODUÇÃO AO ROMANC
CADERNOS DE FORMAÇÃO E CULTURA
GRUPO GENTE NOVA (BH)
R$ 22,00



ESTUDO INTERPRETATIVO DA TÉCNICA COMPOSICIONAL MELODIA DAS MONTANHAS
RODRIGO PASSOS FELICISSIMO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



TEXTOS ESCALARES
MARCO AURÉLIO BAGGIO
B (BELO HORIZONTE)
(2003)
R$ 23,82



ORQUÍDEAS (4404)
PETER MCKENZIE BLACK
LIVROS TÉCNICOS
(1973)
R$ 35,00



ARDENTIA - CRÔNICAS
MALUH OURO PRETO
NOVA FRONTEIRA (RJ)
(1975)
R$ 25,82



DOUTRINA CATÓLICA COMPÊNDIADA HOJE PARA ADULTOS - 5ª EDIÇÃO
PE. LUIZ G. DA SILVEIRA D ELBOUX S. J.
EDIÇÕES LOYOLA
(1980)
R$ 7,00



CURSO DE ALIMENTAÇÃO E TERAPÊUTICA NATURISTAS
ROGERIO R. MALTA
GERMINAL
R$ 9,28



GERENCIANDO PELA QUALIDADE TOTAL NA SAÚDE
LUIZ CARLOS LIMA NOGUEIRA
UFMG BELO HORIZONTE
(1996)
R$ 11,00





busca | avançada
38448 visitas/dia
955 mil/mês