Sobre o gênio que é Harold Pinter | Guilherme Conte | Digestivo Cultural

busca | avançada
44089 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 26/10/2005
Sobre o gênio que é Harold Pinter
Guilherme Conte

+ de 7400 Acessos

No último dia 13 de outubro o brilhante dramaturgo inglês Harold Pinter ganhou o Prêmio Nobel de Literatura. Poucas escolhas poderiam ser tão acertadas. Não só pelo merecidíssimo reconhecimento de seu trabalho, mas pelos efeitos que uma premiação dessa envergadura carregam.

Pinter, nascido em 1930, é o principal dramaturgo da segunda metade do século XX. Seu texto é cortante e toca fundo na alma. Sempre com golpes precisos, atinge em cheio nas dificuldades inerentes às relações humanas. Ele mostra que viver é uma arte difícil, que exige sensibilidade.

Sua obra é muito pouco conhecida por aqui. Só há uma peça traduzida e publicada: Volta ao Lar, assinada com a habitual competência por Millôr Fernandes, e já há muito esgotada - circulou nos anos 1970 na bela coleção Teatro Vivo, da Abril. É disputada a tapa por freqüentadores de sebos.

A nossa imprensa em geral, como de praxe, bobeou (com algumas exceções, a exemplo de Mario Sérgio Conti, na NoMínimo). A imensa maioria das matérias sobre o prêmio discutiu o "lado político" de Pinter, que esculhambou recentemente Tony Blair e George Bush e se posicionou contra a invasão do Iraque.

Ok, a Academia Sueca tem se mostrado propensa, sobretudo nos últimos anos, a premiar gente que se destacou também pela atuação política. Não só escritores, mas cientistas também. Mas no caso de Pinter isso é o de menos. Sua obra é genial, de um raro talento na escrita para teatro, e ponto final. É só dar uma olhada no parecer da Academia, justificando a escolha:

"(...)Pinter devolveu o teatro a seus elementos básicos: um espaço fechado e um diálogo imprevisível, onde as pessoas perdoam umas às outras e onde não há lugar para a ambição."

Tradicionalmente os dramaturgos (e os também romancistas, mas que primaram pelo trabalho nos palcos) são marginalizados pelo Nobel. Dá para contar nos dedos: Bernard Shaw, Pirandello, O'Neill, Beckett e, mais recentemente, Dario Fo. A escolha de Pinter vem também para dar fôlego àqueles que se embrenham nessa difícil seara que é o teatro. Um texto para ser lido, falado, encenado.

A ausência de Pinter, tanto em nossas livrarias quanto em nossos palcos, é um absurdo imperdoável. Daqueles casos inexplicáveis que o Brasil tem de monte. Seguimos quase que totalmente à margem de obras de uma importância inestimável, fundamentais para as artes e para o pensamento contemporâneo de um modo geral.

É por isso que devemos aplaudir iniciativas de gente como Alexandre Tenório e de Denise Weinberg, de quem tratei em texto anterior, ou Ítalo Rossi, que encaram os textos difíceis e herméticos de Pinter com uma obstinação admirável. Mesmo que, muitas vezes, para pequenas platéias. Por quê? Porque ele tem que ser montado!

Teatro é reflexão. Tem que incomodar, fazer pensar, estimular a discussão. Bom teatro não é aquele que te dá certezas, mas aquele que te enche de dúvidas. Sófocles, Shakespeare, Bernard Shaw, Strindberg - todos, de alguma forma, inquietaram seus espectadores e continuam incomodando até hoje. Harold Pinter não encontra, atualmente, paralelo à altura neste papel.

Ficam os votos de que nossas editoras comecem a dar a Pinter sua devida importância. E que nossos diretores, atores, encenadores e produtores resolvam cada vez mais encarar esta dura e magistral obra. É um tesouro praticamente intocado.

Para ir além
http://www.haroldpinter.org

Notas

* E já que o momento é de preencher lacunas históricas, a Cosac & Naify lança com toda a pompa Esperando Godot, de Samuel Beckett, uma das maiores peças de todos os tempos. A exemplo de Volta ao Lar, de Pinter, a única tradução que havia de Godot por estas bandas era do onipresente Millôr, na mesmíssima coleção Teatro Vivo. A célebre história dos dois vagabundos que passam o tempo a esperar Godot, que já foi classificada como "a certidão de óbito da esperança", ganha agora luxuosa edição. A tradução fica a cargo de Fábio de Souza Andrade, maior especialista em Beckett no Brasil atualmente. Ele já havia assinado a tradução de Fim de Partida, pela mesma editora, e escreveu um dos melhores estudos sobre a obra beckettiana: O Silêncio Possível, pela Ateliê Editorial. Esperando Godot é mais que necessária. É imprescindível.

* O Armazém Companhia de Teatro aportou em São Paulo com seu espetáculo A Caminho de Casa (SESC Belenzinho / R. Álvaro Ramos, 915 / (11) 6602-3700 / Sexta, 21h; sábado e domingo, 20h / R$ 15,00 / Até 13/11). São três histórias, ligadas por um atentado, que colocam a fé no centro de seus questionamentos. A primeira, de longe a melhor de todas, é um engarrafamento gigantesco (inspirada em A auto-estrada do sul, conto de Júlio Cortázar). A segunda conta a história de um menino judeu e um velho sufi. A terceira, fraca, é o diálogo entre a mãe de um homem-bomba e Deus. O texto, de Maurício Arruda Mendonça e Paulo de Moraes, também diretor da peça (e que dirige, também em SP, no SESC Consolação, O Pequeno Eyolf, de Henrik Ibsen), é bom e levanta questões interessantes. Visualmente muito bonito.

* Três mulheres, "amigas para sempre", em diferentes momentos de suas vidas, se cruzando em diversos chás: de panela, de despedida, de bebê etc. Suas relações, as indas e vindas, as dificuldades, as descobertas, os diversos homens que encontram. Vontades, desejos, frustrações. É nesse universo que se encontra Chá de Setembro, de Júlio Conte (não, não é meu parente). No elenco, Lara Córdula, Lulu Pavarin, Mara Faustino e Nelson Baskerville. A direção é de Marcos Cardelíquio (em cartaz no Auditório da Aliança Francesa / R. Gal. Jardim, 182 / (11) 3188-4141 / Sábado e domingo, 18h / R$ 30,00 / Até 18/12). Um texto sensível, bem humorado e com momentos de emoção. Bonito.


Guilherme Conte
São Paulo, 26/10/2005


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A batalha perdida do pastor de Diego Viana


Mais Guilherme Conte
Mais Acessadas de Guilherme Conte em 2005
01. Fantasmas do antigo Recife - 31/8/2005
02. Um rio para lavar a dor - 12/10/2005
03. Crônicas de solidão urbana - 30/6/2005
04. Sobre o gênio que é Harold Pinter - 26/10/2005
05. Rindo de nossa própria miséria - 21/9/2005


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CIRURGIA ESTÉTICA
TALITA FRANCO E CLAUDIO REBELLO
ATHENEU
(1977)
R$ 14,80



A EXPEDIÇÃO KON-TIKI
THOR HEYERDAHL
JOSÉ OLYMPIO
(1987)
R$ 20,00



METAFÍSICA DA SAÚDE - VOLUME 1
LUIZ GASPARETTO
VIDA & CONSCIÊNCIA
(2000)
R$ 25,00



A AVENTURA AVENTUROSA DE ACANI CONTRA A GRANDE COBRA SUCURI NA TERRA S
ANTONIO HOHLFELDT
FTD
(1988)
R$ 6,00



SEM ANESTESIA- O DESABAFO DE UM MÉDICO
ALEX BOTSARIS
OBJETIVA
(2001)
R$ 49,90



MEU NOME E SALMA: UM ROMANCE DE AMOR PROIBIDO, HON
FADIA FAQIR
AGIR
(2008)
R$ 14,90



BOLSAS, BEIJOS E BRIGADEIROS
FERNANDA FRANÇA
PLANETA
(2014)
R$ 10,50



MAKING GLOBAL DEALS: WHAT EVERY EXECUTIVE SHOULD KNOW ABOUT NEGOT
JESWALD W. SALACUSE
THREE RIVERS PRESS
(1992)
R$ 30,28



PASSOS PARA A LIBERDADE - DISCURSOS SOBRE A FILOSOFIA ESSENCIAL DO CORAÇÃO
RESHAD FEILD
FISUS
(2001)
R$ 10,00



A ESSENCIA DE DEUS
MARTIN CLARET EDITORA
MARTIN CLARET
R$ 9,90





busca | avançada
44089 visitas/dia
1,2 milhão/mês