A redescoberta da(s) leitura(s) | Guilherme Conte | Digestivo Cultural

busca | avançada
44089 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 7/12/2005
A redescoberta da(s) leitura(s)
Guilherme Conte

+ de 2800 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Os atores, o diretor, algumas cadeiras. E um bom texto, obviamente. Aí está a receita de algo que vem fazendo cada vez mais sucesso em São Paulo: as leituras dramáticas. Estas iniciativas têm ganho importância na formação de público qualificado e é mais uma opção cultural de relevância no já agitado cenário paulistano.

Apesar do que se tem dito (e escrito) por aí, esse tipo de iniciativa não é novo. Suas raízes históricas, aliás, são muito fortes. "As leituras estiveram muito em voga nos anos 1970 e 80. Era a chance de se travar contato com textos que haviam sido proibidos", conta Jorge Félix, dramaturgo e coordenador do programa Teatro é para ler, do Espaço Viga. Ele conta que durante os anos 1990 ela praticamente desapareceu. "Agora, felizmente, está voltando com força."

Este panorama é reflexo de um grande movimento do teatro brasileiro de valorização por vezes excessiva do encenador, em detrimento do próprio texto. A dramaturgia ficou em segundo plano nas últimas décadas, à exceção de alguns bastiões de resistência, a exemplo do Grupo TAPA. Essa retomada das leituras é conseqüência dessa revalorização do texto, do papel do dramaturgo.

Mário Viana atua dos "dois lados do balcão": é um premiado dramaturgo e crítico do jornal Valor Econômico e da revista Bien'Art. Ele gosta muito de organizar leituras dramáticas de seus próprios textos. "São o primeiro contato com o público, me dão outra dimensão do texto, que escapa da leitura silenciosa", conta. "A reação da platéia dá uma pista do que está esquisito, do que está errado e do que está certo no texto."

Ele particularmente prefere as leituras mais "simples", do ponto de vista do espetáculo, com iluminação bem enxuta. Nada de cenário, marcações etc. "O que deve ser valorizado na leitura é o texto, é por ele que as pessoas se reúnem para assistir", avalia.

Um outro ponto alto das leituras é seu importante papel na formação de público. "É uma forma do público ter uma outra dimensão do fazer teatral, de conhecer o trabalho por trás de um texto", relata a dramaturga Rosangela Petta. Seu texto A mulher com ele foi lido mês passado no Centro Cultural Banco do Brasil, na série Dramaturgias. "É bom para todo mundo: para o público, para os atores, para o diretor e para o dramaturgo. Ganhamos elementos para trabalhar e retrabalhar o texto."

O ator Paulo Autran, com 60 anos de serviços prestados aos palcos, é um adepto fervoroso das leituras. Quando quer testar uma peça nova, ele marca um desses eventos e fica extremamente atento à reação do público. Ao final, sempre pergunta: "Gostaram? Acham que rende um bom espetáculo?"

Autran está em cartaz em São Paulo, no Teatro Procópio Ferreira, com a peça Adivinhe quem vem para rezar, de Dib Carneiro Neto. Antes, ele havia organizado uma leitura na Casa do Saber, que muito lhe agradou. "Ela foi determinante para que eu optasse pela montagem", diz.

Opções não faltam. Geralmente são gratuitas, mas o ingresso nunca passa de R$10,00. Além da Casa do Saber e do Viga, o CCBB, o Espaço dos Satyros e o Senac Lapa têm leituras sistemáticas. E há ainda o projeto Segundas Intenções, encabeçado pela atriz Thereza Piffer, que já completa três anos.

Se você gosta de teatro, é uma opção interessante para uma experiência diferente. E se não gosta, talvez seja uma boa porta de entrada. O importante é participar. Ou, no caso, assistir.

Sem escapar do óbvio

O Brasil tem uma longa tradição de teatro engajado. Esse papel se acentuou em meados do século XX, com o TBC e o Teatro de Arena, e teve seu auge durante a ditadura militar. Mais do que reflexão, muitas peças buscam ser verdadeiras denúncias. Canaã, a terra prometida, de Jarbas Capusso Filho, é um desses textos. Ela segue em cartaz no Espaço dos Satyros até o dia 13 de dezembro.

Carlos Meceni assina uma direção inteligente, que se dispersa em um elenco irregular formado por Sonia Guedes, Dan Rosseto, Munir Kanaan e Zeza Mota.

Uma família mora em um terreno ocupado, vizinho a um lixão, e recebe uma ordem de despejo. Ali, a tênue estrutura que mantém as relações em pé rui violentamente. O turbilhão que engole os personagens cresce a cada momento. Uma panela de pressão prestes a explodir.

Os elementos são clássicos: a mãe, profundamente religiosa, imersa em um otimismo messiânico cego; a filha, que se mata de trabalhar e é mal paga, cobra do irmão uma postura mais firme; este, ex-interno da FEBEM, luta para tentar uma "vida direita"; e, por fim, o amigo do filho, um viciado em drogas que faz de tudo para trazê-lo de volta ao crime.

O encadeamento dos fatos segue a previsibilidade. O filho, Davi, é vítima de uma armação e perde o emprego. Topa, assim, participar de um assalto que o amigo propôs. Sua irmã se mostra intransigente e insensível aos seus argumentos. A mãe permanece na inércia de visitar o túmulo do finado marido diariamente.

O jogo de forças entre os dois irmãos é o ponto alto da peça. Os diálogos cortantes, embora sem muito de sua força pelas atuações ruins, estabelecem um interessante duelo de poder. A violência latente se derrama pela boca.

Capusso peca pelo quase didatismo que imprime à situação dramática. Todas as possibilidades são minuciosamente esmiuçadas, fechando a interpretação. A filha se perde em um monólogo com frases como "será que as pessoas se lembram que existimos" e "valemos menos que lixo?"

É uma pena que as sugestões do início se percam na obviedade e na limitação da ação. Uma promessa que não se cumpre.

Para ir além
Canaã, a terra prometida - Espaço dos Satyros - Pça. Franklin Roosevelt, 214 - Consolação - (11) 3258-6345 - Terça, 20h - R$ 15,00 - Até 13/12.

Notas

* Se for ao Espaço dos Satyros, melhor conferir uma ótima montagem do grupo que estão em cartaz por lá. Cosmogonia - Experimento Nº 1, de Rodolfo Garcia Vázquez (Quinta e Sexta, 21h30 / R$ 20,00 / Até 16/12) narra os 50 minutos de vida de um cientista, internado na UTI, conversando com divindades gregas. É baseada na Teogonia, de Hesíodo. Ótimo texto, visualmente impactante e com boas interpretações de Cléo de Páris, Eduardo Castanho, Eduardo Metring e o impressionante Ivam Cabral. A direção é do próprio Rodolfo Garcia Vázquez.

* Se não assistiu, corra. Se já assitiu, vá ver de novo. Agreste, obra-prima do pernambucano Newton Moreno, voltou aos palcos, agora no teatro do SESC Ipiranga (R. Bom Pastor, 822 / (11) 3340-2000 / Quarta, 21h / R$ 4,00 / Até 28/12). É do melhor teatro que se fez no país nos últimos tempos. Joca Andreazza e Paulo Marcello se revezam entre o narrador e os personagens de uma quase fábula sobre o amor. O Nordeste aparece quase um personagem, com suas peculiaridades. A riqueza da coloquialidade, no texto preciso e belíssimo de Moreno, dá as cores do espetáculo. A direção, de Márcio Aurélio, é criativa e tira poesia das pequenas coisas. Para chorar de tão bonito.


Guilherme Conte
São Paulo, 7/12/2005


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A falta que Tom Wolfe fará de Rafael Lima
02. Os Doze Trabalhos de Mónika. 8.Heroes of the World de Heloisa Pait
03. Super-heróis ou vilões? de Cassionei Niches Petry
04. O Natal de Charles Dickens de Celso A. Uequed Pitol
05. Srta Peregrine e suas crianças peculiares de Ricardo de Mattos


Mais Guilherme Conte
Mais Acessadas de Guilherme Conte em 2005
01. Fantasmas do antigo Recife - 31/8/2005
02. Um rio para lavar a dor - 12/10/2005
03. Crônicas de solidão urbana - 30/6/2005
04. Sobre o gênio que é Harold Pinter - 26/10/2005
05. Rindo de nossa própria miséria - 21/9/2005


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
5/12/2005
22h39min
Caraca! Acabei de falar algo que se parece com isso! Putz coincidência no Digestivo. Fiquei feliz. Então essa impressão não é só minha! Guilherme, pessoal, leiam A Boa e a Média em 2005, que acabei de postar. Abrazo
[Leia outros Comentários de Ana Elisa Ribeiro]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ACOMPANHAMENTO PSICOLÓGICO À PROFESSORA UMA EXPERIÊNCIA
THEREZINHA LINS DE ALBUQUERQUE
VOZES
(1972)
R$ 12,00



GESTOR A ARTE DE LIDERAR
FERNANDO NEVES DE ALMEIDA
PRESENÇA
(2004)
R$ 32,70



FALA COMIGO, PAI
JULIO EMILIO BRAZ
MODERNA
(2011)
R$ 10,00



CURSO DE DIREITO DO TRABALHO APLICADO. CONTRATO DE TRABALHO VOL 6
HOMERO BATISTA MATEUS DA SILVA (3ª EDIÇÃO)
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(2015)
R$ 45,28



CURSO DE DIREITO PENAL - PARTE ESPECIAL - VOLUME 3
FERNANDO CAPEZ
SARAIVA
(2011)
R$ 60,00



A SOMBRA DA NOVA ERA
ALAN BLEAKLEY
SICILIANO
(1990)
R$ 7,00



ENCICLOPÉDIA DO ESTUDANTE 12 - HISTÓRIA DA FILOSOFIA DA ANTIGUIDADE AOS PENSADORES DO SÉCULO XXI
BERNADETE SIQUEIRA ABRÃO E OUTROS
MODERNA
(2008)
R$ 10,00



A VINGANÇA DE HAMLET
MICHAEL INNES
LIVROS DO BRASIL
R$ 25,00



MUITO ALEM DO COMPROMETIMENTO
WILLIAM MACEY E OUTROS
GENTE
(2011)
R$ 20,00



O NOVIÇO
MARTINS PENA
FOLHA
(1997)
R$ 4,00





busca | avançada
44089 visitas/dia
1,2 milhão/mês