O palhaço, de Selton Mello | Wellington Machado | Digestivo Cultural

busca | avançada
32662 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Vocalista da banda Big Mountain, Quino apresenta-se no Sesc Belenzinho dia 15 de dezembro
>>> Sesc Belenzinho apresenta show que celebra Declaração Universal do Direitos Humanos
>>> Mosteiro de São Bento: 50 anos da morte de Thomas Merton
>>> Residência Artística FAAP: espaço democrático onde os artistas de todo o mundo se encontram
>>> Última Terça Aberta do ano apresenta dois solos no Kasulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
>>> Do canto ao silêncio das sereias
>>> Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela
>>> A barata na cozinha
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O Voto de Meu Pai
>>> Inferno em digestão
>>> Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
Colunistas
Últimos Posts
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
Últimos Posts
>>> A verdade? É isso, meme!
>>> Ser pai, sendo filho - poema
>>> A massa não entende
>>> ARCHITECTURA
>>> Os Efeitos Colaterais do Ano no Mundo
>>> A Claustrofobia em Edgar Allan Poe - Parte I
>>> Casa de couro V
>>> Heróis improváveis telefonam...
>>> Um lance de escadas
>>> No tinir dos metais
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O estilo de Freddie Hubbard
>>> Cartas a um jovem escritor
>>> Livros, brinquedos, bichos de estimação e imagens
>>> 8º Cordas na Mantiqueira, em São Francisco Xavier
>>> Corpo é matéria, corpo é sociedade, corpo é ideia
>>> Mostra SP: EUA Contra Lennon
>>> Cores Paulistas e os Quatro Anos da IQ Art Gallery
>>> Ensaio.Hamlet e a arte de se desconstruir quimeras
>>> nem tanto assim
>>> Sob o domínio do Mal
Mais Recentes
>>> Dicionário Oxford de Filosofia de Simon Blackburn pela Jorge Zahar (1997)
>>> Conjugação dos Verbos Em Português de Maria Aparecida Ryan pela Ática (2012)
>>> Em Busca do Sonho, Vinte Anos de Aventuras da Família Schurmann de Heloisa Schurmann pela Record (2006)
>>> As Cidades do Brasil - Florianópolis de José Geraldo Couto e Caio Vilela pela PubliFolha (2006)
>>> Recursos Pesqueiros Estuarinos e Marinhos do Brasil de Melquíades Pinto Paiva (Coord.) pela Ufc (1997)
>>> La Nausée de Jean-Paul Sartre pela Le Livre de Poche (1966)
>>> A Fishkeeper's Guide to Marine Fishes de Dick Mills pela Salamander (1985)
>>> Nada de Novo no Front de Erich Maria Remarque pela Edibolso (1977)
>>> O Médico e o Monstro de Robert Luis Stevenson pela Bup (1963)
>>> Teoria e Prática em Aquarismo Marinho de W. Naccarato pela Direkta (1983)
>>> Cristo Minha Vida de Clarence J. Enzler pela Paulinas (1974)
>>> Princípios de Filosofia de René Descartes pela Guimarães (1984)
>>> Problemática de Estética e Estética Fenomenológica de Moritz Geiger pela Progresso (1958)
>>> O Papel da Violência na História de Friedrich Engels pela Poveira
>>> Le Nouveau Roman de Jean Ricardou pela Editions du Seuil (1973)
>>> Quints 1, 2, 3, 4, 5 - The Cleanup de Little Golden Book pela A Golden Book (1990)
>>> Winnie the Pooh and the Missing Bullhorn de Walt Disney's pela A Golden Book (1991)
>>> Mickey's Christmas Carol de Walt Disney Productions pela A Golden Book (1991)
>>> The Little Mermaid de Walt Disney Pictures pela A Golden Book (1991)
>>> Lady and the Tramp de Walt Disney's pela A Golden Book (1991)
>>> Geografia Interativa 8º Ano: A estrutura do Poder: América e África de Luís Roberto Halama e Sandra Lessa da Silva Ferreira pela Casa Publicadora Brasileira (2011)
>>> História Interativa: 9º Ano: Integrada de Ubirajara F. Prestes Filho e Edson Xavier pela Casa Publicadora Brasileira (2012)
>>> Geografia Interativa 9º Ano: Recursos Naturais, Europa, Ásia e Oceania de Luís Roberto Halama e Sandra Lessa da Silva Ferreira pela Casa Publicadora Brasileira (2012)
>>> Ensino Religioso: Conexão Essencial: 8ª Série - 9º Ano de Adolfo S. Suárez e Marcos De Benedicto e Rodrigo P. Silva pela Casa Publicadora Brasileira (2012)
>>> O caso Oppenheimer de Heimar Kipphardt pela Brasiliense (1966)
>>> Renato Russo - O filho da Revolução - Edição especial de Carlos Marcelo pela Agir (2009)
>>> Renato Russo - O filho da Revolução de Carlos Marcelo pela Agir (2013)
>>> A Fera de Macabu (A História e o Romance de Um Condenado à Morte) de Carlos Marchi pela Record (1998)
>>> Foklore fondano de Insegnante Dario Lo Sordo pela Associazione maestri Cattolici
>>> A Assombração da Casa da Colina de Shirley Jackson pela Suma (2018)
>>> A Assombração da Casa da Colina de Shirley Jackson pela Suma (2018)
>>> O Demônio do Meio Dia um Anonimato da Depressão de Andrew Solomon pela Companhia das Letras (2018)
>>> O Demônio do Meio Dia um Anonimato da Depressão de Andrew Solomon pela Companhia das Letras (2018)
>>> O Demônio do Meio Dia um Anonimato da Depressão de Andrew Solomon pela Companhia das Letras (2018)
>>> Fogo & Sangue - Volume 1 de George R. R. Martin pela Suma (2018)
>>> Fogo & Sangue - Volume 1 de George R. R. Martin pela Suma (2018)
>>> Apontamentos De Viagem de Moraes, Joaquim De Almeida Leite pela Penguin Companhia (2011)
>>> Apontamentos De Viagem de Moraes, Joaquim De Almeida Leite pela Penguin Companhia (2011)
>>> Apontamentos De Viagem de Moraes, Joaquim De Almeida Leite pela Penguin Companhia (2011)
>>> Apontamentos De Viagem de Moraes, Joaquim De Almeida Leite pela Penguin Companhia (2011)
>>> Apontamentos De Viagem de Moraes, Joaquim De Almeida Leite pela Penguin Companhia (2011)
>>> Apontamentos De Viagem de Moraes, Joaquim De Almeida Leite pela Penguin Companhia (2011)
>>> Apontamentos De Viagem de Moraes, Joaquim De Almeida Leite pela Penguin Companhia (2011)
>>> Norte de Soldan, Edmundo Paz pela Companhia Das Letras (2013)
>>> Norte de Soldan, Edmundo Paz pela Companhia Das Letras (2013)
>>> Norte de Soldan, Edmundo Paz pela Companhia Das Letras (2013)
>>> Norte de Soldan, Edmundo Paz pela Companhia Das Letras (2013)
>>> Norte de Soldan, Edmundo Paz pela Companhia Das Letras (2013)
>>> Norte de Soldan, Edmundo Paz pela Companhia Das Letras (2013)
>>> Norte de Soldan, Edmundo Paz pela Companhia Das Letras (2013)
COLUNAS

Terça-feira, 15/11/2011
O palhaço, de Selton Mello
Wellington Machado

+ de 5500 Acessos

Uma lenda antiga prega que o palhaço, quando não está em cena, é um sujeito triste. O personagem Benjamim, do filme O palhaço, interpretado por Selton Mello (que também dirige a produção) vivencia um drama diferente: ele suspeita que perdeu a graça em seus números. Sinal dos tempos, do avanço tecnológico e das várias formas de entretenimento do mundo virtual? Os dias de picadeiro estariam contados?

Não necessariamente é esta a questão posta em O palhaço, ainda que o filme nos conduza a fazer esta reflexão diametralmente. O grande foco do filme é a crise de identidade do palhaço Benjamim. Dilema este que funciona como camuflagem de um conflito psicológico maior, certamente vivenciado por todos nós em algum momento da vida: a falta de rumo. O que eu quero ser? Qual profissão seguir? É possível conciliar talento e autorrealização? A dúvida somente é dirimida quando nos arriscamos, quando partimos pelo mundo tateando o desconhecido, mesmo que não dê em nada. Muitos vão e se descobrem. Outros voltam para o ninho.

O jovem Benjamim é vacilante, ingênuo e sonhador. Titubeia entre continuar a vida imutável de circo ou se lançar para a experiência do mundo. Seu objeto de desejo é um simples ventilador para refrescá-lo no camarim. O seu oposto é o próprio pai, o experiente palhaço Valdemar (Paulo José), com quem contracena nos espetáculos. O destino de Valdemar já está traçado: será eternamente o palhaço Puro Sangue, como é conhecido, de um circo quase falido. Ele é a figura do conformismo.

O filme de Selton Mello retrata a vida de uma trupe que rasga o Brasil fazendo espetáculos circenses em cidadezinhas interioranas. O diretor usa o humor singelo para mascarar os dramas pessoais de cada personagem, quais sejam, o determinismo de suas vidas e a tristeza com a rotina desprovida de perspectivas. O palhaço pode ser dividido em dois atos: os percalços ocorridos nas viagens da trupe; e a fuga de Benjamim em busca de uma vida diferente.

A primeira parte, mais irreverente, retrata as viagens do grupo pelas estradas do interior. A quebra de um caminhão do circo conduz os atores a passar por situações inusitadas. Eles saem em busca de socorro e acabam encontrando uma exótica dupla de mecânicos, irmãos, primorosamente interpretada por Tonico Pereira. Aliás, as participações especiais são um espetáculo à parte. Moacyr Franco também não fica atrás ao interpretar um estranho delegado, mais preocupado com a saúde do seu gato do que com a própria mulher.

A irreverência do grupo é também sinônimo de esperteza. Em várias situações o grupo é obrigado a apelar para o suborno para se safar de algum aperto. Outra artimanha utilizada pela trupe é massagear o ego dos prefeitos das cidades pelas quais o circo passa, a fim de obter aplauso dos espectadores e, por que não?, algum "benefício" - nem que seja um simples jantar.

A segunda parte do filme narra a partida de Benjamim, como o Ulisses da Odisseia, para realizar seus sonhos: trabalhar, conquistar uma garota, providenciar a emissão de documento de identidade, e... comprar o tal ventilador. Nesse momento, o filme "fecha o foco" no personagem Benjamim e nas suas cabeçadas pelo mundo, revelando suas fragilidades, emoções e decepções.

A Estética e as influências

Vários detalhes técnicos utilizados por Selton Mello contribuem para a plasticidade irreverente de O palhaço - o que revela a habilidade do diretor (com o diretor de fotografia, claro) em ilustrar as cenas. Selton Mello carrega na tinta dos seus personagens, dando-os vida própria. Os atores mais parecem uma grande colagem; são mais coloridos que o cenário no qual estão inseridos, dando um tom fantasioso ao filme.

As imagens feitas do interior de uma Veraneio, quando em movimento, remetem ao velho artifício dos estúdios americanos, quando não existia a tecnologia dos efeitos especiais: o carro (num tom de cor mais forte) balança, enquanto a paisagem (descorada) corre ao fundo, como se fosse um rolo de imagens contínuo.

Nas filmagens, Selton Mello faz os movimentos de câmera partirem do universal para o particular, focalizando ao fim o perfil dos personagens, tentando captar a emoção em cada semblante. O espectador atento não pode deixar de reparar o belo travelling realizado na última cena do filme, acompanhando os passos de uma garotinha.

Não há como, no meio cinematográfico, diante dos milhares de filmes produzidos ao logo dos anos, deixar de apontar (ou especular sobre) algumas influências em O palhaço. O trajeto do grupo na Veraneio, em busca de socorro para o caminhão quebrado, é filmado num campo aberto, com a câmera fixa. O carro atravessa o plano da tela, de um lado para o outro, por várias vezes, lembrando as seqüências de Uma vida iluminada(2003), de Liev Schreiber. A garotinha loira, acenando no vidro traseiro do carro, inevitavelmente nos leva à Giulietta Masina, na cena de despedida em A estrada da vida (Fellini, 1954).

O palhaço remete a uma série de filmes. Difícil não lembrar de Bye Bye Brazil (Cacá Diegues, 1979) - também uma trupe que percorre o Brasil apresentando um espetáculo teatral. O filme de Selton Mello também é herdeiro de Shazan, Xerife & Cia, uma série antiga, já considerada cult, exibida no início dos anos 70 e protagonizada também por Paulo José. Há também ecos do cinema recente em O palhaço. As situações inusitadas (principalmente nas cenas com Tonico Pereira e Moacyr Franco) remetem a O cheiro do ralo (Heitor Dhalia, 2007).

O ponto fraco do filme de Selton Mello é a velocidade alucinante dos diálogos em alguns esquetes - principalmente nos "bate-bolas" entre Benjamim e Valdemar. Os diálogos são tão rápidos que se torna difícil acompanhá-los. O cinema brasileiro infelizmente assumiu, em muitos filmes, a influência do Guel Arraes de O auto da compadecida(2000). Os diálogos ágeis funcionaram muito naquele formato, mas vêm sendo repetidos exaustivamente em muitas produções brasileiras. É a mesma agilidade largamente utilizada como artifício de humor nos programas de tevê, que poderia muito bem ser abandonada no cinema.

O Diretor

Selton Mello fez dois filmes, diametralmente opostos em conteúdo, temática e estilo. Fazendo uma analogia barata, pode-se afirmar que ele fez o "côncavo" e o "convexo". Poderíamos dizer que O palhaço é o seu filme "convexo", que parte do interior (o circo e sua trupe) para o mundo. Seus personagens querem ser vistos, dialogam com o meio externo de forma irreverente, apesar de seus dilemas e da miséria material da vida circense. Já o primeiro filme do diretor, Feliz Natal (2008), é o filme "côncavo", fechado em si, cujo tempo narrativo é curto: a história se passa praticamente dentro de uma família, numa noite de natal. Feliz natal retira a máscara familiar, revelando conflitos há anos adormecidos em seus membros. Escancara a inveja e a melancolia de uma família com muitas contas a acertar. Tudo o que a polidez disfarça é desvendado ali.

Nota-se que Selton Mello, além de competente ator, é um observador atento do cinema - matéria-prima para uma carreira longeva de diretor. O palhaço e Feliz natal revelam habilidades de quem acompanha - e aprende com - bons cineastas. Parece que Selton absorveu um pouco da experiência dos diretores com os quais trabalhou como ator. Seus personagens de O cheiro do ralo e Auto da compadecida influenciaram a direção de O palhaço. Já o Selton Mello de Lavoura arcaica (Luiz Fernando Carvalho, 2001), talvez sua melhor atuação, influenciou o diretor de Feliz natal.

O palhaço é certamente uma boa novidade para o cinema brasileiro, principalmente por não abordar temas recorrentes com os quais já nos acostumamos, como violência, pobreza, favela, carnaval, sertão; e as comédias televisivas transpostas para o cinema. Resgatar o circo, apresentar essa importante arte à nova geração (a "geração gadgets") já é algo a se comemorar. O palhaço é um filme universal pela sua singeleza. Talvez ele consiga um difícil feito: aliar qualidade e popularidade.


Wellington Machado
Belo Horizonte, 15/11/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O sublime Ballet de Londrina de Jardel Dias Cavalcanti
02. Mulheres fantásticas e futuristas de Carla Ceres
03. O problema é com o assédio, não com os homens de Adriana Baggio
04. O fim e o café solúvel de Ana Elisa Ribeiro
05. O nosso patriarca e o deles de Celso A. Uequed Pitol


Mais Wellington Machado
Mais Acessadas de Wellington Machado em 2011
01. Meu cinema em 2010 ― 2/2 - 4/1/2011
02. Ascensão e queda do cinema iraniano - 8/2/2011
03. O palhaço, de Selton Mello - 15/11/2011
04. Woody Allen quer ser Manoel de Oliveira - 19/7/2011
05. Steve Jobs e a individualidade criativa - 18/10/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




VATICANO S.A. - O ARQUIVO SECRETO QUE REVELA ESCÂNDALOS POLÍTICOS E FINANCEIROS DA MAIOR INSTITUIÇÃO RELIGIOSA DO MUNDO
GIANLUIGI NUZZI
LAROUSSE
(2010)
R$ 35,00



DO AMOR
STENDHAL
MARTINS FONTES - MARTINS
(2018)
R$ 50,00



JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS - 5002
ADA PELEGRINI GRINOVER E OUTROS
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(1996)
R$ 10,00



PARA GOSTAR DE ESCREVER - 1ª EDIÇÃO
FARACO & MOURA
ÁTICA
(2000)
R$ 13,00



ICEBERG
CLIVE CUSSLER
RECORD
(1975)
R$ 9,90



ESTRELA DO MAR - JUNHO
PE PAULO J. DE SOUZA
NÃO INFORMADA
R$ 15,00



GONE - DESAPARECER
LISA MCMANN
NOVO SÉCULO
(2010)
R$ 19,00



ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA
SCOTT TUROW
RECORD
(2011)
R$ 24,90



OS ARQUIVOS DO SEMIDEUS - PERCY JACKSON E OS OLIMPIANOS
RICK RIORDAN
INTRÍNSECA
(2010)
R$ 21,90



CLINICA PSICOPEDAGOGICA: EPISTEMOLOGÍA CONVERGENTE
JORGE VISCA
VISCA & VISCA EDITORES
(2000)
R$ 150,00
+ frete grátis





busca | avançada
32662 visitas/dia
1,1 milhão/mês