Um guia para as letras | Daniel Lopes | Digestivo Cultural

busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial O que ler

Segunda-feira, 11/6/2007
Um guia para as letras
Daniel Lopes

+ de 3600 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Para alguém que está começando a entrar no universo da leitura, penso ser importante ter contato com o maior número de culturas (e, posteriormente, de línguas) possível. Isso serve tanto como combustível para uma sólida formação intelectual como elemento fundamental para dissipar qualquer etnocentrismo ou intolerância incipiente.

Eu, que nunca fui muito fã de livros infantis, juvenis ou de histórias em quadrinhos - quando dei por mim já estava lendo livro "de adulto" - indicaria a iniciantes (e o que digo eu, que com meus parcos 23 anos de vida também não passo de um iniciante) nessa brincadeira séria que é ler literatura cinco livros de autores nacionais e cinco de estrangeiros, de vários períodos. Nada em demérito da literatura infanto-juvenil, bem entendido. É que como cada um acha que sua experiência é a mais frutífera e deveria ser copiada pelos outros, não vou fingir ser exceção.

Infância, de Graciliano Ramos, até que pode ser considerado um livro para jovens, e de fato é largamente empregado como paradidático nas nossas escolas. Mas ele não se resume a esse rótulo, e é muito melhor do que as obras que os professores comumente nos forçam a ler.

Os ratos, de Dyonelio Machado, gaúcho contemporâneo do alagoano Graciliano, tem vinte e oito capítulos curtos, é escrito de forma ágil, e, ao narrar as vinte e quatro horas que o pacato e miserável funcionário público Naziazeno Barbosa tem para conseguir arranjar os cinqüenta e três mil-réis necessários para pagar a conta do leiteiro e lavar sua honra, finca-se como um romance psicológico e social ao mesmo tempo (como se fosse possível a uma obra ser integralmente uma coisa ou outra).

Mais recente no tempo, o também gaúcho Erico Verissimo é uma excelente pedida, sempre. Incidente em Antares, apesar de suas muitas páginas, não deve espantar ninguém. Mistura elementos fantásticos e crítica social, ao fazer um bando de mortos insepultos assombrarem os bon vivants de uma cidadezinha do interior, com seus corpos putrefatos e suas línguas felinas. A narração é tão cinematograficamente construída, que não poderia ter deixado de virar minissérie televisiva.

Escritores nossos contemporâneos, o mineiro-carioca Rubem Fonseca e o amazonense descendente de libaneses Milton Hatoum devem ser sempre prestigiados. O primeiro, com seu Agosto, de enredo policial, que se passa no Brasil da época do suicídio de Vargas e é uma aula de literatura e história. O segundo, com o célebre Cinzas do Norte, obra que acompanha as andanças de Mundo, filho de conturbada família da elite do Amazonas, com narrativa ora poética ora ácida, sempre magnetizando o leitor com reviravoltas tão humanas passadas em cenários magnânimos ou paupérrimos.

Passando à literatura estrangeira, mais afastado no tempo e sempre relembrado e relido, O estrangeiro, do franco-argelino Albert Camus. Embora um leitor mais novo não possa em uma primeira lida captar todos aqueles sentidos sociológicos que muitos vêem na obra, não há como não criar de cara uma empatia pelo jeito e palavras simples que Camus usa para nos contar a estória de Mersault, homem comum que mata um árabe na praia "por causa do sol" e vai entrar em um julgamento de seqüências absurdas.

O sul-africano J. M. Coetzee, meu favorito, não poderia ficar de fora dessa lista. Embora sua obra quase completa seja feita de traços sombrios, não-convencionais e inquietantes, é preciso ter sensibilidade nula para não se deixar tocar, por exemplo, pela saga tão comum e ao mesmo tempo tão heróica do protagonista de Vida e época de Michael K.

Ainda em língua inglesa, e porque nosso jovem leitor em breve não se contentará em ler apenas traduções, é preciso conferir o breve Everyman, do estadunidense Philip Roth. Ler estórias sobre o fim de uma vida não é tarefa só de velhos. Pelo contrário, quanto mais cedo se toma conhecimento da dura e inexorável realidade que é um corpo perecível, mais chances se tem de dar à vida o seu real e insubstituível valor.

E fechemos a lista voltando à América do Sul, onde o argentino Ernesto Sabato, que ainda vive, escreveu uma obra ficcional de inegável qualidade, embora escassa. O túnel é, digamos, seu romance mais "iniciável" (Sobre heróis e tumbas deve ter sua leitura adiada, por enquanto). E, porque ler é antes de mais nada diversão, não custa sugerir As piedosas, do também argentino Federico Andahazi, que gosta de ambientar suas estórias em tempos longínquos, e aqui conta uma passada no ano de 1816, com muito mistério e suspense. O livro é eletrizante, pequeno e sem literatices. De fato, se nosso jovem não gostar de As piedosas, ele pode muito bem passar sem livros de qualquer espécie.


Daniel Lopes
Teresina, 11/6/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando de Elisa Andrade Buzzo
02. Como medir a pretensão de um livro de Ana Elisa Ribeiro
03. O Carnaval que passava embaixo da minha janela de Elisa Andrade Buzzo
04. As palmeiras da Politécnica de Elisa Andrade Buzzo
05. Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba de Renato Alessandro dos Santos


Mais Daniel Lopes
Mais Acessadas de Daniel Lopes em 2007
01. Umas e outras sobre Franz Kafka - 27/8/2007
02. O romance espinhoso de Marco Lacerda - 11/7/2007
03. Bataille, o escritor do exagero - 23/10/2007
04. Dando a Hawthorne seu real valor - 2/10/2007
05. A dimensão da morte - 2/8/2007


Mais Especial O que ler
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
11/6/2007
20h45min
Parabéns pelo texto. Simples, mas eficiente. Gostei especialmente da indicação de Agosto, de Rubem Fonseca, um desses livros que não conseguimos largar antes da última página (sei que essa é uma definição para livros populares, mas o que impede que algo seja popular e bom?). Vale lembrar que Agosto teve uma ótima adaptação numa minissérie da Rede Globo.
[Leia outros Comentários de Gian Danton]
12/6/2007
10h57min
Olá! Não tenho nada contra a sua lista, tem boas indicações. Mas, em relação à literatura infanto-juvenil, discordo. Aliás, o que penso é o seguinte: não importa a faixa etária a que o livro é supostamente indicado. O livro é bom (para crianças ou adultos) ou ruim. Lembre-se de Alice no País das Maravilhas, os livros de Monteiro Lobato-Sítio do Picapau Amarelo(supostamente feito para crianças), Tarzan, Mafalda, Snoopy e tantos outros. Então se dá a diferença. Percebe-se que a boa literatura ultrapassa esse limite. Se uma criança começa a ler boa literatura e "pegar o gosto" pela coisa, certamente, quando mais madura, será uma boa leitora, ou seja, saberá distinguir o joio do trigo. Mesmo que não seja bilíngüe ou poliglota. Existem boas traduções no mercado e ela saberá escolher. Um abraço. Adriana
[Leia outros Comentários de Adriana]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESCARGOTS - CRIAÇÃO CASEIRA E COMERCIAL
MÁRCIO INFANTE VIEIRA
PRATA
(1994)
R$ 5,00



CATARINA E JOSEFINA
EVA FURNARI
FORMATO
(2009)
R$ 18,00



LA DOROTEA/LA TERCERA CELESTINA - LOPE DE VEGA (TEATRO ESPANHOL)
LOPE DE VEGA
BÉRGUA
(1933)
R$ 35,00



CÓDICE DE DRESDE. LIBRO DE JEROGLIFOS MAYAS (SPANISH EDITION)
JOHN ERIC SIDNEY THOMPSON (CAPA DURA)
FONDO DE CULTURA ECONÓMICA
(1995)
R$ 45,28



TUDO É MATEMÁTICA 7ª SÉRIE
DANTE
ÁTICA
(2009)
R$ 9,77



GRAMATICA EM 44 LIÇÕES
FRANCISCO PLATÃO SAVIOLI
ATICA
(1991)
R$ 29,00



INTRODUÇÃO À TEORIA DO EMPREGO
JOAN ROBINSON
FORENSE UNIVERSITÁRIA
(1980)
R$ 90,00



LANGENSCHEIDTS GROBWORTERBUCH DEUTSCH ALS FREMDSPRACHE
DIETER GOTZ E OUTROS
LANGENSCHEIDT
(1977)
R$ 150,00



UMA MARCA CHAMADA VOCE - PROFISSÃO DESEMPREGADO
JAIRO DE PAULA
BEST SELLER
(2004)
R$ 4,00



MITTELSTUFE DEUTSCH: LEHRBUCH
J SCHUMANN
VERLAG FUR DEUTSCH
(1992)
R$ 12,50





busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês