Meu marido e outros tantos também | Gabriela Vargas | Digestivo Cultural

busca | avançada
46852 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 3/8/2007
Meu marido e outros tantos também
Gabriela Vargas

+ de 3200 Acessos
+ 2 Comentário(s)

O grande trunfo dos livros com histórias contemporâneas é que, em certos momentos, nos fazem lembrar de algum fato que vivenciamos ou do qual tivemos conhecimento. Não são poucos os livros assim, porém é raro um livro conseguir ser ao mesmo tempo tão sugestivo e instigante sem perder o realismo, a ponto de nos fazer se identificar com a história, como o livro Meu marido (Record, 2006, 188 págs.), indicado ao prêmio Jabuti deste ano e de autoria da escritora e psicanalista carioca Livia Garcia-Roza.

Livia estreou com o romance Quarto de menina (1995) e além de Meu marido também escreveu os romances Meus queridos estranhos (1997), Cartão-postal (1999), Cine Odeon (2001), Solo feminino (2002),A palavra que veio do sul (2004), também indicado ao prêmio Jabuti, e Restou o cão (2005).

Talvez por ser psicanalista, Livia se sente à vontade tratando dos conflitos que fazem parte do nosso século, como o conflito homem-mulher, que é abordado ao longo do romance pela ótica de uma única pessoa, a narradora Belmira.

Belmira é uma mulher prestes a completar trinta anos de idade que nasceu no interior de Minas Gerais. Oriunda de uma família simples, conheceu Eduardo (o marido que dá título ao livro) numa viagem de visita a uma prima que morava no Rio de Janeiro. Ela é uma mulher estável, tranqüila, que está sempre às voltas com a família interiorana e, principalmente, com o marido e com o pequeno filho Raphael.

Mas a história não gira em torno da narradora, e sim de seu marido. Eduardo é um delegado que tem como sonho frustrado ser pianista de boate e que, ao contrário da estabilidade da narradora, é uma pessoa completamente instável, de humor corrosivo, beberrão e inseguro. A história já começa com ele dirigindo bêbado na volta para casa com a esposa, depois de alguns uísques. Quando ficava assim, não gostava que a esposa dirigisse e nem que abrisse a porta e saía gritando pela rua que era alcoólatra. Belmira narra, ao longo do romance, várias situações em que o marido fica daquele jeito, no outro dia acordando de mau humor e logo saindo para trabalhar.

Durante esses episódios, aos poucos podemos perceber o quão submissa ela se colocava perante o marido, que falava sem parar, não apenas quando estava bêbado, mas sempre que tinha oportunidade, e Belmira apenas ouvia, dizendo umas poucas palavras. Eduardo, aliás, sempre se colocava de uma forma superior à esposa, dizendo que tinha que trabalhar para sustentar a família, sugerindo que o dinheiro dela não servia para nada. Algumas vezes, enquanto falava com ela, proferia palavras de caráter mais rebuscado, logo explicando o significado para a mulher: "Nunca escutou o verbo solancar, não é? Sua expressão revelou ignorância. Solancar é trabalhar arduamente com afinco, em serviço pesado. (...)".

Interessante é que apesar desse jeito instável, Eduardo é um excelente pai. Desde que Raphael estava na barriga da mãe ele já chamava o filho de campeão e cantava para ele o hino do Botafogo, seu time do coração. Sempre fizera de tudo pelo filho, se vestindo de gigante, contando causos da delegacia em que trabalhava e dizendo que era um xerife melhor que os do faroeste, fazendo o filho dar gostosas gargalhadas e se orgulhar do pai.

Apesar de descrever com cuidado o marido, o ápice da história se dá na ausência dele, nas insistentes viagens que Eduardo começa a fazer deixando mulher e filho sozinhos durante um bom tempo. Quando volta, fica pouco tempo e depois já vai viajar de novo. A mulher começa a estranhar o comportamento do marido e o filho chora à noite de saudade, mas a vida segue, com Belmira levando o filho para natação, dando suas aulas de inglês e notando o marido cada dia mais distante. Até que um dia ela começa a receber ligações insinuando que o marido estaria tendo um caso com alguma outra mulher e a partir daí a história muda de rumo e diversos conflitos, que não necessariamente serão resolvidos, surgem na história.

"O tempo passava e eu não ouvia nem via mais meu marido. Nosso casamento devia estar mesmo para acabar, e eu precisava pensar no que ia fazer. Com a vida que ele inventara, estávamos sempre em desequilíbrio, ou eles estavam juntos, ou nós, meu filho e eu, mas nunca mais os três, pai, mãe e filho."

Alguns críticos apontaram certos deslizes que a autora comete no livro, como a mãe interiorana de Bela falar palavras rebuscadas como "longínqua", além de o texto apresentar alguns poemas de rimas pobres como podemos ver na página 14: "Nessa noite, Eduardo demorava para chegar em casa; quando se atrasava, sempre telefonava"; porém, creio que esses equívocos sejam muito pequenos diante da obra em si, em que o mais interessante é a proximidade estabelecida com o leitor. Que mulher nunca ficou insegura por causa do namorado/marido? E que homem nunca se sentiu assim por causa de uma mulher? Essas são situações comuns e cotidianas que tornam o livro tão especial, como se fosse uma narração das entrelinhas da vida, em que a psicanalista ajuda à escritora a construir com audácia um enredo atual e instigante.

Para ir além






Gabriela Vargas
Porto Alegre, 3/8/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. K 466 de Renato Alessandro dos Santos
02. Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba de Renato Alessandro dos Santos
03. A confissão de Lúcio: as noites cariocas de Rangel de Renato Alessandro dos Santos
04. Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo de Jardel Dias Cavalcanti
05. Um parque de diversões na cabeça de Renato Alessandro dos Santos


Mais Gabriela Vargas
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/8/2007
13h45min
Achei o texto muito bom, de muito bom gosto, que faz com que as pessoas que não conhecem o livro ou a autora, se interessem em lê-lo. Como disse a Gabriela, quem nunca ficou inseguro por causa de outra pessoa?
[Leia outros Comentários de Jéssica Almeida]
4/8/2007
15h43min
A maioria dos livros escritos por mulheres tem os homens como vilãos ou como seres inferiores. Esse parece ser mais um. gd ab
[Leia outros Comentários de Julio Cesar Correa]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MANUAL DE DIREITO COMERCIAL 8ª EDIÇÃO
WALDO FAZZIO JUNIOR
ATLAS
(2007)
R$ 40,00



ENSINANDO A CUIDAR DE CRIANÇA
NÉBIA MARIA A. DE FIGUEIREDO
DIFUSÃO ENFERMAGEM
(2003)
R$ 16,00



O BRASIL TEM CURA
RACHEL SHEHERAZADE
MUNDO CRISTÃO
(2015)
R$ 10,00



AQUARELA BRASILEIRA
BETH CANÇADO
CORTE
(1995)
R$ 10,00



FISISCA SER PROTAGONISTA BOX- VL. UNICO
ADRIANA BENETTI MARQUES VALIO E OUTRO
SM
(2016)
R$ 220,00



TEATRO CUBANO: TEATRO CUBANO ACTUAL
ADYS GONZALO DE LA ROSA (ED.)
ALCALÁ
(2003)
R$ 22,00



FILOSOFIA NA ANTIGUIDADE - SÓCRATES E PLATÃO
RÉGIS FERNANDES DE OLIVEIRA
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(2012)
R$ 28,00



MARKETING ESSENCIAL: CONCEITOS, ESTRATÉGIAS E CASOS
PHILIP KOTLER
PRENTICE HALL BRASIL
(2013)
R$ 50,00



O LIVRO DO PENDULO
SIG LONEGREN
BERTRAND
(1997)
R$ 20,00



A TERAPIA MAIS BREVE POSSÍVEL - AVANÇOS EM PRÁTICAS PSICANALÍTICAS
SOPHIA ROZZANNA CARACUSHANSKY
SUMMUS
(1990)
R$ 50,00





busca | avançada
46852 visitas/dia
1,1 milhão/mês