A preparação de um romance | Débora Costa e Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
74045 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Férias de Julho: Museu Catavento e Teatro Sérgio Cardoso recebem a Cia. BuZum!
>>> Neos firma parceria com Unicamp e oferece bolsas de estudo na área de inteligência artificial
>>> EcoPonte apresenta exposição Conexões a partir de 16 de julho em Niterói
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> PANFLETO AMAZÔNICO
>>> Coruja de papel
>>> Sou feliz, sou Samuel
>>> Andarilhos
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Os enciclopedistas franceses rolam nos túmulos
>>> Entrevista com Chico Pinheiro
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> Entrevista da Camille Paglia
>>> Vamos sentir saudades
>>> Sexo virtual
>>> The more you ignore me, the closer I get
>>> Padre chicoteia coquetes e dândies
Mais Recentes
>>> Brincar de Viver de Maggie Shayne pela Best Seller (2003)
>>> Só o Amor Constrói de Jose Severino Pessoa pela Edicon (2013)
>>> Seminário Sobre Racismo - Kampala / Uganda 29 Marzo - 8 Abril de Cosec pela Cosec / Cie (1961)
>>> Aborto e Contracepção - Atualidade e Complexidade da Questão de Celso Cezar Papaleo pela Renovar (2000)
>>> A Fascinação pelo Pior de Florian Zeller pela Rocco (2008)
>>> São Paulo Em 1836 - Ensaio Dum Quadro Estatistico da Província de Sp de Marechal D. P. Müller pela Reedição Litteral (1923)
>>> Amor de Natal de Leo Buscaglia pela Record (1987)
>>> Algumas Questões Polemicas do Novo Codigo Civil Brasileiro-2ª. de Marcos Antonio Benasse pela Bookseller (2004)
>>> Território V de Zizzy Ysatis (org.) / Giulia Moon / Cid Ferreira pela Terracota (2009)
>>> A Batalha do Apocalipse de Eduardo Spohr pela Verus (2010)
>>> O segredo de Rhonda Byrne pela Sextante (2015)
>>> Wanderweg de Jack Alain Leger pela Best Seller (1988)
>>> Três Mistérios de Lelis; Telma Guimarães Castro Andrade pela Atual Didáticos (2009)
>>> O Melhor de Mim de Nicholas Sparks; Fabiano Morais pela Arqueiro (2012)
>>> Tim de Colleen Mccullough pela Círculo do Livro (1974)
>>> Estrategia - uma Visao Executiva de Cornelis de Kluyver; John Pearce Ii pela Prentice Hall Brasil (2010)
>>> Pequena Abelha de Chris Cleave; Maria Luiza Newlands pela Intrinseca (2010)
>>> A Ponte dos Judeus de Martí Gironell pela Planeta do Brasil (2009)
>>> Compêndio de Biologia, Química e Física de Olentina de Souza Lima e Outros pela Iracema
>>> Os Mistérios das Múmias de Ciranda Cultural pela Ciranda Cultural
>>> Sistemas de Comunicação Popular de Joseph M. Luyten pela Ática (1988)
>>> Dados - Revista de Ciências Sociais - Volume 52 - 1 de Charles Pessanha - Edit. pela Iuperj (2009)
>>> A Death in Brazil - a Book of Omissions de Peter Robb pela Henry Holt
>>> Estórias ao Entardecer de William Netto Candido pela O Autor
>>> Prisioneiro do Caos de Vicente de Paulo Silva pela Via Sette (2001)
COLUNAS

Quinta-feira, 22/5/2008
A preparação de um romance
Débora Costa e Silva

+ de 8200 Acessos

"Escrever é enterrar fantasmas". Essa frase é a que melhor sintetiza as oficinas e seminários que os alunos do curso de Criação Literária da Academia Internacional de Cinema tiveram com a escritora e filósofa Márcia Tiburi. Entre discussões sobre o que inspira um escritor, origens e estruturas de um romance, metáforas, mitos e até gramática, as aulas trouxeram à tona o valor que tem a escrita para cada um ― o que é fundamental de se ter em mente antes de iniciar um romance, poema ou conto. Perfeito para dar início a um curso de criação literária. Os seminários sobre a preparação do romance dialogaram muito bem com as oficinas de romance, pois os alunos puderam testar na prática as dicas e os conceitos discutidos na aula teórica.

Porém, para Márcia, escrever não se resume a "enterrar fantasmas" apenas. "Todo romance carrega algo de anti-literário. O escritor absorve tanto o mito da própria existência quanto do mito da existência dos outros", afirma. Segundo ela, algo da sua própria história e vivência estará presente em sua escritura. Daí a importância de se entender o porquê se escreve. Para entender o próprio processo criativo, a filósofa sugere que se crie uma metáfora sobre seu próprio processo de escrita. Por exemplo: escrevo como fulano pinta quadros, escrever é como quebrar copos, e por aí vai.

Para Márcia, a matéria-prima de um bom romance é a neurose do escritor, algo que o incomoda, que causa um conflito. Só a partir disso é que se pode "pirar" o suficiente para criar histórias e narrativas interessantes e dar vida ao romance. "Um romance é uma vida considerada livro. Toda vida tem epígrafe, título, preâmbulo, prefácio, notas etc. Quer dizer: ou os têm ou pode tê-los", escreveu Martha Robert no livro Romance das origens, origem dos romances, que fez parte da bibliografia do curso.

Nas oficinas, a idéia era que cada aluno desenvolvesse um projeto de um micro-romance com seis capítulos de apenas uma página cada um. Foi um exercício árduo se limitar a escrever tão pouco para quem entrou no curso idealizando a realização de um romance logo de início. Mas o propósito deste trabalho foi justamente elaborar e digerir melhor as idéias, observar e analisar a linguagem e refletir no sentido do que se escreve. "[Um livro] não pode nascer prematuro. Livro ruim é desses que nascem antes da hora, prepotentes, ansiosos, publicados antes de ficarem um tempo no formol. As pessoas têm uma agonia para publicar e aí dá nisso", observou.

Além do micro-romance, Márcia orientou os alunos do curso a fazerem um diário do romance, ou seja, anotar em um caderninho observações, idéias, impressões e desabafos sobre o processo ― tudo que não entraria no projeto de livro. "Essa experiência de fazer um diário serviu para ajudar a passar a vontade de escrever quando não se sabe como continuar a história e, enquanto isso, ir pensando no que é e o que vai se tornar o romance", contou Fellipe Fernandes, aluno do curso. E o diário também foi útil aos que perderam a "inspiração" para continuar ou mesmo terminar o romance, para não se distanciarem do projeto. "Travar não é ruim, é muito comum, por sinal. O que é ruim é a indisciplina, porque se se vive o romance, pode travar, desviar, mas está ali", explicou Márcia.

Dos exercícios realizados com o foco na criação literária, ainda fizemos um mapa do romance. É um desafio transformar em figuras, símbolos e desenhos uma narrativa que se forma com palavras, algo muito abstrato. Mas a intenção era de fazer com que cada um pensasse em um fio condutor de seu romance para não se perder na criação da história e dos personagens. Márcia, porém, alertou a todos sobre a preocupação com a "moral da história". "Cada um tem seu método: uns preferem escrever com o começo, meio e fim já em mente, outros preferem ir descobrindo o que acontecerá com a história ao longo do processo, mas não se deve escrever pensando em qual será a moral da história que irá contar", opinou.

Muitos ainda não sabem se tendem mais para a prosa, para a poesia, se têm fôlego de romancista ― acho até que a idéia do curso é justamente cada um descobrir isso. Alguns já escrevem há tempos um gênero, outros escrevem um pouco de tudo, mas o que ficou das oficinas e seminário com a Márcia Tiburi foi toda a reflexão sobre a narrativa que se faz necessária para escrever uma história. Ela valoriza o próprio romance. E mais fundamental do que teorizar sobre literatura, é encontrar o seu próprio caminho e estilo para criá-la. Como diz Roland Barthes em A preparação do romance vol. I outro livro indicado por Márcia aos alunos, "(...)se quer escrever, eis, de fato, a própria matéria da escritura, portanto, somente obras literárias dão testemunho do Querer-Escrever ― e não os discursos científicos".


Débora Costa e Silva
São Paulo, 22/5/2008


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Da fatalidade do desejo de Elisa Andrade Buzzo
02. Nos escuros dos caminhos noturnos de Elisa Andrade Buzzo
03. Existem vários modos de vencer de Fabio Gomes
04. Os Doze Trabalhos de Mónika. Prólogo. Sem Alarde de Heloisa Pait
05. Seis meses em 1945 de Celso A. Uequed Pitol


Mais Débora Costa e Silva
Mais Acessadas de Débora Costa e Silva em 2008
01. Depois do sexo... - 11/9/2008
02. A crítica musical - 10/4/2008
03. Diário de uma desempregada - 1/5/2008
04. A preparação de um romance - 22/5/2008
05. Sex and the City - 19/6/2008


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Eu Chovo, Tu Chove Ele Chove
Sylvia Orthof
Objetiva
(2003)



A Grande Esperança
Ellen G. White
Casa Publicadora Brasileira
(2012)



Ética - Fundamentos Sócio-históricos Volume 4
Maria Lucia S. Barroco
Cortez
(2008)



O Brilho da Estrela
Danielle Steel
Altaya Record
(2001)



As Brumas de Avalon - 4 Volumes
Marion Zimmer Bradley
Imago
(2008)



A Cura de Schopenhauer
Irvin D. Yalom; Beatriz Horta
Harper Collins Br
(2006)



Emergências Cirúrgicas Traumáticas e Não Traumáticas
José Cesar Assef
Atheneu
(2012)



Elementos de Semiologia
Roland Barthes
Cultrix
(1964)



Maria Madalena - a Testemunha da Paixão
José Carlos Leal
Ld
(2009)



A Relíquia
Eça de Queirós
Galex
(1997)





busca | avançada
74045 visitas/dia
1,8 milhão/mês