Fórmula 1 via Twitter | Cristiano Dias | Digestivo Cultural

busca | avançada
82631 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Curitiba On-line: atividades culturais disponíveis para fazer em casa
>>> Luis Stuhlberger, um dos maiores gestores de fundos do país, participa do próximo Dilemas Éticos
>>> Cia. Palhadiaço faz temporada online de Depósito acompanhada por oficinas grátis
>>> GRUPO MORPHEUS TEATRO leva obra audiovisual “BERENICES” para teatros públicos do munícipio de São Pa
>>> II Bibliofest debate Agenda 2030 da ONU/IFLA em bate-papos literários e oficinas culturais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Deficiente capilar
>>> A imaginação do escritor
>>> Caindo de paraquedas na escrita
>>> Inteligência artificial
>>> Rimbaud, biografia do poeta maldito
>>> 7 de Setembro
>>> Deixa se manifestar
>>> Auctoritas
>>> A arte do cinema imita o caos. Ou vice-versa
>>> Toca Raul!
Mais Recentes
>>> José Duarte- um Maquinita da Historia de Luiz Momesso pela 8 de Março (1988)
>>> Perfil Literário dos Presidentes das Sobrames Regionais- 2000/2002 de Varios Autores pela Santa Rita (2002)
>>> Dragões do Eter Vol. 3 - Círculos de Chuva de Raphael Draccon pela Leya (2010)
>>> Tecnica e Sociedade no Brasil - de Diana Gonsalves Vidal pela Contexto (1988)
>>> Projeto Resgate Pernambucano-vol. 01 de Varios Autores pela Alepe-pe (2007)
>>> Oásis do Meier de Altamir Tojal pela Calibar (2010)
>>> Redação para o 2 grau- Pensando lendo e escrevendo de Ernani e Nicola pela Scipione (1996)
>>> Gestao Radical: As Licoes Do Programa De Gestao Avancada Da Harvard Business de Mark Stevens pela Campus (2001)
>>> Os Vigilantes de Philip Cornford pela Record (1991)
>>> Inferno na Torre de Richard Martin Stern pela Record
>>> Contos Fluminenses-edições Criticas de Machado de Assis pela Civilização Brasileira (1975)
>>> Discursos- Vol. 01 - 1974 de Ernesto Geisel pela Assessoria Imprensa Nacional (1975)
>>> Cantos do Brasil - o Caminho das Pedras de Shirley Souza pela Escala Educacional (2000)
>>> Remedio Amargo de Arthur Hailey pela Record
>>> A Câmera do Sumiço de Laura Bergallo pela Dcl (2007)
>>> Turismo Em Cronicas de Geraldo Granja Falcão pela Do Autor (1977)
>>> Bonecos na Ladeira de Adriana Victor pela Publikimagem (2011)
>>> Operação Rhinemann de Robert Ludlum pela Record (1974)
>>> Abilio Diniz. Caminhos E Escolhas de Renato pela Campus (2004)
>>> Historias Que o Tempo Esqueceu de Melchiades Montenegro Filho pela Fac Form (2011)
>>> A Saga da Wilson Sons de Patricia Saboia pela Index (1997)
>>> Respostas ao Criador das Frutas de Sonia Carneiro Leão pela Do Autor (2010)
>>> Envolvido pela Luz - 3ª de Betty J. Eadie pela Nova Era (1994)
>>> A Era Da Mulher de Alison Maitland pela Campus (2008)
>>> Mais rápido, barato e melhor de Michael Hammer e Outros pela Campus (2011)
COLUNAS >>> Especial Twitter

Terça-feira, 15/7/2008
Fórmula 1 via Twitter
Cristiano Dias

+ de 6000 Acessos

Quando a internet apareceu, os tais especialistas, preocupadíssimos, avisaram que o computador ia nos deixar cada vez mais isolados. A geração do "não sei o nome do meu vizinho" seria consolidada e viveríamos grudados na frente da tela. Como se o fato de uma pessoa morar ao meu lado fosse mais importante do que, por exemplo, seu gosto musical ou preferência política.

Só que, com o aparecimento das redes sociais, as pessoas acabaram usando a internet para consolidar seus relacionamentos off-line, nem que seja para conhecer novas pessoas com interesses parecidos, amigos dos seus amigos. Se você não pode se encontrar sempre com sua galera para algum evento, pode hoje cada vez mais usar ferramentas on-line para se divertir com eles. Se você mora em um cantão da cidade ou do país onde mais ninguém gosta daquilo que você adora, pode literalmente encontrar sua turma por aí, on-line.

É o que deve acontecer durante o próximo GP de Fórmula 1, quando a galera do Twitter deve se "encontrar" mais uma vez para comentar em tempo real a corrida. Foi o que aconteceu algumas semanas atrás, durante o GP do Canadá, que por si só já foi uma das corridas mais emocionantes do ano e que, com o uso "sala de chat" do Twitter e ferramentas como o Summize, aumentaram a dose de diversão da corrida.

O Twitter é um dos melhores exemplos de ferramentas que vão se moldando de acordo com o uso que a comunidade dá à plataforma (infelizmente, o pessoal do Twitter tem andado mais ocupado resolvendo os problemas causados pela explosão na popularidade do serviço, e nenhuma novidade apareceu nos últimos meses). O site foi inicialmente pensado como uma extensão daquela caixinha "escreva seu textinho engraçado aqui" do MSN e outros programas de mensagem instantânea. Da rua você escreveria "estou comendo um delicioso sushi, vocês deveriam provar" e seus amigos seriam avisados via SMS, pelo site e de algumas outras maneiras. Os usuários resolveram, logo de cara, esquecer essa "limitação conceitual" e usar o Twitter como microblog. O próximo passo foi trazer para o Twitter uma prática já comum em fóruns e comentários de blogs, o arroba.

Como no meio de uma discussão on-line eu normalmente não tenho como responder a uma pessoa diretamente na interface, os usuários desenvolveram uma sintaxe mais ou menos assim:

@João Eu concordo só em partes, acho que o buraco é mais embaixo.

@Maria Nunca tinha pensado nisso...

Ou seja, em vez de ficar perdendo tempo escrevendo "Respondendo ao João.", "Respondendo à Maria.", o comentarista simplesmente colocava o @, que em inglês é pronunciado "at", ou seja, é meio como "em cima do que o João está falando." ou simplesmente "para o João.".

Como no Twitter o espaço é curto (os textos são limitados a 140 caracteres, o limite de uma mensagem SMS), o arroba virou obrigatório nas conversas. Os desenvolvedores do Twitter viram o aumento no uso do truque e facilitaram a vida do usuário: um nome "arrobado" vira um link para a página da pessoa "arrobada" e o sistema colocaria um link para o último texto do "arrobado", na esperança de meu texto ser uma resposta àquele tweet.

O próximo passo foi dado com as chamadas hashtags. Funciona assim: se eu estou falando da Uefa Euro 2008, coloco em alguma parte do meu texto o código "#euro2008", facilitando a identificação imediata do assunto. O Twitter respondeu com a função de acompanhar palavras-chave (com ou sem o # na frente) pelo Google Talk. Se eu digo ao Twitter "track Vilago", sou avisado no GTalk sempre que alguém citar o nome da minha empresa, mesmo que eu não siga aquela pessoa. Mas essa funcionalidade depende de eu estar com o GTalk aberto no momento do envio da mensagem (e depende que a integração Twitter-GTalk esteja funcionando, coisa que não tem acontecido ultimamente).

Hora de jogar mais uma ferramenta no molho, o Summize, que, junto com outros concorrentes, é uma espécie de Google do Twitter, indexando freneticamente os milhões de textos jogados no sistema a cada segundo. É só buscar por coisas como "#F1" para acompanhar em tempo real o que está sendo dito no mundo todo sobre o assunto. Adivinha qual o país mais fala sobre cada corrida a cada domingo?

Sempre que uma nova mensagem é lançada o Summize atualiza a tela automaticamente ou emite um aviso, dependendo de como você estiver acessando. Isso é outra vantagem dessa plataforma: você não precisa ver a corrida com o notebook fritando seu colo (mas muita gente faz assim mesmo); pode ficar confortavelmente olhando para o celular para dar risadas com os comentários do pessoal e sacanear as tiradas do nosso ídolo maior, Galvão Bueno.

As imagens que ilustram este texto foram capturadas na conversa durante o GP do Canadá. Espero ver a sua lá em breve.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado em seu blog.


Cristiano Dias
Rio de Janeiro, 15/7/2008


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Layon pinta o silêncio da cidade em quarentena de Jardel Dias Cavalcanti
02. O caso Luis Suárez de Humberto Pereira da Silva
03. As ruas não estão pintadas. E daí? de Duanne Ribeiro
04. A Copa mais triste de todos os tempos de Elisa Andrade Buzzo
05. Millôr desde a escola, e pela vida afora de Fernando Lago


Mais Cristiano Dias
Mais Especial Twitter
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Direito do Consumidor: Teoria Geral da Relação de Consumo
Newton de Lucca (2ª Edição)
Quartier Latin
(2008)



Quanto Você Aceita Ganhar?
José Carlos Flesch
Gutenberg
(2006)



Nicarágua, Nicaraguita: um Povo Em Armas Constrói a Democracia
Mirian Goldenberg
Revan
(1987)



Terminologia de Mercado
Roberto Lobo
Fauna (rj)
(1969)



Witches (isaac Asimovs Magical Worlds of Fantasy 2)
Isaac Asimov, Martin Greenberg, Charles Waugh
A Signet Book
(1984)



Números e Aromas do Amor - o Livro do Relacionamento e da Conquista
Aparecida Liberato e Beto Junqueira
Best Seller
(2000)



Como o Brasil Ajuda os E. U. A.
Arnaldo Ramos e Outros
Protempo (une)
(1963)



Reumato Volume 3 as Vasculites Amiloidose
Med Curso
Med Curso
(2012)



As Conseqüências de um Deslize: pelo Espírito José Maria
Lígia Oliveira Barum (psicografado)
Inst Espírita Lar de Jesus
(1987)



Marcha Criança - Matemática. 5º Ano
Maria Teresa
Scipione





busca | avançada
82631 visitas/dia
2,6 milhões/mês