Bafana Bafana: very good futebol e só | Vicente Escudero | Digestivo Cultural

busca | avançada
76281 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Jazz Festival: Primeira edição de evento da Bourbon Hospitalidade promete encantar com grandes nomes
>>> Coletivo Mani Carimbó é convidado do projeto Terreiros Nômades em escola da zona sul
>>> CCSP recebe Filó Machado e o concerto de pré-lançamento do álbum A Música Negra
>>> Premiado espetáculo ‘Flores Astrais’ pela primeira vez em Petrópolis no Teatro Imperial para homenag
>>> VerDe Perto, o Musical Ecológico tem sessões grátis em Santo Antônio do Pinhal e em São Paulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Tempo di valsa
>>> O Príncipe Maquiavel
>>> Marcelo Mirisola: entrevista
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Diogo Salles no Roda Viva
>>> Gidon Kremer Piano Quartet e a Temporada 2009
>>> Procura-se a década de 60
>>> A proposta libertária
>>> Soluções geniais para a escola e a educação
>>> Como detectar MAVs (e bloquear)
Mais Recentes
>>> Coleção Enciclopédia Ilustrada da Ciência de Globo pela Globo
>>> Radiestesia Psiquica - Apuntes para Un Estudio Del Fenomeno Radiestesico de J. M. Pilon y Valero de Bernabe pela Mundi-Prensa (1976)
>>> Cigar Smoking: The Fast & Easy Way To Go From Novice Cigar Smoker To Know-it-all Cigar Aficionado! Updated Second Edition de Winston Carter pela Independently Published (2019)
>>> Zen: O Salto Quântico da Mente para a Não Mente de Osho pela Gente
>>> Livro Biografias Federico García Lorca Uma Biografia de Ian Gibson pela Globo (1989)
>>> Oceano Langenscheidt Compact Diccionario Didactico Aleman de Dieter Gotz pela Oceano Langenscheidt Ediciones (1999)
>>> Mestre Inesquecível de Augusto Cury pela Gmt
>>> Literatura Brasileira Ponciá Vicêncio de Conceicao Evaristo pela Pallas (2017)
>>> Doutor miragem de Moacyr Scliar pela Lpm (1978)
>>> Crystal Growth And Nucleation: Faraday Discussions No 136 (faraday Discussions, Volume 136) de Lionel Mandell pela Royal Society Of Chemistry (2007)
>>> Livro Infanto Juvenis Meu Avô Japonês Coleção Imigrantes do Brasil de Juliana de Faria pela Panda Books (2016)
>>> China 1 e 2 de Grandes Impérios e Civilizações pela DelPrado (1996)
>>> Quatro Estações de Stephen King pela Francisco Alves (1991)
>>> Obras Psicológicas de Sigmund Freud - 1 Volume de Sigmund Freud pela Imago (2004)
>>> A Camisa Do Marido de Nélida Piñon pela Record (2014)
>>> A Bíblia 1 e 2 de Grandes Impérios e Civilizações pela DelPrado (1996)
>>> O Mar, O Mar de Iris Murdoch pela Nova Fronteira (1980)
>>> Livro Filosofia Teoria Crítica e Educação de Bruno Pucci pela Vozes (1994)
>>> Metafísica do Vegetarianismo - Alimentação e Transcendência de Shrila Bhaktivedanta Narayana Goswami Maharaja pela Braja (2014)
>>> Entrevista Com O Vampiro de Anne Rice pela Rocco (1992)
>>> Um Dia "Daqueles" (capa dura) de Bradley Trevor Greive pela Sextante (2001)
>>> Míni Aurélio: O Dicionário Da Língua Portuguesa de Unknown pela Positivo; 6 Edition (2024)
>>> O Mestre Do Amor de Augusto Cury pela Gmt (2012)
>>> Livro Infanto Juvenis O Castelo dos Gatos de Loic Jouannigot pela Melhoramentos (2011)
>>> A Redoma de Vidro de Sylvia Plath pela Biblioteca Azul (2014)
COLUNAS

Quinta-feira, 16/7/2009
Bafana Bafana: very good futebol e só
Vicente Escudero
+ de 3700 Acessos
+ 2 Comentário(s)


A maior goleada da Copa das Confederações: Sorvete 5 x Criança 0

Disse o filósofo do futebol, Neném Prancha, certa vez: "Se concentração ganhasse jogo, o time da penitenciária não perderia uma". A Copa do Mundo da África do Sul acontece em 2010 e o pensamento do ingênuo filósofo, útil apenas para o futebol, poderia ser reeditado na véspera da competição, incluindo-se o desfecho: "... e a África do Sul teria um dos maiores campeonatos intramuros do mundo".

Amigos se reúnem, decidem as datas e os locais de estadia, economizam dinheiro e partem para assistir a Copa do Mundo num país que, há vinte anos, era regido por um severo sistema de segregação racial: brancos de um lado, no rúgbi, negros de outro, no futebol. A diferença vai além do membro que conduz a bola. Se os amigos que partem para a África do Sul decidirem conhecer a área indicada pela organização do torneio, formada pelos centros econômicos, as sedes escolhidas pela FIFA, como Durban, Cidade do Cabo e Pretória, terão que se preocupar com criminosos eventuais, punguistas e aborrecimentos menores. Entretanto, se a escolha for conhecer a África do Sul abandonada, cercada por muros e grades, alheia à pujança de eventos do porte da Copa do Mundo, talvez os amigos não retornem. E o "talvez" torna-se quase um eufemismo, tratando-se da violência urbana no país que produziu pessoas como Nelson Mandela e Desmond Mpilo Tutu e, hoje, tem o segundo maior índice de sequestros do mundo.

Foi-se o tempo em que a Copa do Mundo era realizada em países com estrutura para receber visitantes de todas as nacionalidades. A escolha da África do Sul para 2010 e do Brasil para 2014 demonstra que a FIFA está mais engajada na busca do retorno financeiro para o torneio do que na celebração da união pelo esporte. A África do Sul necessita de estádios ou as pessoas segregadas na periferia, vivendo entre uma população que diminuiu em trezentos e setenta mil habitantes, durante o ano de 2003, vitimados pela AIDS, necessitam de auxílio médico? O Brasil também não escapa da estatística; uma passagem pela linha amarela, no Rio, é prioridade, mais do que urgente, para muitos anos de investimento público em infraestrutura.

Seguindo os esqueletos tortuosos de obras mal-acabadas e infraestrutura falha, um repórter brasileiro, antes do primeiro jogo entre Brasil e Estados Unidos na Copa das Confederações, errou o caminho para o centro de imprensa e, numa caminhada sem interferências, deu de cara com os vestiários das seleções. Quem jogou dois aviões contra duas torres na cidade mais rica do mundo não poderia querer facilidade maior.

Outros problemas de organização também foram mostrados exaustivamente pela imprensa durante a Copa das Confederações. O transporte público da maioria das cidades-sede é precário, funcionando com o auxílio de peruas, não recomendadas para estrangeiros. A dificuldade encontrada pelos turistas para se localizarem nas cidades também não foi solucionada e não havia voluntários treinados o bastante para ajudar no deslocamento dos estrangeiros. E é nessa indefinição que o discurso vazio vai preenchendo as reclamações: estamos terminando os estádios, estamos treinando o pessoal, até a abertura tudo estará pronto...

O espírito agregador, que em 2010 poderá comemorar a primeira participação simultânea da Coréia do Norte e da Coréia do Sul numa mesma Copa, parece estar em perigo. Não me recordo de outra Copa do Mundo onde havia tamanha incerteza e receio sobre o futuro, nem que se tenha discutido tanto sobre segurança e estrutura. Em 1996, na Olimpíada de Atlanta, houve um problema grave na infraestrutura de transportes, que acabou atrasando os ônibus para turistas e algumas competições, mas tratou-se de um caso isolado e a cidade contornou o problema em pouco tempo. Ainda assim, ele havia sido causado por um número muito acima do esperado pela organização de visitantes, situação excepcional que não corresponde a ausência de planejamento. No caso da Copa na África do Sul, a cada novo problema, uma onomatopeica vuvuzela surge nos bastidores para abafar, como as matracas usadas antigamente para enganar os adversários na guerra.

Mesmo as intenções do governo sul-africano sendo as melhores possíveis e com o esforço da população para receber os visitantes, falta estrutura para a realização da próxima Copa do Mundo. Gradativamente, foi ficando claro na Copa das Confederações que a vontade do povo sul-africano de ajudar no sucesso do torneio é muito grande e que a maioria dos erros banais foi causada por ingenuidade e pela ansiedade de serem bons anfitriões, uma tentativa justa de apagar a imagem de país violento e dividido. Mas a Copa do Mundo está muito além do querer ser. Pessoas de todo o mundo comparecerão em 2010 sem a menor ideia dos limites excepcionais impostos pela desorganização. A maioria desconhece a criminalidade que assola o país, não sabe que em 2002 a África do Sul era o país com mais homicídios cometidos através de armas de fogo (exatamente 31.918 mortes). É possível, até 2010, abrandar tudo isso?

As imagens que guardo da África do Sul são a de Nelson Mandela e de Desmond Tutu. O primeiro, pela resistência pacífica na luta contra o apartheid. O segundo, pela coragem na elucidação da violência de defensores do regime racista e dos que lutavam para derrubá-lo. Mesmo sabendo que em Durban, para que um turista vá até uma casa de câmbio, o hotel providencia quatro ou cinco seguranças de escolta, e que este carro foi inventado lá, ainda torço pelo bom futebol dentro do campo. Ou que Joel Santana contribua com mais algumas pérolas do rei do bardo funkeiro. Em 2010, vai ser assim: the equipes will play futebol very hard. Torçamos para que o hard fique no field.


Vicente Escudero
São Paulo, 16/7/2009

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Imprimam - e repensem - suas fotografias de Ana Elisa Ribeiro
02. Lola de Elisa Andrade Buzzo
03. A via férrea da poesia de Mario Alex Rosa de Jardel Dias Cavalcanti
04. Pina, de Wim Wenders de Wellington Machado
05. A guerra dos tronos de Gian Danton


Mais Vicente Escudero
Mais Acessadas de Vicente Escudero em 2009
01. Amor aos pedaços - 7/5/2009
02. O naufrágio é do escritor - 12/3/2009
03. E a lei cedeu diante dos costumes - 11/6/2009
04. 2008, o ano de Chigurh - 2/1/2009
05. Amantes, tranquila inconsciência - 8/10/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
16/7/2009
07h56min
Caro Vicente, entendo que a Copa das Confederações - há pouco tempo realizada no país-sede da Copa 2010 - foi apenas um aperitivo para que os "cartolas internacionais" pudessem apreciar e espionar a futura Arena. Neste caso, em breve tempo, creio que a fartura do capital estrangeiro cuidará, certamente, de preparar terreno para bem acomodar as multidões das elites endinheiradas internacionais. E ao povão "panem et circenses" por meio de imagens midiáticas. Gol de placa do capenga neoliberalismo, da afamada globalização! Abs do Sílvio Medeiros. Campinas, é inverno de 2009.
[Leia outros Comentários de Sílvio Medeiros]
8/8/2009
07h27min
Não gostei do artigo. A África e o Brasil não deveriam ter permissão para sediar uma Copa do Mundo por causa dos problemas sociais? É como dizer que pobre não tem direito de se divertir, um argumento que a gente ouve, no meu caso com nojo, do pessoal de direita. Futebol é uma festa, e uma oportunidade para atrair turistas e melhorar a tal infraestrutura que não te agradou. Bola para os africanos!
[Leia outros Comentários de Felipe Pait]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Atroz Encanto De Ser Argentino
Marcos Aguinis
Bei
(2002)



Dicionário Espanhol - Português / Português - Espanhol
Idel Becker
Nobel
(1989)



Desenho Técnico 2
Ana Júlia Ferreia Rocha
Plêiade
(2013)



Planner Minha Jornada Minimalista
Autores Diversos
Quatro Ventos
(2020)



Livro Medicina Cefaléias
José Geraldo Speciali; Wilson Farias da Silva
Lemos
(2002)



Humanismo extremo
Tom Peters
Buzz Editora
(2022)



Livro Literatura Brasileira Boca do Inferno
Ana Miranda
Companhia das Letras
(1989)



In Search of a Missing Friend
Maureen Simpson
Hub
(2011)



Livro Biografias Robert Plant A Life
Paul Rees
Harper Collins
(2013)



Princípios de Administração Financeira
Stephen A. Ross
Atlas
(2002)





busca | avançada
76281 visitas/dia
2,1 milhões/mês