Bafana Bafana: very good futebol e só | Vicente Escudero | Digestivo Cultural

busca | avançada
82631 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Curitiba On-line: atividades culturais disponíveis para fazer em casa
>>> Luis Stuhlberger, um dos maiores gestores de fundos do país, participa do próximo Dilemas Éticos
>>> Cia. Palhadiaço faz temporada online de Depósito acompanhada por oficinas grátis
>>> GRUPO MORPHEUS TEATRO leva obra audiovisual “BERENICES” para teatros públicos do munícipio de São Pa
>>> II Bibliofest debate Agenda 2030 da ONU/IFLA em bate-papos literários e oficinas culturais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Deficiente capilar
>>> A imaginação do escritor
>>> Caindo de paraquedas na escrita
>>> Inteligência artificial
>>> Rimbaud, biografia do poeta maldito
>>> 7 de Setembro
>>> Deixa se manifestar
>>> Auctoritas
>>> A arte do cinema imita o caos. Ou vice-versa
>>> Toca Raul!
Mais Recentes
>>> José Duarte- um Maquinita da Historia de Luiz Momesso pela 8 de Março (1988)
>>> Perfil Literário dos Presidentes das Sobrames Regionais- 2000/2002 de Varios Autores pela Santa Rita (2002)
>>> Dragões do Eter Vol. 3 - Círculos de Chuva de Raphael Draccon pela Leya (2010)
>>> Tecnica e Sociedade no Brasil - de Diana Gonsalves Vidal pela Contexto (1988)
>>> Projeto Resgate Pernambucano-vol. 01 de Varios Autores pela Alepe-pe (2007)
>>> Oásis do Meier de Altamir Tojal pela Calibar (2010)
>>> Redação para o 2 grau- Pensando lendo e escrevendo de Ernani e Nicola pela Scipione (1996)
>>> Gestao Radical: As Licoes Do Programa De Gestao Avancada Da Harvard Business de Mark Stevens pela Campus (2001)
>>> Os Vigilantes de Philip Cornford pela Record (1991)
>>> Inferno na Torre de Richard Martin Stern pela Record
>>> Contos Fluminenses-edições Criticas de Machado de Assis pela Civilização Brasileira (1975)
>>> Discursos- Vol. 01 - 1974 de Ernesto Geisel pela Assessoria Imprensa Nacional (1975)
>>> Cantos do Brasil - o Caminho das Pedras de Shirley Souza pela Escala Educacional (2000)
>>> Remedio Amargo de Arthur Hailey pela Record
>>> A Câmera do Sumiço de Laura Bergallo pela Dcl (2007)
>>> Turismo Em Cronicas de Geraldo Granja Falcão pela Do Autor (1977)
>>> Bonecos na Ladeira de Adriana Victor pela Publikimagem (2011)
>>> Operação Rhinemann de Robert Ludlum pela Record (1974)
>>> Abilio Diniz. Caminhos E Escolhas de Renato pela Campus (2004)
>>> Historias Que o Tempo Esqueceu de Melchiades Montenegro Filho pela Fac Form (2011)
>>> A Saga da Wilson Sons de Patricia Saboia pela Index (1997)
>>> Respostas ao Criador das Frutas de Sonia Carneiro Leão pela Do Autor (2010)
>>> Envolvido pela Luz - 3ª de Betty J. Eadie pela Nova Era (1994)
>>> A Era Da Mulher de Alison Maitland pela Campus (2008)
>>> Mais rápido, barato e melhor de Michael Hammer e Outros pela Campus (2011)
COLUNAS

Quinta-feira, 16/7/2009
Bafana Bafana: very good futebol e só
Vicente Escudero

+ de 3000 Acessos
+ 2 Comentário(s)


A maior goleada da Copa das Confederações: Sorvete 5 x Criança 0

Disse o filósofo do futebol, Neném Prancha, certa vez: "Se concentração ganhasse jogo, o time da penitenciária não perderia uma". A Copa do Mundo da África do Sul acontece em 2010 e o pensamento do ingênuo filósofo, útil apenas para o futebol, poderia ser reeditado na véspera da competição, incluindo-se o desfecho: "... e a África do Sul teria um dos maiores campeonatos intramuros do mundo".

Amigos se reúnem, decidem as datas e os locais de estadia, economizam dinheiro e partem para assistir a Copa do Mundo num país que, há vinte anos, era regido por um severo sistema de segregação racial: brancos de um lado, no rúgbi, negros de outro, no futebol. A diferença vai além do membro que conduz a bola. Se os amigos que partem para a África do Sul decidirem conhecer a área indicada pela organização do torneio, formada pelos centros econômicos, as sedes escolhidas pela FIFA, como Durban, Cidade do Cabo e Pretória, terão que se preocupar com criminosos eventuais, punguistas e aborrecimentos menores. Entretanto, se a escolha for conhecer a África do Sul abandonada, cercada por muros e grades, alheia à pujança de eventos do porte da Copa do Mundo, talvez os amigos não retornem. E o "talvez" torna-se quase um eufemismo, tratando-se da violência urbana no país que produziu pessoas como Nelson Mandela e Desmond Mpilo Tutu e, hoje, tem o segundo maior índice de sequestros do mundo.

Foi-se o tempo em que a Copa do Mundo era realizada em países com estrutura para receber visitantes de todas as nacionalidades. A escolha da África do Sul para 2010 e do Brasil para 2014 demonstra que a FIFA está mais engajada na busca do retorno financeiro para o torneio do que na celebração da união pelo esporte. A África do Sul necessita de estádios ou as pessoas segregadas na periferia, vivendo entre uma população que diminuiu em trezentos e setenta mil habitantes, durante o ano de 2003, vitimados pela AIDS, necessitam de auxílio médico? O Brasil também não escapa da estatística; uma passagem pela linha amarela, no Rio, é prioridade, mais do que urgente, para muitos anos de investimento público em infraestrutura.

Seguindo os esqueletos tortuosos de obras mal-acabadas e infraestrutura falha, um repórter brasileiro, antes do primeiro jogo entre Brasil e Estados Unidos na Copa das Confederações, errou o caminho para o centro de imprensa e, numa caminhada sem interferências, deu de cara com os vestiários das seleções. Quem jogou dois aviões contra duas torres na cidade mais rica do mundo não poderia querer facilidade maior.

Outros problemas de organização também foram mostrados exaustivamente pela imprensa durante a Copa das Confederações. O transporte público da maioria das cidades-sede é precário, funcionando com o auxílio de peruas, não recomendadas para estrangeiros. A dificuldade encontrada pelos turistas para se localizarem nas cidades também não foi solucionada e não havia voluntários treinados o bastante para ajudar no deslocamento dos estrangeiros. E é nessa indefinição que o discurso vazio vai preenchendo as reclamações: estamos terminando os estádios, estamos treinando o pessoal, até a abertura tudo estará pronto...

O espírito agregador, que em 2010 poderá comemorar a primeira participação simultânea da Coréia do Norte e da Coréia do Sul numa mesma Copa, parece estar em perigo. Não me recordo de outra Copa do Mundo onde havia tamanha incerteza e receio sobre o futuro, nem que se tenha discutido tanto sobre segurança e estrutura. Em 1996, na Olimpíada de Atlanta, houve um problema grave na infraestrutura de transportes, que acabou atrasando os ônibus para turistas e algumas competições, mas tratou-se de um caso isolado e a cidade contornou o problema em pouco tempo. Ainda assim, ele havia sido causado por um número muito acima do esperado pela organização de visitantes, situação excepcional que não corresponde a ausência de planejamento. No caso da Copa na África do Sul, a cada novo problema, uma onomatopeica vuvuzela surge nos bastidores para abafar, como as matracas usadas antigamente para enganar os adversários na guerra.

Mesmo as intenções do governo sul-africano sendo as melhores possíveis e com o esforço da população para receber os visitantes, falta estrutura para a realização da próxima Copa do Mundo. Gradativamente, foi ficando claro na Copa das Confederações que a vontade do povo sul-africano de ajudar no sucesso do torneio é muito grande e que a maioria dos erros banais foi causada por ingenuidade e pela ansiedade de serem bons anfitriões, uma tentativa justa de apagar a imagem de país violento e dividido. Mas a Copa do Mundo está muito além do querer ser. Pessoas de todo o mundo comparecerão em 2010 sem a menor ideia dos limites excepcionais impostos pela desorganização. A maioria desconhece a criminalidade que assola o país, não sabe que em 2002 a África do Sul era o país com mais homicídios cometidos através de armas de fogo (exatamente 31.918 mortes). É possível, até 2010, abrandar tudo isso?

As imagens que guardo da África do Sul são a de Nelson Mandela e de Desmond Tutu. O primeiro, pela resistência pacífica na luta contra o apartheid. O segundo, pela coragem na elucidação da violência de defensores do regime racista e dos que lutavam para derrubá-lo. Mesmo sabendo que em Durban, para que um turista vá até uma casa de câmbio, o hotel providencia quatro ou cinco seguranças de escolta, e que este carro foi inventado lá, ainda torço pelo bom futebol dentro do campo. Ou que Joel Santana contribua com mais algumas pérolas do rei do bardo funkeiro. Em 2010, vai ser assim: the equipes will play futebol very hard. Torçamos para que o hard fique no field.


Vicente Escudero
Campinas, 16/7/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Senna de Paulo Polzonoff Jr
02. Como será a literatura na internet? de Marcelo Spalding
03. FLIP X FLAP de Marília Almeida


Mais Vicente Escudero
Mais Acessadas de Vicente Escudero em 2009
01. Amor aos pedaços - 7/5/2009
02. O naufrágio é do escritor - 12/3/2009
03. E a lei cedeu diante dos costumes - 11/6/2009
04. 2008, o ano de Chigurh - 2/1/2009
05. Amantes, tranquila inconsciência - 8/10/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
16/7/2009
07h56min
Caro Vicente, entendo que a Copa das Confederações - há pouco tempo realizada no país-sede da Copa 2010 - foi apenas um aperitivo para que os "cartolas internacionais" pudessem apreciar e espionar a futura Arena. Neste caso, em breve tempo, creio que a fartura do capital estrangeiro cuidará, certamente, de preparar terreno para bem acomodar as multidões das elites endinheiradas internacionais. E ao povão "panem et circenses" por meio de imagens midiáticas. Gol de placa do capenga neoliberalismo, da afamada globalização! Abs do Sílvio Medeiros. Campinas, é inverno de 2009.
[Leia outros Comentários de Sílvio Medeiros]
8/8/2009
07h27min
Não gostei do artigo. A África e o Brasil não deveriam ter permissão para sediar uma Copa do Mundo por causa dos problemas sociais? É como dizer que pobre não tem direito de se divertir, um argumento que a gente ouve, no meu caso com nojo, do pessoal de direita. Futebol é uma festa, e uma oportunidade para atrair turistas e melhorar a tal infraestrutura que não te agradou. Bola para os africanos!
[Leia outros Comentários de Felipe Pait]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Grammaire des Immeubles Parisiens - Six Siêcles de Façades Du Moyen ..
Claude Mignot
Parigramme
(2009)
+ frete grátis



Cavaleiros do Zodíaco Saintia Shô Vol. 8
Masami Kurumada
Jbc



A Bela Adormecida
Editora Girassol
Girassol
(2013)



A pequena pianista
Jane Hawking
Única
(2017)
+ frete grátis



Conheça o Seu Diabetes
Francisco Arduíno
Expressão e Cultura
(1979)



Metodologia Científica
Nádia Maria da Conceição Duarte e Outros.
Sba (rj)
(2008)



Querubins - a Sentença da Espada
Martha Ricas
Talentos
(2015)



La Grande Illusion
Alain Minc
Le Livre de Poche
(1989)



Locus Revista de História 12 - V 7 , N 1
Ufjf
Ufjf
(2001)



Solidão Quais as Respostas?
Francisco Canova
Dom Bosco
(1982)





busca | avançada
82631 visitas/dia
2,6 milhões/mês