Livro eletrônico? | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 2/9/2009
Livro eletrônico?
Rafael Fernandes

+ de 3400 Acessos

Acredito que, se acharem uma forma fácil, cômoda, confortável e barata para a leitura fora do papel, os livros como conhecemos virarão objetos para poucos ― como o jornais, revistas e CDs estão se tornando. Meu leitor eletrônico ideal traria as facilidades de compra através de um clique, sugestões certeiras de outros produtos, possibilidade de compartilhar trechos com quem eu quisesse e uma forma de selecionar, destacar e guardar as passagens que eu mais gostasse ― ligando-as a outros títulos. E que ainda fosse possível catalogar e acessar tudo de forma adequada. O problema é que isso ainda não apareceu. O livro continua sendo o objeto mais fácil, prático e simples de leitura, ainda que tenha problemas.

Muitos livros são muito grandes e difíceis de segurar com uma só ou até duas mãos; alguns são pesados e impraticáveis de ler deitado. Às vezes é necessário ler sentado numa mesa ― e mesmo assim ele insiste em ficar fechando. Tenho livros nos quais substituí o encadernamento normal por espirais. Se esteticamente perdeu um pouco de valor, ganhei na praticidade da leitura e no manuseio. Por isso facilitaria se eu pudesse ler em algo do tamanho de um papel e com peso mínimo, mudando as páginas com um toque, como parecem prometer alguns leitores digitais ― se não hoje, daqui alguns anos. Praticidade à parte, uma vantagem do livro está, claro, no seu charme.

O livro é um objeto que fascina e, como muitos, tenho a mania de cheirar todos os que adquiro. Tem, também, a questão de "ritual": faz com que tenhamos que levantar para pegá-lo, há o ato de folhear, o contato direto com as mãos dá uma sensação de "ligação"; assim, o momento da leitura se torna especial. Como acontece, por exemplo, com um vinil: o ato de olhar a capa, tirar o disco, levantar a tampa do tocador e sentar para ouvir uma bela obra musical. Essas ações nos colocam mais íntimos do que estamos fazendo, ficamos mais atentos ao que está acontecendo, sem pressa e podendo absorver mais a informação. Mas, repito, nada disso impede que os livros, como acontece com os outros produtos, possam ser substituídos em determinado momento se aparecer algo melhor.

Eu tenho uma espécie de "sonho" de ter meus bens culturais (música, vídeos, livros etc.) armazenados on-line, conectados por computador e celular (e, quem sabe, TV?), com fácil acesso e organização prática. Para que eu não precisasse, de forma alguma, guardar fisicamente, nem ter a possibilidade de perder os dados se deixasse só no meu HD. E que pudesse acessar de qualquer lugar e não apenas da minha casa. Colecionismo não me interessa, exceto por alguns itens em especial. E o depósito desses bens, num certo ponto, começa a virar um inferno, com problemas de capacidade, limpeza e organização ― pode se tornar uma coisa excessiva e impraticável. Sei que a maioria de leitores, ouvintes etc. vai achar uma blasfêmia, mas gostaria de me livrar de tudo isso se pudesse armazenar de modo mais simples e segura, sem precisar entulhar minha casa. Por isso me atrai, em princípio, a ideia de livro eletrônico.

Acho que não é possível comparar o Kindle, por exemplo, com o iPod. Nada tira o brilhantismo e a sacada da Apple no design, facilidade de uso e na associação ao iTunes. Mas é uma evolução do walkman/discman e até de tocadores portáteis de MP3 que existiam antes, mas não emplacaram. Ou seja, a adaptação de um produto conhecido e chancelado pelo público e o aproveitamento de um hábito já existente de ouvir música em qualquer lugar. Isso não ocorre com o livro, que há anos é o formato mais prático e já reconhecido de leitura. Outro ponto importante é que é perfeitamente possível ouvir música de fundo, fazendo outras milhares de coisas ao mesmo tempo, no computador ou andando na rua. Com o livro isso é bem mais difícil, embora não impossível de fazer junto com e-mail, MSN etc.

Os tocadores portáteis atuais vieram, também, do hábito de consumir o MP3 que, por sua vez, foi incentivado pela troca de arquivos, disparada via Napster e que hoje continua em programas diversos, de eMule a torrents. Essa distribuição desenfreada de músicas on-line já é fato há dez anos e continua forte. Ou seja, há todo um ambiente já criado e estabelecido de consumo e distribuição fluida de arquivos musicais. Isso ainda não aconteceu com os livros. Ainda que seja possível achá-los para download, não chega aos pés da oferta de música.

Outro motivo que dificulta a comparação com o mercado da música é que neste caso há constantes trocas de tecnologia. Se pensarmos só no último século, tivemos discos em diferentes formatos (cera, vinil), fita cassete, CD, DVD-áudio, Blu-ray, MP3, WMA, FLAC etc. Isso de certa forma acaba confundindo e até "enganado" o consumidor, que a cada X anos precisa trocar sua coleção e até seus aparelhos (e cada vez com um período menor de diferença). E não é de se estranhar que ele queira baixar de graça sem se preocupar em trocas futuras, já que um MP3 é de fácil armazenamento, não acumula pó e é eliminado com um comando simples. Já o livro continua firme e forte com o seu formato, não precisa de hardware nem software e, amarelamento e pó à parte, uma edição pode ser consumida por diversas gerações sem grandes problemas. Isso não ocorre com o 78 rpm do Lúcio Alves do seu avô.

A comparação com a música é muito mais óbvia em relação a jornais e revistas ― esses, sim, sofrem tanto quanto a indústria musical no quesito derrocada de um formato e perda de espaço para a internet. Tanto a música avulsa quanto a informação do dia a dia são engolidas por ela. Ambas são produtos "instantâneos", que podem ser consumidos em um período pequeno de tempo (pense numa música de três minutos e na leitura de um texto curto ou médio), são de fácil circulação (troca constante de arquivos e links de artigos) e tem oferta abundante em diferentes formas (torrents, sites, blogs, Twitter, Tumblr etc.). Nos dois casos, os formatos relativamente curtos aliados à fácil troca casam perfeitamente com a agilidade e dinamismo requeridos pela internet. Com o livro, isso ainda não aconteceu. E mais: a obrigatória e constante troca de tecnologias e formatos que um leitor eletrônico de livros exige pode ser um entrave para sua difusão em massa, ao menos inicialmente.

Imagino que o leitor eletrônico "dos meus sonhos" não acabaria com a ligação sentimental com boa parte dos livros, só substituiria algumas das minhas leituras. Em especial as de estudo, nas quais as anotações, consultas e ligações com outros títulos são necessárias e nem sempre práticas; nas quais o resultado em geral é uma confusão e um amontoado de livros. Mas da mesma forma que os celulares melhor desenvolvidos quando mais acessíveis tendem a substituir os MP3 players (afinal, para que carregar dois dispositivos semelhantes?), é preciso avaliar se o livro eletrônico vai "pegar" antes da chegada em massa da nova geração de notebooks (
tablets, por exemplo). A possibilidade de acessar num único lugar todas as ferramentas do PC mais as facilidades de um leitor eletrônico é atrativa e não faria sentido ter os dois produtos de tamanhos e funções similares se puderem ser integrados em apenas um.

Nota do Autor
Agradeço ao
Diogo Salles e ao LEM pelos "insights" sobre o assunto em nosso último encontro.


Rafael Fernandes
São Paulo, 2/9/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Sombras Persas (VIII) de Arcano9


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2009
01. 10 músicas: Michael Jackson - 22/7/2009
02. A Crise da música ― Parte 1/3 - 25/3/2009
03. A Crise da música ― Parte 2/3 - 29/4/2009
04. Chinese Democracy: grande disco - 25/2/2009
05. A Crise da música ― Parte 3/3 - 8/7/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PSICOLOGIA APLICADA À EDUCAÇÃO VOL. 1
KURT MÜLLER
EDUSP
(1977)
R$ 22,00



BREAKING THE CHAIN
WILLY VOET
YELLOW JERSEY
(2001)
R$ 24,00



PAPOULAS VERMELHAS DE ALAI UM ROMANCE DO TIBETE
ALAI
OBJETIVA
(2003)
R$ 10,00



FALANDO DE AMOR
FLÁVIO GIKOVATE
MG
(1976)
R$ 9,93



POLLYANNA
ELEANOR H PORTER
NACIONAL
R$ 25,00



BUILDING SKILS FOR THE TOELF - SECOND EDITION
CAROL KING AND NANCY STANLEY
NELSON
(1989)
R$ 15,00



RIGOLETTO
GUSTAVO MARCHESI & OUTROS
AZZALI
(1985)
R$ 22,31
+ frete grátis



PSICOLOGIA E SENTIDO DO PECADO
MARC ORAISON
PAULINAS
(1974)
R$ 12,00



PROCEDIMENTOS ESPECIAIS
ANTONIO CARLOS MARCATO
ATLAS
(2008)
R$ 30,00



TRABALHO EM GRUPOS E AUTONOMIA COMO INSTRUMENTOS DE COMPETIÇÃO
ROBERTO MARX
ATLAS
(1998)
R$ 10,00





busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês