10 músicas: Michael Jackson | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
39929 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Michael Jackson

Quarta-feira, 22/7/2009
10 músicas: Michael Jackson
Rafael Fernandes

+ de 11400 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Morto, Michael Jackson não é mais, nem menos: continua sendo um artista que marcou a cultura pop. "Só" isso. Nos últimos anos de vida suas bizarrices dificultavam a identificação do homem brilhante artisticamente que foi. Lamenta-se não só pela perda de um dos ícones da música popular. Desperta um banzo principalmente porque é o encerramento de forma prematura e melancólica de uma trajetória de vida triste. Uma pessoa que alcançou o que poucos conseguem: alta capacidade artística, riqueza material e aplausos. Mas que teve uma infância difícil e um fim de carreira deprimente. Envolveu-se em escândalos como pedofilia e vício em remédios; apresentava comportamentos estranhos e passou por mudança física chocante.

Para as gerações que cresceram entre o Thriller e o Dangerous, Michael Jackson é uma figura simbólica: sempre teve alta exposição na mídia. E, como já disseram, ele também é símbolo de uma época da indústria musical: vendagem de milhões de cópias físicas de discos, várias músicas no topo das paradas; seus videoclipes eram superproduzidos, por vezes de vanguarda, tocando muito na MTV ― o centro musical em outros tempos. Gerava histeria coletiva e apresentava shows hiperbólicos. Foi um dos ícones da grandiosidade e exagero do mainstream dessa indústria e da consolidação do entretenimento como negócio altamente rentável. Sua vida particular e detalhes do mercado ficam para uma outra oportunidade. Aqui, sigo com uma seleção de dez músicas que gosto ― não por coincidência, a maioria delas fez sucesso estrondoso.

1) "Black or White"
Não importa se é negro ou branco. Essa parte da letra, a estrutura da canção e o clipe representam a diversidade. Começa com um riff de guitarra e segue com veia pop. Mas no meio surge uma parte mais "roqueira", incisiva, com vocal rasgado, que logo sai de cena para a entrada de um rap. No clipe, Jackson aparece em diversas "locações" com diferentes paisagens. A parte mais comentada na época do lançamento do vídeo foi a da fusão de rostos, integrando diferentes etnias. Se hoje é uma técnica batida, era novidade quando foi apresentada. Apesar do clima alegre da música, algumas partes da letra poderiam mostrar uma pessoa já em dificuldades: "I am tired of this devil, I am tired of this stuff, I am tired of this business".

2) "Give in to me"
Essa música me interessou no lançamento pela participação de Slash. No clipe, além do guitarrista, ainda aparecem alguns integrantes da banda de apoio do Guns N' Roses na época (Gilby Clarke e Ted Andreadis). O solo principal é muito bom, com a assinatura do guitarrista: seu timbre característico e o fato de "contar histórias" pelas frases sonoras.

3) "Scream"
Esse duo com uma de suas irmãs, Janet, tem excessos: é longa e tem chata repetição de gritos afetados de Michael. Mas gosto dos vocais e levadas agressivos do início, quando ele começa a cantar "Tired of injustice, tired of the schemes", algo semelhante à letra de "Black or White" ― novamente um "sinal" de dificuldades ou apenas uma letra como outra qualquer? Mas acho que o melhor da música é a melodia do refrão, acompanhado pela letra "With such confusions don't it make you wanna scream, your bash abusin' victimize within the scheme".

4) "Workin' day and night"
Ainda não tem a "marca Michael Jackson", mas é um pop bom, com raízes funk/soul que acompanharam o artista desde os Jacksons 5. Tem suingue daqueles irresistíveis, um clima solar, bons vocais e um naipe de metais vigoroso, que ora dialoga com a voz, ora com a guitarra. A seguir, um vídeo ao vivo da turnê Bad, numa execução mais rápida ― boa para animar um show, mas que faz o ritmo perder um pouco de seu sabor:



5) "Beat It"
Já seria o bastante se essa música tivesse feito, como fez, alguns xiliquentos fãs de rock quase perderem a cabeça pela guitarra nervosa de Eddie Van Halen estar num disco pop. Mas vai além: a música é fantástica, um pop de refrão perfeito, riff memorável, performance fora do comum de Eddie ― um de seus melhores momentos ― num dos principais solos da história do rock. Faz parte de Thriller, o ponto de desequilíbrio na carreira de Michael Jackson, tanto artisticamente quanto em termos de sucesso: do prodígio promissor ao astro incontestável.

6) "Billie Jean"
A música vai se construindo aos poucos: bateria, baixo, teclados, até a voz. Pela batida inicial não parece que vem grande coisa, mas é aí que o bicho pega: a bela melodia em tom menor dá um clima um pouco soturno e um toque de sobriedade, mas sem deixar de lado a leveza do pop. Há pequenas alterações da melodia durante a música, o que dá a ela um tempero especial. "Billie Jean" é ótima e consegue trazer certa elegância e maturidade ao pop, coisa que nem sempre acontece. A seguir, um esquete de Steve Martin, parodiando o clipe.



7) "Smooth Criminal"
Muitas vezes uma música nos desperta curiosidade por meio de covers. Já conhecia, claro, a original, mas a versão menor de uma banda chamada Alien Ant Farm (num clipe cheio de referências à carreira do cantor) deu aquele "clique" para redescobri-la. Jackson sempre teve ligação com o rock (como as já citadas colaborações de Eddie Van Halen e Slash) e "Smooth Criminal", em particular, tem um ótimo riff inicial que cai muito bem tocado com guitarra distorcida. A música em si é vigorosa e intensa, o que contribui para esse clima roqueiro. Aqui, um vídeo ao vivo em 1992, na turnê Dangerous, com coreografia que impressiona ainda hoje (lembrando que seus passos são de 1988, quando seu clipe foi lançado).



8) "Bad"
Foi a primeira vez que "vivenciei" o oba-oba em torno de um lançamento de Michael Jackson. Me lembro que chegamos a ter o vinil em casa (ou eu sonhei isso) e a estréia do clipe foi aquele frisson, já que era o primeiro disco em cinco anos ― sendo seu antecessor o estrondoso Thriller. "Bad" é um pouco afetada demais, mas, como nas principais músicas de Michael Jackson, tem alguns detalhes interessantes na produção, como um guitarra funkeada que surge aqui e acolá, dando um colorido, e bons vocais de resposta no refrão.

9) "Rock with you"
Outra música com destaque nos vocais de apoio. Enquanto Michael canta forte "I wanna rock with you/ Dance you into day", um grupo de "Michaels" responde suavemente, quase sensualmente, "all night/ sunlight". "Rock with you" apresenta influência da disco music, mas diluída o suficiente para não parecer pastiche. Uma das marcas de Michael Jackson: usar fórmulas conhecidas, adicionando novidades e sua personalidade.

10) "Ben"
Ben é uma balada bonitinha e ainda com cara de anos 60 (foi lançada em 1972). Michael tinha só 14 anos e apresenta performance e maturidade vocal impressionantes. Isso evidencia um paradoxo: a canalhice de seu pai ao "treinar" os irmãos foi a mesma que o traumatizou, mas que também fez com que se aperfeiçoasse desde cedo e pudesse se tornar um artista brilhante ainda jovem. Claro que isso não isenta Joseph Jackson de ser uma das figuras mais nefastas da história da música, com métodos duvidosos (para dizer o mínimo) na criação dos filhos e no desenvolvimento de suas carreiras.



Rafael Fernandes
São Paulo, 22/7/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. 40 anos sem Carpeaux de Celso A. Uequed Pitol
02. A Crise da música ― Parte 2/3 de Rafael Fernandes


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2009
01. 10 músicas: Michael Jackson - 22/7/2009
02. A Crise da música ― Parte 1/3 - 25/3/2009
03. A Crise da música ― Parte 2/3 - 29/4/2009
04. Chinese Democracy: grande disco - 25/2/2009
05. A Crise da música ― Parte 3/3 - 8/7/2009


Mais Especial Michael Jackson
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
22/7/2009
16h37min
Gostei do texto, mas a história da pedofilia e tal... eu acho que não foi culpa dele... De qualquer forma, eu acho que ele já era um artista brilhante ainda na época dos Jackson 5. Ele cantando "Ain't No Sunshine" é um blues de gente madura, impossível sair da boca de uma criança qualquer...
[Leia outros Comentários de Bruno do Amaral]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HOTEL - CAPA DURA - 1ª EDIÇÃO BRASILEIRA
ARTHUR HAILEY
NOVA FRONTEIRA
(1965)
R$ 7,00



GOLDMINES PRICE GUIDE TO COLLECTIBLE JAZZ ALBUMS 1949-1969
NEAL UMPHRED
KRAUSE PUBLICATIONS
(1994)
R$ 130,00



DECIFRANDO O GENOMA
KEVIN DAVIES
CIA DAS LETRAS
(2001)
R$ 75,00



O MUNDO CONHECIDO
EDWARD P. JONES
JOSÉ OLYMPIO
(2009)
R$ 63,00



TURISMO, HOTELARIA E LAZER - 4
BEATRIZ HELENA GELAS LAGE (ORG.)
NÚCLEO DE TURISMO USP
R$ 14,00



GUIA DE PRONTO SOCORRO
JOHNSON JOHNSON
JOHNSON JOHNSON
R$ 15,00



ALEISTER CROWLEY
CHRISTIAN BOUCHET
HUGIN
(2000)
R$ 139,00



COELHOS INSTALAÇÕES E ACESSÓRIOS
MÁRCIO INFANTE VIEIRA
NOBEL
(1973)
R$ 12,00



NOSSA VIDA NOS SONHOS
TRIGUEIRINHO
PENSAMENTO
(1987)
R$ 15,00



VIVA COM ESPERANÇA
MARK FINLEY- PETER LANDLESS
CASA PUBLICADORA
(2014)
R$ 9,00





busca | avançada
39929 visitas/dia
1,1 milhão/mês