Quando se abrem as portas | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
36466 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 22/4/2010
Quando se abrem as portas
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2900 Acessos
+ 1 Comentário(s)


foto: Sissy Eiko

Num tempo de se discutir educação, aquilo que merece ser ensinado na escola, o que é o conhecimento e como ele pode ser alcançado, eu admiro estas paredes e estes arcos de inspiração greco-romana, esta austeridade escolástica que se esfacela nas propagandas coloridas dos bebedouros. Inclino-me diante das janelas de madeira sólida, toco o puxador de metal trabalhado e, ao apoiar os cotovelos num ato de contemplação, o viaduto Santa Ifigênia se levanta como uma dobradura de um livro que se abre. Há poucos minutos o atravessava e podia observar outros espectadores posicionados onde estou agora, com o conforto da distância que faz dos rostos uma massa indistinta, sem o desafio do tête-à-tête.

As salas de aula, de leitura e os parlatórios são ocupados pelas obras da exposição Arte e religiosidade. É a primeira vez que espaços do Mosteiro e do Colégio de São Bento recebem uma exposição de arte contemporânea. A arte religiosa, abstrata, longe de ser um contraponto complementa os cômodos sem apelar para o óbvio, no entanto se torna obscura diante dos detalhes arquitetônicos que, estes sim, tomam conta de sua própria dimensão.

Subo as escadas apoiando-me no corrimão de madeira gasto, a padronagem geométria do chão vai se alterando a passos largos. A sala de reuniões, de cuja sacada os papas saúdam o povaréu, está aberta à visitação. Flores e frutas incrustadas no teto dão o tom tropical-abrasileirado da decoração. Há uma mesa grande, canapés e cadeiras de madeira estofadas, um piano antigo recostado na parede. O Martinelli nos espia por detrás dos outros prédios do Largo de São Bento, enquanto o Banespa oscila magestosamente a bandeira do Estado de São Paulo. Dali o centro parece uma criança inofensiva, carinhosa até.

Os corredores claros com pé-direito alto convidam meus sentidos a rememorar quantos sóis como o deste sábado matinal já não bateram contra suas paredes e clarearam a passagem dos estudantes e professores, e agora dos meros mortais há muito alfabetizados. Que sensação incerta, entre o vivido e o não vivido, entre o querido e o querer propicia um ambiente escolar ― mesmo que morto, repleto de visitantes curiosos.

A experiência de ter cursado colégios religiosos por vários anos, ouso dizer, propiciou um humanismo e um senso ritualístico imprescindíveis para mim. Seria naquele momento da infância, o da primeira formação, ou nunca mais. As leves arcadas do Liceu Coração de Jesus, sua espetacular igreja (em que eu não me casaria) e todos os mistérios que rondavam a construção centenária e seus padres voltam à tona, como não poderia deixar de ser. Quando se abrem as portas, o tempo já não tem mais aquele viço de pega-pega; preguiçoso, ele se refastela numa busca cega pelos caminhos que o esquecimento confundiu.

Na cantina do Jacaré, a coreana Hanna me disse que não queria rezar. Pois não rezasse. A doçura do padre Milton, o melhor diretor de colégio que já conheci, que passava por todas as salas e caminhava pelas alamedas arborizadas conversando com os alunos. O museu e os bichos empalhados, recantos de descoberta, os diversos pátios e imagens onipresentes de Nossa Senhora e dos santos, o refúgio de orações e contemplação voluntária na terna capelinha subterrânea. Dali haveria uma entrada para o suposto cemitério dos padres? Ao lado, a escadaria de metal que leva ao sino dessa, que é uma das torres mais belas e célebres da cidade, aos poucos se transforma num treme-treme com degraus de madeira. Especulação?

E agora tomba sobre mim um céu de estrelas em descabida geometria: a capela do Colégio de São Bento. Sedes sapientiae Aberta a quem quiser visitá-la, ela perde um pouco de seu ar restrito. Mater divinae gratiae A profusão de vitrais cria tortuosas histórias, enclausura em vez de arejar os horizontes. Simbolismos tomam conta dos sentidos. Rosa mystica Uma serpente abraça o mundo, o cordeiro repousa com olhos meigos, o voo do Espírito Santo. Logo mais estarei de volta aos viadutos do centro da cidade, mergulhada na estiagem, o sagrado coração em chamas. Regina pacis

Desço as escadas e mais uma vez percorro os corredores iluminados. Em minha despedida por esta escola que não frequentei e dificilmente visitarei mais uma vez, retorno aos parlatórios e me encontro refletida no espelho da chapeleira. O círculo que me entorna traça leve, mas obtusa deformidade em meu rosto. Um dia estamos nestes corredores e pátios como alunos, preocupados e imersos em provas, papéis e especulações de um pequeno mundo (não são assim também os outros, os da maioridade?), noutros passamos por lá como eleitores, visitantes, ou para acompanhar a ruína de nossa ausência.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 22/4/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon de Jardel Dias Cavalcanti
02. A barata na cozinha de Luís Fernando Amâncio
03. Buenos Aires: guia de viagem de Gian Danton
04. Abelardo e Heloísa de Gian Danton
05. Stephen Walt e o imperialismo dos 'liberals' de Celso A. Uequed Pitol


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2010
01. Tempo vida poesia 2/5 - 19/8/2010
02. A arqueologia secreta das coisas - 4/2/2010
03. Como se enfim flutuasse - 3/6/2010
04. Sobre jabutis, o amor, a entrega - 2/12/2010
05. A natureza se reveste de ti - 25/2/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
26/4/2010
09h26min
A forma como acreditamos em educação nada tem a haver com as diabruras estabelecidas pela juventude, que não respeitam pais, professores, governos e têm a lei de seu lado. Hoje educação é destruir o patrimônio público, é não ser repreendido. E tudo está conforme o estatuto da criança e do adolescente. Uma esculhambação.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REINVENTANDO A LIDERANÇA POR UMA ÉTICA DE VALORES
RENATA DI NIZO
SUMMUS
(2013)
R$ 27,00
+ frete grátis



DISCURSOS EM DIALOGOS: LEITURA, ESCRITA E GRAMATICA
ANA LÚCIA TINOCO CABRAL
TERRACOTA
(2011)
R$ 25,00



ILUSOES
RICHARD BACH
RECORD
R$ 8,00



BRANCA DE NEVE
CRISTINA MARQUES
TODOLIVRO
R$ 7,00



NEXT MOVE - STUDENTS BOOK
FIONA BEDDALL E JAYNE WILDMAN
PEARSON
(2013)
R$ 30,00



NOVA E INÉDITA HISTÓRIA DE PORTUGAL EM DISPARATES II
LUÍS DE MASCARENHAS GAIVÃO COMPILAÇÃO
EUROPA-AMÉRICA
(1990)
R$ 11,00



MUSICA AO LONGE
ERICO VERISSIMO
GLOBO
R$ 6,00



O LIVRO COMPLETO DOS MAÇONS
BARB KARG & JOHN K. YOUNG
MADRAS
(2008)
R$ 40,00



LES MÉTIERS DU BOIS, DU CUIR ET DE LA PAILLE
MARIUS GIBELIN
DE BORÉE
(2007)
R$ 110,00



A DOGMÁTICA JURÍDICA - 1ª EDIÇÃO - COLEÇÃO FUNDAMENTOS DO DIREITO
RUDOLF VON JHERING
ÍCONE
(2013)
R$ 35,95





busca | avançada
36466 visitas/dia
1,2 milhão/mês