O Aspirante a Corrupto | Carla Ceres | Digestivo Cultural

busca | avançada
59122 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Ensaios Perversos traz papo cabeça com drag, performances e festa pra dançar
>>> Chega a São Paulo projeto cultural que vai levar teatro a crianças de seis estados
>>> Clube do Disco - Os Saltimbancos
>>> A EDITORA estreia online dia 29 de outubro, de graça
>>> 'O Engenheiro', ópera de Tim Rescala, estreia em Porto Alegre
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Coetzee, um escritor inventivo
>>> O vampiro de almas
>>> 7º Cordas na Mantiqueira, em São Francisco Xavier
>>> Entrevista com José Castello
>>> Dirty Dancing - Ritmo Quente
>>> Qual é a alma da cidade?
>>> Don’t be evil
>>> Persistente e indignada
>>> Web-based Finance Application
>>> Fernanda Young (1970-2019)
Mais Recentes
>>> Teoria Geral do Processo de Antonio Carlos de Araújo Cintra pela Malheiros (2009)
>>> O Sucesso Não Ocorre por Acaso - Você Pode Mudar Sua Vida de Dr. Lair Ribeiro pela Objetiva (1992)
>>> Ala Dezoito de Wilson Frungilo pela Ide (2014)
>>> A Voz do Mestre de Kahlil Gibran pela Circulo do Livro (1974)
>>> Biologia Educacional de Ary Lex pela Companhia Nacional (1970)
>>> Na era do Espirito de Francisco Candido Xavier pela Geem (2014)
>>> Becky Boom - Delírios de Consumo na 5º Avenida de Sophie Kinsella pela Record (2010)
>>> O Querigma - Anuncio da Palavra no Poder do Espirito de Luiz Santana pela Rccbrasil (2012)
>>> Ribeirão da Ilha Vida e Retratos - Coleção Memoria de Florianópolis 3 de Nereu do Vale Pereira; Francisco do Vale pela Fundação Franklin Cascaes (1991)
>>> Psicoterapia à Luz do Evangelho de Jesus de Alirio de Cerqueira Filho pela Bezerra de Menezes (2010)
>>> Minha Escolha é Viver de Fatima Moura pela Eme (2013)
>>> O Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec pela Lake (1994)
>>> Historia Universal 3 Livros - Volumes 3, 4 e 5 de H. G. Wells pela Companhia Nacional (1968)
>>> Guerreiros - Em Ordem de Batalha de João Luis D. Mendes pela Comunidade Anuncia- Me (2004)
>>> As Sete Leis Espirituais do Sucesso de Deepak Chopra pela Best Seller (1994)
>>> A Mediunidade sem Lágrimas - Col. Espirita de Eliseu Rigonatti pela Pensamento (2012)
>>> Soneto de Fidelidade e Outros Poemas- Col. Clássicos de Ouro + Encarte de Vinicius de Moraes pela Ediouro (1996)
>>> Read All About It! de Richard Musman pela Longman (1971)
>>> Keyguide - Guia Paris de Vários autores pela Publifolha (2011)
>>> Guia Visual Folha de S. Paulo - Nova York de Vários autores pela Publifolha (2012)
>>> Guia Visual Folha de S. Paulo - Londres de Vários autores pela Publifolha (2011)
>>> Guia Visual Folha de S. Paulo - Paris de Vários autores pela Publifolha (2011)
>>> Guia de Conversação Frances para Leigos - Dummies de Dodi-Katrin Schmidt e outros pela Alta Books (2011)
>>> Sob as mãos da misericórdia de André Luiz Ruiz pela Ide (2005)
>>> Hinos do povo de Deus 2 de Vários autores pela Sinodal (2007)
COLUNAS

Quinta-feira, 22/7/2010
O Aspirante a Corrupto
Carla Ceres

+ de 3000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Estão abertas as inscrições para mais um Salão Internacional de Humor de Piracicaba (até o dia 03 de agosto). Trabalhos do mundo todo começam a chegar e a aparecer nos jornais. Em agosto haverá a cerimônia de abertura do evento, com a presença de artistas consagrados e belos prêmios em dinheiro.

É muita tristeza para meu frustrado coração! Anualmente acompanho as exposições e morro de vontade de participar. No entanto, vocação humorística e habilidade com traços e cores nem sempre se encontram. Daí ficam várias ideias flutuando sem forma, procurando alguém que as transforme em charge, cartum ou HQ. Alguns personagens chegam a importunar. O Aspirante a Corrupto é um deles. Vive me azucrinando. Também, quem mandou eu me meter com uma figura cujas semelhanças com a vida real são bem mais do que meras coincidências?

O Aspirante a Corrupto existe. Um exemplar mora na minha rua, dá aulas de dança conforme a música e bajula os vizinhos enquanto sonha com o poder. Não o simples poder como um fim. Nada disso. O poder como um meio. Poder para poder corromper-se. Num pós-maquiavelismo patético, o Aspirante a Corrupto tem consciência dos empecilhos que uma origem pobre, mas honesta, representam.

"Meu pai era honesto de dar nojo! Não roubava, não mentia e, ainda por cima, se recusava a lucrar com a omissão. Os bons gostavam dele, mas os bons são raros e pobres. Por isso que eu me tornei um aspirante a corrupto", contou durante um pileque, numa quermesse do bairro. Quem ouviu achou engraçado e deu corda para ver se o novo comediante se enforcava com um número de stand-up. Estraguei o show, convidando o orador para um café.

Sua história é semelhante à de muitos outros que vim a reconhecer depois. Aprendem a bajular na infância, mas uma ambição altiva os impede de satisfazer-se com pequenos favores, que lhes parecem esmola. Prefeririam roubar se soubessem fazê-lo sem ser pegos. Passam da subserviência à chantagem, quando descobrem algum segredo entre os coleguinhas. Com a perda de alguns dentes e o ganho de hematomas, concluem que a extorsão extrema dói também no chantagista e gera má fama. É preciso ser forte para sair impune.

Na adolescência, já sabem furtar(-se) com eficiência e se apaixonam por algum grande corrupto da política. Mais do que com os milhões em contas no exterior, encantam-se com a cara-de-pau, a desfaçatez, o charme do crime que compensa, a torpeza que "enobrece". Sonham com um título de eleitor para votar no rouba-mas-faz que tem ficha inexplicavelmente limpa.

Ao contrário do corrupto deputado Justo Veríssimo, personagem de Chico Anysio, o Aspirante a Corrupto ainda não chegou ao topo. Ainda não pode expressar seu desejo de que os pobres se explodam. Precisa conquistar o poder. Qualquer poderzinho serve. Corrupto pobre começa de baixo.

Ocorrem-lhe várias ideias de ocupações promissoras. Se fosse policial, teria uniforme de autoridade, seus inimigos tremeriam de medo, poderia cobrar propina, mas... seria arriscado. Se fosse informante da polícia, poderia ganhar dos dois lados, mas... precisaria entrar pro mundo do crime, ter ficha suja. Ser síndico, desviar dinheiro dos moradores, ganhar comissões nas obras até que era bom, mas... só em prédio de alto padrão, acima de suas posses. Predinhos vagabundos, cheios de gentalha, só rendem bate-boca.

A solução? Eleger-se vereador por um partido conivente e conveniente que exija poucos votos. Na primeira tentativa, convoca amigos e parentes, promete cargo de assessor a líderes comunitários, burla a lei distribuindo brindes... Quase consegue! Anima-se com o resultado e começa a preparar a próxima campanha. Sob extorsão e chantagem emocional, exige dinheiro de ex-amigos e parentes. Faz as pazes com inimigos. Cobra, de cada candidato a assessor, três salários adiantados como colaboração. Investe metade em brindes. Embolsa o restante.

Vencendo ou não, estará em apuros. Só pode empregar uns dois assessores e, para piorar, alguns candidatos já desconfiam do trambique e planejam tomar providências violentas.

Ontem ele esteve em casa, pedindo abrigo e dizendo que a culpa da confusão era minha porque eu sabia quem ele era e achava engraçado! A culpa era minha porque eu o reconhecia como um canalha patológico e não fazia nada para detê-lo! Fiquei furiosa, mandei-o embora, mas fiquei pensando. De certa forma, ele tem razão, um tipo de razão tortuosa que só os manipuladores sabem ter. Eu compreendia bem demais seu impulso de roubar, enganar e tripudiar sobre as vítimas. Eu achava graça em suas pequenas torpezas e golpes frustrados. Do alto de uma suposta invulnerabilidade, eu o julgava inofensivo. Acontece que ele estava aprendendo. Todo aspirante aprende um dia.

Assim sendo, na qualidade de ex-amiga que só admite violência gráfica, ajo em legítima defesa. Venho aqui doar esse Aspirante a Corrupto aos cartunistas que ainda estiverem sem inspiração para o Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Quem quiser pode usá-lo. Divirtam-se! Eu mesma faria o serviço se existisse a categoria texto.

Nota do Editor
Carla Ceres mantém o blog Algo além dos Livros.


Carla Ceres
Piracicaba, 22/7/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Elis vive de Fabio Gomes
02. O palhaço no poder de Luís Fernando Amâncio
03. Paisagem interna agreste de Elisa Andrade Buzzo
04. O artífice do sertão de Celso A. Uequed Pitol
05. Um Cântico para Rimbaud, de Lúcia Bettencourt de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Carla Ceres
Mais Acessadas de Carla Ceres
01. Na calada do texto, Bentinho amava Escobar - 8/11/2012
02. Nerdcast e seu toque de Midas - 22/12/2011
03. Histórias de gatos - 4/4/2013
04. HQs sombrias, anjos e demônios - 2/1/2014
05. Um menino à solta na Odisseia - 6/11/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
22/7/2010
05h41min
Não seja um corrupto, seja um hábil conspirador contra o poder. Não votem nos candidatos que saem na imprensa (ou seja, que os meios de comunicação fazem campanha; quando a obrigação deles era informar). São 13 candidatos à presidência, procure ver nos meios de comunicação as agendas deles (não há). A imprensa é criminosa, os juizes são criminosos. Conspirem, brasileiros, vocês têm o poder na mão. Dê uma rasteira nesses quadrilheiros, que se juntam pra fazer leis e pra tirar o seu sossego.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




At the Zoo
Theodore Clymer
Ginn



A Psicologia Será uma Ciência?
Alain Lieury
Instituto Piaget
(2002)



Os 11 Maiores Volantes do Futebol Brasileiro - Autografado
Sidney Garambone
Contexto
(2010)



Coleção Educação Infantil Educativa
Vários
Minuano Cultural
(2020)



Curso De Direito Do Trabalho
Gustavo Filipe Barbosa Garcia
Método
(2007)



Relações de Troca Ou Relações de Poder? Supervisão Em Fonoaudiologia
Ivone Carmen Dias Gomes
Summus Editorial
(1991)



Democracia, Direito e Política...
Paulo Antonio de Menezes Albuquerque
Conceito Editorial
(2006)



Em Busca de Chico Xavier
Claudinei Lopes
Intelitera
(2014)



O Primo Basílio
Eça de Queirós
Novo Século
(2002)



Os Delírios de Consumo de Bechy Bloom
Sophie Kinsella
Record
(2011)





busca | avançada
59122 visitas/dia
1,8 milhão/mês