Mulher no comando do país! E agora? | Débora Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
39185 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
>>> Jack Ma e Elon Musk
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Retomada do crescimento
>>> Drummond: o mundo como provocação
>>> Cigarro, apenas um substituto da masturbação?
>>> De volta às férias I
>>> Redes e protestos: paradoxos e incertezas
>>> 2005: Diário de bordo
>>> Alfa Romeo e os bloggers
>>> Defesa dos Rótulos
>>> O Jovem Bruxo
>>> Sua Excelência, o Ballet de Londrina
Mais Recentes
>>> Marcados pelo passado de Lourdes Carolina Gagete pela Mundo maior (2010)
>>> Espíritos entre Nós de James Van Praagh pela Sextante (2009)
>>> Novamente em casa de Francisco Cândido Xavier Caio Ramacciotti Espíritos Diversos pela Geem (1984)
>>> OS Valores e o Tempo de Alceu Costa Filho pela Petit (2004)
>>> Sementes de vida Eterna de Djalma Santos pela Novo Ser (2011)
>>> Tempo de Escolhas de Francisco Cajazeiras pela Novo Ser (2011)
>>> 7 Estados do Coração de Rodolfo Beuttenmüller pela Gospel (2008)
>>> Alguém bateu na minha Porta de Osvaldo Jorge Degrazia pela Novo Ser (2012)
>>> Prelúdio de Paz de Djalma Santos pela Novo Ser (2011)
>>> O Caráter Ecumênico do Espiritismo de Paulo Rzezinski pela Edição do Autor (1995)
>>> A verdadeira Alma Gêmea de Fausto Oliveira pela Seame (1998)
>>> Como tomar posse da Bênção de R.R. Soares pela Graça Arte (1987)
>>> A luz de um novo Dia de João Cuin pela Dpl (2001)
>>> A Última Grande lição ( O Sentido da vida) de Mitch Albom pela Sextante (1998)
>>> Historia de Cristo para as Crianças de Rafael A. Ranieri pela Lake (2003)
>>> Náufragos da vida ( Pelo Espírito Lenuz Aqoqo) de Luciana Cardoso pela Dpl (2000)
>>> Racionalismo Cristão Responde de Fernando Faria pela Diagrama (1998)
>>> O Poder do Jovem ( Você pode se acha que pode!) de Lauro Trvisan pela Mente (2010)
>>> O Que é o Espiritismo de Allan Kardec pela Ide (2008)
>>> Obra Póstumas de Allan Kardec pela Ide (2008)
>>> A Dança da paz de Giuliana Martirani pela Paulinas (2006)
>>> Suas verdades ( O Tempo não Apaga) de Américo Simões pela Barbara (2009)
>>> Organize-se num Minuto de Donna Smallin pela Gente (2005)
>>> Assassinato no Expresso do Oriente de Agatha Christie pela Nova Fronteira (2011)
>>> Quatrocentos Contra Um - Uma História do Comando Vermelho de William da Silva Lima pela Vozes (1991)
>>> Confronto pedagógico: Paulo Freire e Mobral de Gilberta Martina Jannuzi pela Cortez & Moraes (1979)
>>> Escravidão, Homossexualidade e Demonologia de Luiz Mott pela Icone (1988)
>>> Socialismo Síntese das origens e doutrinas de Edgar Rodrigues pela Porta Aberta (2003)
>>> Sentença: Padres e Posseiros do Araguaia de Rivaldo Chinem pela Paz E terra (2019)
>>> Pancho Villa O revolucionário Mexicano de Earl Shorris pela Francisco Alves (1983)
>>> México em Transe de Igor Fuser pela Scritta (1996)
>>> Sociologia Política da Guerra camponesa de Canudos - Da destruição do Belo Monte ao aparecimento do MST de Clóvis Moura pela Expressão Popular (2000)
>>> Exclusão Escolar Racializada - Implicações do Racismo na Trajetória de Educandos da EJA de Tayná Victória de Lima Mesquita pela Paco Editorial (2019)
>>> Crítica da Razão Negra de Achille Mbembe pela N-1 Edições (2018)
>>> Esferas da Insurreição - Notas para uma vida não cafetinada de Suely Rolnik pela N-1 Edições (2013)
>>> Arqueofeminismo - Mulheres filósofas e filósofos feministas – Séculos XVII-XVIII de Maxime Rovere (Org.) pela N-1 Edições (2019)
>>> A Doutrina Anarquista ao Alcance de Todos de José de Oiticica pela A Batalha (1976)
>>> Helena de Machado de Assis pela Ática (1994)
>>> A 3° Visão de T. Lobsang Rampa pela Record (1981)
>>> A História Da Indústria Têxtil Paulista de Francisco Teixeira pela Artemeios (2007)
>>> Ciência tecnologia e gênero abordagens Iberoamericanas de Marília Gomes de Carvalho (org.) pela utfPR (2011)
>>> A Jornada de Erin. E. Moulton pela Nova Conceito (2011)
>>> A Melodia Feroz de Victoria Schwab pela Seguinte (2016)
>>> Despertar ao Amanhecer de C.C. Hunter pela Jangada (2012)
>>> Sussurro - Coleção Hush Hush de Becca Fitzpatrick pela Intrínseca (2009)
>>> Holocausto Nunca mais de Augusto Cury pela Planeta
>>> Lusíada (Nº 1): Revista Ilustrada de Cultura.- Arte.- Literatura.- História.- Crítica de Martins Costa/ Portinari/ Texeira Pascoaes (obras de) pela Simão Guimarães & Filhos./ Porto (1952)
>>> Fábulas que Ajudam a Crescer de Vanderlei Danielski pela Ave Maria (1998)
>>> Ninguém é igual a ninguém de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (1994)
>>> Você Pode Escolher de Regina Rennó pela Do Brasil (1999)
COLUNAS >>> Especial Eleições 2010

Segunda-feira, 20/12/2010
Mulher no comando do país! E agora?
Débora Carvalho

+ de 3100 Acessos
+ 4 Comentário(s)

Já não basta comandar o fogão, a educação dos filhos, o orçamento doméstico, as salas de aula... Elas foram se infiltrando no trabalho ― depois de sofrer muito preconceito por serem consideradas incapazes. E agora, no Brasil, a primeira presidenta. Me lembro da sacada que ela teve ao puxar para si os votos de Marina Silva, no segundo turno, dizendo que mais da metade da população manifestava o desejo de ver uma mulher na presidência...

Me lembro também que, antes dos meus 9 anos de idade, foi a vez da Luiza Erundina. O fato de ela ser mulher e prefeita virou motivo de chacota nos corredores do condomínio, e até mesmo em casa ― entre os amigos do meu pai.

― Onde já se viu uma mulher na prefeitura de São Paulo? Vai afundar a cidade. Lugar de mulher é no fogão.

E, depois de um tempo, todo mundo reclamava da buraqueira no asfalto. "Os buracos da Erundina." E eu percebia até um pouco de maldade, sem entender direito o que significava (como quando alguém diz uma coisa querendo dizer outra mas você não entende o contexto porque não conhece a palavra, mas nota algo no tom de voz). Pirralha ainda, eu não entendia o contexto nem o conceito.

Minha família, à moda dos tempos das fazendas, é bem grande. Primogênita de seis, tenho quatro irmãos e uma irmã. Eles destruíam minhas bonecas e eu ajudava. Minha mãe conta que quando eu era bebê, não podia ver uma boneca que abria a boca a chorar ― morrendo de medo, quase apavorada. Então, eu brincava com meus irmãos de carrinho, de bolinha de grude, de fazer e soltar pipa, de futebol no meio da rua. As pessoas comentavam. Uma vez ouvi uma senhora criticando minha mãe por permitir que eu brincasse de bola com meus irmãos e os amiguinhos deles.

Por outro lado, assim como eu aprendi a cozinhar bem cedo, todos os meus irmãos também aprenderam. Casados, eles é que ensinaram as esposas a melhorar o desempenho no fogão. No entanto, isso também era visto de modo estranho por algumas pessoas.

Interessante como quando a gente é criança escuta conversa de adulto e não entende direito, mas sabe que tem algo misterioso... Depois que cresce e aprende o significado daquelas palavras desconhecidas, cai a ficha. ("Cai a ficha"? Isso não existe mais. Bem, poderíamos substituir a expressão por algo tipo "fazer o download", mas eu ainda sou do tempo do orelhão de ficha, que existiu até os meus 18 anos.)

A Erundina foi prefeita e os comentários eram que todo mundo votou nela achando que ela não ia ganhar mesmo. E que só por isso ela ganhou.

Mas... se ela foi boa ou péssima gestora (coisa que não tenho condições de avaliar), o que tem a ver com o fato de ser mulher ou homem?

O mesmo no caso de Barack Obama, nos Estados Unidos, o primeiro presidente negro dos Estados Unidos. Quanto drama em torno da quantidade de melanina na pele...

Por aqui a polêmica girou em torno do sexo do novo gestor do país. Será que uma mulher mereceria o cargo? Marina, Dilma... Em muitas rodas, e andando pela rua, nos corredores dos shoppings, parques e até na fila do supermercado, ouvi cada tipo de comentário...

É incrível como ainda vivemos em uma cultura preconceituosa em relação à cor da pele e ao sexo. Gente que presenciou e usufruiu tanto desenvolvimento da tecnologia, que viu surgir a televisão, o celular, o computador, a internet, a internet no celular, o cinema 3D, a webcam, os blogs, o Facebook e o Twitter, e agora a TV 3D... os robôs, as naves da Nasa... transplante de rosto, o uso das células tronco, a Dolly... o Lula presidente em dois mandatos e agora uma mulher na presidência. Mulher no poder?

Enquanto alguns criticavam o fato de ela ser mulher (mulher não dá conta disso não, mulher é emotiva demais, é o Lula quem vai continuar mandando...), muitos nem analisavam as competências pessoais e escolhiam a candidata por ser mulher. Lembro desse gancho na propaganda do segundo turno: "Juntando os meus votos e os da Marina, XX% dos brasileiros manifestaram o desejo de ter uma mulher na presidência." (Vou dar uma chance para ela; mulher sabe administrar melhor; mulher é mais sensível, vai saber ouvir os problemas do povo.)

Particularmente, o sexo não esteve na minha lista de motivos para votar. Na verdade, como a maioria dos brasileiros, infelizmente, entendo ou me interesso pouco por política. Mas, historicamente, não consigo entender essa cultura que costuma julgar positiva ou negativamente baseado no sexo. Recordo as aulas de história e o quanto as mulheres sofreram para conquistar autonomia. Também não sou feminista. Depois que me casei, menos ainda. Apesar de contribuir bastante com o orçamento doméstico, gosto de saber que não dependemos só da minha receita e que alguém se preocupa e cuida de mim. Mas ficaria doente se minha única atividade fosse em torno dos afazeres domésticos. E também admiro quando meu marido ajuda em casa no fim de semana quando a "secretária" não vem.

Mas, voltando ao assunto, eu bem gostaria de ver a cara daqueles machistas ― que já morreram ― recebendo o resultado do segundo turno. Provavelmente tentariam planejar um atentado só porque não seriam capazes de se sujeitar ao poder de governança nas mãos do "sexo frágil".

No Twitter, vi um post dizendo que a candidatura da Dilma era o cúmulo da petulância, pois ela nunca havia concorrido a um cargo eletivo. Petulante ou não, e se por ser mulher ou por ser simplesmente competente, o fato é que agora temos uma mulher na presidência.

Espero que ela se saia bem, para benefício da nação. Agora, se ela pisar na bola, não quero nem ouvir as piadinhas maldosas e preconceituosas. Prefiro o equilíbrio de avaliar diferente: boa ou má gestora, em vez de boa ou má simplesmente por ser mulher. Embora outra parte de mim deseje que ela cale a boca de quem a julga incompetente só por ser mulher. Quem sabe assim o preconceito diminui mais um pouquinho. Afinal, quem ainda acredita que lugar de mulher é só no fogão?


Débora Carvalho
São Paulo, 20/12/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Entrevista com o poeta mineiro Carlos Ávila de Jardel Dias Cavalcanti
02. A pérola do cinema sul-americano de Guilherme Carvalhal
03. Dando nome aos progres de Celso A. Uequed Pitol
04. O pródigo e o consumo de Eugenia Zerbini
05. Tebow é Fé de Daniel Bushatsky


Mais Débora Carvalho
Mais Acessadas de Débora Carvalho em 2010
01. Choque de realidade no cinema - 23/2/2010
02. Por que comemorar o dia das mães? - 4/5/2010
03. Metade da laranja ou tampa da panela? - 13/7/2010
04. Orgasmo ao avesso - 22/6/2010
05. Desperte seu lado Henry Ford - 17/8/2010


Mais Especial Eleições 2010
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
22/12/2010
06h20min
Sabemos que o sistema político e social é o mesmo, sabemos que a estrutura governamental do Brasil é a mesma. Só que há um olhar feminino observando os detalhes, e uma equipe administradora, que passa a ser comandada por alguém que usa o batom e aperfuma-se, muito mais do que os homens, que geriram conflitos, desigualdades, que estabeleceram assassinatos e torturas nos casos dos militares, que teve um País condenado pela OEA; e nem mesmo Lula teve coragem pra resolver esse impasse desabonador para um País que se diz democrático. Com certeza o olhar feminino fará a diferença e, em vez de botas pra esmagar as flores, estarão as sandálias femininas do respeito.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
22/12/2010
11h40min
Seria por demais ingenuidade acreditar que a eleição de Dilma Rousseff não foi uma jogada política. Um verdadeiro gol de mão do quase ex-presidente Lula. Não tem nenhuma nobreza ou algo legítimo que o sexo feminino possa se vangloriar na ascensão de Dilma ao poder, sendo que foi tudo premeditado. Eu aplaudiria de pé a eleição da Marina Silva.
[Leia outros Comentários de raimundo]
24/12/2010
09h07min
Manoel, eu sei que estamos em época de acreditar em Papai Noel, mas a partir do dia primeiro do ano que vem haverá diferença, sim. Mas veremos se esse avanço paranasianista que você diz acontecerá mesmo ou se não passa de um discurso do Linus da turma do Charlie Brown sobre a "grande abóbora". Não me oponho nunca ao governo das mulheres, mas sei que no governo Dilma não vai ser o caso. Repito. Não há uma mulher no governo do país, e sim um fantoche.
[Leia outros Comentários de Raimundo Torquato ]
1/1/2011
12h55min
Nossa! Ouvi comentários bem menos conservadores e preconceituosos dos "comentaristas imparciais" da Globo do que por aqui... Débora, sei que é difícil, nos tempos atuais do politicamente correto (muito chato às vezes), nos referirmos sem preconceito sobre qualquer profisssional, mas aqui em casa tenho uma "empregada doméstica" super respeitada, carteira assinada que soube alimentar uma relação profissional e pessoal de mão dupla. Nunca me referi a ela como secretária. No mais achei seu texto pertinente, que se avalie a presidenta e não o seu sexo.
[Leia outros Comentários de Márcia Braga]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ELEMENTOS DE GEOMETRIA ANALÍTICA - VOL. 1 - 2ª EDIÇÃO
EDSON DURÃO JUDICE
VEGA
(1971)
R$ 14,00



A PRACTICAL GUIDE TO ULTRASOUND IN OBSTETRICS AND GYNECOLOGY
ERIC E. SAUERBREI KHANH T. NGUYEN ROBERT
LWW
(1997)
R$ 40,77



O MEMORIAL DA BRUXA
ALDA ANDREIA THERKOVSKY
ROSA DOS TEMPOS
(1997)
R$ 15,00



TEMPESTADE VERMELHA
TOM CLANCY
BEST SELLER
(1987)
R$ 22,00



FEMINISMO, DESENVOLVIMENTO E DIREITOS HUMANOS
MARIA HELENA SANTANA CRUZ E AMY ALVES (ORGS.)
REDOR/NEPING/UFS
(2005)
R$ 18,82



MUNDO ESTRANHO O VERDADEIRO MUNDO DOS PIRATAS!
VÁRIOS AUTORES
ABRIL
(2007)
R$ 7,50



BONE COLD
ERICA SPINDLER
MIRA
(2001)
R$ 15,97



MINIDICIONÁRIO ESCOLAR PORTUGUÊS INGLÊS - INGLÊS PORTUGUÊS
ALFREDO SCOTTINI
TODOLIVRO
(2009)
R$ 5,00



EJERCICIOS COMPLEMENTARIOS: GRAMATICA PRACTICA DE ESPANOL PARA
SÁNCHEZ, MARTIN E MATILLA
SOCIEDAD GENERAL ESPANOLA (MAD
(1985)
R$ 18,28



TUTELA DOS INTERESSES METAINDIVIDUAIS
JOSÉ MARCELO MENEZES VIGLIAR
CPC
(1996)
R$ 10,00





busca | avançada
39185 visitas/dia
1,1 milhão/mês