O que queremos do Natal? | Daniel Bushatsky | Digestivo Cultural

busca | avançada
67107 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
>>> Liberdade Só - A Sombra da Montanha é a Montanha”: A Reflexão de Marisa Nunes na ART LAB Gallery
>>> Evento beneficente celebra as memórias de pais e filhos com menu de Neka M. Barreto e Martin Casilli
>>> Tião Carvalho participa de Terreiros Nômades Encontro com a Comunidade que reúne escola, família e c
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Entrevista com Ruy Castro
>>> Diga: trinta e três
>>> O Casal 2000 da literatura brasileira
>>> Lucas vs. Spielberg
>>> Do desprezo e da admiração
>>> A pulsão Oblómov
>>> Arte Brasileira Hoje: um arquipélago
>>> Sobre o som e a fúria
>>> O fim do livro, não do mundo
>>> Jornal: o cadáver impresso
Mais Recentes
>>> Que Es El Tiempo ? de Damm Antje pela Iamique (2011)
>>> A Colonização Alemã no Rio Grande do Sul de Aldair Marli Lando; Eliane Cruxên Barros pela Movimento (1982)
>>> Encontro Poesia Brasília de Arisnaldo dos Santos Januário pela Da Autore (1984)
>>> Onde Moras? Moradia e Fraternidade de Campanha da Fraternidade pela Aec (1993)
>>> Festa na Floresta Itaúna de Márcia Regina Morais pela Vile (2008)
>>> Anime Do Especial Número 9 Dragon Ball de Lisa Matsuzaka pela Escala
>>> Revista Anime Do Número 5 de Lilian Maruyama pela Escala
>>> Defensores de Tóquio Número 3 de Eduardo Leão pela Trama
>>> O Castelo De Otranto de Horace Walpole pela Nova Alexandria (1996)
>>> O Ânus Solar de Georges Bataille pela Hiena (1985)
>>> O Perigo das Radiações de Jack Schubert; Ralph E. Lapp pela Ibrasa (1960)
>>> Apometria: Um instrumento para a harmonia e para a felicidade a nova ciencia da alma de J S Godinho pela Holus (2012)
>>> The Little Prince de Antoine de Saint-Exupéry pela Harbrace (1971)
>>> Livro MILAGRES de Vera Nappi pela A Vida é Bela (2003)
>>> Você Pode Curar Sua Vida 126ª edição. de Louise L Hay pela Best Seller (2021)
>>> Livro CANTO ALGUM de Flávia Reis pela Reformátório (2020)
>>> Apologia de Sócrates - clássicos de bolso ediouro de Platão ( tradução de Maria Lacerda de Moura) pela Ediouro (2002)
>>> Mediunidade e Apometria: Terapêutica e Apometria edição. revista e atualizada de J S Godinho pela Holus (2012)
>>> Livro Mulher V Moderna, à moda antiga de Cristiane Cardoso pela Thomas Nelson (2013)
>>> Der Kleine Prinz de Antoine de Saint-Exupéry pela Harbrace (1971)
>>> Der Kleine Prinz de Antoine de Saint-Exupéry pela Karl Rauch
>>> Brief an Den Vater de Franz Kafka pela Fischer (1989)
>>> Sonhos de Bunker Hill de John Fante pela L&pm (2003)
>>> I Ching - O Livro das Mutações de Desconhecido pela Trevo (2004)
>>> O Mistério dos Temperamentos de Rudolf Steiner pela Antroposofica (1994)
COLUNAS

Segunda-feira, 21/11/2011
O que queremos do Natal?
Daniel Bushatsky
+ de 4200 Acessos

Luis Fernando Veríssimo escreveu em sua coluna no Estado de São Paulo, na quinta-feira, 23.12.10, que todo cronista registra, pelo menos uma vez em sua carreira, uma história sobre o Natal. A quantidade de vezes, segundo o escritor do sul, depende da criatividade do autor.

No dia seguinte, Milton Hatoum escreveu no mesmo espaço destinado a Veríssimo sua crônica de Natal, lembrando um velho tio, simpático, nunca muito bem das pernas, financeiramente falando, pois mais sonhador do que prático, que alegrava a ceia com histórias e carisma.

Já tive a oportunidade de escrever aqui no Digestivo artigo sobre o Natal chamado "Dingo Bell, dingo bell", falando um pouco sobre auto-ajuda e a auto-estima que o Natal nos dá, no caso da primeira, e nos falta, no caso da segunda.

Passado um tempo do artigo, é minha vez de escrever novo artigo sobre o Natal, espero que com um lampejo de criatividade e originalidade.

Assim, começo parafraseando o seriado da Globo e questionando o que queremos do Natal? E mais importante, o que você quer do Natal?

As pessoas querem três coisas do Natal: estar com a família, comer bem e trocar presentes - não necessariamente nesta ordem. E é justamente nestas três coisas que estão o problema. O Natal está burocrático. Não ouço mais histórias do Natal. Cadê o tio carismático?

Pelo contrário, vejo pessoas desesperadas para fazer a comida, comprar todos os presentes - o mais rápido possível - e sem curtir o momento da escolha de uma coisa, que, teoricamente, deveria ser especial, e uma família que mal conversa. Na verdade, a última vez que as pessoas se viram já faz um ano.

A burocracia é o resultado de termos esquecido a principal qualidade do Natal: refletir. O Natal, como o ano novo e as grandes festas de outras religiões, como, por exemplo, o Yom Kipur, da religião judaica, para mim, passam a necessidade de pensar se estamos no caminho correto da vida!

Ouvi no elevador, mais de uma vez, mulheres comentando, ou melhor, reclamando, que seus maridos não só não as ajudam, como ainda exigem, que elas façam a comida e comprem os presentes. Todo ano a mesma coisa. Quer festa mais burocrática? Cadê a união? Pior, cadê as histórias engraçadas que unem a família?

Não que não seja agradável comer bem. Lógico que é! Não que não seja legal ganhar presente! É ótimo... Mas há mais coisas no Natal do que esta rotina.

Não iria tão longe quanto pensar na política externa ou mesmo na composição do ministério da nossa nova presidente. Estou falando do real contato com a família. Saber como as pessoas realmente estão. Entender a piada atrás do amigo secreto e, principalmente, do inimigo secreto.

A burocracia enferruja a máquina familiar, tira a agilidade e a eficiência da ceia. Em vez da felicidade da troca e da cumplicidade familiar, o que vemos é um "check list" de "to do things" e um enfadonho modo de cumpri-los. Que digam as coitadas mulheres do elevador.

Falando em elevador, não ouvi uma só vez comentários do tipo: "Natal é ótimo, é o momento que a família coloca o papo em dia" - convenhamos que não seja uma frase muito complexa!

Mas o que eu sugiro?

Ora, que repensemos "O que queremos do Natal?" Uma mera e obrigacional festa familiar? Continue na burocracia! Um momento de encher a pança? Ache uma ótima cozinheira! Um momento de reflexão? Comece a dar menos importância ao pernil e mais à pessoa que o fez.

Mas não é só! A mudança pode vir acompanhada com uma ligeira onda de solidariedade. Não a burocrática - desculpem a repetição da palavra - e ligada à falsa filantropia e a cômoda auto-piedade, que é a que estamos vendo na televisão. As chuvas que atingem o estado carioca, os mais de 800 mortos e a necessidade de investimento pesado para garantir a segurança da população comovem e preocupam, lógico, mas são da mesma forma que o Natal: passageiros. Que diga o Papa que até mandou telegrama consolando as vítimas.

Mas ser solidário é o segundo momento após a reflexão, porque é perceber a responsabilidade recíproca ou o interesse comum, algo primordial no Natal. Não é doar roupa ou comida e sim afeto.

O distanciamento da festa natalina e das catástrofes naturais que assolam o país é uma importante tarefa para comprovar que podíamos terminar o ano mais unidos e iniciá-lo com projetos mais profundos do que uma simples anestesia na consciência social.

O que eu quero do natal?

Uma chuva forte e constante de solidariedade.


Daniel Bushatsky
São Paulo, 21/11/2011

Quem leu este, também leu esse(s):
01. A insustentável leveza da poesia de Sérgio Alcides de Jardel Dias Cavalcanti
02. O que em silêncio sabemos de Marilia Mota Silva
03. A rentável miséria da literatura de Lucas Carvalho Peto
04. Qual é a alma da cidade? de Ana Elisa Ribeiro
05. A arte da ficção política de Vicente Escudero


Mais Daniel Bushatsky
Mais Acessadas de Daniel Bushatsky em 2011
01. Plágio - 4/4/2011
02. Felicidade - 14/2/2011
03. Souza Dantas, Almoço e Chocolate - 4/7/2011
04. O que queremos do Natal? - 21/11/2011
05. Preconceitos - 14/3/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Hacia La Reponsabilidad Familiar Corporativa
Patricia Debeljuh
Sem
(2013)



Cenas Admiráveis II - Manifestações de Jesus Crucificado e Ressuscitad
Max Seltmann
Nova Revelação
(1998)



Livro Biografias Pavarotti Meu Mundo
Luciano Pavarotti
Rocco
(1996)



Guia Completo Sobre Diabetes da American Diabetes Association
Bruce R Zimmerman e Elizabeth a Walker
Anima
(2002)



LJA - Nova Ordem Mundial
Diversos Autores
Dc Comics
(2017)



Livro de Bolso Ecologia O Aquecimento Global Folha Explica 75
Claudio Angelo
Publifolha
(2008)



Ethics In Marketing: International Cases And Perspectives
Patrick E., Laczniak, Gene R. Murphy; Andrea Prothero
Routledge
(2012)



A Volta ao Mundo Em 80 Dias
Julio Verne
Abril Cultural
(1979)



Introdução a Turismo e Hotelaria
Vários autores
Senac
(1998)



Lobo Negro
Antoine Guilloppé
Melhoramentos
(2007)





busca | avançada
67107 visitas/dia
2,1 milhões/mês