Por uma arquitetura de verdade | Eduardo Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Péricles Cavalcanti - lançamento de SALTANDO COMPASSOS
>>> Espetáculo “Canções Para Pequenos Ouvidos” chega ao Teatro Clara Nunes, em Diadema
>>> (Abre 11/10) Mostra BAÚ DA DGT_curadores Francisco Gaspar,Tuna Dwek, Donny Correia e Diego da Costa
>>> Escrever outros Corpos - Criar outras Margens || BELIZARIO Galeria
>>> SESC 24 DE MAIO RECEBE EVENTO DE LANÇAMENTO DA COLEÇÃO ARQUITETOS DA CIDADE
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
Colunistas
Últimos Posts
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
Últimos Posts
>>> Universos paralelos
>>> Deseduquei
>>> Cuidado com a mentira!
>>> E agora? Vai ter pesquisa novamente?
>>> Cabelos brancos
>>> Liberdade
>>> Idênticos
>>> Bizarro ou sem noção
>>> Sete Belo
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> perversão sexual
>>> Trailer do Fim do Mundo
>>> Uísque ruim, degustador incompetente
>>> O bom e velho jornalismo de sempre
>>> Apresentação
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> Anomailas, por Gauguin
>>> Felicidade
>>> Ano novo, vida nova.
Mais Recentes
>>> A Jornada Para Casa Uma Parabola De Kryon - A Historia De Michael Thomas E Os Sete Anjos de Lee Carroll pela Madras (2011)
>>> No Vale Dos Suicidas - Madras de Evaristo Humbertto De Araujo pela Madras (2009)
>>> Os Segredos Do Karate Shotokan de Robin L Rielly pela Madras (2011)
>>> História social da criança e da família de Philippe Ariés pela Guanabara (1981)
>>> A revolução da palavra - Uma visão do homo loquens de Pedro Paulo Filho pela Siciliano (1987)
>>> A Sombra de uma Paixão de Tanya Oliveira pela Lúmen (2007)
>>> A evolução da consciência de Robert Ornstein pela Best Seller (1991)
>>> Iracema de José de Alencar pela L&Pm Pocket (2009)
>>> Ciência e fé: O reencontro pela- Física quântica de Bispo Rodovalho pela Lua de mel (2013)
>>> A ponte clandestina - Teorias de cinema na América Latina de José Carlos Avelar pela 34 (1995)
>>> As Fortunas do Cortesão de Peter Burke pela Unesp (1997)
>>> O barão das árvores de Italo Calvino pela Companhia Das Letras (1991)
>>> Cultura Brasileira - Temas e Situações de Alfredo Bosi pela Atica (1992)
>>> Poemas de Rainer Maria Rilke pela Companhia Das Letras (1993)
>>> A Feira das Vaidades - I e II Volume de William Makepeace Thackeray pela Civilização Brasileira (1963)
>>> Cinema marginal (1968/1973) - A representação em seu limite de Fernão Ramos pela Brasiliense (1987)
>>> O Circo da Noite de Erin Morgenstern pela Intrínseca (2012)
>>> A vida viaja na luz de Carlos A. Baccelli Inácio Ferreira pela Leepp (2011)
>>> Por que perdeu ?: Dez desfiles derrotados que fizeram história de Marcelo de Mello pela Record (2018)
>>> Cultura de Massa e Cultura Popular de Ecléa Bosi pela Vozes (1973)
>>> Antes de dormir de S. J. Watson pela Record (2012)
>>> História da Civilização - Idade Média, Moderna e Contemporânea de António G. Mattoso pela Lisboa - Livraria Sá da Costa (1956)
>>> Uma história da república de Lincoln de Abreu Penna pela Nova Fronteira (1989)
>>> Adestramento de Cães para Leigos de Jack Volhard / Wendy Volhard pela Alta Books (2005)
>>> Capitalismo, trabalho e educação de José Claudinei Lombardi pela Autores Associados (2004)
COLUNAS

Quarta-feira, 28/9/2011
Por uma arquitetura de verdade
Eduardo Carvalho

+ de 4100 Acessos

Arquitetura é um assunto menos discutido no Brasil do que merece ser. Numa cidade como São Paulo, quase todos os ambientes pelos quais circulamos diariamente foram, com mais ou menos cuidado, desenhados por arquitetos. A qualidade do desenho desses espaços afeta diretamente, portanto, a qualidade do nosso dia a dia. Seria natural, então, que um assunto tão constante em nossas vidas fosse debatido também com mais regularidade.

Mas em geral aceitamos os ambientes pelos quais circulamos diariamente sem considerar que eles poderiam ser diferentes. Muita gente, por exemplo, sem ser cineasta, consegue conversar sobre cinema com uma capacidade analítica quase profissional. Seria muito saudável à nossa arquitetura que as pessoas em geral - e não só profissionais ligados ao assunto - desenvolvessem essa capacidade de observação e espírito crítico também em relação a ela.

Porque, além de ser um tema sobre o qual conversamos pouco, conversamos sobre arquitetura superficialmente. É quase um consenso hoje em dia reclamar do estilo neoclássico, que dominou as fachadas dos lançamentos imobiliários nas últimas décadas - como se o problema arquitetônico desses prédios fosse simplesmente estético. Ou como se não houvesse - inclusive em São Paulo, por exemplo, com Jacques Pilon - edifícios projetados dentro de princípios mais clássicos e ao mesmo tempo com excelente qualidade arquitetônica.

Na verdade, um dos principais problemas dos neoclássicos construídos em São Paulo nos últimos anos é justamente o fato de não terem praticamente nenhuma característica fundamental de edifícios clássicos originais: eles são muito altos, afastados da calçada, enclausurados em grades pesadas, de proporções desorganizadas e materiais falsos. Palladio jamais os aprovaria. Não basta, portanto, só executarmos "arquitetura contemporânea" para nos livrarmos dos defeitos dos nossos edifícios neoclássicos: porque os principais defeitos desses edifícios neoclássicos não são propriamente da arquitetura clássica.

E arquitetura contemporânea não é em si necessariamente boa. É verdade que ela pode ser mais honesta cronologicamente. Mas, quando vira moda, e quando passa a ser executada exatamente pelos mesmos arquitetos que antes projetavam neoclássicos, ela pode sofrer distorção parecida com a que foi feita com a arquitetura clássica. Em certa medida, aliás, isso já vem acontecendo. Edifícios que se auto-proclamam novos ícones da cidade repetem defeitos básicos de projeto, como uma implantação desajeitada, enquanto fazem malabarismos com uma fachada de vidro. Não é o que deveriam ter aprendido com Renzo Piano.

Essa preocupação obsessiva com a fachada - com o suposto estilo do prédio -, enquanto aspectos elementares de um bom projeto são deixados de lado, tem alguma coisa adolescente. No desespero de parecer ser atualizado, "contemporâneo", certos projetos parecem um carro rebaixado, com vidros escuros, de rodas largas e escapamento cromado, com adesivo de faíscas saindo pelas laterais - mas com o mesmo motor de 1988. Não é um aerofólio de fibra de vidro que vai fazer um Kadett tunado andar igual a um Porsche.

E é esta capacidade para perceber a diferença fundamental entre as coisas - entre o que é realmente um carro bom e o que se esforça para parecer que é - que precisamos desenvolver também em arquitetura. Vários projetos recentes de empreendimentos imobiliários em São Paulo foram desenhados com muito cuidado, de escritórios como FGMF, Reinach Mendonça e Andrade e Morettin. São projetos de arquitetura contemporânea da melhor qualidade: além de materiais e tecnologias novas, eles tem uma relação harmoniosa com a rua em que estão inseridos, espaços abertos e iluminados, detalhes bem resolvidos, etc. Se a fachada desses arquitetos é moderna e ao mesmo tempo elegante, não é por simples afetação estilística: mas porque o projeto inteiro foi pensado nesse sentido, desde o seu método construtivo até os seus menores espaços.

Não é suficiente, portanto, que, para melhorarmos a qualidade média da nossa cidade, comecemos agora desenvolver projetos com "arquitetura contemporânea" aleatoriamente. Certos princípios fundamentais da boa arquitetura - distribuição inteligente dos espaços, elegância estética, acabamentos bem pensados e executados com eficiência - são universais e funcionam em qualquer época. Utilidade, beleza e solidez - aqueles princípios de Vitrúvio -, tão clássicos, tão óbvios, às vezes parecem esquecidos. Antes de arquitetura clássica ou contemporânea, o que precisamos mesmo é de uma arquitetura de verdade.

Nota do Editor
Texto gelmentilmente cedido pelo autor, e originalmente publicado no jornal O Estado de S. Paulo, em 18/9/2011.


Eduardo Carvalho
São Paulo, 28/9/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Reflexões sobre o ato de fotografar de Celso A. Uequed Pitol
02. Um demente chamado J.G. Ballard de Luiz Rebinski Junior
03. Bruce, Bane e Batman de Vicente Escudero
04. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge de Duanne Ribeiro
05. Livros e Saúde de Ricardo de Mattos


Mais Eduardo Carvalho
Mais Acessadas de Eduardo Carvalho
01. Com a calcinha aparecendo - 6/5/2002
02. Festa na floresta - 9/9/2002
03. Hoje a festa é nossa - 23/9/2002
04. Preconceito invertido - 4/7/2003
05. Por que eu moro em São Paulo - 8/7/2005


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Encontro com o Mestre
DeRose
matrix
(2002)



Iluminação Interior
John White. Org
Cultrix
(1998)



O Sonhador a Fábrica de Sonhos
João Berbel
Farol das Três Colinas
(2014)



O Melhor da Cronica
Lindolfo Paoliello
Del Rey
(2003)



A Teia do Homem Aranha - Vol. 5
Marvel
Panini Comics
(2011)



Simpatias e Segredos Populares - 4ª Edição
Nivio Ramos Sales
Pallas
(2008)



Histórias "Animais" que as Pessoas Contam
Marcel Benedeti
mundo maior
(2006)



Brincando Com Colagens, Recortes e Dobraduras
Rosangela P. Nascimento
Global
(2002)



Livro - Série Bom Livro - o Alienista
Machado de Assis
Ática
(2002)



Sangue e Esplendor
Daniel Myerson
ediouro
(2003)





busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês