Isto não é um trote | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 3/7/2015
Isto não é um trote
Marta Barcellos

+ de 2400 Acessos

"Eu te ligo daqui a pouco porque está entrando outra chamada. Alô?" "Oi, Marta, o meu nome é ...". Putz, acho que recusei o pedido de amizade dele ontem no Facebook. "Eu sou o ..." Ai, meu deus, que frescura essa de recusar quem não conheço, sem nem olhar onde trabalha! E, finalmente: "Você foi a vencedora do Prêmio Sesc de Literatura, na categoria contos, e isto não é um trote."

Não era um trote. A que ponto chegamos: boas notícias são tão raras que seu portador precisa fazer a ressalva, em nome da credibilidade. Claro que, a partir daí, tive dificuldades em escutar direito qualquer outro tipo de informação. "Foram... inscritos... recorde de... cerimônia no mês... Academia Brasileira de Letras."

Eu deveria guardar sigilo por alguns dias, até o anúncio oficial. Isto foi repetido e isto eu gravei. Olhei na tela do meu computador e ali estava, iniciada, a próxima coluna mensal do Digestivo. O tema: concursos literários. Juro, isto não é um trote. Digo, não é uma licença de cronista. A ideia era falar da tradição dos concursos sob pseudônimos para revelar talentos, e também de um novo prêmio para contistas que tinha me chamado a atenção, no qual as boas vendas dos contos, autopublicados na internet, valem pontos para sagrar-se finalista. Novos tempos.

Na tal coluna, eu pretendia fazer um texto mais jornalístico, sem me expor muito. Sem entrar no detalhe dos muitos concursos de contos que perdi e dos poucos (dois) em que ganhei alguma coisa (o segundo e o oitavo lugar). Até o telefonema que não foi trote, eu era apenas mais uma contista tentando emplacar, de tempos em tempos, um concurso literário.

E foram contistas assim, mas devidamente revoltados, que fui encontrar dois dias depois, na página do prêmio no Facebook, quando se iniciou a estratégia de divulgação. Nos comentários, pessoas desconfiadas da lisura da premiação, melindradas porque não houve menções honrosas na edição deste ano e, poucas, contemporizando e parabenizando as duas vencedoras ― eu e Sheyla Smanioto, que concorreu na categoria romance. Mil e novecentos e sessenta e quatro escritores se inscreveram e não ganharam o prêmio, e tinham toda razão de estarem chateados.

E agora? Como falar de concurso literário, depois de vencer um tão importante? Eu não deveria mais escrever a coluna. Poderia parecer cabotino (depois das redes sociais, alguém ainda se lembra desta palavra?). Ainda mais porque o texto já escrito (isto não é um trote) estava bastante elogioso em relação a concursos como o do Sesc:

"Concursos literários são uma tradição para revelar novos talentos. Se a crítica vem sendo questionada em seu papel, os concursos vêm se mantendo como espaço de relativa credibilidade para a avaliação de obras ― dependendo, claro, das práticas e do prestígio conquistado por cada um em anos anteriores.

Quem já participou destes concursos, como autor ou jurado, sabe da complexidade envolvida no processo de se tentar medir e selecionar talentos, muitas vezes entre milhares de obras inscritas sob pseudônimo. Para compor o júri, são contratados escritores, acadêmicos e profissionais da literatura que, sobrecarregados, assumem uma missão com aura romântica: a de identificar a obra notável no palheiro, o gênio na multidão.

Injustiças acontecem, claro, e obras notáveis devem passar despercebidas por causa do mau humor de um jurado ou de uma modinha contemporânea. De forma geral, porém, os vencedores destas provas "às cegas" costumam exibir uma qualidade literária incontestável, o que acaba por validar todo o processo ― embora os editores mais práticos sempre apontem para o abismo entre a literatura então revelada e o gosto médio do público leitor.

Por todas as observações acima, fiquei curiosa sobre um novo concurso de contos lançado este mês, que parte de outros pressupostos. Seria o concurso do futuro?"


Era aí que eu pretendia falar do "Brasil em Prosa", lançado em junho pela Amazon e pelo jornal O Globo ― o tal em que, para estar entre os 20 finalistas, e ser avaliado pela comissão de escritores e críticos, é preciso antes demonstrar algum fôlego comercial. Para quem acalenta o sonho de "ser descoberto", romanticamente, apenas por sua obra, um balde de água fria. Mas, talvez, seja este o empurrão que os milhares de escritores que não serão contemplados precisavam para encontrar seus leitores, na autopublicação em formato digital, sem precisar da "loteria" dos concursos. Será?

Agora que ganhei um concurso, um "à moda antiga", a responsabilidade de ficar dando pitacos aumenta. É como se os vencedores se tornassem especialistas em concursos, e a escritora Luisa Geisler (que ganhou o prêmio Sesc duas vezes, uma na categoria contos e outra em romance) já falou sobre isso, e até deu dicas importantes como "coloque seus melhores contos no começo do livro, para conquistar logo os jurados".

Confesso que eu, ainda digerindo o fato de não ser um trote, não tenho conselhos a dar. Minha expectativa agora está toda voltada para a edição do livro, chamado Antes que seque, com edição da Record e previsão de lançamento em novembro. Mas não dava para jogar no lixo a coluna sobre concursos literários, depois do tal telefonema, dava?

Nota do Editor
Confira a Marta na página do Prêmio Sesc de Literatura ;-)


Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 3/7/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Meu querido aeroporto #sqn de Ana Elisa Ribeiro
02. Todas as Tardes, Escondido, Eu a Contemplo de Duanne Ribeiro
03. Mãe, lê pra mim? de Ana Elisa Ribeiro
04. Blogueiros vs. Jornalistas? ROTFLOL (-:> de Lisandro Gaertner
05. Quem é essa gente? de Alexandre Soares Silva


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2015
01. Contra a breguice no Facebook - 5/6/2015
02. Uma entrevista literária - 11/12/2015
03. Dando conta de Minas - 7/8/2015
04. O gueto dos ricos - 20/3/2015
05. Quem é o abutre - 6/2/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PERTURBAÇÕES SONORAS NAS EDIFICAÇÕES URBANAS
WALDIR DE ARRUDA MIRANDA CARNEIRO
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(2004)
R$ 30,00



GUIA HISTÓRICO DO ESPIRITISMO: O CENTENÁRIO DE CHICO XAVIER
EDITORA SAMPA
SAMPA
R$ 20,00



WOLVERINE Nº 97 - MARÇO / 2000 - O RESGATE DO PROFESSOR XAVIER
MARVEL COMICS
ABRIL
(2000)
R$ 7,00



GRANDE ENCICLOPÉDIA PORTUGUESA E BRASILEIRA VOL. 5 LISBO OLP
DIVERSOS AUTORES
EDIÇÕES ZAIROL
(1999)
R$ 45,00



APRENDA A INVESTIR COM SUCESSO EM AÇÕES
GIL ARI DESCHATRE E ARNALDO MAJER
CIÊNCIA MODERNA
(2006)
R$ 39,00



CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS
JOÃO PASSARELLI; EUNIR DE AMORIM BOMFIM
IOB
(2008)
R$ 25,00



PARANÓIA A SÍNDROME DO MEDO
STELLA CARR
FTD
(1993)
R$ 7,11



A MORENINHA
JOAQUIM MANUEL DE MACEDO
ATICA
(1982)
R$ 10,00



ESTILO DE ÉPOCA NA LITERATURA
DOMÍCIO PROENÇA FILHO
LICEU
(1973)
R$ 10,00



ÁTILA, VOCÊ É BÁRBARO
JAGUAR
SESI
(2014)
R$ 12,99





busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês