Isto nao e um trote | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
71136 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Oficina de Objetos de Cena nas redes do Sesc 24 de Maio
>>> Lançamento: livro “A Cultura nos Livros Didáticos”, de Lara Marin
>>> Exposição coletiva 'Encorpadas - Grandes, largos, políticos: corpos gordos'
>>> Clássicos da Literatura Unesp ganha mais cinco títulos
>>> Bertolt Brecht inspira ÉPICO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
>>> A Velhice
>>> Casa, poemas de Mário Alex Rosa
>>> Doutor Eugênio (1949-2020)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
>>> Clownstico de Antonio Ginco no YouTube
>>> A Ceia de Natal de Os Doidivanas
>>> Drag Queen Natasha Sahar interpreta Albertina
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Maná, de Rodrigo Amarante
>>> Lecturis Salutem
>>> Palavras impressas
>>> Teoria da Conspiração
>>> Movimento Literatura Urgente
>>> O fim das mídias físicas
>>> Ayn Rand ou o primado da razão
>>> Viagem ao Âmago da Palavra
>>> Modelos plus size: as novas mulheres irreais
>>> Uma História do Mercado Livre
Mais Recentes
>>> O Medo à Liberdade de Erich Fromm pela Zahar (1977)
>>> Cadastro-geral dos Suspeitos de Ódio ao Presidente de Luiz Gutemberg pela Alhambra (1991)
>>> Então foi Assim? Os Bastidores da Criação Musical Brasileira 4 vols. de Ruy Godinho pela Abravideo (2017)
>>> Conformismo - Tópico de Psicologia Social de Kiesler e Kiesler - Tradução Dante Moreira Leite pela Edgard Blucher Usp (1973)
>>> O Direito a Ter Direitos de Jose Vaidergorn pela Autores Assossiados (2000)
>>> Amor é Só uma Palavra de Johannes Mario Simmel pela Círculo do Livro
>>> Vida sem Morte? de Dr. Nils Jacobson pela Círculo do Livro (1976)
>>> A Lenda do Violeiro Invejoso de Fábio Sombra pela Rocco (2005)
>>> Ombusdsman - O relógio de Pascal de Caio Túlio Costa pela Geração Editorial (2006)
>>> Águas do Brasil de Araquém Alcântara pela ´Terrabrasil (2007)
>>> O tigre de Sharpe de Bernard Cornwell pela Record (2013)
>>> Os Doze Trabalhos de Hércules 1/2/4 volumes de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1944)
>>> Morte dos reis de Bernard cornwell pela Record (2016)
>>> Bom Apetite vol II de Diversos pela Abril Cultural (1972)
>>> A menina que semeava de Lou Aronica; Maria ângela Amorim De Paschoal pela Novo Conceito (2021)
>>> Curso de Desenho e Pintura 9 volumes de Equipe Globo pela Globo (1985)
>>> 1889 Juvenil ilustrada de Laurentino Gomes; Rita Brugger pela Globo Livros (2014)
>>> Quem me roubou de mim? de fabio de Melo pela Canção Nova (2010)
>>> Se conto ninguem acredita- autografado de Rafael pedrosa pela pandogA (2018)
>>> The Young Riders of Mongolia de Rob Waring pela Footprint (2011)
>>> Let’s Do It Together de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2008)
>>> A Matter of Prejudice de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> Depois do Funeral de Agatha Christie pela Círculo do Livro
>>> Strange Noises de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> A Casa Vazia de Rosamunde Pilcher pela Bertrand Brasill (2006)
>>> Lost in the Woods de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> Devastação Ou a Volta à Natureza de Rene Barjavel pela Círculo do Livro (1976)
>>> Os segredos da mente milionária de T harv eker pela Sextante (2010)
>>> A Day on the Farm de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> Economia Solar Global de Hermann Scheer pela Cresesb (2002)
>>> Alguém Que já Não Fui de Artur da Távola pela Nova Fronteira (1986)
>>> Enquanto Eu Estivesse Fora... de Sue Miller pela Bertrand Brasill (2000)
>>> Infâncias Roubadas o Ser Criança Como Desafio para o Reino de Silvana Bezerra de Castro Magalhães pela Coiô Coiô (2016)
>>> Já Pensou Se Alguém Acha e Lê esse Diário? de Nilza Rezende pela Record (2007)
>>> O Quiabo Comunista de Carlos Eduardo Novaes pela Nordica (1977)
>>> Mulheres ajudando mulheres de elyse Fitzpatrick e carol Cornish pela c p a D (2005)
>>> O poder dos Quietos de Susan Cain pela Agir (2012)
>>> O segredo de Luísa de Fernando Dolabela pela Sextante (2008)
>>> Marley & eu de John Grogan pela Ediouro (2010)
>>> O grande conflito de Ellen G. White pela Casa (2004)
>>> Problemas? OBA ! de Roberto Shinyahiki pela Gente (2011)
>>> Ali and his Camera de Raymond Pizante pela Penguin Readers (2008)
>>> Os 10 hábitos da memorização de Renato Alves pela Gente (2009)
>>> Billy and the Queen de Stephen Rabley pela Penguin Readers (2008)
>>> O código da inteligência de Augusto Cury pela Ediouro (2008)
>>> Manual de Normas Internacionais de Contabilidade: IFRS versus Normas Brasileiras de Ernst & Young - FIPECAFI pela Atlas (2010)
>>> Quem mexeu no meu queijo ? de Spencer Johnson,M.D pela Record (2010)
>>> Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Josiane C. Cintra; Keli C. de L. Campos; Tatiane R. Bonfim; Yaeko Ozaki; Rodolfo L. de F. Olivo pela Anhanguera Publicações (2011)
>>> Simon and the Spy de Elizabeth Laird pela Penguin Readers (2008)
>>> 0870707329 de Paola Antonelli pela The Museum of Modern Art (2008)
COLUNAS

Sexta-feira, 3/7/2015
Isto não é um trote
Marta Barcellos

+ de 2500 Acessos

"Eu te ligo daqui a pouco porque está entrando outra chamada. Alô?" "Oi, Marta, o meu nome é ...". Putz, acho que recusei o pedido de amizade dele ontem no Facebook. "Eu sou o ..." Ai, meu deus, que frescura essa de recusar quem não conheço, sem nem olhar onde trabalha! E, finalmente: "Você foi a vencedora do Prêmio Sesc de Literatura, na categoria contos, e isto não é um trote."

Não era um trote. A que ponto chegamos: boas notícias são tão raras que seu portador precisa fazer a ressalva, em nome da credibilidade. Claro que, a partir daí, tive dificuldades em escutar direito qualquer outro tipo de informação. "Foram... inscritos... recorde de... cerimônia no mês... Academia Brasileira de Letras."

Eu deveria guardar sigilo por alguns dias, até o anúncio oficial. Isto foi repetido e isto eu gravei. Olhei na tela do meu computador e ali estava, iniciada, a próxima coluna mensal do Digestivo. O tema: concursos literários. Juro, isto não é um trote. Digo, não é uma licença de cronista. A ideia era falar da tradição dos concursos sob pseudônimos para revelar talentos, e também de um novo prêmio para contistas que tinha me chamado a atenção, no qual as boas vendas dos contos, autopublicados na internet, valem pontos para sagrar-se finalista. Novos tempos.

Na tal coluna, eu pretendia fazer um texto mais jornalístico, sem me expor muito. Sem entrar no detalhe dos muitos concursos de contos que perdi e dos poucos (dois) em que ganhei alguma coisa (o segundo e o oitavo lugar). Até o telefonema que não foi trote, eu era apenas mais uma contista tentando emplacar, de tempos em tempos, um concurso literário.

E foram contistas assim, mas devidamente revoltados, que fui encontrar dois dias depois, na página do prêmio no Facebook, quando se iniciou a estratégia de divulgação. Nos comentários, pessoas desconfiadas da lisura da premiação, melindradas porque não houve menções honrosas na edição deste ano e, poucas, contemporizando e parabenizando as duas vencedoras ― eu e Sheyla Smanioto, que concorreu na categoria romance. Mil e novecentos e sessenta e quatro escritores se inscreveram e não ganharam o prêmio, e tinham toda razão de estarem chateados.

E agora? Como falar de concurso literário, depois de vencer um tão importante? Eu não deveria mais escrever a coluna. Poderia parecer cabotino (depois das redes sociais, alguém ainda se lembra desta palavra?). Ainda mais porque o texto já escrito (isto não é um trote) estava bastante elogioso em relação a concursos como o do Sesc:

"Concursos literários são uma tradição para revelar novos talentos. Se a crítica vem sendo questionada em seu papel, os concursos vêm se mantendo como espaço de relativa credibilidade para a avaliação de obras ― dependendo, claro, das práticas e do prestígio conquistado por cada um em anos anteriores.

Quem já participou destes concursos, como autor ou jurado, sabe da complexidade envolvida no processo de se tentar medir e selecionar talentos, muitas vezes entre milhares de obras inscritas sob pseudônimo. Para compor o júri, são contratados escritores, acadêmicos e profissionais da literatura que, sobrecarregados, assumem uma missão com aura romântica: a de identificar a obra notável no palheiro, o gênio na multidão.

Injustiças acontecem, claro, e obras notáveis devem passar despercebidas por causa do mau humor de um jurado ou de uma modinha contemporânea. De forma geral, porém, os vencedores destas provas "às cegas" costumam exibir uma qualidade literária incontestável, o que acaba por validar todo o processo ― embora os editores mais práticos sempre apontem para o abismo entre a literatura então revelada e o gosto médio do público leitor.

Por todas as observações acima, fiquei curiosa sobre um novo concurso de contos lançado este mês, que parte de outros pressupostos. Seria o concurso do futuro?"


Era aí que eu pretendia falar do "Brasil em Prosa", lançado em junho pela Amazon e pelo jornal O Globo ― o tal em que, para estar entre os 20 finalistas, e ser avaliado pela comissão de escritores e críticos, é preciso antes demonstrar algum fôlego comercial. Para quem acalenta o sonho de "ser descoberto", romanticamente, apenas por sua obra, um balde de água fria. Mas, talvez, seja este o empurrão que os milhares de escritores que não serão contemplados precisavam para encontrar seus leitores, na autopublicação em formato digital, sem precisar da "loteria" dos concursos. Será?

Agora que ganhei um concurso, um "à moda antiga", a responsabilidade de ficar dando pitacos aumenta. É como se os vencedores se tornassem especialistas em concursos, e a escritora Luisa Geisler (que ganhou o prêmio Sesc duas vezes, uma na categoria contos e outra em romance) já falou sobre isso, e até deu dicas importantes como "coloque seus melhores contos no começo do livro, para conquistar logo os jurados".

Confesso que eu, ainda digerindo o fato de não ser um trote, não tenho conselhos a dar. Minha expectativa agora está toda voltada para a edição do livro, chamado Antes que seque, com edição da Record e previsão de lançamento em novembro. Mas não dava para jogar no lixo a coluna sobre concursos literários, depois do tal telefonema, dava?

Nota do Editor
Confira a Marta na página do Prêmio Sesc de Literatura ;-)


Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 3/7/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O que fazer com este corpo? de Ana Elisa Ribeiro
02. Na translucidez à nossa frente de Elisa Andrade Buzzo
03. YouTube, lá vou eu de Adriane Pasa
04. Xadrez, poesia de Ana Elisa Ribeiro de Jardel Dias Cavalcanti
05. Gerald Thomas: Cidadão do Mundo (parte IV) de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2015
01. Contra a breguice no Facebook - 5/6/2015
02. Uma entrevista literária - 11/12/2015
03. O gueto dos ricos - 20/3/2015
04. O primeiro assédio, na literatura - 13/11/2015
05. Dando conta de Minas - 7/8/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BUSCAI AS COISAS DO ALTO
PE. LÉO
CANÇÃO NOVA
(2008)
R$ 10,00



UM DESCONHECIDO
DANIELLE STEEL
RECORD
R$ 10,00



CLÁSSICOS DO NOSSO TEMPO - O'HENRY
EUGENE CURRENT GARCIA
LIDADOR
(1966)
R$ 10,00



PREVENTIVA - MEDICINA ALTERNATIVA - HOMEOPATIA - PRIMEIROS PASSOS
VARIOS AUTORES
CÍRCULO DO LIVRO
(1984)
R$ 10,00



NOTURNOS E OUTROS CONTOS FANTÁSTICOS
GIANNI RATTO
CODEX
(2005)
R$ 10,00



O TERROR
EDGAR WALLACE
FRANCISCO ALVES
(1988)
R$ 10,00



NOMI E NOMI ORIGINE E SIGNIFICATO
MONICA DEL SOLDATO
GIUNTI DEMETRA
(2000)
R$ 10,00



MARTINI SECO
FERNANDO SABINO
ÁTICA
(1999)
R$ 10,00



O MOSTEIRO DA LUZ E SEU FUNDADOR
ARMANDO ALEXANDRE DOS SANTOS
ARTPRESS
(1999)
R$ 10,00



SETE FACES DA FICÇÃO CIENTIFICA
CARLOS QUEIROZ TELLES E OUTROS
MODERNA
(1992)
R$ 10,00





busca | avançada
71136 visitas/dia
2,4 milhões/mês