Um bocado da Índia na Mantiqueira | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
44557 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Segunda-feira, 28/11/2011
Um bocado da Índia na Mantiqueira
Ricardo de Mattos

+ de 3800 Acessos

Para minha Lily, pelos nossos dois anos.


"Assim vês que há muitas formas de sacrifício e adoração, ó Arjuna. Se compreenderes isto, chegarás a ser livre de erros" (Bhagavad Gita).

O primeiro foi Brahma, a divindade representante do princípio criador. Tal como na tradição judaico-cristã, possui num livro - os Vedas - a descrição de seus atributos. Apresenta-se ora como ganso, ora como elefante, ora como cisne, ecoando nesta forma a adotada por Zeus para seduzir Leda. Compartilha com ele a galantaria, inclusive, o que explica seus quatro rostos. Ao contrário dos cristãos, que outrora calcularam até a distância entre os olhos do Criador, seus fiéis são poucos e com pouco a contar a seu respeito. Padece da falta de templos especificamente dedicados, assim como percebeu Voltaire ao erigir, no século XVIII, uma igreja exclusiva para Deus.

Brahma, como Brahma, parece fundamentar certa concepção teológica segundo a qual a divindade, após o ato criador, afasta-se e mantém-se inerte durante períodos longuíssimos. Talvez para compensar esta ausência, a tradição tenha feito Vishnu e Shiva entrarem em cena. Vishnu representaria o princípio conservador. Shiva, por sua vez, o princípio destruidor ou renovador.


Ascensão, por Elyane Klughist

Peculiares deuses estes, questionareis, que um cria, mas não conserva; Outro conserva, mas periga tudo perder para um terceiro. A superfície é esta. Entretanto, na excepcional Autobiografia de um iogue, Paramahansa Yogananda é uma voz original - isto é, encontrada na cultura de origem - a afirmar que Brahma, Vishnu e Shiva são três aspectos da mesma divindade, invocados pelos fiéis conforme seus anseios.

Desta forma, a divindade cria - Brahma -, não sendo crível que a sabedoria absoluta erga para, em sequência, destruir. Si decide conservar - Vishnu -, é com alguma finalidade. Sendo bem sucedida a busca pelo objetivo, é necessário tudo renovar para seguir em frente e evitar a estagnação. Ao contrário, instalada a corrupção e inviabilizada a conquista final, é necessário tudo destruir e recomeçar. Neste caso, tanto a renovação, quanto a destruição, encerram um ciclo - Shiva.


Olhando para o Alto, por Elyane Klughist

Nada é destruído "sem mais aquela palha". Como bom conservador, Vishnu encarrega-se, primeiro, de verificar o que pode ser feito e salvo antes de mais drástica decisão. Faz isso mesmo que lhe seja necessário encarnar entre os homens. "Sempre e onde quer que haja um declínio na prática religiosa, ó descendente de Bharata, e uma ascensão predominante de irreligião - aí então eu próprio descendo" (Bhagavad Gita). E Krishna é a mais importante encarnação de Vishnu entre os homens.

Encontra-se no grande épico Mahabharata a fonte primária de informações a respeito de Krishna, e nele inserto como um de seus capítulos, o Bhagavad Gita ou Sublime Canção. O Mahabharata estaria para a Bíblia Sagrada assim como o Bhagavad Gita estaria para o Novo Testamento. Esta aproximação merece, inclusive, maior aprofundamento. Há tal similitude de fundo que muitos reencarnacionistas ocidentais empolgam-se com a leitura da obra indiana. Mesmo nosso querido Léon Denis, continuador de Allan Kardec no aspecto filosófico do Espiritismo, arriscou dizer que Krishna seria uma encarnação anterior de Jesus Cristo.


Resposta aos céticos, por Elyane Klughist

Coube ao indiano Swami Prabhupada (1896-1977) fundar a "Sociedade Internacional da Consciência Krishna" - ISKCON - com diversos centros de difusão do Movimento "Hare Krishna" no mundo. O mais próximo de nós é o sítio de Nova Gokula, localizado em trecho da Serra da Mantiqueira pertencente à zona rural do município de Pindamonhangaba. Fica bem longe do centro da cidade. Quem não conhecer estas paragens e quiser visitá-las, é melhor que procure alguém que já a tenha visitado. Além da insegurança causada na primeira vez pela distância, a estrada nem sempre é boa.

Lá estivemos diversas vezes a partir do ano de 2007. Quatro fora registradas pelas gravuras adquiridas e penduradas em nosso quarto de dormir, após adequadamente emolduradas. Ultrapassado o pórtico e espantado o gado com buzinadas, descortina-se-nos o templo. É necessário descalçar-se para adentrar o salão do altar, e nesta construção não há comércio. Não é impossível pegar uma palestra em curso e assisti-la o quanto quiser. Ou encontrar um devoto receptivo, pronto para conversar. À saudação "Hare Krishna", responde-se da mesma forma ou "Hare Bo".


Quietude, por Elyane Klughist

Nas imediações do templo há restaurantes, um quiosque de produtos naturais e a indefectível loja de souvenirs. Entre os quitutes à venda, a surpreendente coxinha recheada com jaca verde. É preparada de tal forma que, quem não é avisado, come-a como se de carne fosse. Pode-se acompanhá-la dum copo de suco de lulo, planta colombiana levada para lá por um dos moradores. Mais afastadas do templo ficam, de um lado a pousada e, de outro, a área residencial. Ao que parece, há uma escola, mas não chegamos a conhecê-la.

Há uma biblioteca. Pequena, recém-inaugurada e bem fornida, confirma a expressão atribuída a Cicerus: "quem possui uma biblioteca e um horto, possui um reino". Livros em vários idiomas e diversas traduções do Gita: inglês, francês, português... Se deduzimos corretamente, há volumes em sânscrito. Recebemos regularmente por e-mail informativos da ISKCON. Alguns trouxeram-nos textos a respeito da relação dos devotos com as obras da literatura sagrada e os respectivos suportes. "A Verdade que foi revelada é absoluta, mas, no curso do tempo, ela é maculada pela natureza dos receptores, e, de geração em geração, é transformada pela contínua troca de mãos. Novas revelações, portanto, são continuamente necessárias para manter a verdade em sua pureza original", diz um excerto da autoria de Srila Bhaktivinoda Thakura. "Os livros não devem ser colocados sobre o chão ou sobre o assento de uma cadeira, tampouco utilizados como repouso para outros objetos", assevera Rohininandana dasa.

Este sítio insere-se na mata nativa, sendo possível deambular entre o arvoredo atlântico. Um riacho gélido convida-nos a mergulhar os pés - ou mesmo o corpo todo, conforme a coragem. Funciona em Nova Gokula um centro de soltura de animais silvestres libertados do cativeiro. Em nossas visitas, além de pássaros diversos, um jacu - Penelope ochrogaster - exibiu-se antes de sumir entre as árvores. Doutra feita, um filhote de tatu cruzou-nos o caminho.


Ricardo de Mattos
Taubaté, 28/11/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. As palmeiras da Politécnica de Elisa Andrade Buzzo
02. Dilúvio, de Gerald Thomas de Jardel Dias Cavalcanti
03. Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana de Heloisa Pait
04. Nós que aqui estamos pela ópera esperamos de Renato Alessandro dos Santos
05. O Quixote de Will Eisner de Celso A. Uequed Pitol


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2011
01. Do preconceito e do racismo - 18/4/2011
02. Geza Vermes, biógrafo de Jesus Cristo - 7/3/2011
03. A lebre com olhos de âmbar, de Edmund de Waal - 5/12/2011
04. Clássicos para a Juventude - 27/6/2011
05. Sobre um tratado chinês de pintura - 24/1/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




AQUELE GÉNIO LEONARDO
GUIDO VISCONTI
ÁTICA
(2005)
R$ 12,00



NOVA MECÂNICA INDUSTRIAL
TORNO MECANICO
ND
R$ 7,00



A LONGEVIDADE DO CÉREBRO
DHARMA SINGH KHALSA
OBJETIVA
(1997)
R$ 25,00



COLO MATERNO (AUTOGRAFADO)
RACHID SALIM CURI
IMPRESSORA BRASILEIRA
(1945)
R$ 100,00



POR TODA PARTE 9
VARIOS AUTORES
FTD
(2016)
R$ 70,00



O SEGUNDO DEGREDADO
F. G. YAZBECK
RECORD
(2008)
R$ 20,00



DESPAUTÉRIO
JOSÉ MATEUS PEREIRA NETO
DO AUTOR
R$ 15,00



GESTOR A ARTE DE LIDERAR
FERNANDO NEVES DE ALMEIDA
PRESENÇA
(2004)
R$ 32,70



CÁLCULO COM GEOMETRIA ANALÍTICA
EARL W. SWOKOWSKI
MAKRON BOOKS
(1994)
R$ 19,90



TRÍPTICO DE IDÉIAS
LUÍS WASHINGTON VITA
GRIJALBO
(1967)
R$ 12,00





busca | avançada
44557 visitas/dia
1,2 milhão/mês