FLIPS | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Toda forma de amor
>>> O filósofo da contracultura
>>> Oderint Dum Metuant
>>> Beleza e barbárie, ou: Flores do Oriente
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> Melhores Blogs
>>> Dilbert
>>> Entrevista com Paulo Polzonoff Jr.
>>> Olavo de Carvalho: o roqueiro improvável
Mais Recentes
>>> Tudo valeu a pena de Zibia Gasparetto pela Vida e consciencia (2003)
>>> Concurso de Credores de Sylvio Martins Teixeira pela Jacintho (1936)
>>> Manual de Direito Processual Civil Vol.4 (Processo de Execução Processo Cautelar Parte Geral) de José Frederico Marques pela Saraiva (1976)
>>> Manual de Direito Processual Civil Vol.3 ( Processo de Conhecimento) 2ª Parte de José Frederico Marques pela Saraiva (1976)
>>> Codigo do processo Civil e Commercial do Estado de São Paulo (Annotações) de João Evangelista Rodrigues pela Revista dos Tribunais (1930)
>>> Traité Des Preuves En Droit Civil Et En Drit Criminel de Édouard Bonnier pela Librairie Plon (1888)
>>> Embargos de Nulidade e Infringentes do Julgado de E.D. Moniz de Aragão pela Saraiva (1965)
>>> Introdução ao estudo do processo Civil de Eduardo J. Couture pela José Bushatsky (1951)
>>> Estudo sobre o processo civil Brasileiro de Enrico Tullio Liebman pela Saraiva (1947)
>>> Processão de Execução de Enrico Tullio Liebman pela Saraiva (1946)
>>> Eficácia e Autoridade da Sentença e ouros escritos sobre a coisa Julgada. de Enrico Tullio Liebman pela Forense (1984)
>>> Princípios Gerais do Direito Processual de Anésio de Lara Campos Junior pela José Bushatsky (1964)
>>> Doutrina das Acções de José Homem Corrêa Telles pela H. Garnier (1902)
>>> Como Requer em Juízo ( Formulário Cível) de Yara Muller Leite pela Freitas Bastos (1967)
>>> Decisões de Decio Cesario Alvim pela Officinas do Centro da Boa Imprensa (1930)
>>> O Procedimento Sumaríssimo de Domingos Sávio Brandão Lima pela José Bushatsky (1977)
>>> Aspectos Fundamentais das Medidas Liminares de R. Reis Friede pela Forense (1993)
>>> Curso de Direito Processual Civil Volume 3 de Humberto Theodoro Júnior pela Forense (1995)
>>> Curso de direito Processual Civil Volume 1 de Humberto Theodoro Júnior pela Forense (1995)
>>> Estudo sobre o processo civil Brasileiro de Enrico Tullio Liebman pela José Bushatsky (1976)
>>> Processão de Execução de Enrico Tullio Liebman pela Saraiva (1980)
>>> Consultor Civil Acerca de Todas as Acções Seguidas no Fôro Civil de Carlos Antonio Cordeiro e Oscar de Macedo Soares pela H. Garnier (1910)
>>> O Brasil na vidão do artista. O país e sua cultura de Frederico Morais pela Prêmio (2003)
>>> Um certo ponto de vista. Pietro Maria Bardi 100 anos de Emanoel Araújo. Curadoria pela Burti (2000)
>>> A riqueza de um vale. A richly endowed valley de Ricardo Martins pela Kongo (2011)
>>> Tomie Ohake de Ana Paula Cavalcanti Simioni pela Folha de S.Paulo (2013)
>>> Bez Batti. Esculturas de Instituto Moreira Salles pela Ims (2006)
>>> Responsabilidade Civil - Doutrina e Jurisprudência de Yussef Said Cahali (Coordenador) pela Saraiva/ SP. (1984)
>>> O Problema da Língua Brasileira de Homero Senna (Entrev. c/ Prof. Souza da Silveira) pela Dep. Imprensa Nacional/ RJ. (1953)
>>> A Trégua de Mario Benedetti pela Alfaguara (2007)
>>> Divalndo Franco Responde Vol 1 de Divaldo Franco pela Intelitera (2010)
>>> Sonhos de J. J. Benitez pela Record (1995)
>>> Hora de Poesia de Ivan Luís Corrêa da Silva pela Modelo (2008)
>>> (In) Quietude Narrativas de Mim de Walkiria Helena pela Catalão em Prosa e Verso (2010)
>>> O Diário das Bruxas Parte I de F. A. F. Melo pela Catalão em Prosa e Verso (2008)
>>> Resgatando o Capital Humano de Roberto Boclin pela Folha Dirigida (2015)
>>> Personas Sexuais de Camille Paglia pela Companhia das Letras (1994)
>>> Uma Vida com Karol de Cardeal Stanislaw Dziwisz pela Objetiva (2007)
>>> Quem Me Roubou de Mim? de Pe. Fábio de Melo pela Canção Nova (2008)
>>> Saúde de Miramez João Nunes Maia pela Fonte Viva (2016)
>>> Ataque do Comando P. Q. Descobrindo os Clássicos de Moacyr Scliar pela Ática (2004)
>>> Divalndo Franco Responde Vol 2 de Divaldo Franco pela Intelitera (2013)
>>> The Colour Of Memory de Geoff Dyer pela Canongate (2012)
>>> Dark Places de Gillian Flynn pela Phoenix (2009)
>>> O Livro que Ninguém Leu de Owen Gingerich pela Record (2008)
>>> Coisas que Todo Professor de Português Precisa Saber a Teoria na Prática de Luciano Amaral Oliveira pela Parábola (2010)
>>> Políticas da Norma e Conflitos Linguísticos de Xoán Carlos Lagares Marcos Bagno pela Parábola (2011)
>>> Robinson Crusoe de Daniel Defoe pela Barnes & Noble Classics (2003)
>>> Sense And Sensibility de Jane Austen pela Barnes & Noble Classics (2004)
>>> Muito Antes de 1500 de Epiága R. T. pela Madras (2005)
COLUNAS

Quinta-feira, 12/7/2012
FLIPS
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2500 Acessos

A meia-luz feria meu discernimento, e num vaivém de gente, um cheiro de fumo, um rumor de mesas e cadeiras arrastando, era pendurada na parede frente ao público o cartaz com os dizeres: OFF FLIP. Léo Gonçalves nos aguardara, o rosto sereno de belo-horizontino se enchia de preocupação e se regozijava pela nossa chegada, perguntando sobre os outros autores do sarau da Patuá Editora. Viéramos, Eduardo Lacerda e eu, trombando pelas pedras que calçam o centro histórico da cidade, perguntando de boca em boca o caminho previsível do cais e, quando as pedras se acabaram e um trecho de lodo e grama surgiu na escuridão, nos sentimos perdidos e sem sentido, até que microfonia e uma voz entoando "som, som" nos deu a segurança de localizarmos o Camoka Botequim, bar charmoso de mesinhas para fora com guarda-sóis espetando a noite de Paraty.

Assim, eu me encontrava instalada atrás da mesa de livros à venda, aguardando o momento da minha leitura, quando um local se instalou na cadeira ao meu lado e perguntou, "O que é Flip?", ao que eu poderia ter lhe respondido "Flip é o festival literário com a programação oficial, é aquilo que há por detrás das histórias sendo narradas, quero dizer, Flip é quando o escritor viaja, vem e fala sobre si e sua obra e debate com outros escritores questões eflúvias, latentes". Não satisfeito, e talvez concluindo que aquela movimentação em que estava não era bem a Flip, ele arrematou com a seguinte pergunta: "E o que é OffFlip?"

E com este texto quero responder a indagação daquele habitante local, perdido no tempo de Paraty, ou que simplesmente me lançava uma troça: OffFlip é uma programação, um encontro e um desencontro literário que, em última instância, abarca um mundo paralelo, onde estão as situações da trama e as personagens agindo, são as histórias em potencial para serem amadas, desconstruídas, inspiradas e narradas para, assim, depois de bem mastigadas com peixe, azeite, vinho e pão, serem tornadas livros para a próxima Flip, a matéria-prima, a motivação primeira de romances franceses, portugueses, afegãos e africanos. O moço não perguntou mais nada e permanecemos sentados, até que levantei-me para noticiar "a flor, a náusea e o novo".

Estávamos em vias de viver a matéria de que são feitos os livros todos. Andando e agindo fora do mundo oficial, estávamos discutindo o enredo, sendo os personagens dos romances, e assim faríamos parte do sabor do caldo das tramas futuras e vindouras. E a partir daí, escreveríamos os primeiros parágrafos dessa arte de estirpe refinada e público mirrado, bem como editaríamos estas nossas próprias histórias, como também as múltiplas histórias do mundo, num acesso de generosidade que nada mais é do que a própria humanidade que nos é inerente, embora tão desaparecida nestes tempos de estrelismo e em que se faz caso de um vestido, não o drummondiano, mas aquele que Laerte comprou na Collins, objeto de desejo do público leitor da Flip.

Despindo-nos de roupas e futilidades literárias e várias, fomos ao encontro da natureza, do mundo exuberante dos relatos dos primeiros navegantes, nossa proto literatura. De passagem, fomos nos despedir dos escritores oficiais e, para nos dar a bênção, em frente à Pousada Literária, lá estava Verissimo, e com certeza, assim cremos, também nos vira Verissimo, tão ele mesmo ele era, e tão nós mesmos éramos que nossas histórias se confluíram naquele momento de verdade absoluta, instalados entre pedras centenárias.

Com o coração esperançoso e a fé devidamente esmaltada, abandonamos o caminho das pedras e seguimos por ladeiras asfaltadas, ladeadas por vegetação. Entramos na borda daquele mingau a que chamamos mar e, então, na praia do Jabaquara, ladeados pela maré baixa, veio ao nosso encontro um profeta de calção azul, barba e cabelos longos e negros avisar do destino da poesia. Primeiro apareceu sua cabeça, depois seu corpo todo suspendeu-se e flutuou por sobre as águas, trazendo as boas-novas, acreditamos. Seria este profeta um Vinicius todo amor ou um Drummond, na aparência, calado? Não sabemos, ele apenas fez-se matéria, como uma visagem incorporada à natureza daquela terra gentil. E desse encontro sutil fez-se a paz, durante toda aquela tarde de inverno Paraty brilhou, o mar refletiu e tremelicou os raios do sol, tivemos a impressão de que o tempo parara e que a terra já dera todo o seu simbólico recado.

Saímos, talvez mais confusos e surpresos do que quando chegamos à cidade, mas com o sentimento de que deveríamos continuar; voltar, e seguir. Na manhã de domingo, último dia da festa, a cidade amanheceu como uma flor murcha, ferida por tampinhas de garrafa. Os garis exerciam o duro ofício de varrer entre as pedras do centro histórico, e os cafés, ainda fechados, preparavam-se para saciar a fome ardente dos turistas. Plácidos, transitamos pelas lojas e as livrarias abarrotadas, nada afetaria a aparição do profeta. Estávamos possuídos pela poesia, e não haveria nenhum apelo mais belo do que estar dentro de uma história, cujo fim permanecia em suspensão.

De modo que, nossa décima edição da Flip nada teve a ver com aquela que os jornais noticiaram. Nada de debates em telões e tendas improvisadas por operários fluminenses, nem bitolada em entrevistas tentando se encravar no duro coração dos escritores, muito menos curtindo noitadas nos bares da Praça da Matriz, entre copos, bocas e olhares enviesados. A nossa teve algo de bíblica e surrealista, Flips, acepipe literário, muçarela de búfala de poesia concreta. Nada nos restava, a não ser abandonar aquele mundo maculado, embora premente de epifanias, retornar à nossa ilha artificial e viver nossas histórias reais e pouco literárias.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 12/7/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Virando as Latas: o atleta brasileiro e o esporte de Heloisa Pait
02. Gerald Thomas: Cidadão do Mundo (parte IV) de Jardel Dias Cavalcanti
03. Caminhos para a esquerda de Celso A. Uequed Pitol
04. Guerras sujas: a democracia nos EUA e o terrorismo de Humberto Pereira da Silva
05. O 'casamento' de Martin Scorsese e DiCaprio de Eduardo Maretti


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2012
01. Lobo branco em selva de pedra: Eduardo Semerjian - 1/3/2012
02. Perdidos em Perdizes - 28/6/2012
03. O lilás da avenida sou eu - 13/9/2012
04. Ode ao outono - 12/4/2012
05. O crime da torta de morango - 18/10/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MUSCLE INFORM Nº 56
VÁRIOS AUTORES
MUSCLE INFORM
R$ 5,00



ROBIN HOOD - COLECAO REENCONTRO LITERATURA
JOEL RUFINO DOS SANTOS
SCIPIONE
(2013)
R$ 39,00



ALIENAÇÃO E CAPITALISMO
LAYMERT G. DOS SANTOS
BRASILIENSE (SP)
(1982)
R$ 30,28



VINGT MILLE LIEUES SOUS LES MERS - TEXTES EN FRANÇAIS FACILE
JULES VERNE
HACHETTE (PARIS)
(1971)
R$ 14,28



TERMELETRICIDADE - GERAÇÃO DIRETA
HENRIQUE ALENCAR UND CICERO SOUTO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



PROCESSO CIVIL - RECURSOS
GILSON DELGADO MIRANDA E PATRICIA MIRANDA PIZZOL
ATLAS
(2001)
R$ 10,00



DISCURSO SOBRE O MÉTODO
RENÉ DESCARTES
HEMUS
(1978)
R$ 6,00



MENINOS EM GUERRA
JERRY PIASECKI
ATICA
(2011)
R$ 16,00



COLEÇÃO OBJETIVO TRIGONOMETRIA E GEOMETRIA PLANA LIVRO 24
JORGE KRIKORIAN / MAURO GRESPAN
CERED
R$ 8,00



PERCEPÇÕES DE SUSTENTABILIDADE EM INDÚSTRIAS DE CALÇADOS GRANDE PORTE
ALESSANDRO CARLONI
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00





busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês