FLIPS | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
33053 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 12/7/2012
FLIPS
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2600 Acessos

A meia-luz feria meu discernimento, e num vaivém de gente, um cheiro de fumo, um rumor de mesas e cadeiras arrastando, era pendurada na parede frente ao público o cartaz com os dizeres: OFF FLIP. Léo Gonçalves nos aguardara, o rosto sereno de belo-horizontino se enchia de preocupação e se regozijava pela nossa chegada, perguntando sobre os outros autores do sarau da Patuá Editora. Viéramos, Eduardo Lacerda e eu, trombando pelas pedras que calçam o centro histórico da cidade, perguntando de boca em boca o caminho previsível do cais e, quando as pedras se acabaram e um trecho de lodo e grama surgiu na escuridão, nos sentimos perdidos e sem sentido, até que microfonia e uma voz entoando "som, som" nos deu a segurança de localizarmos o Camoka Botequim, bar charmoso de mesinhas para fora com guarda-sóis espetando a noite de Paraty.

Assim, eu me encontrava instalada atrás da mesa de livros à venda, aguardando o momento da minha leitura, quando um local se instalou na cadeira ao meu lado e perguntou, "O que é Flip?", ao que eu poderia ter lhe respondido "Flip é o festival literário com a programação oficial, é aquilo que há por detrás das histórias sendo narradas, quero dizer, Flip é quando o escritor viaja, vem e fala sobre si e sua obra e debate com outros escritores questões eflúvias, latentes". Não satisfeito, e talvez concluindo que aquela movimentação em que estava não era bem a Flip, ele arrematou com a seguinte pergunta: "E o que é OffFlip?"

E com este texto quero responder a indagação daquele habitante local, perdido no tempo de Paraty, ou que simplesmente me lançava uma troça: OffFlip é uma programação, um encontro e um desencontro literário que, em última instância, abarca um mundo paralelo, onde estão as situações da trama e as personagens agindo, são as histórias em potencial para serem amadas, desconstruídas, inspiradas e narradas para, assim, depois de bem mastigadas com peixe, azeite, vinho e pão, serem tornadas livros para a próxima Flip, a matéria-prima, a motivação primeira de romances franceses, portugueses, afegãos e africanos. O moço não perguntou mais nada e permanecemos sentados, até que levantei-me para noticiar "a flor, a náusea e o novo".

Estávamos em vias de viver a matéria de que são feitos os livros todos. Andando e agindo fora do mundo oficial, estávamos discutindo o enredo, sendo os personagens dos romances, e assim faríamos parte do sabor do caldo das tramas futuras e vindouras. E a partir daí, escreveríamos os primeiros parágrafos dessa arte de estirpe refinada e público mirrado, bem como editaríamos estas nossas próprias histórias, como também as múltiplas histórias do mundo, num acesso de generosidade que nada mais é do que a própria humanidade que nos é inerente, embora tão desaparecida nestes tempos de estrelismo e em que se faz caso de um vestido, não o drummondiano, mas aquele que Laerte comprou na Collins, objeto de desejo do público leitor da Flip.

Despindo-nos de roupas e futilidades literárias e várias, fomos ao encontro da natureza, do mundo exuberante dos relatos dos primeiros navegantes, nossa proto literatura. De passagem, fomos nos despedir dos escritores oficiais e, para nos dar a bênção, em frente à Pousada Literária, lá estava Verissimo, e com certeza, assim cremos, também nos vira Verissimo, tão ele mesmo ele era, e tão nós mesmos éramos que nossas histórias se confluíram naquele momento de verdade absoluta, instalados entre pedras centenárias.

Com o coração esperançoso e a fé devidamente esmaltada, abandonamos o caminho das pedras e seguimos por ladeiras asfaltadas, ladeadas por vegetação. Entramos na borda daquele mingau a que chamamos mar e, então, na praia do Jabaquara, ladeados pela maré baixa, veio ao nosso encontro um profeta de calção azul, barba e cabelos longos e negros avisar do destino da poesia. Primeiro apareceu sua cabeça, depois seu corpo todo suspendeu-se e flutuou por sobre as águas, trazendo as boas-novas, acreditamos. Seria este profeta um Vinicius todo amor ou um Drummond, na aparência, calado? Não sabemos, ele apenas fez-se matéria, como uma visagem incorporada à natureza daquela terra gentil. E desse encontro sutil fez-se a paz, durante toda aquela tarde de inverno Paraty brilhou, o mar refletiu e tremelicou os raios do sol, tivemos a impressão de que o tempo parara e que a terra já dera todo o seu simbólico recado.

Saímos, talvez mais confusos e surpresos do que quando chegamos à cidade, mas com o sentimento de que deveríamos continuar; voltar, e seguir. Na manhã de domingo, último dia da festa, a cidade amanheceu como uma flor murcha, ferida por tampinhas de garrafa. Os garis exerciam o duro ofício de varrer entre as pedras do centro histórico, e os cafés, ainda fechados, preparavam-se para saciar a fome ardente dos turistas. Plácidos, transitamos pelas lojas e as livrarias abarrotadas, nada afetaria a aparição do profeta. Estávamos possuídos pela poesia, e não haveria nenhum apelo mais belo do que estar dentro de uma história, cujo fim permanecia em suspensão.

De modo que, nossa décima edição da Flip nada teve a ver com aquela que os jornais noticiaram. Nada de debates em telões e tendas improvisadas por operários fluminenses, nem bitolada em entrevistas tentando se encravar no duro coração dos escritores, muito menos curtindo noitadas nos bares da Praça da Matriz, entre copos, bocas e olhares enviesados. A nossa teve algo de bíblica e surrealista, Flips, acepipe literário, muçarela de búfala de poesia concreta. Nada nos restava, a não ser abandonar aquele mundo maculado, embora premente de epifanias, retornar à nossa ilha artificial e viver nossas histórias reais e pouco literárias.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 12/7/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Domingão, domingueira de Ana Elisa Ribeiro
02. Paris branca de neve de Renato Alessandro dos Santos
03. Nos braços de Tião e de Helena de Renato Alessandro dos Santos
04. As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon de Jardel Dias Cavalcanti
05. Como eu escrevo de Luís Fernando Amâncio


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2012
01. Lobo branco em selva de pedra: Eduardo Semerjian - 1/3/2012
02. Perdidos em Perdizes - 28/6/2012
03. O lilás da avenida sou eu - 13/9/2012
04. Ode ao outono - 12/4/2012
05. O crime da torta de morango - 18/10/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BIBLIOGRAFIA DO ULTRAMAR PORTUGUÊS - ANGOLA (FASCÍCULO IV)
JÚLIO GONÇALVES
SOC GEOGRAFIA DE LISBOA
(1962)
R$ 22,28



AMORES IMPOSSÍVEIS
RABINO ELIEZER SHEMTOV
SÊFER
(2012)
R$ 10,00



VOCABULARY OF OIL CHEMISTRY AND REFINNG (EM QUATRO IDIOMAS)
ELIZABETE LUCAS ET AL
FAPERJ
(2012)
R$ 27,90



ANGLO AMERICAN POLITICAL INFLUENCES ON RUI BARBOSA
HOMERO PIRES
CASA DE RUI BARBOSA
(1949)
R$ 17,00



O BALÃO AMARELO
LUCÍLIA JUNQUEIRA DE ALMEIDA PRADO
BRASILIENSE
R$ 4,00



GOT IT - STUDENT BOOK & WORKBOOK
DIANA PYE
OXFORD
(2014)
R$ 130,00



AS VALKÍRIAS
PAULO COELHO
ROCCO
(1992)
R$ 7,00



RADICANTE - POR UMA ESTETICA DA GLOBALIZACAO
BOURRIAUD, NICOLAS
MARTINS
(2011)
R$ 44,88



CAMINHO DA LIBERDADE
HOWARD FAST
BEST BOOKS
R$ 6,00



FÁBULAS CRUÉIS
LUIZ VADICO
EMPÍREO
(2016)
R$ 18,00





busca | avançada
33053 visitas/dia
1,3 milhão/mês