Analisando Sara: Pós-hardcore atmosférico | Duanne Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cyrano de Bergerac
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Bibliotecas públicas, escolares e particulares
>>> O Vendedor de Passados
>>> Entre a crise e o espectro do humor a favor
>>> Dicas para a criação de personagens na ficção
>>> Tiros, Pedras e Ocupação na USP
>>> Oficina de conto na AIC
>>> Crônica em sustenido
Mais Recentes
>>> O Preço de Uma Vida de Cristiane Krumenauer pela Novo Século (2018)
>>> Revista de História USP Nº 60 1964 de Diversos Autores pela Ffcl/USP (1964)
>>> Kerata O Colecionador de Cérebros de Juliana R. S. Duarte pela Novo Século (2017)
>>> Revista de História USP Nº 50 1962 de Diversos Autores pela Ffcl/USP (1962)
>>> Crepúsculo - Livro de Anotações da Diretora de Catherine Hardwicke pela Intrínseca Ltda (2019)
>>> Os Sertões de Euclides da Cunha pela Nova Cultural (2002)
>>> O Segredo e outras Histórias de Descoberta de Lygia Fagundes Tellles pela Companhia das Letras (2012)
>>> Uma Família Feliz de David Safier pela Planeta (2013)
>>> O Enigma da Pirâmide de Alan Arnold pela Circulo do Livro (1985)
>>> Adrienne Mesurat (prefáco Inédito) de Julien Green/ (Nota): Josué Montello pela Nova Fronteira (1983)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes) de Jonathan Swift/ Trad.: Octavio Mendes Cajado pela Globo/ RJ. (1987)
>>> O Mochileiro das Galáxias - Volume 5 - Praticamente Inofensiva de Douglas Adams pela Arqueiro (2010)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes)/ Encadernado de Jonathan Swift/ Prefácio: Almir Andrade pela W. M. Jackson (1970)
>>> Viagens de Gulliver (em 04 Partes)/ Encadernado de Jonathan Swift/ Prefácio: Almir Andrade pela W. M. Jackson (1970)
>>> Amigos de Todo Mundo: Romance de um Jardim Zoológico de Felix Salten/ Ilustrações: Philipp Arlen pela Edições Melhoramentos (1952)
>>> Lembranças Obscuras de um Judeu Polonês Nascido na França de Pierre Goldman pela Francisco Alves (1984)
>>> El Hombre de Annie Besant pela Glem (1957)
>>> Lo Spiritismo Nella Umanita de Casimiro Bonfiglioli pela Bologna (1888)
>>> Santo Tomas de Aquino de P.J. Weber pela Poblet (1949)
>>> Rumo a Consciência Cómica de Pagina de ouro de Ramasar pela Curitiba (1969)
>>> Reencarnação de J.H. Brennan pela O Hemus
>>> Rezando com o Evangelho de Pe. Lucas Caravina pela Paulus (1997)
>>> Resolução para o novo milênio de Jennifer Fox pela Ediouro (1999)
>>> Los Maestros sus Retratos Meditaciones y Graficos de David Anrias pela Horus (1973)
>>> La Doctrina Cosmica de Dion Fortune pela Luis Cárcamo (1981)
>>> Remotos Cânticos de Belém de Wallace Leal V. Rodrigues pela O Clarim (1986)
>>> Reencarnação e Imortalidade de Alexandra David Neel pela Ibrasa (1989)
>>> Raios de Luz Espiritual de Francisco Valdomiro Lorenz pela Pensamento
>>> Does God Exist? de A.E. Taylor pela The Macmillan Company (1947)
>>> Administração Básica de Adelphino Teixeira da Silva pela Atlas (2011)
>>> Como Resolver Conflitos no Trabalho de Jerry Wisinski pela Campus (1994)
>>> Administração de Investimentos de Peter L. Bernstein pela Bookman (2000)
>>> Sistemas Organização e Métodos de Tadeu Cruz pela Atlas (1998)
>>> Os 100 melhores livros de negócios de todos os Tempos de Todd Sattersten Jack Covert pela Campus (2010)
>>> Propaganda de Plínio Cabral pela Atlas (1980)
>>> Empresa Como Organizar e Dirigir de Antônio Carlos Ferreira pela Ouro
>>> Marketing Cultural ao Vivo de Vários pela Francisco Alves (1992)
>>> A Dose Certa de John C. Bogle pela Campus (2009)
>>> Já tenho idade para saber de Michael W. Smith pela BomPastor
>>> Sobreviver não é o Bastante de Seth Godin pela Campus (2002)
>>> Jesus, o maior psicólogo que já existiu de Mark W. Baker pela Sextante
>>> Aspectos Legais da Documentação em Meios Micrográficos Magnéticos e Ópticos de Ademar Stringher pela Cenadem (1996)
>>> Go Pro de Eric Worre pela Rumo (2019)
>>> Avaliação da aprendizagem - Componente do ato pedagógico de Cipriano Carlos Luckesi pela Cortez (2011)
>>> Pílulas do Bem-Estar de Daniel Martins de Barros pela Sextante (2019)
>>> Trilha de Diversos pela EuBlack
>>> Apostila de Vestibular Semi FGV 2 de Não Informado pela Cpv (2003)
>>> Documentos Maranhenses Pantheon Maranhense 2 Volumes de Antônio Henrique Leal pela Alhambra (1987)
>>> Economia de João Paulo de Almeida magalhães pela Não sei (2019)
>>> Curso de Eletrotécnica Vol 6 Corrente Alternada de Chester L. Dawes pela Globo (1979)
COLUNAS

Terça-feira, 27/11/2012
Analisando Sara: Pós-hardcore atmosférico
Duanne Ribeiro

+ de 2900 Acessos

O vocalista da Analisando Sara, banda de pós-hardcore de Santos, litoral de São Paulo, como que range os dentes quando sente a música. Não se veem os olhos sob o boné, ainda mais com a pouca luz do bar, mas se enxerga o branco cerrado na boca, a cabeça sacudida como que em um espasmo. Tensão contida? Liberada com o vocal que explode sobre ritmo e melodia em devaneios próprios.

Às vezes ele só aguarda, força o eixo do corpo para um lado, cobre o rosto com as mãos, acompanha a melodia com quase uma dança. A banda atrás está imersa no riff e na batida. A sonoridade instrumental me lembra Circa Survive, Alexisonfire (sem a fúria), Envydust. Mas não é exatamente nada disso; se nos primeiros EPs as influências eram mais claras e o gênero mais marcado, 6567826968738469, o mais recente, (o segredo da sequência de números, só no encarte do álbum) traz uma identidade mais bem definida e original.

A banda venceu o Rock Show 2012 na categoria Som Original. O EP anterior a esse, Repetição Imediata: Co-Evolução e Consequência, foi premiado pelo Zona Punk como melhor demo nacional de 2010. Está já em gravação o próximo, que deve aparecer em 2013. A formação atual reúne os guitarristas Daniela Gumiero e Diego 'Munk' Oliveira, o baixista Henrique Santana, o baterista Bruno 'Skero' Martins e o vocalista Gilberto Junior - único desde o início do grupo. Mesmo no cenário alternativo esse tipo de som é raro no Brasil; a tendência é que se aperfeiçoe.

Assisti ao show no Cerveja Azul, na Mooca; show pequeno, a banda teve maiores, como no Hangar 110, ou em espaços mais importantes, como a Virada Cultural. Além do gestual, o que se destaca em Gilberto é sua postura de líder no palco - tanto para vender camisetas e álbuns quanto para defender uma ideia positiva da vida, o que a banda constrói como sua marca. Há entrega, convicção e projeto, visíveis não só em tudo que citei, como na presença online e nos bastidores.

É por isso que escrevo a resenha do EP, que segue abaixo. Não só por isso: eu sou amigo de Gilberto faz bastante tempo (naturalmente, por esse motivo você pode desconfiar de qualquer entusiasmo meu). Já toquei com ele há uns dez anos, em várias ocasiões. Numa delas, a música era Pregos, Cruzes e um Saco de Moedas, do Dance of Days. Eu fiz humildemente o vocal limpo, Gilberto subiu no palco e fez os screams. As caixas vibraram com a potência, de um tal modo que (acho) parei e olhei impressionado por um instante.

6567826968738469
Gilberto não berra mais; especializou-se em outro estilo. Usa preferencialmente timbres agudos, forçando melodicamente todas as frases. Os finais de palavra se alongam e quase sempre se estendem e se ligam, formam uma linha contínua de variação sonora. Pode soar maneirista e dramático, e até onde vejo afasta alguns ouvintes - mas é uma camada que se destaca e integra o conjunto com força.

São características de voz análogas a de um vocalista como Nenê Altro (foi essa a minha primeira impressão, negativa, de Se Essas Paredes Falassem), embora aqui tenhamos um vocal mais limpo, mais encorpado. Segue o faixa-a-faixa:

A Última de Vogal se constrói pela sobreposição de sonoridades. Abrem a música a melodia do vocal feminino e o dedilhado da guitarra base. Ambiente feito, entra a guitarra solo, em tom mais agudo, acrescenta mais uma linha melódica. O vocal principal rasga esse ambiente, variando mais os tons sobre a batida simples, mas quebrada, da bateria. Quando a guitarra solo muda seu riff, não volta a repetir as sequências iniciais; soma-se ao conjunto outro vocal, gritado - "quantas noites perdemos para salvar o futuro, para que os sonhos de vida não se percam no escuro?". Tudo se acumula, cada instrumento na sua forma própria. Intenso, algo triste, repetição insistente que só cessa com o grito "temos que lutar!".

Minha preferida, Perimetral, tem várias seções, com mudanças de dinâmica e da função de cada instrumento. O início, com poucas notas nas guitarras que ecoam, mais lento, segue por uns vinte segundos; um golpe no prato de condução deixa soar o metal enquanto sobram vocal (caindo de intensidade e tom) e guitarra (no som estéreo, em um ouvido só) com um riff nas cordas mais graves - e explode um riff mais agudo na outra guitarra (e em outro ouvido). As duas alternam essas linhas uma única vez, até que a bateria desacelere - um segundo ápice. Uma das guitarras passa a ser só solo, abusando da velocidade da palhetada. Outra vez, a música baixa sua velocidade, para dar lugar a uma seção com um novo riff e uma batida mais estacada, com o bumbo atacado múltiplas vezes. Até o fim, guitarra e vocal exploram sua potência, pra "fazer valer cada gota de suor", como diz a letra.

Permita-se é a base mais "simples" do EP, tanto a primeira base de estrofe como a parte final lembram recursos comuns de bandas de pós-hardcore. 140' (feita por Rafael Carvalho, que ajudou a produzir o EP) é a faixa que mais se afasta do estilo do conjunto: batida eletrônica, efeitos sonoros típicos do ambient music, algumas colagens de áudio. Uma delas diz: "Não podemos ter medo de sonhar grande". É um interlúdio que se segue ao verso "é difícil dizer o que é sonho, é difícil dizer o que é real" de Permita-se - de tal maneira que essas duas músicas parecem conectadas. No encerramento de Cygnus... Vismund Cygnus, do Mars Volta, há uma seção assim, embora mais ruidosa e sombria.

Keka Rarecandy feat. Sasha Robot foi a primeira música de trabalho do EP. Possui um andamento mais lento que Perimetral, mas sua estrutura com várias seções é parecida. É talvez a música em que o vocal ganhe mais destaque; os riffs não são tão presentes e tão variados, há mais acordes com batidas mais simples. A voz no entanto explora bastante a dinâmica, com quedas de tom num verso a que segue uma linha em tom bem mais alto, ou que mudam todo ambiente da canção, como por volta do fim do primeiro minuto (lá em Perimetral, num momento, Gilberto varia também rápido, mas para um tom agudo). Keka Rarecandy é também a em que a repetição do refrão é marcante, o que explica possivelmente porque se tornou a música do clipe, a de divulgação inicial.

Em todas uma atmosfera particular, repleta de melodia. Baixe e ouça.


Duanne Ribeiro
São Paulo, 27/11/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O sol se põe em São Paulo de Rafael Rodrigues
02. Os Insones, de Tony Belloto de Gabriela Vargas
03. Orkut Ano Dois de Julio Daio Borges
04. Bang bang: tiroteio de clichês de Marcelo Spalding
05. O Rio, o carnaval, os garçons e os porteiros de Adriana Baggio


Mais Duanne Ribeiro
Mais Acessadas de Duanne Ribeiro em 2012
01. Diário de Rato, Chocolate em Pó e Cal Virgem - 2/10/2012
02. Corpo é matéria, corpo é sociedade, corpo é ideia - 4/9/2012
03. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge - 14/8/2012
04. Èpa Bàbá Oxalá! na Nota de Real - 3/4/2012
05. Cinco Sugestões a Autores de Ficção Científica - 7/2/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS
MANUEL A. DE ALMEIDA
KLICK
(1997)
R$ 15,00
+ frete grátis



AT THE LAKE IN JUNE: LONG VOWELS (LONG U)
SUZANNE BARCHERS
LEAP FROG
(2009)
R$ 19,28



PODEROSA
SÉRGIO KLEIN
FUNDAMENTO
(2013)
R$ 12,00



MÚSICA CAIPIRA
JOSÉ HAMILTON RIBEIRO
REALEJO
(2015)
R$ 75,00



O MELHOR DE LEGIÃO URBANA
IRMÃOS VITALE
IRMAOS VITALE
(1999)
R$ 42,00



GLÓRIA MORTAL
NORA ROBERTS; J. D. ROBB; RENATO MOTTA
BERTRAND BRASIL
(2004)
R$ 10,00



INTEGRAÇÃO E SEUS SINAIS
ISAIAS RAW E PAULO LEE HO
UNESP
(2000)
R$ 17,00



O DESAFIO MUNDIAL
JEAN-JACQUES E SERVAN_SCHREIBER
NOVA FRONTEIRA
(1980)
R$ 35,91
+ frete grátis



PIANTE MEDICINALI NELLA COSMETICA - 3634
GIUSEPPE PENSO
ORGANIZZAZIONE MEDICO FARM.
(1984)
R$ 25,00



IN AETERNUM: JOY DIVISION: A BUSCA AFETIVA POR UMA IMAGEM
ARLINDO GONÇALVES
HORIZONTE
(2018)
R$ 145,00
+ frete grátis





busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês