Dicas para a criacao de personagens na ficcao | Marcelo Spalding | Digestivo Cultural

busca | avançada
83745 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Primeira edição do ZporZ Fest Verão acontece em janeiro
>>> Sesc Cultura ConVIDA! apresenta mostras temáticas
>>> Oficina de Objetos de Cena nas redes do Sesc 24 de Maio
>>> Lançamento: livro “A Cultura nos Livros Didáticos”, de Lara Marin
>>> Exposição coletiva 'Encorpadas - Grandes, largos, políticos: corpos gordos'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
>>> A Velhice
>>> Casa, poemas de Mário Alex Rosa
>>> Doutor Eugênio (1949-2020)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
>>> Clownstico de Antonio Ginco no YouTube
>>> A Ceia de Natal de Os Doidivanas
>>> Drag Queen Natasha Sahar interpreta Albertina
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Mauro Henrique
>>> Uma pirueta, duas piruetas, bravo, bravo!
>>> Ele, Francis
>>> A crítica e o custo Brasil
>>> Manual prático do ódio
>>> Greatest hits em forma de coluna
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Jogando com Cortázar
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Diálogos de Platão, pela editora da Universidade Federal do Pará
Mais Recentes
>>> IL ÉTAIT UNE FOIS L'AMOUR de DANIELLE STEEL pela LIBRARIE GENERALE FRANÇAISE (1985)
>>> Tenda dos Milagres de Jorge amado pela Martins (2021)
>>> SINAL DA VITÓRIA de J. W. ROCHESTER pela FEderação Espírita Brasileira (1969)
>>> São Mateus Corrige seu Evangelho de J. Santos Silva pela Gráfica e Editora Edigraf S A.
>>> Respostas da Vida de Francisco Cândido Xavier pela Ideal
>>> Matemática 6º Ano – Projeto Athos de José Roberto Bonjorno, Paulo Câmara Sousa, Regina Bonjorno & Tânia Gusmão pela Ftd (2014)
>>> São Jorge dos Ilhéus de Jorge amado pela Martins
>>> O NOVO TESTAMENTO VIVO EM LINGUAGEM ATUALIZADA de MUNDO CRISTÃO pela MUNDO CRISTÃO (1973)
>>> Macunaíma: o herói sem nenhum caráter de Mário de Andrade pela Círculo do Livro (1988)
>>> O MUNDO E EU de JOÃO MOHANA pela AGIR (1964)
>>> Feuillets D' Automne de Andre Gide pela Le Livre de Poche
>>> Tereza Batista Cansada de Guerra de Jorge amado pela Martins
>>> O Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec pela FEESP
>>> Apaixonados - Histórias de Amor de Fallen de Lauren Kate pela Galera (2016)
>>> NOVO TESTAMENTO PORTUGUÊS INGLÊS de pela
>>> Novo Testamento de Apóstolos De Jesus pela Casa Publicado Batista
>>> Novelas de Jerusalém de Sch. I. Agnon pela Perspectiva (1967)
>>> Não Vos Preocupeis de Leo Trese pela Quadrante
>>> Meditations de Tola Gynska pela Centro Espiritual Vahali - Brasil
>>> Matemática 6º Ano – Projeto Athos de José Roberto Bonjorno, Paulo Câmara Sousa, Regina Bonjorno & Tânia Gusmão pela Ftd (2014)
>>> Mananciais no Deserto de Lettie Cowman pela Editora Betânia
>>> Judas Traidor ou Traído de Danillo Nunes pela Gráfica Record Editora
>>> Chico Xavier dos Hippies aos problemas do mundo de Emmanuel,Francisco Cândido Xavier pela Lake
>>> O Irmão Maior de Welington Guimarães Filho pela Novo Século (2017)
>>> Matemática 6º Ano – Roteiros de Aprendizagem – Projeto Athos de José Roberto Bonjorno, Paulo Câmara Sousa, Regina Bonjorno & Tânia Gusmão pela Ftd (2014)
>>> CAMINHANDO COM A VERDADE de LUIZ SÉRGIO pela PANORAMA (2000)
>>> A Experiência do Lar de Devi Titus pela Central Gospel (2018)
>>> Boa Nova de Francisco Cândido Xavier pela FEderação Espírita Brasileira (1970)
>>> História Sociedade & Cidadania 6º Ano de Alfredo Boulos Júnior pela Ftd (2009)
>>> A BÍBLIA NA LINGUAGEM DE HOJE de SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL pela SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL (1975)
>>> Psicologia, as bases biológicas do comportamento de Richard E.,Norman M.,James L. Mcgaugh pela Livros Técnicos e Científicos Editora SA
>>> PSICOLOGIA DA ADOLESCÊNCIA de SAMUEL PFROMM NETTO pela LIVRARIA PIONEIRA (1973)
>>> O RELATÓRIO HITE SOBRE SEXUALIDADE MASCULINA de SHERE HITE pela DIFEL (1970)
>>> O RELATÓRIO HITE de SHERE HITE pela DIFEL (1996)
>>> Eu fui a melhor amiga de Jane Austen de Cora Harrison pela Rocco (2011)
>>> FUNDAMENTOS DE ESTATÍSTICA PARA AS CIÊNCIAS DO COMPORTAMENTO de EVA NICK & SHEILAH R. O. KELLNER pela RENES (1971)
>>> EXPERIÊNCIAS PSÍQUICAS ALÉM DA CORTINA DE FERRO de SHEILA OSTRANDER&LYNN SCHROEDER pela EDITORA CULTRIX
>>> Um Dia a Autenticidade de Ayrton Toledo pela T. A. Queiroz Editora LTDA
>>> POEMA DO NÉCTAR de LEANDRO COCICOV pela JOÃO ESCORTECCI EDITOR (1985)
>>> História 6º Ano - Das Cavernas ao Terceiro Milênio de Patrícia Ramos Braick & Myriam Becho Mota pela Moderna (2006)
>>> MOMENTO SEM TEMPO de MARÍLIA FAIRBANKS MACIEL pela EDITORA CUPOLO (1972)
>>> Martin Fierro Edicion Critica de Carlos Alberto Leumann de Jose Hernandez pela Estrada Editores
>>> I CONFINI DELLA MENTE de PIERLUIGI RUSSO pela IL POLIEDRO (1976)
>>> EU TE AMO de PROF ROBERTO SIMÕES pela PERON FILHO COMUNICAÇÕES (1998)
>>> Combo 2 Livros Físicos Arsène Lupin Seriado Netflix de Ciranda Cultural pela Ciranda Cultural
>>> Livro Arsène Lupin contra Herlock Sholmes Seriado Lupin de Ciranda Cultural pela Ciranda Cultural
>>> Administração contábil e financeira na pequena empresa brasileira de Milton Huppert Monte Carmello, Wolfgang Schoerps pela Fgv (1979)
>>> CEM SONETOS DE AMOR de PABLO NERUDA pela L&PM EDITORES
>>> Livro Fisico Arsene Lupin O Ladrão de Casaca Seriado Lupin de Ciranda Cultural pela Ciranda Cultural
>>> Box 8 Livros Físicos Anne Whit An E Lucy Maud Montgomery + Diário de Aventuras Ciranda Cultural de Ciranda Cultural pela Ciranda Cultural
COLUNAS

Sexta-feira, 1/3/2013
Dicas para a criação de personagens na ficção
Marcelo Spalding

+ de 8400 Acessos

Depois do sucesso da coluna 3 dicas para escrita criativa, resolvi publicar com exclusividade no Digestivo Cultural algumas dicas de criação literária da minha Oficina de Criação Literária Online.

Para começar, escolhi um dos temas mais instigantes da ficção, a construção de personagens. Muitas vezes, a primeira ideia que nós temos é de uma personagem que queremos criar. Não é por acaso, nesse sentido, que tantos livros e filmes têm no título o nome do protagonista (Frankstein, Dom Casmurro, Dom Quixote, Batman, Peter Pan.).

Há diversas técnicas para construção da personagem e diversas tipologias das personagens. A mais simples e útil para começarmos a pensar tecnicamente em nossos personagens é a que distingue as personagens planas das personagens esféricas. A terminologia vem de Edward Morgan Forster, citado por Antonio Cândido em A Personagem de Ficção.

Personagens planas são aquelas que não mudam com as circunstâncias e são facilmente identificados na narrativa. Em geral, são coadjuvantes, mas há muitos protagonistas (especialmente em histórias maniqueístas) que comportam-se de forma plana: super-heróis, vilões, princesas, bruxas. A personagem plana é aquela que é sempre boa, é sempre má, é sempre apaixonada, é sempre sacana. Não há variação de caráter, ele não hesita. Nos casos mais radicais, essas personagens são meros estereótipos que funcionam na narrativa como parte do cenário (o mordomo, o ladrão, a vizinha gostosa). No humor e nas histórias infantis esse tipo de personagem costuma fazer muito sucesso. Talvez essa seja uma das explicações do sucesso permanente de Chaves.

Personagens esféricas: são as personagens modernas, capazes de surpreender de maneira convincente. É o herói que tem medo, raiva, rancor, é o vilão que mostra sua face humana, é a esposa romântica e apaixonada que olha para o vizinho ao lado. Segundo Cândido, a marcha do romance moderno foi no rumo de uma complicação crescente da psicologia do personagem; deste ponto de vista, poderíamos dizer que a revolução sofrida pelo romance no século XVIII consistiu numa passagem do enredo complicado com personagem simples para o enredo simples (coerente, uno) com personagem complicada. Basta compararmos o Ulisses na Odisseia de Homero com o Ulisses de Joyce. Ou o Super-Homem com o Batman.

É interessante notar, nesse sentido, que mesmo nas narrativas infanto-juvenis há uma maior complexidade na elaboração dos personagens. Em Shrek, por exemplo, as personagens clássicas, estereotipadas, são satirizadas, dando lugar a um ogro como herói e a outra como princesa. Em Os Incríveis, os heróis são proibidos de usar seus poderes e vivem como uma família de classe média. Em Monstros S/A, são exatamente eles, os monstros, os protagonistas da história. Isso sem falar nas sombrias versões juvenis deChapeuzinho Vermelho e Branca de Neve.

Por outro lado, o grande erro na construção de um personagem é o maniqueísmo. Originalmente, o termo remonta a uma filosofia religiosa sincrética e dualística que divide o mundo entre Bem, ou Deus, e Mal, ou o Diabo (Santo Agostinho, por exemplo, a princípio fora influenciado pelas ideias maniqueistas, mas terminará por combatê-las).

Em suma, hoje dizemos que uma obra maniqueísta é aquela que divide as personagens em bons e maus, sendo os bons sempre muito bonzinhos e os maus, sempre muito maus. As personagens, assim, são sempre planas, nunca complexas. Os exemplos mais tradicionais encontramos nos blockbusters hollywoodianos e nas novelas da Globo, que chegam a ter o núcleos dos bons e o dos maus.

Ocorre que, sem entrar em discussões sociológicas ou psicológicas, na vida real nós não somos apenas bons ou apenas maus, até porque sendo assim não sobreviveríamos nesse mundo por muito tempo. Em geral, as pessoas têm medos, receios, preconceitos, ansiedades, e transmitem isso em pequenos detalhes, lutando para fazer o bem, mas naturalmente comportando-se de forma duvidosa vez que outra. Não estou falando que as pessoas seriam capazes de matar, mas tampouco seriam humilhadas e mal tratadas sem sequer levantar a voz ou transformar o choro em raiva, como acontece em tantas cenas de novela.

Dessa forma, um texto feito de forma maniqueísta não é verossímil, pelo menos desde meados do século XVIII. Sendo assim, a não ser que de forma planejada e proposital, evite enredos maniqueístas e protagonistas planos. As exceções clássicas são a comédia e as obras para o público infantil, mas vale refletir sobre por que as crianças hoje se identificam tanto com o Shrek e tão pouco com o príncipe, os jovens apreciam tanto com o sombrio Batman e tão pouco o belo Super-Homem.

Um exemplo de construção verossímil da personagem, embora maniqueísta, é o já citado Peter Pan. O menino pode voar, mas só se tiver pensamentos felizes, além de ser fundamental a presença da fada Sininho. É a partir desses dois elementos que Peter Pan, soprando o pó de pirilimpimpim em Wendy, poderá voar com ela e seus irmãos. Peter Pan, assim, pode voar, mas enfrentará diversos perigos, pois não é imortal, não tem super-poderes, não é invisível. Se de uma hora para outra se tornasse, haveria uma quebra na relação de confiança com o espectador. E o mais interessante, nesse caso, é o final melancólico, quando Peter Pan acena para Wendy do lado de fora da janela de sua casa, alijado daquele mundo dos humanos que crescem: o contrato ficcional foi mantido, Peter Pan é o menino da Terra do Nunca, ainda que os demais meninos perdidos tenham ido morar com a família de Wendy.

Outro exemplo da literatura/cinema que consegue mesclar realidade e ficção com relativa destreza é Harry Potter, série capaz de arrebatar primeiro as crianças, depois essas crianças crescidas e agora elas já como leitores maduros e universitários. Já na primeira cena vemos o menino procurando a estação sete e meio do trem, se não me engano, para entrar no mundo dos bruxos. Suas magias dependem de sua varinha, e Potter só pode voar com a vassoura ou ficar transparente com a capa, elementos que vão guiando o leitor/espectador ao longo de toda a série.

A regra de ouro na construção de histórias fantásticas, portanto, é a verossimilhança. Dos conflitos, do cenário e especialmente das personagens.


Marcelo Spalding
Porto Alegre, 1/3/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Alice in Chains, Rainier Fog (2018) de Luís Fernando Amâncio
02. O crime da torta de morango de Elisa Andrade Buzzo
03. A última discoteca básica de Wellington Machado
04. Palmada dói de Marta Barcellos
05. O livro de Dave e seu tradutor de Rafael Rodrigues


Mais Marcelo Spalding
Mais Acessadas de Marcelo Spalding em 2013
01. Por uma lógica no estudo da ortografia - 12/7/2013
02. Dicas para a criação de personagens na ficção - 1/3/2013
03. A poesia concreto-multimídia de Paulo Aquarone - 14/6/2013
04. A literatura infanto-juvenil que vem de longe - 1/2/2013
05. O escritor e as cenas: mostrar e não dizer - 12/4/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A NOVA CIVILIZAÇÃO DO TERCEIRO MILÊNIO - 5353
PIETRO UBALDI
LAKE
(1956)
R$ 10,00



O SEGREDO DAS COISAS PERDIDAS
SHERIDAN HAY
NOVA FRONTEIRA
(2010)
R$ 10,00



GENTE BOA
DIVERSOS
BRASÍLIA/RIO
(1975)
R$ 10,00



MEU PRÓPRIO NEGÓCIO 124 - FATURE ATÉ 90 MIL POR MÊS COM VENDA DIRETA
VARIOS AUTORES
ON LINE
R$ 10,00



CONSTRUÇÃO CIVIL: VIABILIDADE PLANEJAMENTO CONTROLE
JOSÉ ALEXANDRE ASSED
LTC
(1986)
R$ 10,00



CONCEPÇÃO EXISTENCIAL DE DEUS
J. HERCULANO PIRES
PAIDÉIA
(1981)
R$ 10,00



O CASO YVOIRE
YVES GRAIN
NOVA CULTURAL
R$ 10,00



LUKÁCS - UM CLÁSSICO DO SÉCULO XX
CELSO FREDERICO
MODERNA
(1997)
R$ 10,00



TIM
COLLEEN MCCULLOUGH
CÍRCULO DO LIVRO
R$ 10,00



ESCRITO NAS ESTRELAS - LEMBRANÇAS DA MEIA-NOITE - VIRA-VIRA
SIDNEY SHELDON
BEST BOLSO
(2011)
R$ 10,00





busca | avançada
83745 visitas/dia
2,4 milhões/mês