Anotações de um amante das artes | Márwio Câmara | Digestivo Cultural

busca | avançada
35423 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A difícil arte de viver em sociedade
>>> Ações culturais
>>> A história do amor
>>> Além do Mais
>>> Derrotado
>>> Acabou o governo
>>> American women kick ass
>>> As duas oposições
>>> Michelangeli & Bach
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
Mais Recentes
>>> Manual do Escotista - Ramo Lobinho de União dos Escoteiros do Brasil pela A União (2011)
>>> A Mágica da arrumação - a arte japonesa de colocar ordem na sua casa e na sua vida de Marie Kondo pela Sextante (2015)
>>> PSI-Q - 80 jogos, questionários e experiências para testar sua inteligência psicológica de Ben Cambridge pela Sextante (2016)
>>> Trogan! uma Luz Em Atlântida de Franc Josef pela Speed Art (2000)
>>> Educação Familíar Presente e Futuro de Içami Tiba pela Integrare (2014)
>>> Espíritos Entre Nós de James Van Praagh pela Sextante (2009)
>>> Psicoterapias Cognitivo-Comportamentais - um diálogo com a psiquiatria de Bernard Rangé (org.) pela Artmed (2001)
>>> O Túnel das Almas de J. Herculano Pires pela Paideia (1978)
>>> O Laço Duplo de Chris Bohjalian pela Nova Fronteira (2008)
>>> O Pálido Olho Azul de Louis Bayard pela Planeta do Brasil (2007)
>>> Apólice para Morte de Sara Paretsky pela Marco Zero (1982)
>>> O Encontro Marcado de Fernando Sabino pela Record (2008)
>>> O Sétimo Unicórnio de Kelly Jones pela Mercuryo (2006)
>>> Morte de um Holandês de Magdalen Nabb pela Bonobo / Novo Século (2009)
>>> Como compreender os símbolos - guia rápido sobre simbologia nas artes de Clare Gibson pela Senac (2012)
>>> Clássicos do Iatismo de Antonio Luiz de Souza Mello Netto pela Media Mundi (2011)
>>> A Casa das Sete Meninas de Georges Simenon pela Nova Fronteira (1982)
>>> Último Azul de Daisy Xavier pela Barleu (2011)
>>> Mas Será o Benedito? de Mario Prata pela Globo (1996)
>>> Querida Sue de Jessica Brockmole pela Arqueiro (2014)
>>> O Escritor de Obituarios de Porter Shreve pela Best Seller (2002)
>>> Rindo E Refletindo Com A História de Richard Simonetti pela Ceac (2007)
>>> História da Civilização Ocidental - Volume 2 de Edward McNall Burns pela Globo (1989)
>>> História da Civilização Ocidental - Volume 1 de Edward McNall Burns pela Globo (1993)
>>> Estranha Economia de Felipe Barbosa pela Apicuri (2012)
>>> A Inspetora e Uma Grande História de Amor (Série Edi Jovem)) de Santos de Oliveira pela Ediouro (1993)
>>> Herry Potter e a Pedra Filosofal de J. K. Rowling pela Rocco (2019)
>>> Revisão do paraíso. Os brasileiros e o Estado em 500 anos de História de Mary del Priore. Organização pela Campus (2000)
>>> Polly Pocket: Teste e Truques de Editora Fundamento pela Fundamento (2007)
>>> Fábrica de Poesia de Roseana Murray pela Scipione (2009)
>>> O Outro Nome do Bicho de Chico Homem de Melo pela Scipione (2007)
>>> A Viagem de uma Alma de Peter Richelieu pela Pensamento (1993)
>>> Isso Não É Brinquedo! de Ilan Brenman pela Scipione (2007)
>>> Os senhores dos rios. Amazônia, margens e história de Mary del Priore & Flávio Gomes. Organizadores pela Campus (2003)
>>> O Gato do Mato e o Cachorro do Morro de Ana Maria Machado pela Ática (2007)
>>> A Voz de Deus de Fernando Pessoa pela Proi (1997)
>>> Medidas Desesperadas de David Morrell pela Rocco (1998)
>>> Como Ler os Quatro Evangelhos de Frei Carlo Maria pela Regnum Dei (1987)
>>> O Extraordinário Poder da Intenção de Esther & Jerry Hicks pela Sextante (2008)
>>> Elos do Passado de Wanda A. Canutti pela Eme (2002)
>>> Na Hora do Adeus de Irene Pacheco Machado pela Rema (1997)
>>> Breve história da cartografia. Dos primórdios a Gerardus Mercator de Abílio Castro Gurgel pela BTAcadêmica (2015)
>>> O Gerente Minuto de Kenneth Blanchard e Spencer Johnson pela Record (1981)
>>> A Charada do Sol e da Chuva de Luiz Galdino pela Ática (1996)
>>> Encarcerados de Nércio Antonio Alves pela Rumo (1990)
>>> O Hotel dos Bichos Desamparados de Ricardo L. Hoffmann pela Ftd (1990)
>>> Crescer é Perigoso de Marcia Kupstas pela Moderna (1994)
>>> Stress Você Pode Ser O Próximo Previna-se de João Vilas Boas pela Paradigma (2019)
>>> Criar Abelhas é Lucro Certo de Márcio Infante Vieira pela Nobel (1983)
>>> O Assassinato de Roger Ackroyd de Agatha Christie pela Globo (2008)
COLUNAS

Sexta-feira, 3/5/2013
Anotações de um amante das artes
Márwio Câmara

+ de 2900 Acessos

Com o "boom" das redes sociais compartilhando a todo o momento fragmentos, nem sempre de natureza verossímil, de escritores de forte veia intimista como Clarice Lispector e, de seu assumido admirador, Caio Fernando Abreu, seus nomes passaram a ganhar novamente destaque na literatura nacional e curiosidade (?) entre os jovens leitores.

Embora pertençam a épocas antagônicas à nossa contemporaneidade, o espírito existencialista de suas obras vem cativando a nova geração justamente por falar sobre questões sensitivas do homem, quase numa espécie de catarse intimista - embora, criticamente, nas redes sociais tais escritores venham sendo usados de maneira um tanto quanto superficial e dispersa. Com a contaminação pop - no melhor ou pior sentido da palavra - de seus nomes, novas coletâneas e reedições de suas obras vêm surgindo e despertando o interesse entre as editoras e espaço nas livrarias.

O último lançamento do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu trata-se de uma compilação inédita de crônicas do autor, publicadas, entre os anos 80 e 90, no Jornal O Estado de São Paulo, intitulada A vida gritando nos cantos, editada pela Nova Fronteira, no final do ano passado. O título intimista e de estigma poético foi selecionado pela dupla de pesquisadoras Lara Souto Santana e Liana Farias, responsável pela feitura do livro, e retirado de uma das crônicas de Caio, intitulada "Querem acabar comigo?".

A ideia do livro, inicialmente, surgiu durante as buscas de Liana pelas crônicas assinadas por Caio que abordavam sobre a AIDS, doença que o matou em 1996, e que seria tema de sua monografia de conclusão do curso de Jornalismo, em 2010. Na busca por seus textos, vasculhou cada um dos exemplares do jornal, disponíveis na Biblioteca do Senado Federal, e encontrou um vasto material de crônicas do escritor que nunca havia lido. Com a missão de que estas viessem a público, reuniu-as e foi atrás dos responsáveis pelos direitos autorais. Conheceu Lara, no ano seguinte, que também fazia um trabalho de pesquisa sobre as crônicas inéditas de Caio, e juntas revisaram todo o material, sendo lançado no final de 2012.

Nesta compilação dividida cronologicamente entre os anos de: 1986-1988; 1993-1996 e em crônicas sem data, nos deparamos com um cronista atento às novidades da arte e da indústria do entretenimento, amante da música, da Literatura, do Cinema e do Teatro; e um depurado flâuneur do cotidiano paulistano, atento às transformações sociopolíticas do Brasil de seu tempo. Suas crônicas são como uma espécie de diário de anotações, onde Caio F. dialoga com o seu leitor, despretensiosamente, sobre arte, política e vida, indo da música dos The Doors ao disco Totalmente demais, do Caetano Veloso; da poesia de Drummond aos elogios feitos ao diretor Woody Allen, com o filme Hannah e suas irmãs; recordações de sua primeira ida ao bairro de Santa Tereza à experiência de morar numa comunidade hippie. Tudo junto e misturado. Jazz, Blues, Rock, MPB, Cinema, Literatura, agradecimentos, memórias, saudações, puxões de orelhas, homenagens e lamentações.

"Semana passada, me deu uma vergonha tão grande de morar numa cidade que tem como prefeito essa figura lamentável do sr. Jânio Quadros, que até pensei: bom, no domingo sento e escrevo sobre isso. Uma crônica/carta irada, reclamando da sujeira das ruas, da violência solta, do barulho, da poluição, do lixo. Uma carta raivosa, cheia de cobranças. Lamentando a burrice deste povo que elegeu o sr. Jânio como prefeito e é bem capaz de, nas próximas (cadê?) eleições diretas para presidente, votar naquele outro senhor - o João Baptista Figueiredo. Uma carta sugerindo o internamento imediato do sr. Jânio (como ele fez com a própria filha) para uma boa - digamos - faxina mental. Com muito detergente."

(Trecho de "Ninguém merece Jânio Quadros", assinada em 28 de outubro de 1987. A vida gritando nos cantos, pág. 127.)

Em outra crônica, ele relata o esgotamento existencial, após terminar de escrever um de seus livros:

"Escrevendo na manhã de segunda-feira. Céu muito azul. As moças da loja de bicicleta lavam as vitrinas. Eu bebo café, abro janelas. Como uma carta para vários remetentes, apara nenhum remetente. Despedida rápida, provisória: vou ficar algum tempo sem escrever aqui, pelo menos até dia 6 de janeiro. Um pouco porque vou viajar, tenho um trabalho a fazer no Rio de Janeiro. Mas principalmente porque preciso de tempo - me dar um tempo, sabe como? Ando meio esvaziado. Nos últimos tempos, investi todas as energias para terminar um livro - chama-se Os dragões não conhecem o paraíso. Não me sinto capaz de falar sobre ele. Está ponto, entregue. Foi demorado, foi difícil, talvez mais difícil que qualquer outro dos anteriores. Às vezes, escreve-se um livro como se fosse para não morrer. Eu disse às vezes, mas me pergunto se não será quase sempre assim. De qualquer forma. Este foi. E não que seja um livro "triste". Ao contrário: acho que é cheio de vida. Também não sei se tudo que é assim, cheio de vida, não será sempre também um pouco triste. Em abril, estará nas livrarias. Então conversamos."

(Trecho de "Despedida provisória", assinada em 16 de dezembro de 1987. A vida gritando nos cantos, cap. 137.)

A vida gritando nos cantos é um aparato do escritor, jornalista, crítico e cronista - e um eterno amante das artes -, codificados na figura de Caio Fernando Abreu. Uma conversa de bar com direito a uísque e cigarros ao som de Billie Holiday, Cazuza, Caetano, Angela Rô Rô, Nara Leão entre tantos outros. Um ótimo livro para os apreciadores de sua prosa esmiuçar o seu lado perspicaz e abrangente de cronista, e, evidentemente, para reforçar o boom das redes sociais que, felizmente ou infelizmente, o fizera, na geração virtual, um escritor um tanto quanto popular.


Márwio Câmara
Rio de Janeiro, 3/5/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. iPad, Kindle, salvação e histeria de Rafael Fernandes
02. O Leão e o Unicórnio II de Guga Schultze
03. Sem roupa e sem memória de Daniela Sandler


Mais Márwio Câmara
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TURNAROUND - VIRANDO O JOGO (AUTOGRAFADO)
AGOSTINHO DALLAVALLE
SULINA
(2010)
R$ 40,00



ROCK IN CD - PARTE DA REVISTA BIZZ Nº 70
CELSO PUCCI EDITOR
AZUL
R$ 7,00



INTRODUÇÃO À BIO ESTATÍSTICA
SONIA VIEIRA
CAMPUS
(1980)
R$ 40,00



JONAS E A BALEIA
CEDIC
CEDIC
(2013)
R$ 9,00



PERENNIAL PLEASURES
THE METROPOLITAN MUSEUM OF ART
THE METROPOLITAN MUSEUM OF ART
(1993)
R$ 12,00



RAILS 3 BÁSICO - UM GUIA PARA INICIANTES
RAFAEL ZANOLLI; RIDA AL BARAZI; CLOVES
NOVATEC
(2011)
R$ 23,00



INVESTINDO SEM ERRO
JOSÉ GODOY - LUIZ GUSTAVO MEDINA - MARCO JUNIOR
SARAIVA
(2006)
R$ 15,00



INOCÊNCIA
ALFREDO DESCRAGNOLLE TAUNAY

R$ 11,76



UM PASSO ATRÁS
HENNING MANKELL
COMPANHIA DAS LETRAS
(2016)
R$ 29,00



O ROMANCE DA REVOLUÇÃO - COMO E PORQUE ACONTECEU A REVOLUÇÃO DE MARÇO
ALBÉRICO BARROSO ALVES
ARTENOVA
(1974)
R$ 12,89





busca | avançada
35423 visitas/dia
1,3 milhão/mês