Anotações de um amante das artes | Márwio Câmara | Digestivo Cultural

busca | avançada
60317 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Alfredenses são receptivos, afirma turista
>>> Por um trânsito mais humano, artistas pintam os muros de escolas públicas em Embu das Artes
>>> PAULUS Editora lança a obra clássica 'A Revolução dos Bichos', de George Orwell
>>> Tik lança EP autoral que transita entre rock, jazz e indie
>>> CASA MUSEU EVA KLABIN RELEMBRA A SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922 EM FESTIVAL NO MÊS DE MAIO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
>>> Fé e dúvida
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Poesia e papo furado
>>> Saints and Sinners
>>> Memorial de Berlim
>>> Caçar em campo alheio ou como escrever crônicas
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma relação orgânica com a rede
>>> BBB e Narciso
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Apesar de vocês
>>> Bloom sobre Shakespeare
Mais Recentes
>>> Só Porque Criou o Mundo Pensa Que é Deus de Henrique Carneiro Szklo pela M&m (1998)
>>> Em poder de Barba-Azul de Luisa Maria Limares pela Ouro (1978)
>>> Jane Eyre de Charlotte Bronte pela Signature (2012)
>>> Coleção Harvard de Administração - N° 11 Sebo Tradição de Nova Cultural pela Nova Cultural (1976)
>>> Desafios na Comunicação Pessoal de José Manuel pela Paulinas
>>> Interchange Level 1 Students Book With Self-study de Jack C. Richards pela Cambridge (2005)
>>> A Mulher Torta de Paulo Netho pela Formato (2009)
>>> Alma Geme de Cristina Gebran pela Topbooks (2004)
>>> Dividida entre dois Amores de Adriana Tavares de Sá pela Ouro (1977)
>>> O Anjo dos Esquecidos de Heinz G. Konsalink pela Record (2010)
>>> Atlas Ilustrdo Do Universo - Capa Dura - Astronomia de Mark A. Garlick pela Seleçoes Reader s (2021)
>>> Fundamentos da Biologia Moderna - Vereda Digital Vol único Parte III de Amabis & Martho pela Moderna
>>> Cavaleiros do Zodíaco 15 de Masami Kurumada pela Conrad
>>> Cinco Minutos a Viuvinha - Série Bom Livro de José de Alencar pela Ática (1995)
>>> Jurássico de Disney pela Abril (2015)
>>> Negrinha de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1994)
>>> Pais Brilhantes Professores Fascinantes de Augusto Cury pela Sextante (2003)
>>> Lu Petersen - Militância, Favela e Urbanismo de Bianca Freire pela Faperj (2008)
>>> Cavaleiros do Zodíaco 7 de Masami Kurumada pela Conrad
>>> Limites exteriores da plataforma continental do Brasil conforme o direito do mar de Christiano Sávio Barros Figueirôa pela Fundação Alexandre de Gusmão (2022)
>>> O lider 360º de John C. Maxwell pela Thomas Nelson Brasil (2007)
>>> Paris - Top 10 de Vários pela Publifolha (2003)
>>> Paixões no Deserto de Barbara Cartland pela Ouro (1978)
>>> Superpato 40 Anos de Walt Disney pela Abril Jovem (2009)
>>> Bíblia do Peregrino - Novo Testamento, Encadernada de Não Localizado pela Paulus (2000)
COLUNAS

Sexta-feira, 3/5/2013
Anotações de um amante das artes
Márwio Câmara

+ de 4100 Acessos

Com o "boom" das redes sociais compartilhando a todo o momento fragmentos, nem sempre de natureza verossímil, de escritores de forte veia intimista como Clarice Lispector e, de seu assumido admirador, Caio Fernando Abreu, seus nomes passaram a ganhar novamente destaque na literatura nacional e curiosidade (?) entre os jovens leitores.

Embora pertençam a épocas antagônicas à nossa contemporaneidade, o espírito existencialista de suas obras vem cativando a nova geração justamente por falar sobre questões sensitivas do homem, quase numa espécie de catarse intimista - embora, criticamente, nas redes sociais tais escritores venham sendo usados de maneira um tanto quanto superficial e dispersa. Com a contaminação pop - no melhor ou pior sentido da palavra - de seus nomes, novas coletâneas e reedições de suas obras vêm surgindo e despertando o interesse entre as editoras e espaço nas livrarias.

O último lançamento do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu trata-se de uma compilação inédita de crônicas do autor, publicadas, entre os anos 80 e 90, no Jornal O Estado de São Paulo, intitulada A vida gritando nos cantos, editada pela Nova Fronteira, no final do ano passado. O título intimista e de estigma poético foi selecionado pela dupla de pesquisadoras Lara Souto Santana e Liana Farias, responsável pela feitura do livro, e retirado de uma das crônicas de Caio, intitulada "Querem acabar comigo?".

A ideia do livro, inicialmente, surgiu durante as buscas de Liana pelas crônicas assinadas por Caio que abordavam sobre a AIDS, doença que o matou em 1996, e que seria tema de sua monografia de conclusão do curso de Jornalismo, em 2010. Na busca por seus textos, vasculhou cada um dos exemplares do jornal, disponíveis na Biblioteca do Senado Federal, e encontrou um vasto material de crônicas do escritor que nunca havia lido. Com a missão de que estas viessem a público, reuniu-as e foi atrás dos responsáveis pelos direitos autorais. Conheceu Lara, no ano seguinte, que também fazia um trabalho de pesquisa sobre as crônicas inéditas de Caio, e juntas revisaram todo o material, sendo lançado no final de 2012.

Nesta compilação dividida cronologicamente entre os anos de: 1986-1988; 1993-1996 e em crônicas sem data, nos deparamos com um cronista atento às novidades da arte e da indústria do entretenimento, amante da música, da Literatura, do Cinema e do Teatro; e um depurado flâuneur do cotidiano paulistano, atento às transformações sociopolíticas do Brasil de seu tempo. Suas crônicas são como uma espécie de diário de anotações, onde Caio F. dialoga com o seu leitor, despretensiosamente, sobre arte, política e vida, indo da música dos The Doors ao disco Totalmente demais, do Caetano Veloso; da poesia de Drummond aos elogios feitos ao diretor Woody Allen, com o filme Hannah e suas irmãs; recordações de sua primeira ida ao bairro de Santa Tereza à experiência de morar numa comunidade hippie. Tudo junto e misturado. Jazz, Blues, Rock, MPB, Cinema, Literatura, agradecimentos, memórias, saudações, puxões de orelhas, homenagens e lamentações.

"Semana passada, me deu uma vergonha tão grande de morar numa cidade que tem como prefeito essa figura lamentável do sr. Jânio Quadros, que até pensei: bom, no domingo sento e escrevo sobre isso. Uma crônica/carta irada, reclamando da sujeira das ruas, da violência solta, do barulho, da poluição, do lixo. Uma carta raivosa, cheia de cobranças. Lamentando a burrice deste povo que elegeu o sr. Jânio como prefeito e é bem capaz de, nas próximas (cadê?) eleições diretas para presidente, votar naquele outro senhor - o João Baptista Figueiredo. Uma carta sugerindo o internamento imediato do sr. Jânio (como ele fez com a própria filha) para uma boa - digamos - faxina mental. Com muito detergente."

(Trecho de "Ninguém merece Jânio Quadros", assinada em 28 de outubro de 1987. A vida gritando nos cantos, pág. 127.)

Em outra crônica, ele relata o esgotamento existencial, após terminar de escrever um de seus livros:

"Escrevendo na manhã de segunda-feira. Céu muito azul. As moças da loja de bicicleta lavam as vitrinas. Eu bebo café, abro janelas. Como uma carta para vários remetentes, apara nenhum remetente. Despedida rápida, provisória: vou ficar algum tempo sem escrever aqui, pelo menos até dia 6 de janeiro. Um pouco porque vou viajar, tenho um trabalho a fazer no Rio de Janeiro. Mas principalmente porque preciso de tempo - me dar um tempo, sabe como? Ando meio esvaziado. Nos últimos tempos, investi todas as energias para terminar um livro - chama-se Os dragões não conhecem o paraíso. Não me sinto capaz de falar sobre ele. Está ponto, entregue. Foi demorado, foi difícil, talvez mais difícil que qualquer outro dos anteriores. Às vezes, escreve-se um livro como se fosse para não morrer. Eu disse às vezes, mas me pergunto se não será quase sempre assim. De qualquer forma. Este foi. E não que seja um livro "triste". Ao contrário: acho que é cheio de vida. Também não sei se tudo que é assim, cheio de vida, não será sempre também um pouco triste. Em abril, estará nas livrarias. Então conversamos."

(Trecho de "Despedida provisória", assinada em 16 de dezembro de 1987. A vida gritando nos cantos, cap. 137.)

A vida gritando nos cantos é um aparato do escritor, jornalista, crítico e cronista - e um eterno amante das artes -, codificados na figura de Caio Fernando Abreu. Uma conversa de bar com direito a uísque e cigarros ao som de Billie Holiday, Cazuza, Caetano, Angela Rô Rô, Nara Leão entre tantos outros. Um ótimo livro para os apreciadores de sua prosa esmiuçar o seu lado perspicaz e abrangente de cronista, e, evidentemente, para reforçar o boom das redes sociais que, felizmente ou infelizmente, o fizera, na geração virtual, um escritor um tanto quanto popular.


Márwio Câmara
Rio de Janeiro, 3/5/2013


Mais Márwio Câmara
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Das neue Menü - Vorspeisen und Salate
Natürlich Kochen e Gesünder Leben
Do Autor
(2000)



O Senhor do Impossível
Lloyd John Ogilvie
Vida
(2009)



Sonata ao Amor
Christina Nunes
Lúmen
(2012)



Direito Institucional e Material do Mercosul -2ª Edição
Ana Cristina Paulo Pereira
Lumen Juris
(2005)



A Profecia Celestina
James Redfield
Objetiva



Pais brilhantes, professores fascinantes
Augusto Cury
Sextante
(2003)



O Mundo Islamita: Esplendor de uma Fé Vol. 1 - Col. Grandes Impérios e Civilizações
Francis Robinson e Peter Brown
Del Prado
(1984)



Ginecologia
Carlos J. Calatroni-vicente Ruiz
Panamericana
(1975)



Tudo Sobre Meninas para Meninos!
Cláudia Felício
Planeta Jovem
(2005)



Minha Vida do Outro Lado da Vida
Marisa Fonte; Espírito Roberta
Ceac
(2012)





busca | avançada
60317 visitas/dia
1,8 milhão/mês