A resistência, de Ernesto Sabato | Rafael Rodrigues | Digestivo Cultural

busca | avançada
59122 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> 14ª Visões Urbanas tem Urbaninhas com quatro espetáculos para crianças
>>> Visões Urbanas permanece online em sua 14ª edição
>>> Ensaios Perversos traz papo cabeça com drag, performances e festa pra dançar
>>> Chega a São Paulo projeto cultural que vai levar teatro a crianças de seis estados
>>> Clube do Disco - Os Saltimbancos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> God save the newspapers!
>>> O Prêmio Nobel para Mario Vargas Llosa
>>> Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito
>>> Ser intelectual dói
>>> A invenção da imprensa
>>> Deitado eternamente em divã esplêndido – Parte 3
>>> Coetzee, um escritor inventivo
>>> O vampiro de almas
>>> 7º Cordas na Mantiqueira, em São Francisco Xavier
>>> Entrevista com José Castello
Mais Recentes
>>> The Hobbit de J. R. R. Tolkien pela Harper Collins (1997)
>>> Vitória de Joseph Conrad pela Dublinense (2016)
>>> Arquitetura: uma experiência na área de saúde de João Filgueiras Lima pela Romano Guerra (2012)
>>> O viés médico na literatura de Guimarães Rosa de Eugênio Marcos Andrade Goulart pela Faculdade de Medicina da UFMG (2011)
>>> Introducao à isostatica de Eloy Ferraz Machado Junior pela Eesc Usp (2021)
>>> Manual Prático de Arquitetura Hospitalar de Ronald de Góes pela Blucher (2011)
>>> O Xará de Jhumpa Lahiri pela Globo (2017)
>>> Cavalo de Tróia 2 - Massada de J. J. Benitez pela Planeta (2013)
>>> RT Mini Códigos Penal Processo Penal Constituição Federal de Luiz Flávio Gomes pela Revista Dos Tribunais (2004)
>>> Vida e Proezas de Aléxis Zorbás de Nikos Kazantzákis pela Grua (2011)
>>> Maíra de Darcy Ribeiro pela Record (2007)
>>> O Vermelho e o Negro de Stendhal pela Dublinense (2016)
>>> China -A Corrida para o mercado de Jonas Than Story pela Futura (2004)
>>> Pesquisa Operacional - Para os Cursos Economia, Administração Ciências Contabéis de Ermes Medeiros da Silva e Outros pela Atlas (1998)
>>> Matematica - Economia, Administração Ciências Cntabéis 4° ediçaõ vol ! de Medeiros pela Atlas (1999)
>>> Matemática Básico para Curso Superior de Medeiros pela Atlas (2002)
>>> Gramatica de Espanhol Passo a PassoSentillana de Adrián Fanjul pela Atual (2005)
>>> Justino, O Reitirante - Sebo Tradição de Odette de Barros Mott pela Atual (2009)
>>> História da Educação da Antiguidade aos Nossos Dias - Sebo Tradição de Mario Alighiero Manacorda pela Cortez (2002)
>>> Como Construir Marcas Líderes de David A Aaker e Erich Joachimsthaler pela Futura (2000)
>>> Estratégia E Sucesso Nas Empresas de Sérgio B Zaccarelli pela Saraiva (2000)
>>> Ética e Excelência de Robert C Solomon pela Civilização Brasileira (2006)
>>> Deuses Americanos - Espercial Espercial de Neil Gaiman pela Conrad (2011)
>>> Educação: Truques Velhos, Palavras Gasta de Antonio Luiz Mendes de Almeidas pela Quórum (2004)
>>> Psicopedagogia de Laura Monte serrat Barbosa pela Bolsa (2006)
COLUNAS

Terça-feira, 15/9/2009
A resistência, de Ernesto Sabato
Rafael Rodrigues

+ de 9000 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Vivemos tempos instáveis. Há por todos os lados alguma ameaça, alguma preocupação que nos deixa em estado de alerta o tempo inteiro. A qualquer momento um conflito entre nações pode acontecer, ou uma epidemia se alastrar pelo mundo. A economia já deu sinais de que pode entrar em um colapso profundo; na política, o que vemos é um mar de corrupção e negligência. Tais sintomas terminam por contaminar a sociedade como um todo e, diante disso, os poucos que têm algum tempo para pensar e se dar conta do que está acontecendo ― e do que pode vir a acontecer ― se perguntam: o que podemos fazer? Ou, melhor dizendo: podemos fazer alguma coisa?

Através de seis cartas dirigidas a toda a humanidade, o escritor argentino Ernesto Sabato tenta responder a essas questões no singelo A resistência (Companhia das Letras, 2008, 112 págs.).

Sabato inicia o livro dizendo "Há certos dias em que acordo com uma esperança demencial, momentos em que sinto que as possibilidades de uma vida humana estão ao alcance de nossas mãos. Hoje é um desses dias". Mas essa esperança não dura mais que algumas linhas ― ela é logo minada pelo esboço de análise que ele faz da influência que tem a televisão na nossa sociedade.

Para Sabato, a televisão nos faz perder "a capacidade de olhar e ver o cotidiano". O autor costuma dizer, "alterando a famosa frase de Marx", que "a televisão é o ópio do povo". "Ela nos tira a vontade de trabalhar em algum artesanato, de ler um livro, de fazer um conserto na casa enquanto se escuta música ou se toma um mate." Publicado na Argentina em 2000, essa crítica à televisão talvez tenha ficado um tanto ultrapassada, porque hoje é a internet que exerce esse "poder" sobre uma quantidade cada vez maior de pessoas.

Mas Sabato não é um pessimista, e algumas páginas depois a esperança reaparece: "Sim, tenho uma esperança demencial, ligada, paradoxalmente, à nossa atual pobreza existencial e ao desejo, que descubro em muitos olhares, de que algo grande nos consagre a cuidar com empenho da terra em que vivemos".

Na segunda carta, o autor escreve sobre valores que foram "esquecidos" pelos homens: "Esses grandes valores, como a honestidade, a honra, o apreço pelas coisas bem-feitas, o respeito pelo outro, nada disso era excepcional, mas coisas que se encontravam na maioria das pessoas". Tais características caíram tão em desuso que, hoje, ser honesto, por exemplo, é algo quase absurdo, e muitas vezes quem é honesto é tido como bobo, ingênuo.

O tema da carta seguinte é o Bem e o Mal, mas o que mais chama a atenção nela é o depoimento muito pessoal, uma espécie de mea culpa, do escritor argentino, quando ele recorda uma visita que fez à sua mãe, "a última vez que eu veria minha mãe com saúde, de pé". Essa lembrança é a deixa para que Sabato faça uma severa autocrítica e, também, um alerta: "Enquanto escrevo a vocês, volta a imagem de minha mãe que deixei tão sozinha em seus últimos anos...". É uma confissão emocionante e corajosa de um filho arrependido por ter se afastado da mãe, e que nos serve de lição.

Mas como agir, como se preocupar com valores e emoções, se grande parte das pessoas não tem sequer tempo para si próprias? Como tentar "salvar o mundo" se não podemos salvar nem a nós mesmos? Sabato responde:

"Essa é uma grande tarefa para quem trabalha no rádio, na televisão ou escreve nos jornais; uma verdadeira proeza, possível de realizar quando é autêntica a dor que sentimos pelo sofrimento alheio."

Ou seja: se o mundo começar a melhorar para alguns, vai também melhorar para outros. As mudanças não acontecem de uma hora para outra, elas são lentas. Mas surtem efeito sobre milhares e milhares de pessoas. Se essas mudanças ― leia-se melhoras ― começarem a acontecer em mais lugares e em doses cada vez maiores, certamente o efeito cascata ― expressão muito utilizada em tempos de crise ― fará com que a vida de milhões de pessoas seja modificada para melhor. Exemplo de algo que pode trazer uma mudança radical no mundo, se controlada, é a corrupção, assunto abordado na quarta carta de Sabato:

"Milhares de homens perdem a vida trabalhando ― quando podem ―, acumulando amarguras e desilusões, mal conseguindo sustentar-se por mais um dia na mais precária situação, ao passo que quase todo indivíduo que chega a um cargo de poder em poucos meses troca seu modesto apartamentinho por uma luxuosa mansão com fabulosos automóveis na garagem. Como é que essa gente não tem vergonha?"

A quinta carta, que dá título ao livro, é aberta com a seguinte frase: "O pior é a velocidade vertiginosa". E ela é a tônica do texto, um dos mais emocionados e libertadores do livro. Esta carta é uma espécie de manifesto, um elogio à resistência. É como se Sabato dissesse "Acordem! Nós podemos vencer, a Humanidade pode vencer!". E ele de certa forma nos diz isso: "Neste caminho sem saída que hoje enfrentamos, a recriação do homem e seu mundo surge não como uma escolha entre outras, mas como um gesto tão impreterível quanto o nascimento de uma criança quando é chegada a hora".

Ernesto Sabato tinha 89 anos quando A resistência foi publicado. Então não chega a ser um espanto o fato que de a última carta do livro, um epílogo intitulado "A decisão e a morte", seja uma espécie de testamento que ele deixa a seus leitores. Fica a impressão de que Sabato se entrega à morte, de que ele está se resignando a ela, mas ele apenas a aceita, o que é totalmente diferente: "Resignar-se é uma covardia, é o sentimento que justifica o abandono daquilo pelo qual vale a pena lutar; de certo modo, é uma indignidade. A aceitação é o respeito pela vontade do outro, seja ele um ser humano ou o próprio destino. Não nasce do medo, como a resignação; é como um fruto".

Além de uma obra literária importantíssima, Ernesto Sabato nos deixa várias lições, sendo que resistir, mesmo sabendo que a hora de partir está cada vez mais perto, é talvez a maior de todas.

Para ir além






Rafael Rodrigues
Feira de Santana, 15/9/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Casa Arrumada de Ricardo de Mattos
02. A análise da narrativa de Gian Danton


Mais Rafael Rodrigues
Mais Acessadas de Rafael Rodrigues em 2009
01. Meus melhores livros de 2008 - 6/1/2009
02. Sociedade dos Poetas Mortos - 10/11/2009
03. Indignação, de Philip Roth - 27/10/2009
04. A resistência, de Ernesto Sabato - 15/9/2009
05. No line on the horizon, do U2 - 24/2/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/9/2009
14h34min
Rafael, que texto alentador, parabéns! Obrigado pela dica, embora eu já tenha anotado em 2008, na minha agenda, o registro deste livro para adquiri-lo posteriormente: por conta de suas palavras, não resistirei, e, por meio de uma velocidade movida a asas de anjos, logo terei em mãos este belo testamento. Abs do Sílvio Medeiros. Campinas, é quase primavera de 2009.
[Leia outros Comentários de Sílvio Medeiros]
21/9/2009
13h58min
Guardo aqui muitos toques sobre leituras e quero muito ainda ler tudo do Ernesto Sabato. Seu artigo relembra nosso compromisso com os mestres de nosso tempo. Sempre tem destas coisas ótimas no Digestivo Cultural: nos lembrar, através de suas escritas, o que há de melhor em leituras... Grata.
[Leia outros Comentários de gisele lemper]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Casa dos Braga Memória de Infância
Rubem Braga
Record
(1997)



A vida cotidiana - A Holanda no tempo de Rembrant
Paul Zumthor
Companhia das letras
(1989)



Uma Pequena Historia de Natal
Julio Emilio Braz
Atual
(1995)



Quase Tudo
Danuza Leão
Companhia das Letras
(2005)



Os Crimes do Acordeom
Annie Proulx
Bertrand Brasil
(1998)



Shopaholic Ties the Knot
Sophie Kinsella
Black Swan
(2002)



Conheçã o Petróleo
Jucy Neiva
Ao Livro Técnico
(1986)



Global Workbook Audio Cd With Key Pre Intermediate
Julie Moore
Macmillan
(2011)



Carta-Prefácio dos princípios da Filosofia
René Descartes
Martins Fontes
(2003)



Jesus Médico de Almas
Eliane Alves Batista
Chico Xavier
(2012)





busca | avançada
59122 visitas/dia
1,8 milhão/mês