A rede contra as raposas analógicas | Carla Ceres | Digestivo Cultural

busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Protestos

Quinta-feira, 4/7/2013
A rede contra as raposas analógicas
Carla Ceres

+ de 3500 Acessos

No princípio, era o caos nos transportes e um espírito de indignação pairava sobre as massas. Até aí, sem novidades. Sobreviver no Brasil implica driblar as várias faces do caos, que nossos políticos cultivam em benefício próprio e no dos empresários que os apoiam. Um espírito de indignação generalizada sempre pairou sobre os brasileiros. Então vinte centavos de aumento na passagem de ônibus levaram o povo às ruas da capital paulista. A manifestação liderada pelo Movimento Passe Livre terminou em violento confronto com a polícia. A grande imprensa e todas as esferas de governo se posicionaram contra os manifestantes.

Provavelmente os protestos não teriam se espalhado nem ido muito além das reivindicações por um transporte público que não trouxesse aos usuários pensamentos sobre vagões de gado e navios negreiros. Mas a polícia, na manifestação seguinte, cometeu um erro politicamente imperdoável: forneceu vítimas identificáveis à indignação popular. Até então, boa parte da opinião pública estava acomodada. O que via na televisão eram manifestantes genéricos, que a TV chamava de "vândalos arruaceiros", em confronto com policiais também genéricos, "em cumprimento do dever". Qualquer psicólogo sabe que as pessoas não conseguem ter fortes sentimentos de empatia e compaixão por multidões distantes. Podemos até sentir pena, mas não chegamos a nos mobilizar. A coisa muda de figura quando, no meio da multidão, surgem vítimas em particular. Policiais agrediram manifestantes, jornalistas e até transeuntes que nada tinham a ver com a questão. Fotos, vídeos, relatos e comentários sobre a violência injustificável chegaram às redes sociais, em tempo real. As velhas raposas analógicas da política, incapazes de compreender a internet, demoraram a reagir e ainda não o fizeram de forma adequada nem a seus interesses nem aos do povo. A grande imprensa foi mais rápida em mudar de ideia e apoiar o movimento. Mesmo assim seu erro inicial de avaliação lhe custou caro em termos de credibilidade, audiência e patrimônio.

Os protestos ganharam amplitude internacional e encamparam reivindicações das mais diversas áreas à medida que aumentava o número de participantes. Para desespero dos políticos - que ainda procuram uma liderança identificável que possam cooptar, intimidar ou usurpar - o movimento se articula de forma descentralizada e dinâmica, na velocidade da rede. Ainda assim, podemos identificar certos tipos de manifestantes:

Os sem partido

De acordo com várias pesquisas, a maioria dos manifestantes não tem filiação partidária e se mostra insatisfeita com a atuação dos políticos. Basta, no entanto, conversar com esses supostos apartidários para descobrir que alguns simpatizam fortemente com algum partido e oferecem argumentos - às vezes, estapafúrdios - para defender seus representantes. "Coitada da Dilma! Ela está presa no olho de um furacão, não pode fazer nada. Mas, se ela pudesse, eu tenho certeza que ela estaria aqui na rua, protestando com a gente. É só ver a história de vida dela", disse uma jovem, antes do pronunciamento da presidente Dilma.

Os oportunistas

Políticos e celebridades, que tentam pegar carona nos protestos para aparecer, têm se dado mal por excesso de concorrência ou desconfiança popular. Já os criminosos, que se infiltram nas passeatas para saquear estabelecimentos comerciais, têm lucrado bastante.

Os pseudoapartidários

Diante dos gritos de "Sem partido!", que pipocavam cada vez que um símbolo de partido político aparecia nas manifestações, os defensores dos partidos começaram a agir de forma dissimulada, não apenas nas ruas, mas, principalmente, nas redes sociais. A insatisfação do povo com os políticos atrapalha os sonhos de poder dos militantes. Procuram, portanto, focar o desagrado popular sobre os partidos adversários.

Os festivos

Nas grandes cidades, os pedestres costumam caminhar na defensiva, por medo da violência. No transporte coletivo, a proximidade forçada leva até o sujeito mais sociável a perder o bom humor. Durante as manifestações, no entanto, a aglomeração de pessoas ganha um tom festivo e fraternal graças ao objetivo em comum: protestar. O brasileiro não sabe ir às ruas sem fazer festa, cantar, batucar, namorar, levar a família, tirar foto, fazer vídeo, postar na rede. A maioria dos manifestantes acredita que suas reivindicações serão atendidas e que o país mudará pra melhor. Tamanho otimismo pode chegar às raias da inconsequência. Algumas mães saem pra protestar com seus bebês no colo.

Se continuarmos analisando, surgirão outras subdivisões como: os que protestam em causa própria; os que depredam o patrimônio público; os que apoiam o movimento do alto de seus prédios, piscando as luzes, jogando papel picado e estendendo panos brancos; os que representam determinadas comunidades; os que apoiam da internet. Mesmo levando em conta os proporcionalmente poucos, mas lamentáveis, casos de violência, o movimento tem sido pacífico e já obteve vitórias importantes como o arquivamento da PEC da Impunidade.

Nota do Editor
Carla Ceres mantém o blog Algo além dos Livros. http://carlaceres.blogspot.com/


Carla Ceres
Piracicaba, 4/7/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Paris branca de neve de Renato Alessandro dos Santos
02. Apontamentos de inverno de Elisa Andrade Buzzo
03. Ah!... A Neve de Marilia Mota Silva
04. Inimigos da política de Celso A. Uequed Pitol
05. Você é África, Você é Linda: abaixo o preconceito! de Fabio Gomes


Mais Carla Ceres
Mais Acessadas de Carla Ceres em 2013
01. Histórias de gatos - 4/4/2013
02. Um livro canibal - 9/5/2013
03. Autodidatas e os copistas da vez - 7/2/2013
04. Em busca de cristãos e especiarias - 7/11/2013
05. Brasileiros aprendendo em inglês - 17/1/2013


Mais Especial Protestos
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TARZAN -GREYSTOKE A LENDA DE TARZAN O REI DA SELVA Nº01-COLORIDO 9057
EDGAR RICE BURROUGHS
EBAL
(1984)
R$ 29,00



DESNUTRIÇÃO E APRENDIZAGEM
JOVELINA BRAZIL DANTAS
ÁTICA
(1981)
R$ 4,90



UMA ESCOLA PARA O POVO
MARIA TERESA NIDELCOFF
BRASILIENSE
R$ 10,00



ÁRVORE DA VIDA - CABALA, CIENCIA OU MISTICISMO?
SIMHON MOUSSA
CAMILA SIMHON
(2015)
R$ 40,00



A CONSTRUÇÃO NO ESPELHO
NILDO CARLOS OLIVEIRA
PINI
(1998)
R$ 20,00



PSICOLOGIA SENSORIAL
CONRAD G.MUELLER
ZAHAR
(1966)
R$ 10,00



MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS - TEORIA E QUESTÕES
LEONARDO FACCINI
CAMPUS
R$ 34,80



GRAMÁTICA DO PORTUGUÊS CONTEMPORÂNEO
CELSO CUNHA
BERNARDO ÁLVARES
(1971)
R$ 15,00



EN ACCIÓN3 CUADERNO DE ACTIVIDADES + CD
MARISA LOMO; CAROLINA O; ROCÍO S;
EN CLAVE ELE
(2007)
R$ 30,00



BRILHO - VOLUME I DE EM BUSCA DE UM NOVO MUNDO
AMY KATHLEEN RYAN
GERAÇÃO JOVEM
(2012)
R$ 12,00





busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês