Fique de cinto até a parada total da aeronave | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Talvez...
>>> 2007 e os meus CDs ― Versão Internacional 1
>>> A felicidade, segundo Freud
>>> Memória das pornochanchadas
>>> Magia além do Photoshop
>>> Meu Telefunken
>>> Meu Telefunken
>>> Vida Virtual? Quase 10 anos de Digestivo
>>> Sombras Persas (X)
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Mais Recentes
>>> Terapia do Abraço 2 de Kathleen Keating pela Pensamento (2012)
>>> História Resumida da Civilização Clássica - Grécia/Roma de Michael Grant pela Jorge Zahar (1994)
>>> Cães de Guerra de Frederick Forsyth pela Record (1974)
>>> Jogo Duro de Mario Garnero pela Best Seller (1988)
>>> Psicologia do Ajustamento de Maria Lúcia Hannas, Ana Eugênia Ferreira e Marysa Saboya pela Vozes (1988)
>>> Uma Mulher na Escuridão de Charlie Donlea pela Faro (2019)
>>> Pra discutir... e gerar boas conversas por aí de Donizete Soares pela Instituto GENS (2015)
>>> Educomunicação - o que é isto de Donizete Soares pela Projeto Cala-boca já morreu (2015)
>>> Ficções fraternas de Livia Garcia-Roza - organizadora pela Record (2003)
>>> Prisioneiras de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (2017)
>>> O diário de Myriam de Myriam Rawick pela Dark Side Books (2018)
>>> Contos de Rubem Fonseca pela Nova Fronteira (2015)
>>> Notícias - Manual do usuário de Alain de Botton pela Intrínseca (2015)
>>> Um alfabeto para gourmets de MFK Fisher pela Companhia das Letrs (1996)
>>> Os Mitos Celtas de Pedro Paulo G. May pela Angra (2002)
>>> A vida que ninguém vê de Eliane Brum pela Arquipélago Editorial (2006)
>>> As Cem Melhores Crônicas Brasileiras de Joaquim Ferreira dos Santos - organizador pela Objetiva (2007)
>>> O tigre na sombra de Lya Luft pela Record (2012)
>>> Elza de Zeca Camargo pela Casa da Palavra (2018)
>>> Sexo no cativeiro de Esther Perel pela Objetiva (2007)
>>> O clube do filme de David Gilmour pela Intrínseca (2009)
>>> Coisa de Inglês de Geraldo Tollens Linck pela Nova Fronteira (1986)
>>> As mentiras que os mulheres contam de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2015)
>>> Equilíbrio e Recompensa de Lourenço Prado pela Pensamento
>>> Cadernos de História e Filosofia da Ciência de Fátima R. R. Évora (org.) pela Unicamp (2002)
>>> Revista Internacional de Filosofia de Jairo José da Silva (org.) pela Unicamp (2000)
>>> Dewey um gato entre livros de Vicki Myron pela Globo (2008)
>>> Ilha de calor nas metrópoles de Magda Adelaide Lombardo pela Hucitec (1985)
>>> Sua santidade o Dalai Lama de O mesmo pela Sextante (2000)
>>> Meninas da noite de Gilberto Dimenstein pela Ática (1992)
>>> Paulo de Bruno Seabra pela Três (1973)
>>> Grandes Enigmas da Humanidade de Luiz C. Lisboa e Roberto P. Andrade pela Círculo do livro (1969)
>>> A História de Fernão Capelo Gaivota de Jonathan Seagull pela Nórdica (1974)
>>> Os Enigmas da Sobrevivência de Jacques Alexander pela Edições 70 (1972)
>>> Mulheres visíveis, mães invisíveis de Laura Gutman pela Best Seller (2018)
>>> Construir o Homem e o Mundo de Michel Quoist pela Duas cidades (1960)
>>> Vida Positiva de Olavinho Drummond pela Olavinho Drummond (1985)
>>> Força para Viver de Jamie Buckingham pela Arthur S. DeMoss (1987)
>>> Consumidos de David Cronemberg pela Alfaguara (2014)
>>> Viver é a melhor opção de André Trigueiro pela Correio Fraterno (2015)
>>> O Caso da Borboleta Atíria de Lúcia Machado de Almeida pela Ática (1987)
>>> Cânticos de Cecília Meireles pela Moderna (1995)
>>> Caminho a Cristo de Ellen G. White pela Cpb - Casa Publicadora Brasileira (2019)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Nova Cultural (1986)
>>> Le Divorce de Diane Johnson pela Record (1999)
>>> Trajetória do Silêncio de Maria do Céu Formiga de Oliveira pela Massao Ohno-Roswitha Kempf (1986)
>>> Zezinho, o Dono da Porquinha Preta de Jair Vitória pela Ática (1992)
>>> Aconselhamento Psicológico de Ruth Scheeffer pela Atlas (1981)
>>> Razão e Revolução de Herbert Marcuse pela Paz e Terra (1978)
>>> A Doutrina de Buda de Bukkyo Dendo Kyokai pela Círculo do livro (1987)
COLUNAS

Sexta-feira, 19/7/2013
Fique de cinto até a parada total da aeronave
Ana Elisa Ribeiro

+ de 3400 Acessos

Aquele plec, plec, plec de fivelas de cinto de segurança se abrindo me irrita muito. Mas não me irrita porque o barulho me faça sentir gastura; me irrita porque, geralmente, o comissário de bordo acabou de dizer: "Mantenham-se sentados, com o cinto de segurança atado, até a parada total da aeronave". Sinto como uma mãe que acaba de dizer "não faça" ao pimpolho, mas o atrevido a olha bem nas pupilas e a desobedece. É, afinal, dessa educação parca de que se está tratando aqui.

Sempre, sempre mesmo, que viajo de avião - e isso ocorre muitas vezes ao ano -, eu vejo as pessoas fazerem isso sem cerimônia. Eu tenho cerimônia para abrir o cinto e para me levantar, enquanto a aeronave se move. Mas não principalmente por isso. Minha cerimônia existe porque deve haver um motivo para terem pedido que eu ficasse sentada, de cinto atado. Por isso é que informação costuma ser importante. Se todos soubéssemos o que nos pode acontecer se desobedecêssemos, talvez mais pessoas me acompanhassem nesta cerimônia.

No entanto, isso não rola porque as pessoas curtem a experiência empírica. Fazem uma, duas, três vezes. Se não acontece nada visível, tipo, se o avião não cai, então pensam que não precisam obedecer mais a qualquer norma desse tipo. Ou não. Sei que ter informação não é tudo justamente porque conheço muita gente que a tem, aos borbotões, e nem por isso consegue conter sua má educação. Começo por mim, que sempre fui muito leitora e esclarecida, mas engravidei sem planejar, assim mesmo.

Bem, mas ocorre que também já vi cenas curiosas por conta da desobediência das pessoas, dentro dos aviões comerciais. Numa dessas cenas, a aeromoça, um tanto impaciente, disse a todos, pelo sistema de som, pausadamente: "Mantenham-se SEN-TA-DOS, com os cintos A-FI-VE-LA-DOS, até a parada TO-TAL da aeronave". As pessoas riram, algumas retornaram aos assentos, outras despistaram, mas a maioria achou graça e agiu como se fosse apenas piada.

De outra vez, o comissário pegou o microfone e disse, para toda a turma que estava ali: "Peço aos senhores, por gentileza, que mantenham-se sentados, com os cintos, até que o avião pare de se mover, conforme JÁ DISSEMOS". Aí eu me solidarizo bastante com esse moço, que me lembra, em muito, minha atuação nas salas de aula. E mesmo na sala da minha casa, onde um guri de 9 anos tenta aprender a se conter quando é devido.

O outro recado que me impressiona é aquele sobre fumar nos banheiros. Mas será o Benedito? Alguém fuma escondido, em avião, ainda? Não subestimo nunca a estupidez alheia. Conhecimento empírico também. Bem, se é preciso dar o recado, é porque ainda não chegamos a outra situação. Vai ver.

E tem mais um: aquele recado sobre desligar os aparelhos eletrônicos, inclusive os que têm "modo avião". Vamos lá, pessoal, vamos desligar o telefone. Durante o voo ele não "pega". Será que não se pode mais ficar sem isso por uma hora, duas, três, seis? OK. Se algo acontecer lá embaixo, você vai pedir pra descer, caso seja avisado pelo celular? Bem, mas existem aqueles voos com internet e telefonia móvel. São pra quem pode, né? Já viu quanto fica uma chamadinha atendida pelos ares?

Mas, desta última vez em que viajei, foi muito mais comovente. A comissária de bordo, uma senhora mais velha, com cabelos amarelo-gema e uma voz insuportavelmente infantil, implorou, isto mesmo, implorou aos passageiros - a maioria cansada de voar de avião - que todos desligassem os aparelhos eletrônicos, inclusive os celulares. E não adiantou.

Foi constrangedor. Depois de pedir o desligamento dos equipamentos uma vez, ela percorreu o avião para verificar encostos de assentos, cintos etc. Mas viu que muita gente continuava falando ao celular, jogando, mexendo aqui e ali, mandando SMS, etc. Ela falou com um, falou com outro, e as pessoas faziam muxoxo. Até que ela desistiu, correu lá adiante, pegou o microfone e implorou que as pessoas desligassem os celulares: "Senhoras e senhores, conforme já pedi, por favor, mas por favor mesmo, eu ficaria realmente muito agradecida, se vocês desligassem seus aparelhos. Nós pedimos tanto, nós falamos sobre isso porque precisamos cumprir as normas da Anac. Isto é SEGURANÇA, meus senhores. Mas são tantas pessoas com aparelhos ligados que nem parece que eu já pedi! Por favor, eu ficaria mesmo MUITO GRATA se vocês desligassem esses aparelhos para termos um voo seguro e tranquilo". Pensei: nossa, agora esse povo desliga. Que horror. Mas não.

O que rolou foi muxoxo de todo lado, um ou outro desligando o equipamento e gente fina, finíssima, tecendo comentários assim: "ai, ai, ela pensa que manda na gente". Eu, agora, não me contive. Era uma situação em que ninguém falava diretamente para ninguém, mas todo mundo fazia um comentário alto, para alguém ouvir. Teci o meu: "Uma pena que ela precise falar isto".

Essas são as pessoas finas e educadas que viajam de avião e que vão pedir coisas por aí. São as pessoas que não conseguem cumprir um protocolo mínimo de recomendações dentro do avião, enquanto vão passear ou trabalhar. São esses meninos e meninas que olhavam dentro dos olhos dos pais e os desacatavam em casa; e desacatavam o professor na sala; e não têm noção de bem comum ou de civilidade mesmo. Talvez. Se estamos todos dentro do avião, agir corretamente não é pensar no bem comum? Acho que exagerei, né? Não devia. É que fiquei comovida com a comissária de bordo de cabelos pintados. O trabalho dela é muito chato, muito mesmo. Lidar com gente mal educada todos os dias e ainda ouvir ironia não é pra qualquer um.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 19/7/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Tricordiano, o futebol é cardíaco de Luís Fernando Amâncio
02. Como Steve Jobs se tornou Steve Jobs de Julio Daio Borges
03. Wilhelm Reich, éter, deus e o diabo (parte I) de Jardel Dias Cavalcanti
04. Proposta Decente? de Marilia Mota Silva
05. De onde vem a carne que você come? de Wellington Machado


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2013
01. Elogio ao cabelo branco - 16/8/2013
02. A bibliotecária de plantão - 18/10/2013
03. O fim e o café solúvel - 26/4/2013
04. Coisas que eu queria saber fazer - 18/1/2013
05. Se ele não me lê - 8/3/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FREY APOLLONIO UM ROMANCE DO BRASIL
KARL FRIEDRICH PHILIP VON MARTIUS
BRASILIENSE
(1992)
R$ 30,00



MANUAL DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL
DANIEL AMORIM ASSUMPÇÃO NEVES
GEN - MÉTODO
(2009)
R$ 95,00



CHICO MENDES - O HOMEM DA FLORESTA
ELSON MARTINS; NATÁLIA JUNG (EDIÇÃO E TEXTOS)
COMITÊ CHICO MENDES
(2008)
R$ 13,00



COMO LIDAR COM PESSOAS DIFICEIS
ALAN HONEL / CHRISTIAN GODEFROY
MADRAS
(2011)
R$ 30,72



SPAWN 32
MCFARLANE
IMAGE
R$ 4,00



SEMENTEIRA DE LUZ
VARIOS AUTORES
VINHA DE LUZ
(2006)
R$ 50,00



OS SAQUEADORES - TRILOGIA DOS ALTOS MARES
IAIN LAWRENCE
ROCCO
(2004)
R$ 15,00



MEGA LETRONIX COMO SE ESCREVE? VERBOS VOLUME 4
RECREIO
ABRIL
R$ 4,90



TDEF- 1º GRAU 2º VOLUME
HUDSON VENTURA TEIXEIRA
SARAIVA
(1993)
R$ 19,90



BIOGRAFIA DE UM MONUMENTO - ESTUDOS BAIANOS
VALENTIN CALDERÓN
UFB
(1970)
R$ 30,00





busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês