A verdade somente a verdade? | Adriane Pasa | Digestivo Cultural

busca | avançada
31129 visitas/dia
955 mil/mês
Mais Recentes
>>> Ovos e Coelhos de Chocolate de Todos os Tipos e Origens: Dicas do Pátio Higienópolis para a Páscoa
>>> João Dória doa Salário Para A Casa Hope, amanhã, terça-feira.
>>> Programa esportivo No Mundo da Bola estreia nova edição às segundas na TV Brasil
>>> Stacey Marie Brow é a nova aposta da The Gift Box Editora
>>> Coletivo Desvelo apresenta "Bando!" no Centro Cultural Casarão da Vila Guilherme
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
Colunistas
Últimos Posts
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
Últimos Posts
>>> Nem só de ilusão vive o Cinema
>>> As Expectativas de um Recrutador e um Desempregado
>>> A Independência Angolana além de Pepetela
>>> Porque dizer adeus?
>>> Direções da véspera IV
>>> Direções da véspera IV
>>> A pílula da felicidade
>>> Dispendioso
>>> O mês do Cinemão
>>> O NAVEGANTE DO TEMPO
Blogueiros
Mais Recentes
>>> estar onde eu não estou
>>> Churrascaria Ponteio Grill, 30 anos
>>> Metade da laranja ou tampa da panela?
>>> Encontro com Kurt Cobain
>>> Lula Já É Um Coitado
>>> Literatura pop: um gênero que não existe
>>> A primeira hq de aventura
>>> Professoras, maçãs e outras tentações
>>> Sionismo e resistência palestina
>>> Recordações da casa dos mortos
Mais Recentes
>>> Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Naciona Nº 16 - Ilustrado - 1967 de Renato de Azevedo Duarte Soeiro (Diretor) pela Imprensa Oficial (1967)
>>> Arquidiocese de Mariana - Subsídios para a sua História - 1º Volume - 2ª Edição de Conego Raymundo Trindade pela Imprensa Oficial (1953)
>>> Centenário do Conselheiro Rodrigues Alves - 2 Volumes - 1ª Edição de Rodrigues Alves pela Revista dos Tribunais (1951)
>>> Ensaios de História e Crítica de A. G. De Araujo Jorge pela Imprensa Nacional (1948)
>>> Memórias de um Revolucionário - 1ª Parte ... - 2ª Edição de João Alberto Lins de Barros pela Civilização Brasileira (1954)
>>> Pequena História da Inconfidência de Minas Gerais - Ilustrado - 1ª Edição de Augusto de Lima Junior pela Imprensa Oficial (1955)
>>> Acusações Injuriosas - ... - 2ª Edição de Gregoriano Canedo pela Carneiro & Cia (1957)
>>> Pontos Nos ii por um Médico do Interior de Pedro Pezzuti (Autografado) pela Jornal dos Livros (1955)
>>> Goa, Marco de Glória e de Fé - 1ª Edição de Joaquim Thomaz pela Imprensa Oficial (1957)
>>> Elementos de Genética - 1ª Edição Brasileira - Ilustrado de Edward C. Colin pela Companhia Nacional (1947)
>>> O Rio de Janeiro do Meu Tempo - 1º Volume - 2ª Edição de Luiz Edmundo pela Conquista (1957)
>>> O Demônio do Escurial - Vida e Amôres de Felipe II de Hermann Kesten pela Ibrasa (1959)
>>> A Igreja Romana Á Barra do Evangelho e da História... - 2ª Edição de Miguel G. Torres - Apóstolo de Caldas(Autográfado) pela Livraria Evangelica (1879)
>>> O Consultório Secreto da História - Primeira Série de Dr. Cabanès pela Mundo Latino (1946)
>>> O Consultório Secreto da História - Segunda Série de Dr. Cabanès pela Mundo Latino (1947)
>>> Maravilhas da Vida - ... - 3ª Edição - Páginas Seladas de Ernesto Haeckel pela Lello & Irmão (1946)
>>> Vida de Benvenuto Cellini Escrita por Ele Mesmo - 2 Volumes - Biblioteca Clássica de Benvenuto Cellini pela Athena (1939)
>>> Atualidade de D. Quixote - 1ª Edição de Francisco Campos pela Imprensa Oficial (1951)
>>> Neurose Cardíaca - Comentários - 1ª Edição de Dr. José Proença Pinto de Moura (Autográfado) pela Liceu Coração de Jesus (1938)
>>> Vida Ilustrada do V. P. José De Anchieta... - Ilustrado - 5ª Edição de V. P. José De Anchieta pela Companhia de Jesus (1957)
>>> Dicionário da Arte Contemporânea - Dicionários do Homem ... de Raymond Charmet pela Larousse do Brasil (1969)
>>> História Geral de Etiópia - a - Alta - Séc XVII de Padre Baltazar Teles pela Escolar "Progredior" (1936)
>>> Dicionario da Mitologia - ... - 3ª Edição de Luiz A. P. Vitoria pela Gertum Carneiro
>>> Livro didático teoria e questões do ENEM de Varios autores pela Pearson (2017)
>>> Complicações da Pancreatite Aguda de Cunha, José Eduardo Monteiro da ; Machado, Marcel Cerqueira Cesar pela Federação Brasileira de Gastroenterologia (2011)
>>> Harrison Manual de Medicina de Fauci, Anthony S./ Braunwald, Eugene/ Kasper, Dennis L./ Hauser, Stephen L./ Longo, Dan L./ Jameson pela Artmed (2011)
>>> Medicamentos Biológicos na Prática Médica de Organização: AMB / Interfarma pela Interfarma (2013)
>>> Manual de Gastroenterologia: para Clínicos e Residentes de Docentes e Residentes da Disciplina de Gastroenterologia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo - EPM/Unifesp. pela Atheneu (2018)
>>> O Físico de Noah Gordon pela Rocco (1998)
>>> Anjos Rebeldes de Libba Bray pela Rocco (2010)
>>> A Mulher do Apocalipse de Felipe Rinaldo Queiroz de Aquino pela Loyola (1995)
>>> A cura interior de Pe. Haroldo J. Rahm pela Paulinas (1987)
>>> Nós pregamos Cristo crucificado de Raniero Cantalamessa pela Loyola (1996)
>>> Português 9 - Araribá Plus de Vários autores pela Moderna (2014)
>>> Ciências 9 - Araribá Plus de Maíra Rosa Carnevalle pela Moderna (2014)
>>> Geografia 9 - Araribá Plus de Cesar Brumini Dellore pela Moderna (2014)
>>> História 9 de Maria Raquel Apolinário pela Moderna (2014)
>>> Maçonaria e Espiritismo - Encontro e Desencontros - as Relações de Allan Kardec e Léon Denis com a Maçonaria de Armand Lefraise, Eduardo Monteiro Carvalho pela Madras (2007)
>>> Léon Denis e a Maçonaria de Eduardo Carvalho Monteiro pela Madras (2003)
>>> Aspectos jurídicos da internet de Gustavo Testa Corrêa pela Saraiva (2007)
>>> Direito Registral Imobiliário de Venício Salles pela Saraiva (2007)
>>> Direito Processual Civil 1. Teoria geral do processo e processo de conhecimento de Erich Bernat Castilhos pela Saraiva (2007)
>>> Direito Civil. Parte geral, obrigações e contratos de Mário Alberto Konrad & Sandra Ligian Nerling Konrad pela Saraiva (2007)
>>> Direito Administrativo de Miguel Horvath Júnior & Miriam Vasconcelos Fiaux Horvath pela Saraiva (2007)
>>> Direito Constitucional de Christiane Vieira Nogueira pela Saraiva (2007)
>>> Espanhol Essencial 4 de Daiene P. S. de Melo pela Santillana (2013)
>>> Direito do Consumidor de Belinda Pereira da Cunha pela Saraiva (2007)
>>> História do Direito de José Fábio Rodrigues Maciel & Renan Aguiar pela Saraiva (2007)
>>> Students for Peace - 4 de Eduardo Amos pela Moderna (2015)
>>> A nova etapa da reforma do Código de Processo Civil volume 3 de Cássio Scarpinella Bueno pela Saraiva (2007)
COLUNAS

Segunda-feira, 26/8/2013
A verdade somente a verdade?
Adriane Pasa

+ de 3000 Acessos

"Temos a arte para não morrer da verdade" disse o filósofo Friedrich Nietzsche. É, o mundo seria impossível sem a arte porque às vezes a vida é boring mesmo. Mas a realidade tem seu lado encantador e contém muita ficção. Sim. A vida é sempre cheia de tantos detalhes, emoções, dores, choques, viagens na maionese, devaneios e mentiras, e segundo os psicólogos, projeções. Quem disse que o que pensamos ou vemos não é pura ficção inventada por nós em algum momento? Sem contar que às vezes são tantas emoções que a gente parece estar mesmo dentro de um filme. Se observarmos o cotidiano com olhar atento e uma dose de romantismo, principalmente nas ruas onde estão os verdadeiros "filmes da vida real", veremos cenas interessantes todos os dias. E de graça.

A verdade é uma questão filosófica e a grande verdade mesmo é que ela não existe. Não adianta procurarmos e insistirmos nela porque como dizia Einstein, "tudo é relativo" (ô frase irritante). Para mim, a nuvem é um elefante e para o outro é um coelho. O que existe mesmo de palpável é o nosso cotidiano, a labuta de todo dia, as gargalhadas, o sofrimento da guerra ou da doença, as conversas sinceras, o abraço de um filho ou o beijo apaixonado. Existe a vida vivida. O resto é burocracia. A verdade é uma espécie de caleidoscópio, em que o que vemos é uma coisa, o que os outros veem é outra e o que vemos sobre o que os outros veem é outra ainda. A cada movimento, por mais sutil que seja, uma pedrinha colorida sempre muda de lugar no espelho.

Crescemos com a cultura da ficção e a consumimos como um doce. Mas há um gênero de filmes muito interessante e que cada vez mais ocupa espaço no cinema: o documentário. Tem como premissa a exploração da realidade, mas sendo uma representação subjetiva da mesma, cheio de recortes, nem sempre mostra a verdade como ela é. Há tantas mídias, formas e procedimentos que é complicado dizer que hoje o documentário se propõe somente a "contar a verdade". Mas ela está no seu DNA. Se pensarmos bem, o cinema nasceu com uma forma de documentário, com o filme dos irmãos Lumiére, considerado o primeiro da história, o famoso A Chegada do Trem na Estação (1895), no qual registrou-se o primeiro trem com câmera de cinema. Foi um fato verídico, não uma ficção.

No Brasil, as primeiras exibições de documentários aconteceram no final do século 19, com pequenas produções que mostravam paisagens regionais. Depois disso passaram-se cerca de vinte anos marcados por filmes etnográficos, a maioria realizados por antropólogos. Até que o documentário se abriu para outras possibilidades e formas.

Um cara que manda muito bem neste gênero no Brasil é Eduardo Coutinho. Realizou um dos principais filmes da história do documentário nacional: Cabra Marcado Para Morrer, sobre o assassinato do líder paraibano João Pedro Teixeira, ocorrido em 1962. Devido ao golpe militar, as filmagens foram interrompidas em 1964 e parte da equipe foi presa, retomando o trabalho somente 17 anos depois. Acho que a história desta filmagem daria um belo documentário. Coutinho também fez outros filmes bons como Santo Forte, Edifício Master, Jogo de Cena e Canções. Seus filmes são marcados por um estilo que busca a maior naturalidade possível de seus entrevistados. Mas em Jogo de Cena, no qual as personagens são atrizes - algumas famosas e outras não -, ele procurou romper fronteiras entre documentário e ficção. Há muitos outros cineastas que produziram e produzem ótimos documentários no Brasil. Como Marcelo Masagão, Jorge Furtado e Marcos Prado, por exemplo. Acredito que não existam mais regras ou barreiras para alguém que faz ficção produzir um documentário com qualidade e vice-versa. Tudo se mistura no cinema.

Pra quem gosta ou quer gostar deste gênero, recomendo acompanhar o Festival Internacional É Tudo Verdade, que existe há dezoito anos no Brasil e é um dos maiores festivais de documentários do mundo.

Uma das melhores coisas de assistir a um filme documentário é saber que se trata de algo que realmente aconteceu. É aquela sensação de "gente, mas como pode??". Mexe muito com as nossas dúvidas, crenças e até mesmo preconceitos sobre um tema. É o reality show do cinema, só que com licenças poéticas. Algumas histórias e seus personagens são tão inacreditáveis que nem parecem ter acontecido de verdade. Como em Estamira (2004), de Marcos Prado ou <>Searching for Sugar Man (ganhador do Oscar de 2012), dois de meus preferidos. Outras histórias são contadas de uma forma tão original, ousada e criativa, que surpreendem, mesmo não sendo tão relevantes. Documentos, fotos, depoimentos, paisagens, tudo pode ser usado para contar uma história. Em 2010 eu fiz um curso e acabei dirigindo um documentário amador, intitulado Bom dia, Boa Sorte. É um curta que fala sobre as ilusões criadas quando se vai à cartomantes e foi construído com depoimentos. Foi uma experiência e tanto, porque a gente descobre que tem um olhar limitado sobre um assunto antes de mergulhar fundo nele. A verdade é encantadora. Fora o prazer das surpresas que reservam as pessoas e situações.

Quem faz documentários sempre conta com o acaso, um dos ingredientes mais importantes do processo, na minha opinião, porque os olhos de um bom cineasta podem se aproveitar disso para revelar coisas que nem mesmo as pessoas envolvidas na história percebem, trazendo aspectos que podem tornar a história ainda mais interessante. É o olhar do outro sobre uma realidade.

Segue uma lista pequena (porque há vários outros bons) de documentários que valem o nosso tempo. É história que não acaba mais. No fim das contas, cada um vê a verdade que quer, dentro do seu próprio caleidoscópio.

(Muitos estão disponíveis em sua versão completa, no YouTube).

Cabra Marcado para Morrer (1985), de Eduardo Coutinho.

Ilha das Flores (1989), de Jorge Furtado.

Arquitetura da Destruição (1989), de Peter Cohen.

Nós que aqui estamos por vós esperamos (1999), de Marcelo Masagão.

Edifício Master (2002), de Eduardo Coutinho.

Tiros em Columbine (2002), de Michael Moore.

Motoboys Vida Loca (2002), de Caíto Ortiz.

The Corporation (2003), de Mark Achbar e Jennifer Abbott.

Estamira (2004), de Marcos Prado.

O Cárcere e a Rua (2004), de Liliana Sulzbach.

A Marcha dos Pinguins (2004), de Luc Jacquet.

Super Size Me (2004), de Morgan Spurlock.

Entreatos (2004), de João Moreira Salles.

Simonal - Ninguém Sabe o Duro que Dei (2007), de Cláudio Manoel.

SiCKO (2007), de Michael Moore.

Man on Wire (O Equilibrista, 2008), de James Marsh.

Food, Inc. (2008), de Robert Kenner.

Recife Frio (falso documentário, 2009), de Kleber Mendonça Filho.

Gretchen Filme Estrada (2010), de Eliane Brum e Paschoal Samora.

Iván - De Volta para o Passado (2011), de Guto Pasko.

Janela da Alma (2011), de João Jardim e Walter Carvalho.

Quebrando o Tabu (2011) , de Fernando Grostein Andrade.

Searching for Sugar Man (2012), de Malik Bendjelloul.

Raul -O Início, o Fim e o Meio (2012), de Walter Carvalho.

Elena(2012), de Petra Costa.

Pátio (2013), de Aly Muritiba.

Termino aqui com o depoimento sincero de Alessandra, de Edifício Master, do mestre Eduardo Coutinho.



Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pela autora. Originalmente publicado em Cinema sem Blá Blá Blá.


Adriane Pasa
São Paulo, 26/8/2013


Mais Adriane Pasa
Mais Acessadas de Adriane Pasa em 2013
01. Um Lugar para Fugir Antes de Morrer - 15/5/2013
02. Cego, surdo e engraçado - 19/4/2013
03. Dooois ou um? - 28/10/2013
04. A grama do vizinho - 23/12/2013
05. A verdade somente a verdade? - 26/8/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REIKI - UMA HABILITAÇÃO PARA A CURA
PAULA HORAN
MADRAS
R$ 10,00



COMENTÁRIOS AO CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL - VOLUME 2
AIRES FERNANDINO BARRETO E OUTROS
JOSÉ BUSHATSKY
(1976)
R$ 19,82



A INTERAÇÃO SOCIAL DE PRÉ ESCOLARES NA INCLUSÃO ESCOLAR
PÁTRÍCIA ANHÃO, LUZIA I. PFEIFER UND JAIR F. L. SANTOS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



O TESOURO DOS ALQUIMISTAS
JACQUES SADOUL
HEMUS
R$ 106,00



SELEÇÕES DE LIVROS - O DÉCIMO PRIMEIRO MANDAMENTO
READERS DIGEST
READERS DIGEST
(2001)
R$ 11,00



LIBERDADE SINDICAL NO BRASIL E EM PORTUGAL: BREVE PARALELO
WILLIANE GOMES PONTES IBIAPINA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 230,00



MATEMÁTICA FINANCEIRA - APLICAÇÕES NO MERCADO DE TÍTULOS
MILTON JUER (3ª EDIÇÃO)
IBMEC
(1985)
R$ 24,82



O ALEPH
PAULO COELHO
SEXTANTE
R$ 8,65



AMBRÓSIO: EVANGELHO E PODER
LEONARDO MEULENBERG
VOZES (PETRÓPOLIS RJ)
(2001)
R$ 22,82



A VARIAÇÃO DA DÍVIDA PÚBLICA BRASILEIRA ENTRE 1995 E 2005
FRANCISCO JANUÁRIO CASTRO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 454,00





busca | avançada
31129 visitas/dia
955 mil/mês