O momento do cinema latino-americano | Humberto Pereira da Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
63467 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Nasi e Scandurra apresentam clássicos do IRA! no Sesc Santo André
>>> Douglas Germano apresenta 'Umas e Outras'
>>> Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Curitiba a partir de 6 julho
>>> Iecine abre inscrições para a Oficina de Crítica e Fruição Cinematográfica
>>> CLUBE DO CONTO APRESENTA 'UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE' COM A ESCRITORA AVE TERRENA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Café com crítica cultural
>>> Por Tutatis!
>>> Macunaíma, de Mário de Andrade
>>> História da leitura (II): o códice medieval
>>> As Pérolas Que Eram Teus Olhos
>>> O livro digital Toy Story para iPad: revolução?
>>> Banana Republic
>>> Saudosismo
>>> 7 coisas que aprendi
Mais Recentes
>>> O Brasil Nação - Volume 1 - Biblioteca Básica Brasileira - Confira! de Manoel Bomfim / Capa Dura pela Unb (2013)
>>> Ética e Comunicação Organizacional de Clóvis de Barros Filho (org.) pela Paulus (2007)
>>> La Entrevista Psiquiátrica de H. S. Sullivan pela Editorial Psique (1977)
>>> Política Cultural e Gestão Democrática no Brasil de Américo Córdula/antônio Candido/deolinda e Outros pela Fundação Perseu Abramo (2016)
>>> Discours Sur Lesprit Positif de Auguste Comte pela Librairie Philosophique (1974)
>>> Analise do Ambiente Corporativo - do Caos Organizado ao Planejamento de Josimar Ribeiro de Almeida; Rosa Maria B. Matos pela E-papers (2007)
>>> A Resistível Ascensão do Boto Tucuxi: Folhetim - Confira !!! de Marcio Souza - Col. Histórias do Pau-brasil pela Marco Zero
>>> Livro - Harry Potter e as Relíquias da Morte de J. K. Rowling pela Rocco (2007)
>>> Os Arteiros Mágicos 1 - Confira !!! de Neil Patrick Harris pela Plataforma21 (2018)
>>> Franchising na Real de Melitha Novoa Prado pela Clube de Autores (2017)
>>> Um Caldeirão de Poemas 2 - Confira! de Tatiana Belinky pela Cia das Letrinhas (2008)
>>> Electric Ufos: Fireballs, Electromagnetics and Abnormal States de Albert Budden pela Sterling Pub Co Inc (1998)
>>> Melancolia - Confira! de Carlos Cardoso pela Record (2019)
>>> Direito e Democracia: Ordem Constitucional X Neoliberalismo de Paulo Papini pela All Print (2007)
>>> O Colecionador de Lágrimas - Holocausto Nunca Mais - 1ª Edição de Augusto Cury pela Planeta (2012)
>>> Novelas Paulistanas de António de Alcântara Machado pela José Olympio (1961)
>>> Lolita de Vladimir Nabokov pela Folha de São Paulo (2003)
>>> Amor & Morte Em Poodle Springs de Raymond Chandler pela L&pm Editores (1988)
>>> Adormecida - Confira !!! de Anna Sheeran pela Lua de Papel (2012)
>>> Dicionário Espanhol-português/ Português-espanhol Edição Português de Vários Autores pela Ftd (1996)
>>> O Homem Que Confundiu Seu Trabalho Com a Vida de Jonathon Lazear pela Sextante (2004)
>>> Teoria e Política da Desenvolvimento Econômico - Confira!! de Celso Furtado pela Paz e Terra (2000)
>>> Os Dois Lados da Moeda Em Fusões e Aquisições de Betania Barros; Betania Tature pela Elsevier (2011)
>>> Um Dia: o Livro Que Originou o Filme Estrelado por Anne de David Nicholls pela Intrínseca (2012)
>>> Sobre Schmidt de Louis Begley pela Companhia das Letras (2003)
COLUNAS

Quarta-feira, 11/6/2014
O momento do cinema latino-americano
Humberto Pereira da Silva

+ de 4100 Acessos

Nos anos recentes o cinema argentino despontou e se firmou entre aficionados e os mais importantes críticos de cinema brasileiros. Em conversas soltas e de ocasião, manifestações de entusiasmo pelos filmes portenhos, tanto quanto comparações com a chamada "Retomada" de nosso cinema: os filmes deles são melhores que os nossos.

E, assim, para segmento de público que corre de blockbusters e pasmaceiras passionais que revisitam Sessão da Tarde, se impuseram nomes como Lucrécia Martel, Pablo Trapero, Daniel Burman, Marcelo Piñeyro e o ator Ricardo Darín. O Oscar de melhor filme estrangeiro para O Segredo dos Seus Olhos (2010), de Juan Jose Campanella, foi a afirmação argentina para um público que frequenta o circuito comercial e é, digamos, plugado no momento.

Com menos penetração no circuito comercial que os argentinos, os filmes chilenos de anos recentes também têm cativado. O nome mais destacado é Andrés Wood, que teve aqui exibido seu comovente Machuca (2004), um olhar de crianças de classes sociais distintas no espaço escolar pouco antes do golpe que levou o general Pinochet ao poder. Do mesmo Wood, para um público mais seleto, foi vista a cinebiografia de Violeta Parra, Violeta Foi para o Céu (2011), um dos maiores símbolos culturais chilenos.

E assim, como os argentinos, os chilenos ganham espaço, despertam atenção de público e crítica entre as produções latinas. A comprovação da força do recente cinema chileno se deu com a premiação de Glória(2014), como melhor filme na primeira edição do Prêmio Platino do Cinema IberoAmericano.

Mas o que realmente surpreendeu na acolhida de público e crítica no circuito comercial brasileiro neste ano foi a presença da Venezuela e do Paraguai, respectivamente com Pelo Malo, de Mariana Rondón, e 7 Caixas, de Juan Carlos Maneglia. Não se trata, aqui, de pensar que os filmes venezuelano e paraguaio trazem inovações, que abram discussões sobre linguagem, ou mesmo indiquem rumos, orientações, mas sim de pensá-los como fenômenos. Vale dizer: suspeito que a recepção desses filmes tem a ver com certo cansaço de enlatados americanos, tanto quanto com a necessidade de abertura para filmografias que não fazem parte do circuito convencional.

Mutatis mutandi, Pelo Malo e 7 Caixas, enquanto fenômenos culturais, estão para os dias de hoje como Carlota Joaquina (1995), de Carla Camurati, para a Retomada do cinema brasileiro em meados da década de 1990. Filmes de que não se tem expectativa prévia de recepção, mas que acabam se projetando, como fenômenos, para além do esperado. Deixam assim registro de um momento, para muitos aqui no Brasil que jamais viram um filme da Venezuela ou do Paraguai.

Nisso, bem entendido, nenhum juízo negativo, mas a compreensão de que certos filmes despontam e se inserem num momento em que o dado cultural fala mais alto que o propriamente artístico. O sentido da recepção de Pelo Malo e 7 Caixas, portanto, tem a ver com o clima favorável a recepção de filmes latino-americanos. É esse o sentido para a atual exibição em circuito comercial do drama mexicano Heli, de Amat Escarlante.

E assim, nesse clima favorável à voga de filmes latino-americanos no circuito brasileiro, espera-se o argentino Relatos Salvages, de Damián Szifron. Recentemente exibido em Cannes, com boa acolhida da crítica, tem o astro Ricardo Darín como protagonista. Por se tratar fundamentalmente de fenômenos culturais, ficar no ar então, a expectativa de novos filmes da Venezuela e o Paraguai. E, por que não, da Colômbia, Peru...

O que entendo ser oportuno destacar é que a presença de filmes como Pelo Malo e 7 Caixas sinalizam para um momento de diversidade, um momento de proximidade com filmografias ao lado, mas que praticamente não eram vistas. Entendo também como oportuno destacar que, com filmes assim, o cinema se oferece como veículo de expressão para olharmos e confrontarmos experiências que, para além do evento cultural, abram caminhos para o entendimento de que partilhamos um destino social e político comum na periferia do mundo globalizado.


Humberto Pereira da Silva
São Paulo, 11/6/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Sobreviver à quarentena de Luís Fernando Amâncio
02. Eu + Você = ? de Ana Elisa Ribeiro
03. O melhor nacional do ano de Lucas Rodrigues Pires


Mais Humberto Pereira da Silva
Mais Acessadas de Humberto Pereira da Silva em 2014
01. Tectônicas por Georgia Kyriakakis - 13/8/2014
02. O medo como tática em disputa eleitoral - 8/10/2014
03. Gustavo Rezende: uno... duplo... - 22/1/2014
04. Monticelli e a pintura Provençal no Oitocentos - 5/2/2014
05. O caso Luis Suárez - 16/7/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Nós e os Outros para Gostar de Ler V. 29
Vários Autores
Ática
(2003)



Resistência dos Materiais
William A. Nash
Mcgraw Hill
(1976)



Biblioteca da Natureza Life: os Mamíferos
Leonard Engel
Jose Olympio



Shirley
Charlotte Brontë
Martin Claret
(2017)



Eubiose a Ciência da Vida
Henrique José de Souza
Biblioteca Dhâranâ



Contabilidade Bancária
A. Aloe O. Thomazelli
Atlas
(1963)



Philia Derrote a Depressão, o Medo e Outros Problemas Aplicando....
Marcelo Rossi
Principium
(2015)



Speaking of Dinousaurs Level 9 - Book 4
Ginn & Company
Ginn & Company



Livro - Punk: Outros Passos 4
Antonio Bivar
Barbatana
(2018)



Novíssimo Manual de Correspondência Comercial 5º Ed
João Almeida
Golfinho
(1975)





busca | avançada
63467 visitas/dia
1,8 milhão/mês