Reunião de pais, ops, de mães | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
29794 visitas/dia
891 mil/mês
Mais Recentes
>>> CRIANÇAS DE HELIÓPOLIS REALIZAM CONCERTO DE GENTE GRANDE
>>> Winter Fest agita Jurerê Internacional a partir deste final de semana
>>> Coletivo Roda Gigante inicia temporada no Jazz B a partir de 14 de julho
>>> Plataforma Shop Sui dança dois trabalhos no Centro de Referência da Dança
>>> Seminário 'Dança contemporânea, olhares plurais'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
>>> Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
Últimos Posts
>>> Pelagem de flor IV: AZUL
>>> Pelagem de flor IV: AZUL
>>> Pelagem de flor IV: AZUL
>>> É cena que segue...
>>> Imagens & Efeitos
>>> Segredos da alma
>>> O Mundo Nunca Foi Tão Intenso Nem Tão Frágil
>>> João Gilberto
>>> Retalhos ao pôr do sol
>>> Pelagem de flor III: AMARELO
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Copacabana-Paulista-Largo das Forras
>>> Palavras, muitas palavras
>>> Lula: sem condições nenhuma*
>>> Novos Melhores Blogs
>>> O primeiro Show do Milhão a gente nunca esquece
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> As pedras de Estevão Azevedo
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Historia de Hotmail
>>> Maria Rita: música em estado febril
Mais Recentes
>>> Em Busca de um Final Feliz de Katherine Boo pela Novo Conceito (2013)
>>> O Codigo Da Vinci de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> A Conquista da Confiança, A Conquista do poder de Michelle Celmer, Catherine Mann pela A Conquista (2015)
>>> Poder & Paixão - Atraente Desafio, Fruto de uma Noite - Edição 224 de Jennifer Hayward, Jennie Lucas pela Harlequin (2014)
>>> São Paulo 1975 - Crescimento e Pobreza de Vários pela Loyola
>>> Bagagem de Adélia Prado pela Record (2008)
>>> Futebol 2001 de José Ângelo Garsia pela Summus Editorial (2001)
>>> Preparar Apontar Fogo! Emoção em caça e pesca de Synesio Ascencio pela Troféu (1973)
>>> Fiesta - Curtindo Cada Segundo de Kate Cann pela Arxjovem (2003)
>>> Pesca Esportiva Maritima de Irineu Fabichak pela Nobel (1982)
>>> Diários do Vampiro - Confronto de L. J. Smith pela Galera Record (2010)
>>> ABC da Caça - Coleção Cultura e Tempos Livres de Fabiãn Abril pela Presença (1978)
>>> De Volta para Casa de Mary Sheldon pela Record (2004)
>>> Buracos Negras - Palestras da BBC Reith Lectures de Stephen Hawking pela Intríseca (2017)
>>> Poder Sexual Feminino de Márcia Goldschmidt pela Gente (2000)
>>> Iacocca – Uma autobiografia de Lee Iacocca e William Novak pela Cultura (1985)
>>> Voltando Para Casa com o Seu Bebê - Do Nascimento à Realidade de Laura A. Janna e Jennifer Shu pela Martins Fontes (2010)
>>> A Dominação Masculina - a Condição Feminina e a Violência Simbólica de Pierre Bourdieu pela Bertrand Brasil (2019)
>>> Pais Brilhantes, Professores Fascinantes de Augusto Cury pela Sextante (2003)
>>> Os Elementos - Capa Dura de Euclides pela Unesp (2009)
>>> Mauricio: A História Que Não Está No Gibi de Maurício De Sousa pela Sextante (2017)
>>> O Possuído - A besta toma posse de Tim LaHaye, Jerry B. Jenkins pela United Press (2010)
>>> Direita e Esquerda de Norberto Bobbio pela Unesp (2011)
>>> Sobre Educação, Política e Sindicalismo de Maurício Tragtenberg pela Unesp (2004)
>>> Mensagem do Outro Lado do Mundo de Marlo Morgan pela Rocco (2019)
>>> Dicionário de Políticas Públicas de Geraldo Di Giovanni/Marco Aurélio Nogueira (orgs) pela Unesp (2018)
>>> Zoom - Cinco Páginas Animadas de Chris Davis pela Ciranda Cultural (2010)
>>> Livro Nozes & Companhia - Um Livro de Receitas de Editora Lisma pela Lisma (2006)
>>> A Última Grande Lição - O Sentido da Vida de Mitch Albom pela Sextante (2010)
>>> A casa dos Bronzes de Ellery Queen pela Nova Fronteira
>>> Livro Coleção Fono na Escola de Márica Honora pela Ciranda Cultural (2009)
>>> Livro Irmãs vampiras - uma missão bem dentuça de Franziska Gehm pela V e R (2019)
>>> Infância dos Mortos de José Louzeiro pela Record (1981)
>>> Livro Dificuldades de Aprendizagem de Ana Maria Salgado Gómez pela Grupo Cultural (2018)
>>> O Misterioso Sr. Quin de Agatha Christie pela L&PM Pocket (2017)
>>> Rimbaud da América e Outras Iluminações de Maurício Salles Vasconcelos(Autografado) pela Estação da Liberdade (2000)
>>> Rimbaud da América e Outras Iluminações de Maurício Salles Vasconcelos(Autografado) pela Estação da Liberdade (2000)
>>> O Siciliano de Mario Puzo pela Circulo do Livro (1984)
>>> Cid-10 - Vol. 1: Classificação Estatistica Internacional de Doenças de Oms pela Edusp (2010)
>>> O Espírito de Liberdade de Erich Fromm pela Zahar (1981)
>>> Conversa na Catedral de Mario Vargas Llosa pela Circulo do Livro (1969)
>>> Livro Nada a perder 2 de Edir Macedo pela Planeta (2013)
>>> Livro Mundo Afora de Mel Lisboa pela Globo (2007)
>>> A Nova Ordem Mundial e os Conflitos Armados - Bilingue/ Capa Dura de Daniel Amin Ferraz/ Denise Hauser Coord. pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2002)
>>> Livro Maternidade Tardia. Mulheres Profissionais em Busca da Realização Plena de Sylvia Ann Hewlett pela Novo Século (2008)
>>> El Domador de Monstruos de Ana Maria Machado pela Sm (2007)
>>> Desafios do Trabalho de Ladislau Dowbor , Odair Furtado , leonardo Trevisan ,Hélio Silva pela Vozes (2004)
>>> Livro Bênção Diária 2 de Max Lucado pela Thomas Nelson (2014)
>>> Livro O grande livro das parlendas de Paulo F Netho pela Ciranda Cultural (2015)
>>> Sucessões - Teoria, Prática e Jurisprudência...Na Vigência do Código Civil 1916... de Wilson de Oliveira pela Del Rey/ Belo Horizonte (2004)
COLUNAS

Sexta-feira, 20/3/2015
Reunião de pais, ops, de mães
Ana Elisa Ribeiro

+ de 1800 Acessos

Um dia, você resolve ter um intercurso sexual que, querendo ou sem querer, gera um embriãozinho, que vira zigotinho e se desenvolve, vira um feto, vira um bebê e nasce. Mas isso não é assim tão fácil quanto o texto faz parecer. Principalmente para a mãe, dá um trabalho razoável. Pois bem.

Você tem o maior trabalhão pra parir o guri. Muitas vezes, ao lado de um nego que não tá nem assim tão envolvido. Mas, como dizia um otimista amigo meu, há muitos anos, referindo-se às crianças: "esse bicho tende a dar certo sozinho".

Tudo bem. Aí o bebê precisa ser amamentado, não entende nada do mundo, precisa se adaptar aos horários, ao dia, à noite, à vida, aos sólidos, aos pais, etc. E isso nem é assim tão fácil. E a mãe, geralmente, fica lá, abduzida. Muitas vezes - reparem que não generalizei totalmente -, sem uma boa e dedicada companhia pra cumprir a empreitada juntos. OK. Isso é assim desde que o mundo é mundo.

Daí, um dia, você precisa por o piá em uma escola. Pensa, escolhe, vê uma série de quesitos - proximidade de casa ou do trabalho, preço, projeto pedagógico (que você finge que entende e finge que sabe que repercussão terá na vida do seu rebento), nível de caretice, etc. Lá vai. Aquele primeiro dia de aula clássico. Blablá. E aí você entra numa comunidade que faz um negócio chamado "reunião de pais".

Eu, cá do meu jeito, acho esse evento uma das coisas mais chatas do mundo. Como professora, sempre achei; como mãe continuei achando. Entendo perfeitamente que a escola precise dar satisfação sobre o que fará ao longo do ano, sobre regras, horários, sugestões, projetos, etc. Reiterar o que diz todo ano: não pode chegar atrasado, tem de usar uniforme completo, o banho de sol dura 15 minutos, lanche saudável e as demais orientações do regime semiaberto. Entendo demais. E ponto. Mas tem uma coisa que eu lastimo e uma que eu não entendo:

Eu lastimo que 98% dos presentes ali sejam mães. (Que também trabalham, inclusive). São elas que vão à reunião saber sobre a escola, conhecer a professora e questionar a escola, se é que fazem isso de forma interessante. Dois ou três pais aparecem para fazer o mesmo. É como se reunião de escola fosse atividade de segunda. Como se as coisinhas chatinhas fossem para a mulher cumprir. Ou como se a vida escolar dos filhos, em sua face qualitativa, fosse atribuição só da mãe. O pai serve pra pagar o boleto (quando é o caso. Muitas vezes, nem isso).

A outra coisa, a que eu não entendo, é por que grande parte das pessoas que comparece à tal reunião força a situação de falar dos próprios filhos o tempo quase todo, roubando o tempo de informação da comunidade. É um pessoal que obriga todos a focalizarem situações e questões particulares, em um encontro coletivo; e pior: às vezes, esforça-se para demonstrar uma caretice absolutamente anacrônica.

Entro muda e saio calada. Anoto o que preciso anotar com algumas intenções: questionar meu filho quando ele chegar em casa; ver se ele está ciente das regras; ver se preciso combinar algo com ele, inclusive para driblar a escola, quando sentirmos que é mais inteligente; e repassar informações ao pai dele...

Minha amiga Lavínia, excelente professora de Português, depois de participar de uma palestra sobre "a escola do futuro" (sim, porque a escola está sempre prometida...), externava, no Facebook, sua dupla sensação: uma de alegria porque o palestrante bambambam dizia coisas que ela já pensava; outra, contraditória, porque ela tinha a impressão de que todos querem mudanças, revoluções, transformações, mas a escola continua a mesma.

Fiquei cá pensando com meus botões e sei lá, entende? Não sei se as pessoas querem tanta transformação assim. Sinto, ali nas conversas de reunião, que muitos pais querem mesmo é os filhos em regime semiaberto (quando não fechado), pra ficarem livres da moçada enquanto eles trabalham (o que é digno e necessário), mas também vão ao shopping, à aula de golf ou ao cabeleireiro. Aí depende, não é? Mas me parece, em grande medida, uma comunidade que vai ali forçada pra saber o que já sabe e exigir mais do mesmo.

Conheço professor que tenta inovar, professor que tenta um encontro interessante com tecnologias mais recentes, professor que prepara aulas sensacionais, professor que se dedica, professor com sangue nos olhos e paixão no coração. E esse cara todo, desse jeitinho, não consegue sair da média porque precisa atender os pais, a diretoria, o mercado e sabe lá mais o quê.

Há uns tempos, em um belo evento em Natal (RN), tive o prazer do contato com uma professora que desenvolve lá, com unhas e dentes, um projeto de sucesso em uma escola pública. Como é bem nisso que eu acredito, fiquei doida para saber das coisas. E um negócio sério ela me disse: "na nossa escola, os pais são envolvidos". Não acho que haja mudança possível sem a presença respeitosa e interessada dos pais.

Estou errada em ter preguiça das reuniões. Estou errada em entrar muda e sair calada. Estou errada em não ter uma postura mais participativa. Sim, estou errada. E todos estamos. Eu não devia querer saber só do meu filho genial. Eu deveria estar comprometida com um projeto mais integral. No entanto, com respeito. Ali trabalham profissionais. Não é lugar pra eu dar pitacos sem noção. Bom, como eu disse um dia: escola é escolarização; educação sou eu quem dou, em casa.

Na reunião mais recente, uma mãe interrompeu para dizer que proíbe a filhota, de 11 anos, de falar gírias em casa. Vou fazer o quê? E o que essa figura queria que a escola fizesse? A honorável senhoura afirmou, em tom de palestra, que a gíria é perigosa e que prejudica os textos da pessoa para o resto da vida; e sugeriu que a escola tomasse alguma providência sobre isso. Vamos banir a gíria. E solicitou da escola que tomasse posição e desse um reforço.

Eu não me aguentei. Contorci-me na cadeira. Fiz cara de nojo (que foi vista por uma ou duas pessoas). Eu estava bem no fundão, pra não ser notada mesmo, mas vi que a professora percebeu minha reação. E as representantes da escola foram delicadas, desconversaram, falaram sobre o inevitável e tal e coisa.

Véi! Eu pirei naquele papo. Eu pirei. E vazei, assim que pude. Saí achando que os pais (e mães) é que precisam de umas discussões mais interessantes sobre, por exemplo, linguagens. Ou sobre qualquer coisa. E pensei na Lavínia, com a escola do futuro. E me lembrei de quando eu adotava livros de boa literatura na escola e vinham os pais me proibir, alegando, por exemplo, que poesia é só quando as palavras são bonitas. Poeta não escreve palavrão nem gíria. E uma teoria sobre tudo que só faz o mundo se encaretar; e uma postura de gente que quer esconder o mundo dos filhos, como se esses meninos e meninas já não tivessem visto as coisas pelo YouTube; e uma eterna cobrança para que a escola seja moderna e dialogal, só que não. #sqn


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 20/3/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Tomara que eu esteja errado sobre o Live 8, Bob de Arcano9
02. Histórias de agosto de Marcelo Barbão


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2015
01. Para que serve a poesia? - 26/6/2015
02. A pomba gíria - 1/5/2015
03. Como ser um Medina - 16/1/2015
04. Momento ideal & conciliação - 25/9/2015
05. Leitura, curadoria e imbecilização - 11/9/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A TORRE MAL-ASSOMBRADA
SUSANNAH LEIGH
SCIPIONE
(2006)
R$ 12,00



A CONSTITUIÇÃO COMO PRINCÍPIO
MÔNICA CLARISSA HENNIG LEAL
MANOLE
(2003)
R$ 7,00



LEE-LI YANG
CAMILA DE TOLEDO PIZA COSTA MACHADO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



PROJETO ARARIBÁ GEOGRAFIA 6ª SÉRIE
ORGANIZADORA EDITORA MORDENA
ED. MODERNA
(2006)
R$ 5,00



A LONGA NOITE
RAYMOND CHANDLER
CÍRCULO DO LIVRO
(1987)
R$ 12,00
+ frete grátis



O QUE E O FUTURO?
FRANCESCO MORACE
ESTAÇAO DAS LETRAS
(2013)
R$ 23,00
+ frete grátis



COMO E PORQUE SE FAZ ARTE
ELIZABETH NEWBERY
ATICA
(2011)
R$ 10,50



RUA DO MEDO A VIDENTE
R. L. STINE
ROCCO
(1999)
R$ 7,00



ELA SÓ QUERIA CASAR...
MARCELO CEZAR
VIDA & CONSCIÊNCIA
(2012)
R$ 15,00



A TRAVELERS GUIDE TO EL DORADOAND THE INCA EMPIRE: A SUPERBLY
LYNN MEISCH
PENGUIN BOOKS
(1984)
R$ 25,28





busca | avançada
29794 visitas/dia
891 mil/mês