Sexo e luxúria na antiguidade | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
38448 visitas/dia
955 mil/mês
Mais Recentes
>>> MANU LAFER APRESENTA SHOW NOBODY BUT YOU - TRIBUTO A KIKA SAMPAIO
>>> Sesc Belenzinho recebe a banda E a Terra Nunca me Pareceu Tão Distante
>>> Sesc Belenzinho recebe a atriz e cantora Zezé Motta
>>> Psicólogo lança livro de preparação para concurseiros usando a Terapia Cognitiva-Comportamental
>>> O Sertão na Canção: Guimarães Rosa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
Colunistas
Últimos Posts
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
Últimos Posts
>>> Kleber Mendonça volta a Cannes com 'Bacurau'
>>> Nem só de ilusão vive o Cinema
>>> As Expectativas de um Recrutador e um Desempregado
>>> A Independência Angolana além de Pepetela
>>> Porque dizer adeus?
>>> Direções da véspera IV
>>> Direções da véspera IV
>>> A pílula da felicidade
>>> Dispendioso
>>> O mês do Cinemão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Humor: artigo em extinção
>>> Armandinho, o subversivo, versus o Cabeça de Melão
>>> Por que ler poesia?
>>> O titânico Anselm Kiefer no Centre Pompidou
>>> Woody Allen
>>> The Second Coming of Steve Jobs, by Alan Deutschman
>>> Como detectar MAVs (e bloquear)
>>> Como detectar MAVs (e bloquear)
>>> 89 FM, o fim da rádio rock
>>> Crítica à arte contemporânea
Mais Recentes
>>> Postal de Alice Springs - um Romance Entre Mulheres de Diana Simmonds pela Gls (1996)
>>> A Linguagem do Meu Filho de Regina Celi Machado Cupello pela Revinter (1993)
>>> Acima de Qualquer Suspeita de Scott Turow pela Record
>>> Pensão Riso da Noite de José Condé pela Record (1987)
>>> Corcovado de Jean-paul Delfino pela Record (2005)
>>> A Ideologia Alemã I Crítica da Filosofia Alemã mais Recente de Karl Marx e Friedrich Engels pela Martins Fontes (1980)
>>> Pássaros de Vôo Curto de Alcione Araújo pela Record (2008)
>>> Metamorfoses do Pássaro - Vol. 3 de Alcione Araújo (autografado) pela Civilização Brasileira (1990)
>>> O Paraíso é uma Questão Pessoal de Richard Bach pela Record (2003)
>>> A Trajetória de um Brabo de Stalin a Giacominho de Evado Diniz pela Record (1984)
>>> O Galo Músico de Fernando Sabino pela Record (1999)
>>> Meio Século de Presença Literária (1919-1969) de Tristão de Athayde pela José Olympio (1969)
>>> O Rei das Estrelas de Edmond Hamilton pela Sabiá (1971)
>>> Um Céu numa Flor Silvestre de Rubem Alves pela Verus (2010)
>>> As Atribulações de uma Caixa de Supermercado de Anna Sam pela Record (2009)
>>> Administração de recursos humanos de Idalberto Chiavenato pela Atlas (1999)
>>> Iracema de José de alencar pela Panda books (2015)
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Melhoramentos (2014)
>>> Cultura Brasileira, Temas e situações de Alfredo Bosi pela Ática (2008)
>>> O escravo dos escravos de Rosa freua de carvalho pela Feesp (2012)
>>> Obras completas - volume 7 - O cancioneiro de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Obras completas - volume 9 - O banquete, Da monarquia de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Obras completas - volume 10 - Da monarquia, Da linguagem vulgar, Epístolas, A questão da água e da terra de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Minha Formação de Joaquim Nabuco pela W.M. Jackson (1948)
>>> Deus um Fracasso Amoroso de E. L. Doctorow pela Record (2003)
>>> Os carneiros de Panúrgio de Bezerra de menezes pela Feesp (2012)
>>> Obras completas - volume 5 - A Divina Comédia - O purgatório de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Obras completas - volume 4 - A Divina Comédia - O inferno de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Memórias de um Delegado de Polícia de Renato Augusto de Lima pela Do Autor (1972)
>>> Obras completas - volume 3 - A Divina Comédia - O inferno de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Obras completas - volume 2 - A Divina Comédia - O inferno de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> O Pai do Vento - Cordel de Chico Salles pela Graúna
>>> Obras completas - volume 1 - A Divina Comédia - O inferno de Dante Alighieri pela Das Américas
>>> Vie et Règne de l'Amour de Søren Aabye Kierkegaard pela Aubier
>>> Rumo à Cultura de L. Riboulet pela Globo (1960)
>>> No lar e no magistério de Esther Menna Barreto Costa pela Não consta
>>> Amor sem Fim de Ian McEwan pela Companhia das Letras (2001)
>>> Rei Édipo, antígone, Prometeu Acorrentado (Tragédias gregas) de Sófocles, Ésquilo pela Ediouro
>>> OMC Manual Prático da Rodada Uruguai de Ligia Maura Costa pela Saraiva (1996)
>>> Contos de I. L. Peretz de J. Guinsburg pela Perspectiva (2001)
>>> RS: Modernização & Crise na Agricultura de Elomar Tambara pela Mercado Aberto (1983)
>>> Terra: Planeta Em Perigo de Vinícius Bertoletti pela Chiado (2016)
>>> Sociedade e Estado Volume X - Número 2 de Vicente de Paula Faleiros e Outros pela Unb (1995)
>>> Antimémoires de André Malraux pela Gallimard (1967)
>>> Da Matéria dos Sonhos de Rosana Rios pela Saraiva (1995)
>>> O Último Portal de Eliana Martins e Rosana Rios pela Companhia das Letras (2003)
>>> Hqs Quando a Ficção Invade a Realidade de Rosana Rios pela Scipione (2007)
>>> A Pequena Dorrit de Carlos Dickens pela Bruguera (1969)
>>> Jacare-de-papo-amarelo de Rosana Rios pela Scipione (2003)
>>> La Divina Comedia - 2 volumes de Dante Alighieri pela Sopena (1942)
COLUNAS

Sexta-feira, 19/6/2015
Sexo e luxúria na antiguidade
Gian Danton

+ de 6400 Acessos

Atualmente, no mundo ocidental, temos uma visão muito específica da sexualidade. Inventamos categorias sexuais excludentes, como homossexual, heterossexual, bissexual e congêneres, tentamos enjaular toda a diversidade sexual nesses rótulos. Entretanto, embora essas palavras usem radicais gregos e latinos, elas não refletem a maneira como gregos e romanos viam o sexo. Para eles, por exemplo, um homem que se relacionava com outro homem não era homossexual pela simples razão de que o conceito não existia. É essa variedade de comportamentos (que podia incluir desde o incesto dinástico aos agrupamentos militares de amantes) que se debruça o livro O prazer do sexo, de Vicki León (Apicuri, 334 páginas).

Vicki León é especialista em pesquisas em documentos históricos, tendo escrito os livros Mulheres audaciosas da antiguidade, Mulheres audaciosas da Idade Média e Meu chefe é um senhor de escravos.

As fontes históricas originais consultadas pelo autor fazem a diferença do livro no meio de vários lançamentos sobre sexualidade que abarrotam as livrarias recentemente, muitos dos quais com pouco conteúdo. Para entender como gregos e romanos viam o sexo, o autor consultou documentos oficiais, como leis, cartas, narrativas teatrais e vários outros.

Uma das informações que certamente irão chocar o leitor é a relação entre sexo e religiosidade. Num mundo dominado pela religião cristã, no qual a sexualidade é vista como pecado, pode ser espantoso descobrir que os antigos constantemente uniam as duas coisas. No Egito antigo, por exemplo, o novo Faraó deveria semear o Egito. Ele fazia isso se masturbando e ejaculando no rio Nilo. O ritual garantiria a inundação anual do rio, providenciando a prosperidade da região.

A palavra orgia, por exemplo, tem origem em uma cerimonia em honra aos deuses (o mais famoso deles, Dionísio, deus grego do vinho, ou seu equivalente romano Baco - de onde vem a palavra bacanal). As orgias, ou bacanais, envolviam bebidas alcóolicas, danças frenéticas e segredos espirituais - afinal, era uma cerimônia religiosa, não?

Em quase toda a antiguidade, eram comuns prostíbulos sagrados. Havia centenas de escravas religiosas vinculadas a centenas de templos diferentes, chamadas de cortesãs sagradas.

Na Roma antiga, um dos rituais mais famosos eram os lupercais, ou lupercalis, em homenagem a Inuo, deus do sexo e realizado no dia 15 de fevereiro. Os mancebos começavam o dia reunindo-se nos arredores da cidade, onde sacrificavam um bode à divindade, tiravam a pele do bode, cortavam em tiras e faziam chicotes com elas. Depois percorriam as ruas da cidade, seminus, o corpo reluzindo de óleo. As moças se aglomeravam para receber uma chibatada nas nádegas. Acreditava-se que isso afastava os espíritos maléficos, tornava a mulher mais receptiva ao marido, dava-lhe uma boa gravidez e um parto sem incidentes. Ou seja: o sonho de toda mulher romana.

Além disso, havia pênis na maioria dos templos. O deus Príapo, conhecido por sua enorme ereção, era famoso na península itálica e sua imagem aparecia em casas e muros. Objetos fálicos eram considerados uma espécie de talismã contra o mau-olhado e as forças malignas e por essa mesma razão era comum encontra-los na maioria das casas.

Outro aspecto interessante é a análise do autor sobre a sexualidade, em especial grega e romana, que ele chama de polissexualidade. Para esses povos, deveria parecer absurdo definir esta ou aquela opção sexual como opções de vida ou práticas anti-naturais: "A questão era que não tinham de escolher isto ou aquilo. Podiam provar de tudo, ou quase tudo".

Na verdade, a variedade sexual era vista como natural e muitas vezes parte do aprendizado. Na Grécia antiga, por exemplo, os casais masculinos eram invariavelmente cidadãos livres, sempre um homem adulto com um jovem de uma família não imediata. Essa relação era considerada pedagógica para o jovem e podia incluir aspectos sexuais e eróticos, nos quais o jovenzinho era sempre passivo. "Quando o adolescente atingia a plena idade adulta, o relacionamento acabava; mais tarde ele, por sua vez, tornava-se o mentor (erastés) de um erómenos, um jovem amado de doze a dezessete anos".

Na verdade, se for necessária uma definição, esta será através da dicotomia ativo versus passivo. A grande questão na antiguidade clássica não era se a pessoa se relacionava com homens ou mulheres, mas quem penetrava e quem era penetrado. Havia aí, por exemplo, uma relação de poder. Um nobre poderia tranquilamente ter uma relação com seu escravo e isso não era visto com maus olhos pela sociedade (dependo da situação, poderia até mesmo ser elegante, como no caso dos delicatus, meninos bonitos e escravos sexuais usados para penetração anal por parte dos homens ricos). Mas o nobre deveria sempre manter na condição de ativo. Um escravo penetrando um nobre seria um verdadeiro escândalo.

O ato sexual passivo era visto como tão degradante que podia ser usado até mesmo como castigo. O adultero poderia, por exemplo, ser sodomizado pelo marido ofendido. Mais degradante que a penetração anal passiva, só o sexo oral. Os adeptos da felação e da cunilíngua que acabavam caindo na boca do povo nunca eram convidados para jantar. Dizia-se que sua conduta pervertida lhes dava um mau hálito terrível.

De aspecto negativo, o fato do livro em alguns momentos resvalar no que podemos chamar de fofoca histórica, aspecto destacado inclusive por alguns títulos, como "Otávia & Marco Antonio: o amor materno supera o resto". O leitor, no entanto, pode simplesmente ignorar essas partes.


Gian Danton
Goiânia, 19/6/2015


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2015
01. Sexo e luxúria na antiguidade - 19/6/2015
02. Ivanhoé - 2/3/2015
03. Intervenção militar constitucional - 27/3/2015
04. George Orwell e o alerta contra o totalitarismo - 31/7/2015
05. A maldade humana - 30/10/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CAMBIO: FORMACIÓN Y SOLUCIÓN DE LOS PROBLEMAS HUMANOS (2308)
PAUL WATZLAWICK E OUTROS
HERDER
(2007)
R$ 90,00



A UNIFICAÇÃO DA EUROPA
VAMIREH CHACON
SCIPIONE
(1992)
R$ 6,00



LIVRO NADA A PERDER 1
EDIR MACEDO
PLANETA
(2012)
R$ 12,00



NOVO TESTAMENTO
D. VICENTE M. ZIONI E PE. E. TINTORI
EDIÇÕES PAULINAS
(1969)
R$ 80,00
+ frete grátis



TEOLOGIA DO CATIVEIRO E DA LIBERTAÇÃO
LEONARDO BOFF
CÍRCULO DO LIVRO
(1989)
R$ 24,00



LA PSYCHOLOGIE DIFFERENTIELLE
HENRI PIERÓN
PRESSES UNIVERSITAIRES
(1949)
R$ 26,82



REPRESENTAÇÕES E POLÍTICAS LINGUÍSTICAS PARA AS ESCOLAS DE FRONTEIRA
GREICI LENIR REGINATTO CAÑETE
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 454,00



COMO A MÚSICA FICOU GRÁTIS - O FIM DE UMA INDUSTRIA... 1ª EDIÇÃO
STEPHEN WITT
INTRÍNSECA
(2015)
R$ 18,00



SUPERE-SE SEXUALMENTE
SARAH BREWER
MANOLE
(1998)
R$ 10,00



HOMENS DE NEGÓCIO, COMPANHIAS E COMÉRCIO
CLARA DE A. FARIAS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 454,00





busca | avançada
38448 visitas/dia
955 mil/mês