Radiohead e sua piscina em forma de lua | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
84710 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Relacionamentos amorosos com homens em cárcere é tema do espetáculo teatral ‘Cartas da Prisão’, monó
>>> Curso da Unil examina aspectos da produção editorial
>>> “MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO - ON LINE” TERÁ TEMPORADA ONLINE DE 10 A 25 DE ABRIL
>>> Sesc 24 de Maio apresenta Música Fora da Curva: bate-papos sobre música experimental
>>> Música instrumental e natureza selvagem conectadas em single de estreia de Doug Felício
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
>>> Exposição curiosa aborda sobrevivência na Amazônia
>>> Coral de Piracicaba apresenta produção virtual
>>> Autocombustão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O grito eletrônico do Overmundo
>>> Picasso versus Duchamp e a crise da arte atual
>>> Usina
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Web 2.0 reloaded
>>> Lendas e mitos da internet no Brasil
>>> A loucura das causas
>>> Queen na pandemia
>>> Nerd oriented news
Mais Recentes
>>> O Retorno À Origem de Lex Hixon pela Cultrix (1997)
>>> Emma - Edição Bilíngue - Português/ Inglês de Jane Austen pela Landmark (2012)
>>> O Vento Da Mudança de Julie Soskin pela Pensamento (2000)
>>> A Nave de Noé de Trigueirinho pela Pensamento (1999)
>>> Karma E Maturidade Um Guia Diferente para a Jornada de Eileen Connolly pela Cultrix (1999)
>>> Diálogos de Roman Jakobson e krystyna Pomorska pela Cultrix (1985)
>>> Receita da felicidades de Ken Keyes Jr. E Penny Keyes pela Pensamento (1995)
>>> História Caderno de Competências Conecte de M. Esther Nejm et al pela Saraiva (2014)
>>> A Viagem de Uma Alma de Peter Richelieu pela Pensamento (2006)
>>> Entre o Agora e o Sempre de J. A. Redmerski pela Suma de Letras (2014)
>>> Respostas da Vida de Francisco Cândido Xavier (Espírito André Luiz) pela Instituto André Luiz (1975)
>>> Entre o Agora e o Nunca de J. A. Redmerski pela Suma de Letras (2013)
>>> O Guardião de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2013)
>>> Viagem Atraves Da Luz de Lorna Todd pela Pensamento (1995)
>>> Curso Básico de Mecânica dos Solos de Carlos de Sousa Pinto pela Oficina de Textos (2002)
>>> Anjo da Morte de Pedro Bandeira pela Moderna (2009)
>>> História Volume Único Conecte Lidi de Ronaldo Vainfas et al pela Saraiva
>>> Vidas que nos Completam de Américo Simões pela Barbara (2011)
>>> Uma O Tau. Um Sinal Espiritualidade de Mariano Bigi pela Vozes (2004)
>>> Diálogo Com A Cidade de Cardeal Dom Cláudio Hummes pela Paulus (2005)
>>> Patologia das Fundações de Jarbas Milititsky, Nilo Cesar Consoli, Fernando Schnaid pela Oficina de Textos (2005)
>>> Escrita chinesa de Viviane Alleton pela L&Pm (2010)
>>> Caderno de revisão Química Conecte de M. Esther Nejm et al pela Saraiva (2014)
>>> A Igreja. 51 Catequeses do Papa Sobre a Igreja de Felipe Aquino pela Cleofas (2004)
>>> O Sono dos Hibiscos de Lygia Barbiere Amaral pela Lachatre (2005)
COLUNAS

Terça-feira, 28/6/2016
Radiohead e sua piscina em forma de lua
Luís Fernando Amâncio

+ de 3000 Acessos

Nas primeiras notas de “Everything in its right place”, música que abre o álbum Kid A (2000), do Radiohead, a mensagem estava clara: nada seria como antes na história da banda. O trabalho, juntamente com seu irmão, Amnesiac (2001), marcou o mergulho do grupo num experimentalismo que causou amplo impacto na época. Foi uma ruptura na discografia da banda que vinha em trajetória ascendente, aperfeiçoando uma fórmula que chegara ao seu auge no aclamado, pela crítica e pelo público, Ok Computer (1997) – o clipe de “Paranoid Android” foi figurinha marcada na MTV na época.

Apesar do enorme sucesso de crítica e público, o grupo britânico entraria no século XXI desdenhando das guitarras e trazendo referências da música erudita, eletrônica e do jazz. Os dois álbuns soaram bem difíceis para ouvintes condicionados ao som mais “redondo” das FMs.

Os trabalhos seguintes do Radiohead não foram tão radicais na proposta experimental, mas a banda nunca mais soaria como em Ok Computer. In Rainbows (2007), por exemplo, é bastante luminoso, digamos. Quase um disco para animar festas – festas indies, é claro. O álbum teve grande repercussão, sobretudo por ser vendido no sistema “pague quanto quiser”. A estratégia foi bastante impactante para uma indústria fonográfica que ainda se debruça na tarefa hercúlea que é descobrir como manter seus lucros em tempos de mídia digital e downloads ilegais.

O Radiohead fez pequenas revoluções musicais, embora mantendo algumas de suas características – densidade, melancolia, ritmos quebrados etc. E o grupo, formado por Thom Yorke (vocalista), Ed O’Brien (guitarrista), Johny Greenwood (talvez conste “guitarrista” na carteira de trabalho, mas há tempos é o principal multi-instrumentista da banda – todos eles são um pouco), Colin Greenwood (baixo) e Phil Selway (bateria), lançou, em 2016, o álbum A Moon Shaped Pool. Muitos especulam ser este o último álbum da banda, devido a indícios como a presença de músicas que já eram esboçadas ao vivo, mas nunca haviam sido registradas em estúdio. “True Love Waits”, por exemplo, que encerra o cd, foi executada pela primeira vez em show no longínquo 1995.



Sobre o álbum, muitos tirarão de seus dicionários o desgastado adjetivo “genial” e vão cravar, pela enésima vez, que se trata da banda mais influente dos últimos tempos. Outros desdenharão, dizendo que o grupo se perdeu na mesma fórmula e que o trabalho não é grande coisa. É o nono álbum de estúdio da banda, formada em 1985, em Oxford. Com esse tempo de estrada, seus fãs são cada vez mais fãs, enquanto os detratores vão acumulando material para o ódio.

Os dois primeiros singles de A Moon Shaped Pool não decepcionaram. “Burn the Witch”, com seu clipe consideravelmente macabro, tem um arranjo orquestrado que dá um tom grandioso à canção. Arranjos orquestrados, aliás, aparecem em outras músicas do trabalho e, de certa forma, são uma novidade na discografia do grupo. Em seguida, “Daydreaming”, canção mais lenta, mas bem elaborada, mostra o quanto a voz de Thom Yorke é singular. De fato, a música e seu título expressam bem a maior qualidade do Radiohead: levar o ouvinte a uma atmosfera suspensa, um som externo que nos leva à introspecção.

Podemos destacar também a música “Present Tense”, comprovando que Tom Jobim e João Gilberto estão na coleção de discos do músico. “Desert Island Disk” é um bom momento violão e voz de uma banda que tanto explora os recursos tecnológicos. “The Numbers”, “Identikit” e “Ful Stop”, por seu lado, confirmam que, apesar do estranhamento que causou, a sonoridade de Kid A marcou uma guinada definitiva para a banda. “Tinker Tailor Soldier Sailor Rich Man Poor Man Beggar Man Thief” é provavelmente a mais atmosférica do álbum.

Enfim, A Moon Shaped Pool provavelmente não arrebanhará novos fãs para o Radiohead, mas também não vai desagradar aqueles que já seguem o grupo. É um trabalho bom, consistente, e que apresenta uma banda segura da trajetória que construiu nesses nove álbuns.





Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 28/6/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo de Heloisa Pait
02. Ação Social de Ricardo de Mattos
03. A feira ao longe de Elisa Andrade Buzzo
04. Capitalismo Selvagem de Daniel Bushatsky
05. As maravilhas do mundo que não terminam de Marilia Mota Silva


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio em 2016
01. Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão - 30/8/2016
02. Tricordiano, o futebol é cardíaco - 26/4/2016
03. Nos tempos de Street Fighter II - 31/5/2016
04. Meu pé quebrado - 18/10/2016
05. Radiohead e sua piscina em forma de lua - 28/6/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Tempos de Traição - Possuídos por Ambição
Joao Manoel da Costa
Barauna
(2011)



Os Dois Corpos do Presidente e Outros Ensaios
Luiz Eduardo Soares
Iser; Relume Dumara
(1993)



Seu Futuro Segundo os Tarôs
Giovanni Sciuto
Nordica
(1992)



Tábuas de Logaritimos
Irmãos Maristas
Ftd
(1973)



The Life You Want - Get Motivated, Lose Weight, and Be Happy
Bob Greene e Ann Kearney Cooke
Simon & Schuster
(2010)



Tocaia Grande - a Face Obscura - Coleção Grandes Escritores Brasileiro
Jorge Amado
Folha de S. Paulo
(2008)



O Sonho - Nova Concepção
José Maria Arantes
Fgv
(1993)



Lusco Fusco Vida E Morte De Um Desconhecido
Pablo La Noche
Bertrand
(1974)



Dicionário Enciclopédico Ilustrado Veja Larousse Volume 9
Abril
Abril
(2006)



God Is Dead
Ron Currie Jr
Penguin Paperbacks
(2008)





busca | avançada
84710 visitas/dia
2,6 milhões/mês