Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 30/8/2016
Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão
Luís Fernando Amâncio

+ de 3200 Acessos

Se hoje o futebol é uma paixão no Japão, muito disso se deu graças a um intercâmbio estabelecido com o Brasil, sobretudo através da exportação do “pé-de-obra” tupiniquim. Por outro lado, um anime sobre o esporte também foi muito importante na popularização de consumo da cultura pop japonesa por aqui.



O mangá (história em quadrinho japonesa) Captain Tusabasa, escrito e desenhado por Yoichi Takahashi, começou a ser publicado em 1981. Ele acompanha a trajetória de Ozora Tsubasa (no Brasil, Oliver Tsubasa), um garoto habilidoso no futebol e que vai, através de seu talento e, sobretudo, da disciplina, se tornar um jogador profissional de grande destaque. A HQ fez sucesso e foi adaptada em série animada em 1983. A Associação Japonesa de Futebol foi uma incentivadora do projeto, apostando no seu potencial para promover o esporte.

Todavia, o investimento para popularizar o futebol no Japão não ficou restrito ao anime (nome dado às animações japonesas). No início da década seguinte, muitos jogadores brasileiros, a maioria em fim de carreira, foram contratados por equipes japonesas. A iniciativa pretendia atrair fãs para o esporte e, principalmente, promover o aprimoramento técnico dos jogadores japoneses a partir desse intercâmbio. Deu certo. O atleta brasileiro com maior destaque nessa empreitada foi Zico, contratado pelo Kashima Antlers. O ídolo do Flamengo participou da profissionalização do futebol no Japão, que ocorreria em 1992, com a criação da J-League, e até hoje é venerado por lá – foi, inclusive, técnico da seleção japonesa entre 2002 e 2006.

No Brasil, alguns anos depois do Galinho de Quintino ir jogar no Kashima, uma legião de crianças e adolescentes aprendeu a gostar de animes através da exibição de Cavaleiros do Zodíaco pela Rede Manchete. O canal de televisão da família Bloch, já vivendo seu ocaso, recebeu uma injeção de audiência com o sucesso da série protagonizada pelos cavaleiros de Atena. O anime começou a ser exibido no Brasil em 1994 e, embora não tenha sido a primeira produção do gênero a chegar às TVs brasileiras, teve uma repercussão inédita.

Quando a exibição de Cavaleiros do Zodíaco chegou ao fim, a Rede Manchete tentou emplacar outros animes. Séries como Shurato, Samurais Warriors, Sailor Moon e Yuyu Hakushô foram exibidas pela TV paulista, alguns com repercussão discreta e outros com maior êxito.

Nesse ritmo, a Manchete estreou, em 1996, Super Campeões. Não era a série original, mas um remake – ao todo, três versões foram produzidas. O anime, que incorporava elementos do gênero de ação às partidas de futebol, caiu com facilidade no gosto de garotos brasileiros. Nas aulas de educação física de colégios pelo Brasil havia aqueles que tentavam dar o “chute do dragão”, do personagem Kojiro Hyuga, e aspirantes a goleiros tentavam fazer defesas plásticas como as de Benji Wakabaiashi.

A versão exibida no Brasil na década de 1990 apresentava, em seu último capítulo, o protagonista Tsubasa como um jogador profissional, defendendo as cores do São Paulo numa partida contra o Flamengo. A equipe paulista, na época da produção do anime, fora bicampeã mundial, em torneio disputado justamente no Japão.



Curiosamente, um jogador japonês já havia feito caminho semelhante: Kazu Miura. O jogador esteve, durante os anos 1980, defendendo equipes brasileiras como Santos, Palmeiras e Coritiba. O que, é claro, encheu de orgulho os torcedores japoneses e certamente inspirou o destino de Tsubasa na anime. Kazu, inclusive, joga até hoje e é detentor de um recorde: o jogador profissional mais velho a fazer um gol, ao balançar as redes aos 49 anos.

Na terceira versão de Super Campeões (Road to 2002), exibida pela Rede TV em 2006, Tsubasa, após a passagem pelo Brasil, vai jogar na Europa, defendendo o Catalunha – essa versão cita nomes fictícios de times. E, dessa vez, foi a vida que imitou o anime. Atualmente, há jogadores japoneses defendendo equipes de prestígio na Europa, como Keisuke Honda, camisa 10 do Milan, e Shinji Kagawa, meia do Borussia Dortmund e com passagem pelo Manchester United.

O intercâmbio com o Brasil é apontado como um dos fatores que tornaram o Japão uma potência do futebol em seu continente. A seleção nacional japonesa disputa Copas do Mundo sem interrupções desde 1998. Do outro lado do globo, a exibição de Super Campeões também teve sua importância. Mesmo sem o protagonismo que os jogadores brasileiros tiveram na Terra do Sol Nascente, o animefez parte de um processo de consolidação do consumo de produtos culturais nipônicos no Brasil. Embora os animes tenham perdido espaço na TV brasileira, a cultura otakuse encontra bastante difundida por aqui, com inúmeros mangás publicados, festivais para os fãs e, claro, o consumo de desenhos animados através da internet.


O primeiro episódio de Super Campeões


Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 30/8/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Desdizer: a poética de Antonio Carlos Secchin de Jardel Dias Cavalcanti
02. O tigre de papel que ruge de Celso A. Uequed Pitol
03. Como se me fumasse: Mirisola e a literatura do mal de Jardel Dias Cavalcanti
04. Bates Motel, o fim do princípio de Luís Fernando Amâncio
05. Fake news, passado e futuro de Luís Fernando Amâncio


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio em 2016
01. Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão - 30/8/2016
02. Tricordiano, o futebol é cardíaco - 26/4/2016
03. Nos tempos de Street Fighter II - 31/5/2016
04. Radiohead e sua piscina em forma de lua - 28/6/2016
05. Meu pé quebrado - 18/10/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FACTOS DA LÍNGUA PORTUGUESA
MÁRIO BARRETO
FRANCISCO ALVES
(1916)
R$ 80,00



TUDO O QUE A GRANDE MENTE CAPTA (AUTOGRAFADO)
ROSANA HERMANN & ISAAC EFRAIM
GENTE
(1993)
R$ 30,00



CADERNO H
MARIO QUINTANA
GLOBO
(2006)
R$ 22,00



COMER, REZAR, AMAR
ELIZABETH GILBERT
PONTO DE LEITURA
(2014)
R$ 10,00



SANTOS DUMONT E A CONQUISTA DO AR
ALUIZIO NAPOLEÃO
ITATIAIA
(1988)
R$ 50,00



PAULO E AS ORIGENS DO CRISTIANISMO
MICHEL QUESNEL
PAULINAS
(2004)
R$ 95,90



ASSASSINATOS NO CAMPO - CRIME E IMPUNIDADE - 1964/1986
MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA
GLOBAL
(1987)
R$ 30,00



DIREITO CONSTITUCIONAL ESQUEMATIZADO
ADA PELLEGRINI
SARAIVA
(2010)
R$ 95,00



TIMOR - O NOSSO DEVER FALAR
VÁRIOS AUTORES
APEL
(1999)
R$ 22,11



AUTHENTICGAMES - A BATALHA CONTRA HEROBRINE
MARCO TÚLIO
ASTRAL CULTURAL
(2016)
R$ 13,00





busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês