Os Doze Trabalhos de Mónika. 3. Um Jogo de Poker | Heloisa Pait | Digestivo Cultural

busca | avançada
35940 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> CONGRESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM DAS ARTES NA AMÉRICA LATINA: COLONIALISMO E QUESTÕES DE GÊNERO
>>> FERNANDA CABRAL SE APRESENTA NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA
>>> Projeto Entrecruzados lança livro e videodança documental
>>> Inscrições Abertas || Residência Artística no Jardim Botânico de Brasília
>>> Gravação de videoclipe quase provoca prisão do irmão de Gabriel o Pensador
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras
>>> estar onde eu não estou
>>> Nos escuros dos caminhos noturnos
>>> As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon
>>> T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você)
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
Colunistas
Últimos Posts
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
Últimos Posts
>>> É premente reinventar-se
>>> Contraponto
>>> Aparições
>>> Palavra final
>>> Direções da véspera I
>>> Nada de novo no front
>>> A Belém pulp, de Edyr Augusto
>>> Fatos contábeis
>>> Jaula de sombras
>>> Camadas tectônicas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Aqui sempre alguém morou
>>> A imprensa dos ruivos que usam aparelho
>>> Entrevista a Ademir Pascale
>>> Leitura vertical e leitura horizontal
>>> O Direito à Estupidez
>>> Simone de Beauvoir: da velhice e da morte
>>> Salinger: uma vida
>>> Pessach: entre o social e o existencial
>>> Entrevista com João Moreira Salles
>>> E a internet está, de novo, mudando o mundo... no Egito, na Líbia...
Mais Recentes
>>> Veja--1649--o silvio que voce nunca viu. de Editora abril pela Abril (2000)
>>> Veja--2219--voo af 447--panico na cabine. de Editora abril pela Abril (2011)
>>> Revista dos curiosos--3--tira-teima das copas. de Editora europa pela Europa
>>> Tadeu Chiarelli de A Fotografia e o Tempo, Prêmio Porto Seguro 2009 pela Matavelli (2009)
>>> Galileu--7--historia--por que israel nao tem paz. de Editora globo pela Globo (2006)
>>> As Mil e Uma Noites, Contos Árabes III Volume de Anônimo pela Vademecum
>>> Introdução à Antropologia Cultural de Mscha Titiev pela Fundação Calouste Gulbenkian (1969)
>>> Tempo Brasileiro 70 Em Torno de Freud de Joel Birman, Chaim Samuel Katz e outros pela Tempo Brasileiro (1982)
>>> Vivências de Hermann Hesse pela Record
>>> Vidas Paralelas (Rainhas do Romance 52) de Linda Lael Miller pela Harlequin (2011)
>>> Caminhos da Sedução (Harlequin Primeiros Sucessos Livro 53) de Diana Palmer pela Harlequin (2014)
>>> O Gosto Do Pecado - Coleção Harlequin Primeiros Sucessos. Número 37 de Diana Palmer pela Harlequin (2013)
>>> Desafio de uma Vida (Harlequin Primeiros Sucessos Livro 49) de Diana Palmer pela Harlequin (2014)
>>> Amor Eterno - Special 81 de Caroline Anderson pela Harlequin (2013)
>>> Negócios À Parte - Sabrina 1618 de Fern Michaels pela Nova Cultural (2010)
>>> Se houver amanhã - Julia 1354 de Suzanne McMinn pela Nova Cultural (2005)
>>> Um Novo Amor! - Sabrina 1617 de Jerri Corgiat pela Nova Cultural (2004)
>>> Sete anos de feitiço - Coleção Desejo Novo, N° 38 de Heidi Betts pela Harlequin (2006)
>>> Amor fora-da-lei - Série Mavericks - Os Indomáveis 06 de Pat Warren pela Harlequin (2008)
>>> Beijos & Desejos - Coleção Harlequin Desejo Clássicos. Número 5 de Charlene Sands pela Harlequin (2014)
>>> Paixão e Atração - Harlequin Paixão #151 de Lucy Monroe e Trish Morey pela Harlequin (2009)
>>> Uma Noite Inesquecível / Doce Proposta - Harlequin Desejo Livro 227 de Brenda Jackson pela Harlequin (2015)
>>> Paixão Total de Jackie Braun pela Harlequin Books (2009)
>>> A ilha dos deuses de Nora Roberts pela Harper Collins (2016)
>>> Bruxa da noite de Nora Roberts pela Arqueiro (2015)
>>> Um Amor Para Recordar de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2011)
>>> Crepúsculo de Stephenie Meyer pela Intrínseca (2005)
>>> Anjos à mesa de Debbie Macomber pela Novo Conceito (2013)
>>> Nunca diga adeus de Doug Magee pela Arqueiro (2012)
>>> O amor mora ao lado de Debbie Macomber pela Novo Conceito (2013)
>>> Melhor que chocolate: Uma história sobre amor, Paris e teimosia de Laura Florand pela Única (2015)
>>> O lago místico de Kristin Hannah pela Novo Conceito (2014)
>>> O Jeito que me Olha de Bella André pela Novo Conceito (2014)
>>> Não Posso me Apaixonar de Bella André pela Novo Conceito (2013)
>>> Quero ser seu de Bella André pela Novo Conceito (2013)
>>> Um Olhar de Amor de Bella André pela Novo Conceito (2012)
>>> Perto de Você de Bella André pela Novo Conceito (2014)
>>> A arte da ilusão de Nora Roberts pela Harper Collins (2015)
>>> O Presente do Meu Grande Amor. Doze Histórias de Natal de Stephanie Perkins pela Intrínseca (2014)
>>> Para Sempre de Kim e Krickitt Carpenter pela Novo Conceito (2012)
>>> Um Perfeito Cavalheiro de Julia Quinn pela Arqueiro (2014)
>>> Felizes Para Sempre de Nora Roberts pela Arqueiro (2014)
>>> Bem Casados de Nora Roberts pela Arqueiro (2014)
>>> Mar de Rosas de Nora Roberts pela Arqueiro (2014)
>>> Álbum de Casamento de Nora Roberts pela Arqueiro (2013)
>>> Á Primeira Vista de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
>>> Pode Beijar a Noiva de Patricia Calbot pela Essência (2012)
>>> Professional PHP4 Programming (Programmer to programmer) Importado de Deepak Thomas pela Wrox (2002)
>>> Um Lugar Para o Amor de Sherryl Woods pela Harper Collins (2016)
>>> Como ter uma vida normal sendo Louca de Camila Fremder e Jana Rosa pela Agir (2013)
COLUNAS

Quinta-feira, 29/6/2017
Os Doze Trabalhos de Mónika. 3. Um Jogo de Poker
Heloisa Pait

+ de 1900 Acessos

Leia a primeira aventura de Mónika, À Beira do Abismo.

Yasmin tinha ido para casa descansar e Mónika terminava um milkshake na lanchonete que ficava de frente para o museu paleológico de Ambaíba, que já tinha até aparecido na novela.

Gostava de olhar o museu, com seu estilo art nouveau. Se algum dia se aposentasse e viesse morar ali, tentaria abrir uma lanchonete dentro do museu, como a que tinha na Casa Húngara. Lá eles organizavam os almoços mensais típicos, com goulash, batatas assadas, salsichas, mas o melhor era o hamburger com batata frita. O clube tinha um ar permanente de anos 1950.

Uma lanchonete, um privilégio. Um pouco como o museu à sua frente.

E não é que, interrompendo o devaneio, lá vinha o deputado Luís Venczel acompanhado do doutor Frederico? E vinham na sua direção, meu deus, talvez se sentassem na sua mesa.

– Podemos sentar aqui, Mónika? – Venczel perguntou, sempre irônico e galanteador.

– Por que não, Lajos? – ela respondeu no mesmo tom. – Como vai, doutor Frederico?

O médico sorriu, e o político respondeu:

– Não sei, você sempre ocupada com seus pensamentos, escrevendo livros...

– Estou só passando o tempo, a companhia de vocês será um prazer. Mas estou surpresa, Lajos, que faz aqui no interior? Alguma campanha?

Mónika não o perdoava. Não sabia bem pelo que não perdoava, mas os dois entendiam que seu rancor era justificado.

– Mónika, sabe a última do Luís? – perguntou o médico, mais afável que no consultório – Vai ser o presidente da associação latino-americana de poker profissional!

Mónika ficou pasma. Aquele pasma que acontece nos romances ruins, em que a mulher fica muda e faltam-lhe as cores da face.

– Presidente do quê, Lajos? – ela o chamava pelo nome húngaro, em geral para o irritar. Mas hoje era porque estava em choque mesmo, usou a língua materna que lhe vinha mais fácil à mente.

– Presidente da Associação Latino-Americana de Poker Profissional – ele respondeu, marcando bem as palavras, orgulhoso.

– Desde quando você joga poker?

– Sempre joguei. Adoro poker.

– Você sabia disso, doutor Frederico? – Ela acusava o médico de cumplicidade num crime.

– Sim, sabia. – E explicou: – O Luís tinha até um projeto de levar o poker às escolas públicas quando era secretário de educação. Não foi muito bem compreendido, não é Luís?

Poker. Então era isso. Poker. Ele jogava. Não jogava como um jogador, um Dostoievski, entregue. Não. Apenas apreciava o jogo. Era isso. A política! A aposta, o blefe. Saber as cartas que o outro tem.

– Verdade, Ferenc, meu amigo. Não foi, reconheço – disse Venczel, humilde, mas logo recuperou a verve. – A Mónika, que é uma analista simplesmente brilhante da cena política brasileira, da cultura deste país, vai saber por que...

Venczel afagava o ego da professora pois pensava que ela estava por um triz. Prestes a um sermão daqueles sobre ética e não-sei-mais-o-quê. Mas não. Mónika estava pasma. Não era capaz de dar bronca em ninguém, não conseguia acreditar. Venczel tinha apostado o país numa mesa de feltro verde.

– Lajos, me diga novamente, por favor: você agora é um tipo de cartola de... de poker? Por isso é que você está sumido do noticiário? – Mónika não acreditava na história. Voltou-se ao médico: – Doutor Frederico, não brinque...

O poker, é verdade, havia se tornado mais popular ultimamente. Clubes de bairro, jogos online, cursos caros para crianças ocupadas e gratuitos para jovens em situação de risco. Era uma dessas febres que assolava o país de tanto em tanto tempo.

Mónika se perguntou onde estariam as fichas de sua avó. Tinham vindo na mala, Dona Ada adorava poker! Mas era engraçado o modo como ela jogava, pois condenava os blefes e exigia uma seriedade que os netos não tinham, o que tornava o jogo bem engraçado.

Olhou para Venczel como Dona Ada mirava os netos brincalhões. Agora sim, estava por um triz. O país no feltro verde. O político percebeu que o clima mudara.

– O Brasil, Mónika, você que é uma estudiosa, o brasileiro é um apaixonado. Faz tudo por amor, por ódio, o homem cordial do historiador Sérgio Buarque de Holanda... – Fernando Henrique havia lançado um livro sobre os pensadores brasileiros e agora a classe política esbanjava apostos eruditos – O poker exige silêncio, reflexão, raciocínio e sobretudo cálculo.

Mónika emudeceu. O deputado discorria sobre jogo:

– Ele põe de lado as traições, os rancores, os desejos... – Venczel enumerava cada paixão humana como se elas lhe viessem à mente com esforço profundo. Era muito bom ator.

– Mas...

– Calma, calma. Você sempre aflita. – Venczel apertou forte seu antebraço, como se a impedisse de fugir. – Calma. E não exige só raciocínio. O brasileiro...

– Lajos...

– Deixa eu concluir, fiatal lány... O brasileiro pensa só em si. Só vê a si. É o centro do mundo, ele e seu séquito – Venczel subiu o outro braço e fez círculos como se enaltecesse esse brasileiro-rei. – O poker tira o homem do centro, pois cada um dos outros jogadores têm o mesmo número de cartas na mão, as mesmas chances, o mesmo valor. É preciso pensar em cada um deles como um indivíduo autônomo, independente. O poker é a solução para o Brasil! – Venczel concluiu.

Mónika resistia, mas aos poucos era convencida pelo deputado:

– Lajos, você apostou o Brasil numa mesa de poker!, foi isso que você fez! Meu Deus, o que poderia ter acontecido...

–– Estou longe da política, Mónika. – O deputado colocou os cotovelos atrás de si, as palmas da mão abertas como se se afastasse de tudo. Quero agora divulgar o poker e é assim que vou mudar o Brasil. Veja o futebol que todos falam tanto, que é bonito, é verdade. Mas é um rei e seus súditos lhe servindo até que pá, faça um gol. E aí é coroado. É isso o que você quer?

Ele era mestre em mudar de assunto. Que tinha o futebol a ver? Ela queria coisas sensatas, políticas públicas, lutava pela transparência. Mas era assim que Lajos Venczel ia mudar o Brasil.

Ela se sentia como se tivessem lhe tirado o chão. Todo aquele auê, uma nova política... E os jovens que ele havia encantado, que decepção teriam? Quis perguntar sobre os jovens, mas Venczel e o doutor Frederico já conversavam sobre os planos para a Casa Húngara.

Mónika tinha se interessado pela política partidária por causa do deputado Luís Venczel. Fez até projetos de extensão na faculdade. Raciocinava: “Vou entender como pensa o Lajos, nem que antes tenha que entender o Brasil.”

E era tudo carteado.

– Lajos... – ela ainda fazia um último apelo, como se estivesse ao alcance dele mudar o mundo.

– Mónika, Mónika... – ele respondia condescendente – O poker vai mexer com a nossa juventude! Não é nos partidos que vamos conquistar o que você e eu queremos para o Brasil.

Está no ar a quarta aventura de Mónika, O Museu Paleológico.

Esta é uma obra de ficção; qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência

Heloisa Pait
São Paulo, 29/6/2017



Quem leu este, também leu esse(s):
01. Cidades do Algarve de Elisa Andrade Buzzo
02. O dia em que não conheci Chico Buarque de Elisa Andrade Buzzo
03. Nobel, novo romance de Jacques Fux de Jardel Dias Cavalcanti
04. 40 anos sem Carpeaux de Celso A. Uequed Pitol
05. Uma suposta I.C. de Elisa Andrade Buzzo


Mais Heloisa Pait
Mais Acessadas de Heloisa Pait em 2017
01. Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo - 13/4/2017
02. Os Doze Trabalhos de Mónika. 5. Um Certo Batitsky - 21/12/2017
03. Os Doze Trabalhos de Mónika. 4. Museu Paleológico - 13/7/2017
04. Os Doze Trabalhos de Mónika. 6. Nas Asas da Panair - 28/12/2017
05. Os Doze Trabalhos de Mónika. 3. Um Jogo de Poker - 29/6/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PAVANA PARA UM MACACO DEFUNTO - ANTÔNIO GALVÃO NACLÉRIO NOVAES (TEATRO BRASILEIRO)
ANTÔNIO GALVÃO NACLÉRIO NOVAES
SNT/MEC
(1967)
R$ 25,00



UM CONTO DE BATMAN: LÂMINAS: MINI SÉRIE EM 3 EDIÇÕES
N/D
ABRIL JOVEM
(2017)
R$ 20,00



HITCH GIRL - EXPERT EM SEDUÇÃO
LA BARONNE
LUA DE PAPEL
(2011)
R$ 15,69



OS DESVALIDOS - 1ª EDIÇÃO
FRANCISCO J. C. DANTAS
COMPANHIA DAS LETRAS
(1993)
R$ 15,00



MYSTERYUM CONIUNCTIONIS
C.G. JUNG
VOZES
(1990)
R$ 42,00



EDUCAÇÃO COMO EXERCÍCIO DO PODER
VITOR HENRIQUE PARO
CORTEZ
(2010)
R$ 20,00



ART A HISTORY OF PAINTING SCULPTURE ARCHITECTURE VOL 1
FREDERICK HARTT
PRENTICE HALL
(1976)
R$ 80,00



BIOLOGIA 2 - BIOLOGIA DOS ORGANISMOS - BOX COMPLETO 4 LIVROS
AMABIS; MARTHO
MODERNA
(2014)
R$ 40,00



LUNA CARA DE CONEJO - TERESA VALENZUELA (TEATRO INTANTIL)
TERESA VALENZUELA
LIBROS DEL RINCON
(1999)
R$ 20,00



ESTETICA DE LÉVIS STRAUSS
JOSE GUILHERME MERQUIOR
LOYOLA
(2018)
R$ 44,90





busca | avançada
35940 visitas/dia
1,0 milhão/mês