Sebastião Rodrigues Maia, ou Maia, Tim Maia | Renato Alessandro dos Santos | Digestivo Cultural

busca | avançada
57876 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Projeto Nascentes Criativas promove ações culturais gratuitas no interior de Minas
>>> Pekka Pylkkänen (FIN) - Brazil Tour 2024
>>> Domingo, 19, 17h, tem 'Canta Teresa' - Roda Cultural com os rappers Ramonzin e Emitê OG
>>> HOJE E AMANHÃ - JÁ ESTAMOS BEM - IMPROVISO DE DANÇA ABORDA ADOECIMENTO HUMANO E PLANETÁRIO
>>> Selvageria synth pop no Pantera Clube
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
Últimos Posts
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 40
>>> Assim rasteja a humanidade
>>> Mário Faustino
>>> A dança das imagens de Murilo
>>> Desligando o Cartoon Network
>>> Leia de ouvido
>>> Cinema Independente (5.1)
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
>>> Walter Burkert (1931-2015)
>>> Os quadrinhos e o castelo do Graal
Mais Recentes
>>> Mal-entendido Em Moscou de Simone de Beauvoir pela Record (2016)
>>> Leonardo da Vinci - A Alma de Um Gênio de Marislei Espíndula Brasileiro pela Lúmen (2004)
>>> O Corsário e a Rosa de Sveva Casati Modignani pela Círculo do Livro (1995)
>>> Como Era Verde o Meu Vale de Richard Llewellyn pela Círculo do Livro (1985)
>>> O Ultimo Templário de Raymond Khoury pela Ediouro (2006)
>>> O Tempo e o Vento - Volume 2 - O Retrato de Érico Veríssimo pela Círculo do Livro (1986)
>>> A Grande Cozinha - Saladas de Vários Autores pela Abril Coleções (2007)
>>> Hotel de Arthur Hailey pela Nova Fronteira (1966)
>>> O Tigre Branco de Aravind Adiga pela Agir (2015)
>>> Negociação: Fortalecendo o Processo de Eugenio do Carvalhal pela Vision (2004)
>>> Comunidade e Sociedade no Brasil de Florestan Fernandes pela Companhia Nacional (1974)
>>> O Vendedor de Sonhos - O Chamado de Augusto Cury pela Academia (2008)
>>> Indulgência de Francisco Cândido Xavier pela Ide (1989)
>>> Liga da Justiça : A Guerra do Demônio Parte 1 e 2 de Alan Grant pela Mythos (2003)
>>> O Fiel da Balança de Taylor Caldwell pela Globo
>>> Júlia Especial vol. 10: O caso do detetive Baxter de Giancarlo Berardi pela Mythos (2023)
>>> Vida e Sexo de Francisco Cândido Xavier pela Feb (1970)
>>> Júlia Especial vol. 09: O caso do ônibus fantasma de Giancarlo Berardi pela Mythos (2023)
>>> Júlia Especial vol. 07: O caso dos grafites apagados de Giancarlo Berardi pela Mythos (2023)
>>> O Sexo No Casamento de Regina Navarro Lins; Flávio Braga pela Best Seller (2006)
>>> Júlia Especial vol. 06: O caso da Rua Magnólia de Giancarlo Berardi pela Mythos (2023)
>>> Batman - Guardião de Hollywood - Ed. Especial de DC Comics pela Mythos (2002)
>>> A Vida em Família de Rodolfo Calligaris pela Ide (1980)
>>> Dinho e Suas Finanças de David F. Hastings pela Fgv (2015)
>>> Hoje é Dia de Maria - Coletânea de Fotos da 1ª e 2ª Jornadas de Luis Alberto de Abreu, Luiz Fernando Carvalho pela Globo (2006)
COLUNAS

Terça-feira, 20/3/2018
Sebastião Rodrigues Maia, ou Maia, Tim Maia
Renato Alessandro dos Santos
+ de 7500 Acessos


Mais de dois anos depois de ter lido Vale tudo: o som e a fúria de Tim Maia (2007), biografia escrita por Nelson Mota, o que resta nesta memória debilitada por anos e anos de entorpecentes? Ficou esta frase de Sebastião: “Fiz uma dieta rigorosa, cortei álcool, gorduras e açúcar. Em duas semanas perdi 14 dias”.

Ficou também a irreverência de um homem que, maduro, era uma criança: shows a que não ia e que eram cancelados por uma infinidade de motivos, como estar chapado de “bauretes”, por exemplo, gíria que criou e que fez a cabeça dos músicos da época, além de servir de inspiração para o álbum Mutantes e seus cometas no país dos baurets (1972); cheques que dava sem fundos; a comilança; a pajelança; a desconfiança de empresários que surgiam no horizonte dispostos a oferecer trabalhos a Tim, que os perdia por alguma irresponsabilidade e tal.

Como personagem desta biografia, mais fascinante pelo biografado em si do que pela opção de Mota por uma escrita trivial, Sebastião Rodrigues Maia (1942-1998) surge como uma rachadura na parede, um buraco no asfalto, um litro de gasolina com um fósforo aceso por perto.


Tim levou vida flamejante. Começou entregando marmitas, para, aos poucos, deixar o vozeirão tomar conta e começar a encantar nos programas de TV, ali por volta da transição entre o P&B e a TV em cores. O corpo cada vez mais esférico – e, desculpe, mas é mais divertido do que triste cada capítulo trazer o peso que Tim ia acumulando em cada uma dessas fases. Viagem aos EUA, deixando o inglês up to date. Prisão por lá. Do rei Roberto ganha um piparote, e um dia, quando tudo parecia perdido, pega o violão e, no sofá onde dormia, na casa de um amigo, compõe isto:

Ah, se o mundo inteiro me pudesse ouvir
tenho muito pra contar, dizer que aprendi,
que na vida a gente tem que entender,
que um nasce pra sofrer, enquanto o outro ri.


E, como sói acontecer, o sucesso veio bater à porta de Tim Maia, e, daí em diante, a loucura que se sabe: os primeiros discos ― que, hoje, em vinil, valem uma fortuna; a vontade descomunal de fumar maconha; a estrada, os músicos; a criação da gravadora Seroma, que daria nome também a sua banda (mais tarde rebatizada de Vitória Régia); as obras-primas Tim Maia racional, volumes 1 e 2; laricas-monstro; os problemas de saúde, aquele saco enorme, as técnicas de masturbação, o show derradeiro...

Nas mãos de Nelson Mota, mesmo reduzida à linguagem coloquial e, talvez justamente por isso, a biografia transborda, e é com satisfação que o leitor atravessa o livro inteiro. O autor não lapida o texto, como um ourives, uma joia; em vez disso, opta por lugares-comuns, chavões, frases feitas. Fora coisas assim, que não diminuem o prazer da leitura, a biografia flui, feito jangada no azul do mar, cerveja goela abaixo, frio embaixo da porta.


Lembro que levei mais de um ano para lê-la. Baixei todos os discos e os ouvi um a um. Não queria acabar a biografia. Protelava. Quando deveria lê-la, ia lavar louça, ia corrigir provas... Não queria que Tim Maia ficasse para trás, encerrando mais um ciclo, mais uma estação, e foi assim, demorando o mais que pude para terminar o livro, que o fim chegou, na estrada, quando voltava de ônibus de Minas, com uma lua empinada como uma pipa através da janela, enquanto passava por uma ponte e, passando por ela, o ponto final chegou... e essa ponte, feito revoada de pássaros, feito reticências, percebo agora, é tudo...


Renato Alessandro dos Santos
Batatais, 20/3/2018

Quem leu este, também leu esse(s):
01. O menino mais bonito do mundo de Ana Elisa Ribeiro
02. Mário Botas ou o Regresso de Narciso de Maria João Cantinho


Mais Renato Alessandro dos Santos
Mais Acessadas de Renato Alessandro dos Santos em 2018
01. Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela - 13/11/2018
02. O massacre da primavera - 29/5/2018
03. Inferno em digestão - 17/10/2018
04. Sebastião Rodrigues Maia, ou Maia, Tim Maia - 20/3/2018
05. Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba - 31/7/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro de Bolso Literatura Brasileira 111 Ais
Dalton Trevisan
L&pm Pocket
(2000)



Esta é uma História de Amor
Jessica Thompson
Novo Conceito
(2014)



Livro Religião Maçonaria Do Outro Lado da Luz
William Schnoebelen
Luz e Vida
(1997)



O governo Kubitschek
Maria Victoria de Mesquita Benevides
Paz e Terra
(1976)



De Repente
Barbara Delinsky
Bertrand Brasil
(2003)



A Conquista da Felicidade
Bertrand Russell
Nova Fronteira
(2015)



Steam Lifeboats
Nicholas Leach
Foxglove
(2023)



O Melhor do Cortella
Mario Sergio Cortella
Planeta
(2018)



Paulo e Estêvão Para Jovens Leitores
Adeilson Salles
Feb
(2012)



Afrodite - Romance de Costumes Antigos
Pierre Louys
Ediouro
(1991)





busca | avançada
57876 visitas/dia
2,4 milhões/mês