Qualquer diversão é bem-vinda | Arcano9 | Digestivo Cultural

busca | avançada
63818 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Diálogos na Web FAAP: Na pauta, festivais de cinema e crítica cinematográfica
>>> Pauta: E-books de Suspense Grátis na Pandemia!
>>> Hugo França integra a mostra norte-americana “At The Noyes House”
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Gabinete do Dr. Caligari
>>> Ser intelectual dói
>>> Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> Caí na besteira de ler Nietzsche
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Santa Xuxa contra a hipocrisia atual
>>> Há vida inteligente fora da internet?
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Mais Recentes
>>> Um bebê em casa - um guia prático com informações, dicas e curiosidades, da gravidez ao primeiro aninho. de Chis Flores pela Panda Books (2011)
>>> O Pensamento Político De Érico Veríssimo de Daniel Fresnot pela Graal (1977)
>>> Sobre a Literatura de Marcel Proust pela Pontes (1989)
>>> Poemas Sacros de Menotti Del Picchia pela Martins (1992)
>>> O Grotesco Na Criação De Machado De Assis de Maria Eurides Pitombeira de Freitas pela Presença (1981)
>>> Machado De Assis Para Principiantes de Org. Marcos Bagno pela Ática (1998)
>>> A Barca Dos Amantes de Antônio Barreto pela (1989)
>>> O Tao da Respiração Natural de Dennis Lewis pela Pensamento (1997)
>>> O Aprendiz Da Madrugada de Luiz Carlos Lisboa pela Gente (1994)
>>> Vencendo nos Vales da Vida de Ray Conceição pela Holy Bible (1995)
>>> Eça, Discípulo De Machado de Alberto Machado Da Rosa pela Editora Fundo De Cultura (1963)
>>> Perdão A Cura para Todos os Males de Gerald G. Jampolsky pela Cultrix (2006)
>>> Em Quincas Borba De Machado De Assis de Ivan C. Monteiro E Outro pela Livraria Acadêmica (1966)
>>> A Liberação Da Mente Através Do Tantra Yoga de Ananda Marga pela Ananda Marga Publicaçãoes (2002)
>>> O Oráculo Interior de Dick Sutphen pela Nova Era (1994)
>>> Manual Do Terapeuta Profissional De Segundo Grau de David G. Jarrell pela Pensamento (1995)
>>> O Discurso Da Libertação na Sinagoga De Nazaré de org. Leonardo Boff entre outros pela Vozes (1974)
>>> O Pensar Sacramental REB 35 de org. Leonardo Boff entre outros pela Vozes (1975)
>>> Meditações Diárias Para Casais de Dennis e Barbara Rainey pela United Press (1998)
>>> Machado De Assis de org. por Luís Martins pela Iris
>>> Massagem Para Energizar Os Chakras de Marianne Uhl pela Nova Era (2001)
>>> O Mundo Social Do Quincas Borba de Flávio Loureiro Chaves pela Movimento (1974)
>>> Pensamento Diário de Elsa kouber (entre outros) pela Rádio Transmundial (2019)
>>> O Que É Esta Religião? de Ibps do Brasil (org) pela Ibps do Brasil
>>> Meditando a Vida de Padma Samten pela Peirópolis (2001)
>>> O Poder Da Paciência de M. J. Rayan pela Sextante (2006)
>>> Liberdade? Nem Pensar! de Aquino e Bello pela Record (2001)
>>> Desafio Educacional Japonês de Merry Whitte pela Brasiliense (1988)
>>> As Flores Do Mal Nos Jardins De Itabira de Gilda Salem Szklo pela Agir (1995)
>>> A Era Do Inconcebível de Joshua Cooper Ramo pela Companhia Das Lestras (2010)
>>> A Voz e a Série de Flora Süssekind pela Sette Letras (1998)
>>> Cure Seu Corpo de Louise L. Hay pela Best Seller (2004)
>>> História Viva De Um Ideal de Hélio Brandão pela Do autor (1996)
>>> Cure Seu Corpo de Louise L. Hay pela Dag Gráfica
>>> Índice Analítico Do Vocabulário De Os Lusíadas J-Z de Org. por A. G. Cunha pela Instituto Nacional Do Livro (1966)
>>> Sempre Zen Aprender Ensinar E Ser de Monja Coen pela Publifolha (2006)
>>> I Ching O Livro das Mutações de Não Informado pela Hemus (1984)
>>> Via Zen Reflexões Sobre O Instante e O Caminho de Monja Coen pela Publifolha (2004)
>>> Praticando o Poder Do Agora de Eckhart Tolle pela Sextante (2005)
>>> La Théologie De La Foi Chez Bultmann de J. Florkowski pela Du Cerf (1971)
>>> Quatre Vingt Neuf de Georges Lefebvre pela Sociales (1964)
>>> Haikai de Paulo Franchetti (e outros) pela Unicamp (1991)
>>> As Razões Da Inconfidência de Antônio Torres pela Itatiaia (1956)
>>> Estratégias e Máscaras de um Fingidor, Crônicas de Machado De Assis de Dilson F. Cruz Jr pela Nankin editorial (2002)
>>> Anjo Caído de Daniel Silva pela Arqueiro (2013)
>>> A Paz Interior de Joseph Murphy pela Nova Era (2000)
>>> A Pedra e o Rio ( uma interpretação da poesia de João Cabral de Melo Neto) de Lauro Escorel pela Livraria Duas Cidades LTDA. (1973)
>>> Como Utilizar O Seu Poder De Cura de Joseph Murphy pela Nova Era (1997)
>>> Os sete Crimes De Édipo de Pedro Américo Corrêa Netto pela Agir (1987)
>>> Transportes Pelo Olhar de Machado de Assis de Ana Luiza Andrade pela Grifos (1999)
COLUNAS >>> Especial Politicamente Incorreto

Sexta-feira, 4/5/2001
Qualquer diversão é bem-vinda
Arcano9

+ de 2100 Acessos

Eu espero que nenhum londrino leia isto, mas eu tenho que dizer uma coisa que vem se repetindo há muito tempo na minha cabeça: se há uma coisa que ele não são é sinceros.

Você já viveu por aqui? Se viveu, vai se recordar dos milhares de sorrys, dos milhões de excuse mes e das bilhões de placas em todos os lugares dizendo o que as pessoas devem ou não devem fazer para evitar problemas. Não alimente os pombos, diz uma placa no metrô perto da minha casa, pombos são um perigo para a saúde pública. Não aperte este botão, penalidade mil libras; Olhe para a direita (ou para a esquerda - esta aqui você encontra no asfalto dos principais cruzamentos, para avisar a pessoa desacostumada com a mão de direção deste lugar).

Mas mesmo com tanta precaução, gentileza, organização, é muito óbvio que esses meus colegas de metrô e de calçada estão, na verdade, se lixando para você. Querem que você se exploda. Só pensam em si mesmos e, se pudessem, em vez de dizer sorry, diriam fuck you. Alguns exemplos disso: eu nunca vi, além de mim, pessoas se levantarem de seus lugares no metrô para deixarem a uma velhinha ou uma mulher grávida se sentar; Quando vou comprar uma bebida num pub, não interessa se o sujeito ao teu lado te encontrou lá desde muito antes dele chegar para pedir sua cerveja - se ele tiver uma chance de comprar a bebida antes de você, ele o fará. Nada de você é o próximo? ou você está aqui a mais tempo, não é? Se você não tem UM pence para comprar um sanduíche, UM pence (o equivalente a três centavos), eles não vão te deixar ficar devendo, nunca. Você não leva o sanduíche. oh, I am sorry, dizem eles. Mas quando alguém deixa troco a mais, eles não insistem para você levar o dinheiro.

Tudo isso é uma tentativa de explicar o sucesso de um game-show aqui da BBC 2 britânica, o The Weakest Link, que no dia 16 de abril fez sua estréia na TV americana, pela NBC. O programa, grosso modo, é uma aberração londrina, por ser absolutamente sincero. Agressivamente, estupidamente sincero. Vou explicar: Uns nove participantes iniciam o programa, comandando por uma apresentadora, Anne Robinson. Robinson, com cabelo curto, óculos de intelectual, e cara de pouquíssimos amigos, me lembra muito aquelas tias da primeira série, que me confiscavam os brinquedinhos que eu trazia de casa para brincar no recreio, dizendo que era proibido, e nunca mais devolviam. A cada rodada, de mais ou menos dois minutos, uma série de perguntas de conhecimentos gerais é feita, uma por vez, a cada um dos participantes. Para cada pergunta respondida corretamente, os participantes conquistam libras para o grupo. Ao final de cada uma das rodadas, Anne Robinson deixa claro que não é só sua aparência que é desagradável.

- Ao final deste primeiro round, vocês tiveram um lamentável desempenho. Só conseguiram conquistar tantas libras para o grupo. Medíocre.

Depois da primeira porrada, ela pede para os participantes escreverem em umas placas o nome da pessoa do grupo que eles consideram "a mais boçal" e que não deve continuar no jogo, porque está atrapalhando. Todos então revelam, simultaneamente a placa. Anne Robinson:

- Hum, Alan, por que você votou em Larry?
- Eu percebi que Larry errou mais perguntas que eu.
- Mas Larry na verdade, errou menos que você!
- Sim, mas prefiro que ele saia do jogo, não eu!
- Maria, por que Larry?
- Acho que ele titubeou muito...

Depois da seção de acusações e humilhações mútuas, a anfitriã do game-show encara o sujeito mais votado.

- Larry, parece que seus colegas não gostam muito de você, não é?
- É, eu não tive uma rodada muito boa.
- Me disseram que você é professor, não é?
- Sim, isso mesmo.
- Professor de literatura?
- Sim.
- Pois bem, você deveria estudar mais, senhor professor. O senhor errou aquela pergunta sobre qual foi a primeira história de Sherlock Holmes?
- É, eu... eu não sei.
- Por isso que você é o the Weakest Link. Tchau.
E assim o jogo prossegue, a cada turno, uma pessoa sai, após uma nova sessão de humilhação.

As pessoas que vem o programa tem todas as mesmas reações: a princípio, risadinhas nervosas e algumas interjeições de revolta como "que absurdo!" - causadas pela grossura de Anne Robinson; depois, somos contaminados pelo "mal" e começamos a achar este ou aquele participante um babaca que deveria ser eliminado e também passamos a torcer para que Anne Robinson "dê duro" neles. Ou seja - acho que o programa acabou se tornando uma espécie de válvula de escape, por mais pretencioso que seja dizer isso para um mero programa de TV. Tendo em mente que os londrinos, principalmente, são todos uns cínicos, o programa lhe dá uma forma socialmente aceita de manifestar ódio e desprezo pelo seu semelhante, sem ter que pagar uma academia ou ficar bêbado - para usar a desculpa da bebedeira a fim de ameaçar os outros.

Eu estou triste comigo mesmo, porque descobri que já passei da fase de achar o programa um absurdo. Agora, por mais difícil de admitir que isso possa parecer, também me divirto, e torço para a professora pegar todos os brinquedinhos dos participantes... mas me espantou que nos EUA - um país que eu não conheço tão bem, o programa tenha feito sucesso na estréia. Cerca de 15 milhões de pessoas viram o show na estréia. A audiência foi alta, mas a reação dos jornais não foi tão positiva. Disse o The New York Times: "A postura (de Anne Robinson) foi descrita como a de uma dominatrix, mas com seu óculos e cabelo curto, ela parece mais uma bibliotecária de uma escola. Seus insultos não tem efeito". O The Washington Post foi mais contundente, comparando o programa com o mais famoso transatlântico da história: "O pobre Titanic, é claro, nunca chegou a atracar em nossos portos. Do mesmo modo que não deveria ter atracado o The Weakest Link". O crítico do The New York Post, depois de ver uma prévia do programa, descreveu a experiência como "uma das mais desagradáveis que ele já teve em frente à TV". Já o USA Today exigiu saber "quando havia começado a temporada de caça aos sentimentos das pessoas".

Robinson assinou um contrato de cerca de R$ 3 milhões para fazer os primeiros 13 programas na NBC, enquanto continua, firme e forte, apresentando o The Weakest Link em terras britânicas. Vivendo no exílio, minhas lembranças do Brasil são mais risonhas. Game-show para mim eram as animadas gincanas da TV Cultura durante a década de oitenta. É Proibido Colar, Quem Sabe, Sabe, e, principalmente, Enigma, putz, como eles deixaram saudades. Mas agora estou em terras mais cinzentas, em tempos mais cinzentos, e descobri que relaxar vendo um programa de TV e dar uma risada falsa e sarcástica é ainda melhor do que não dar risada alguma.


Arcano9
Londres, 4/5/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá? de Renato Alessandro dos Santos
02. O crime da torta de morango de Elisa Andrade Buzzo
03. Paris, a festa continuou de Humberto Pereira da Silva
04. Os dois lados da cerca de Rafael Rodrigues
05. Um século de paixão pela arte de Luis Eduardo Matta


Mais Arcano9
Mais Acessadas de Arcano9 em 2001
01. Duas formas de perder a virgindade no West End - 5/3/2001
02. O que realmente importa - 17/12/2001
03. Quando road movie encontra inocência adolescente - 19/3/2001
04. Ler ao acaso - 19/11/2001
05. Concurso de popstars mostra novo caminho na TV - 19/2/2001


Mais Especial Politicamente Incorreto
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PROVÉRBIOS NA LINGUAGEM DE HOJE
SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL
SOCIEDADE BÍBLICA
(2000)
R$ 5,00



DO ALTO DA MONTANHA
MORRIS WEST
RECORD
(1996)
R$ 7,00



O PODER DE ORAR PELOS FILHOS ADULTOS -
STORMIE OMARTIAN
MUNDO CRISTÃO
(2013)
R$ 8,00



A MULHER IMAGINÁRIA
JORGE EDWARDS
ROCCO
(1988)
R$ 25,00



SUPORTE VENTILATÓRIO - APLICAÇÃO PRÁTICA
JOÃO CLÁUDIO EMMERICH
REVINTER (RJ)
(2000)
R$ 27,00



BIBLIOTECA DE HISTORIA - CAXIAS
TRES
TRES
(1973)
R$ 5,00



QUEM AMA SE COMPROMETE
PE. CARLOS AFONSO SCHMITT
PAULINAS
(1980)
R$ 8,00



ALBUM DE FIGURINHAS TRÓPICO SÉRIE ANIMAIS COLEÇÃO COLORIDA 8323
TROPICO
MARTINS
(1952)
R$ 91,00



BRASIL: UMA HISTÓRIA POPULAR
RUBIM SANTOS LEAO DE AQUINO
RECORD
(2003)
R$ 9,00



HISTÓRIAS DE GENTE MAIS DOCE - DIABÉTICOS
LEÃO ZAGURY, JUÇARA VALVERDE
AC FARMACÊUTICA
(2011)
R$ 43,00





busca | avançada
63818 visitas/dia
2,2 milhões/mês