Comentários de Diogo Salles | Digestivo Cultural

busca | avançada
36819 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Segunda-feira, 25/6/2007
Comentários
Diogo Salles


sem os idiotas da objetividade
Segundo comentou o proprio Jaguar, ele nem sabia o que era copy-desk e o jornal saia sem a tal padronização da linguagem, ou seja, não possuia em sua redação os tais idiotas da objetividade, que Nelson Rodrigues implacavelmente perseguia. Talvez por isso O Pasquim fosse tão agradavel de ler pois essa era a sua proposta, com uma leitura menos carrancuda. Aqueles tempos sinistros precisavam disso.

[Sobre "OPasquim em livro, volume 2"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
25/6/2007 às
10h03 189.33.10.57
 
Como chargista e leitor
Otimo texto, Gian! Importantissimo que existam caras como vc e o Paulo Ramos (Blog dos quadrinhos - UOL) para exaltar esta arte tão pouco valorizada no Brasil. E não digo isso apenas como chargista, mas tb como leitor de quadrinhos. Ah, eu tb peguei esse tempo de cera vermelha no chão... rs. Abraços

[Sobre "Livros do amanhã"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
21/6/2007 às
22h29 189.33.33.250
 
Uma Reflexão Sobre Caricatura
Oi Julio, eu nem peguei tão pesado assim, vai... Sei que você curtiu. Deixa eu só refletir um pouco sobre essa arte: a caricatura depende muito — também — da maneira como o caricaturado a vê. Muitos vêem a caricatura como uma "versão mais feia" de si mesmo, outros até dizem que ficam parecendo monstros. As pessoas tem que ver a caricatura como uma versão BEM HUMORADA de si mesmos. Não se tratam dos "defeitos" da pessoa, e sim de seus traços. Eu faço caricaturas ao vivo em eventos (festas particulares, eventos, feiras, stands, etc) e a resposta do público é sempre excelente. O grande truque é "maneirar" um pouco com a mulherada e detonar os homens...hahaha Abraços, Diogo

[Sobre "Caricaturas de Blogueiros"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
29/5/2007 às
17h57 189.33.33.250
 
aprendendo a coexistir
Julio, obrigado pelo comentario e concordo de novo com vc. Quem se arriscar a publicar em papel tem q saber as consequencias. Eu sempre soube do risco e decidi ir em frente, pq eu sabia q tinha um bom material nas mãos. Nao acredito q a midia impressa acabe. Acho q ela e a internet tem q aprender a coexistir. Acho q os blogueiros ainda vao continuar sofrendo o preconceito da midia impressa, por nao serem, na maioria, jornalistas de formação. Por outro lado, a blogosfera abre um canal direto de comunicação com o leitor, onde este pode deixar suas opinioes, ao inves de ser apenas um leitor passivo. É uma maneira mais democratica de jornalismo. Essa "democracia" é q o jornalista de papel ainda nao conseguiu assimilar, mas de um jeito ou de outro terá q aceitar pois é uma linguagem q veio pra ficar. Isso tb acontece hoje na musica: qualquer banda iniciante pode lançar um CD nos dias de hoje.

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
16/5/2007 às
22h28 189.33.33.250
 
gostei muito de sair em livro
Bom texto, Julio. Concordo com voce em vários pontos, principalmente qdo disse que o blog pode ser um bom laboratório para o futuro escritor. Nao é a toa q vemos livros sendo editados como coletâneas de blogs. No meu caso, o caminho foi parecido. Publiquei charges atraves da internet durante anos e em 2006 lancei um livro (inteiro inédito) de charges e quadrinhos politicos. Não houve editora q se interessasse pelo meu livro, portanto publiquei sozinho, de forma independente. Já vendeu metade dos 2 mil exemplares, mas eu tenho um trunfo a mais q o escritor: os desenhos. Na livraria, o potencial leitor pode folhear o livro e visualizar a temática rapidamente, pois o traço dá esta dimensao e o leitor consegue saber do q se trata. Consegue atá fazer um julgamento se o livro é bom ou nao, se gosta do desenho etc. Eu gosto da internet, dos blogs e vou continuar nela pra sempre, mas não escondo q gostei mto de sair em livro. Foi uma experiencia nova e me levou para caminhos diferentes.

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
15/5/2007 às
10h47 189.33.33.250
 
outro órgão do governo petista
Não se trata da mídia discutir ela propria, e sim do governo ser mais transparente em seus projetos e ações. Essa TV estatal é mais um órgão do governo petista em que a fiscalização não será permitida.

[Sobre "TV pública ou estatal?"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
28/3/2007 às
10h31 201.6.134.223
 
Um ato de heroísmo!
Verônica, vc tem coragem mesmo. Se fazer uma faculdade já é um ato de heroísmo, duas, então... acho que deveriam condecorar os que se aventuram em empreitadas como essa. E não é só pelo mais completo estado de indigência do ensino superior, ou pela burocracia que nos sufoca ou mesmo pela estupidez de reitores e professores, mas sim pelo enorme vazio que as faculdades hoje nos proporcionam. Desejo-te sorte!

[Sobre "A Letras, como ela é?"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
22/3/2007 às
10h26 201.6.134.223
 
eu colaboro com charges
Rafael, eu tb. estranho mto o fato do digestivo nao ter o devido reconhecimento, reflexo da falta de interesse do brasileiro pela cultura. Desde 2002 eu colaboro com charges para o digestivo e agora estou me aventurando na arte de ser blogueiro, incentivado pelo proprio Julio. E estou adorando!

[Sobre "Seis anos em seis meses"]

por Diogo Salles
http://corruptosblog.blogspot.com/
29/11/2006 às
13h38 201.6.235.203
 
Os brasileiros e a literatura
Matta, concordo plenamente com vc. Essa repulsa q o brasileiro (principalmente o menos favorecido) sente pela leitura me fez enxergar a q ponto chegamos atraves de uma situação q presenciei. Desde 2003 eu faço parte da equipe ação social do Rally dos Sertões e, em muitas oportunidades, ficamos descarregando os caminhões com caixas. Obviamente a população se aproxima, pergunta o q tem nelas e pede uma. Cansado de tanto explicar a eles q essas caixas sao doações destinadas às instituições cadastradas e q infelizmente não posso "desviá-las" a ninguem, pensei numa forma mais simples de "poupá-los" disso: comecei a falar "O q tem nessas caixas? LIVROS!". Pronto, era automático... a pessoa virava a cara e ia embora, desolada, sem nem questionar. Com isso, ao mesmo tempo em q eu ficava aliviado de me poupar do incomodo dessa recusa a uma pessoa humilde, eu ficava triste diante de mais um exemplo de q o brasileiro não gosta mesmo de livros e é isso q tem q mudar.

[Sobre "Literatura de entretenimento e leitura no Brasil"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
21/11/2006 às
23h26 201.6.236.182
 
Miles: realmente um gênio
Oi, Gente, adorei o artigo e acho o Miles realmente um gênio, q não tinha medo de arriscar novas sonoridades, tanto q meus discos favoritos são de fases totalmente distintas: Kind of Blue (59), Bitches Brew (69) e Tutu (86). Só não concordei com os comentários sobre John Mclaughlin, q considero um excepcional guitarrista e levou seu trabalho com Miles a definir o som do Mahavishnu Orchestra nos anos 70. Foi John Mclaughlin quem introduziu Miles ao som de Jimi Hendrix, som esse q posteriormente o levou ao fusion com o rock. Mesmo a fase pop do Miles (a mais criticada de todas) tem coisas bem interessantes e q mostrava q ele gostava de correr riscos, coisa q nem todos os musicos têm coragem. Muitos se atêm às formulas q os tornam populares e acabam estagnados no tempo, sempre se repetindo, com medo de perder seus fãs e isso Miles Davis nunca fez.

[Sobre "15 anos sem Miles Davis, o Príncipe das Trevas"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
15/11/2006 às
21h51 201.6.144.233
 
Satriani é um gênio
Olá Rafael, eu tb sou um apreciador de guitar heroes e fui no G3 de 2004, onde só foi possivel ver Satriani e Vai. O Robert Fripp confirmou sua fama de freak e se escondeu nao só da plateia mas tb. nas musicas. Particularmente, sou fã da maioria dos guitarristas q já passaram pelo G3, mas confesso q um show desses chega a ser cansativo. No final já não agüento mais tanta demolição. Fora isso, o Satriani é um gênio, sem dúvida, e foi mto. feliz em apostar nesse projeto. Fiquei feliz com a volta do Eric Johnson pois é um cara "não-guitar-heroe" e faz contraponto aos outros. Agora, é inevitavel almejar q Eddie Van Halen possa ser um eventual participante, pois foi o precursor de mto do q guitarristas fazem no dias de hj e o proprio VH está parado há um bom tempo (correm boatos d q eles voltarao ano q vem)... Enfim é esperar pra ver, se vai dar certo, e se algum dia o Eddie fará parte do G3. Se o Yngwie Malmsteen e seu enorme ego conseguiram, o Eddie tb consegue.

[Sobre "G3"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
14/11/2006 às
20h51 201.6.144.233
 
Nosso foco é a multiplicação
Pessoal, obrigado pelos comentários e pelas críticas. Bom, o que posso dizer é que eu conheço um pouco da realidade do Nordeste, sim, pois desde 2003 eu participo da equipe ação social do Rally dos Sertões e vi como os programas sociais são recebidos lá. Sem entrar no mérito do assistencialismo, nosso foco é a multiplicação. Se quiserem saber como fazemos isso, acessem este link. Não acredito que devemos encarar meros roubos como algo menos importante, e para começarmos a mudar temos que acabar com a impunidade, seja qual for o governo, e seja qual for o escalão do governo acusado de corrupção. Marcelo, quando eu disse "bunda no sofá", me referi a nós todos, ricos, pobres, classe média, enfim, acho que esta guerra de classes é extremamente nociva para o Brasil. Não é por aí que o país vai mudar. Um abraço a todos, Diogo Salles

[Sobre "Engolindo Sapo Barbudo"]

por Diogo Salles
http://corruptoslivro.blogspot.com/
6/11/2006 às
22h21 201.52.192.74
 
O caminho fácil da política
Eu concordo com o Ronaldo e ainda vou mais longe: no Brasil o cara não entra na política pensando em trabalhar pelo Estado, e sim em enriquecer de uma maneira mais fácil. É uma saída que essas pessoas encontram para sair da indigência, daí a explicação para tantos candidatos bizarros nos horários eleitorais. Esses caras sabem que as imunidades parlamentares e pizzas vão salvá-los quando eles se envolverem com a corrupção, que está enraizada em nossa cultura, já que criou-se a idéia de que não dá pra fazer política sem sujar as mãos.

[Sobre "Poder e Vocação"]

por Diogo Salles
http://www.diogosalles.com.br
5/10/2006 às
14h10 201.6.138.1
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




EU ESTAVA LÁ TAMBÉM - UM LIVRO CRIADO POR CHORÃO
CHARLIE BROWN JR
REALEJO LIVROS
R$ 122,57



PEDAGOGIA
A FORMAÇÃO DO JOVEM, UM MODELO INTERACTIVO, COLECÇÃO EM FOCO
ASA
(1990)
R$ 17,70



DIÁRIO DE UMA VIAGEM PELA AMÉRICA LATINA
ANDRÉ MAUROIS
RECORD
(1986)
R$ 12,00



CONCEPÇÕES POLITICAS ESTADO DA QUESTÃO NACIONAL NOS SÉCULOS 19 E 20
LUIS TOLEDO MACHADO
MANDACARU
(2000)
R$ 12,00



PSICOLOGIA DA ADOLESCÊNCIA VOL. 78 ATUALIDADES PEDAGÓGICAS
ARTHUR T. JERSILD
COMPANHIA NACIONAL
(1973)
R$ 14,90



MUITO BARULHO POR NADA
WILLIAM SHAKESPEARE
L&PM POCKET
(2011)
R$ 11,61



PAIS BRILHANTES, PROFESSORES FASCINANTES LUXO
AUGUSTO CURY
SEXTANTE
(2007)
R$ 15,50



O NEGOCIADOR
FREDERICK FORSYTH
RECORD
(1990)
R$ 7,90



EUCLIDES DA CUNHA E O PARÁ
LEANDRO TOCANTINS
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1978)
R$ 20,00



INTRODUÇÃO AO DIREITO AMBIENTAL
TALDEN FARIAS
DEL REY SP
(2009)
R$ 15,00





busca | avançada
36819 visitas/dia
1,4 milhão/mês