Comentários de Gelza Reis Cristo | Digestivo Cultural

busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
>>> Liberdade Só - A Sombra da Montanha é a Montanha”: A Reflexão de Marisa Nunes na ART LAB Gallery
>>> Evento beneficente celebra as memórias de pais e filhos com menu de Neka M. Barreto e Martin Casilli
>>> Tião Carvalho participa de Terreiros Nômades Encontro com a Comunidade que reúne escola, família e c
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Escrevendo com o inimigo
>>> FLAP! Uma bofetada na indiferença*
>>> Eles – os artistas medíocres
>>> Meu beijo gay
>>> A história de Rogério Xavier e da SPX (2023)
>>> Waldstein por Andsnes
>>> Festival de Inverno Ouro Preto
>>> Para gostar de ler
>>> Dos livros que li
>>> O legado de Graciliano Ramos
Mais Recentes
>>> Livro Sonata Ao Amor - Romance Esírita de Christina Nunes pelo Espírito Iohan pela Lumen (2012)
>>> Pra cima e pra baixo de Carla Irusta pela Palavras projetos (2021)
>>> Pelos olhos de minha mãe: Diários, memórias e outras lembranças de Laura Huzak Andreato pela Palavras projetos (2021)
>>> Para onde me levam os meus pés? de Cibele Lopresti Costa pela Palavras projetos (2021)
>>> Oswaldo Treinador Esportivo de Fernando A. Pires pela Palavras projetos (2023)
>>> Oswaaaaaldo! de Fernando A. Pires pela Palavras projetos (2023)
>>> Os pães de ouro da velhinha de Annamaria Gozzi pela Palavras projetos (2024)
>>> Ooobbaaaa! de pela Palavras projetos (2019)
>>> O Reciclador de Palavras de Barbara Parente pela Palavras projetos (2021)
>>> O gato que não parava de crescer de Fernando A. Pires pela Palavras projetos (2023)
>>> O dragão da Maldade e a Donzela Guerreira de Marco Haurélio pela Palavras projetos (2022)
>>> O almanaque de Lia de Luís Dill pela Palavras projetos (2022)
>>> No Museu de Susanna Mattiangeli pela Palavras projetos (2023)
>>> Nig-Nig de Andréia Vieira pela Palavras projetos (2023)
>>> Li M'in: uma criança de Chimel de Dante Rigoberta; Liano pela Palavras projetos (2018)
>>> Lábaro: O enigma da bandeira brasileira de Elifas Andreato pela Palavras projetos (2022)
>>> 80 Degraus de Luís Dill pela Palavras projetos (2018)
>>> Estamos Todas Bem de Ana Penyas pela Palavras projetos (2022)
>>> Duas asas de Cristina Bellemo pela Palavras projetos (2024)
>>> Divisão Azul: Um agente infiltrado de Fran Jaraba pela Palavras projetos (2021)
>>> Campos de concentração de Narcís Molins i Fábrega pela Palavras projetos (2023)
>>> Ave do Paraíso de Georgina martins pela Palavras projetos (2018)
>>> As meias dos flamingos de Horacio Quiroga pela Palavras projetos (2018)
>>> A maior palavra do mundo: Uma fábula alfabética de Elifas Andreato pela Palavras projetos (2018)
>>> Uma questão de vida e morte: Amor, perda e o que realmente importa no final de Dr. Irvin Yalom pela Paidós - PLANETA (2021)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Sexta-feira, 4/9/2009
Comentários
Gelza Reis Cristo

Para que tanta sede?
Todo poeta é sensível e gosta de ser um comunicador. E também quer alguns minutos de silêncio diário para ler e escrever. No entanto, não são apenas os poetas que estão reclamando da velocidade da nova tecnologia de e-mails. Os mortais estão em pânico e alguns até ignoram... O que podemos fazer para sermos modernos e usarmos a internet todos os dias? A receita: quando compramos um aparelho "último tipo", seja TV ou DVD etc., não usamos todos os recursos... e ficamos em paz. Assim podemos viver com a banda larga e conciliar os horários. Deus fez uma semana com 7 dias e no último ordenou o descanso. Para que tanta sede? "A vida é ligeira como a escuma que se esvai", disse Álvares de Azevedo no texto "O Velho".

[Sobre "Por uma comunicação mais lenta, um manifesto de John Freeman"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
4/9/2009 às
16h33 200.144.5.29
 
Michael Jackson, O SUPER!
Em 1977, quando morreu tragicamente o meu ídolo Elvis Presley, pensei que fosse morrer de tanta tristeza. Fui a uma banca de jornais da cidade de Lagarto (SE) e comprei tudo o que havia naquele momento febril sobre o artista. Hoje a cena se repete com Michael Jackson. Quando o vi dançando incrivelmente rápido foi pura emoção. Tenho 52 anos e não tenho vergonha de dizer que amo todos os estilos de música que provocam êxtase, alegria interior, vontade de fechar os olhos e dançar até cansar. Este Michael Jackson, com a sua voz impecável e feminina, estará sempre encantado para todos que amam esse estilo musical. Viva o eterno e amado rei do pop!

[Sobre "Michael Jackson, destinado ao eterno"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
7/7/2009 às
16h41 200.144.5.29
 
Obrigada aos que leem/escrevem
Ana Elisa no seu texto "Escrever? Quantas linhas?" deu uma chacoalhada, um "vamos pensar um pouco", um lamento muito, na grande população brasileira. Meu Deus! Seja adulto ou adolescente. Parece que ela vive dentro da escola pública onde o professor que gosta de ler chora uma lágrima por cada dia trabalhado. Quando os alunos são convocados à leitura dão a cara para bater; daí o professor dá o primeiro passo, com o máximo de sua voz, é claro, para depois ficar triste com as conversas paralelas insuportáveis. E quando estamos entre mulheres de meia idade elas dizem que não têm dinheiro para livros, mas não dispensam um bom vestuário, para não falar dos demais acessórios... Penso, neste momento, nas escolhas que podemos fazer nesta vida e que a maior riqueza que levamos para outra vida é o saber. De onde tiramos o saber? Obrigada a todos que leem e escrevem.

[Sobre "Escrever? Quantas linhas?"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
19/6/2009 às
16h15 200.144.5.29
 
Os idosos adoram ler jornal
Finalmente alguém falou a verdade sobre os boatos de fim dos jornais. Tudo permanecerá com menos destaque, mesmo porque os idosos, que não são poucos no Brasil, adoram ler um jornal. Por acaso o rádio sumiu depois da TV? E nem todos aderem à internet, pois preferem filmes. Parabéns ao jornalista pela matéria coerente.

[Sobre "Fim dos jornais? Desconfie"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
19/5/2009 às
16h37 200.144.5.29
 
Avante!
Escolhas, poder de escolhas. Embora tenha TV a cabo e DVD em casa adoro ir ao cinema com as filhas. Revistas? Amo ir à banca de jornais e escolher uma. Livros? Sempre q/ posso compro-os. Internet? Quantas horas puder. Enfim as novidades chegam e somam-se as demais. Vale a criatividade dos empresários na globalização. Avante!

[Sobre "Cultura, gelo e limão"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
15/5/2009 às
16h37 200.144.5.29
 
Internet demais cansa
Os jornais sempre existirão, assim como as revistas. O que sempre aconteceu de melhor com a revolução tecnológica foi o poder de escolhas que as pessoas têm. Quem vai à banca de jornais continuará indo. É gostoso folhear o papel. A geração dos anos 50 e 60 continua lendo jornais. Vejo jovens também lendo jornais porque o mesmo (internet) também cansa.

[Sobre "A Morte dos Jornais, na Time"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
1/3/2009 às
16h11 189.54.94.28
 
A maioria não é poeta
Há um problema na poesia, sim! Sou freqüentadora de rodas poéticas desde 1996 e percebo que os poetas modernos não evoluem. Quando um colega oferece uma correção, eles recusam, como se o poeta já nacesse pronto. São inúmeros os desabafos pessoais ditos poemas. A maioria deles não é poeta. Amo tudo o que leio de Affonso R. Sant'Anna! Parabéns pela matéria pertinente ao nosso momento.

[Sobre "Situação da poesia hoje"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
14/9/2008 às
15h56 189.54.94.211
 
Minhas lembranças de Hatoum
Ler sobre Milton Hatoum foi um resgate ao ano de 2003, quando 56 alunos de um curso de Letras viveram momentos de febre literária, e só não comprou o "Relato de um Certo Oriente" quem não pôde. A nossa Mestre Jucimara, de Teoria Literária, nos ensinou a ver em Milton Hatoum um futuro Machado de Assis. E dizia com ênfase que ele já era um grande escritor. Todos os alunos elogiaram a escolha do livro para o Seminário, que foi um sucesso, pela obra em estudo. Parabéns ao artigo "Órfãos do Eldorado...".

[Sobre "Órfãos do Eldorado, de Milton Hatoum"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
27/5/2008 às
20h43 201.74.105.113
 
Curto, conciso e valioso
Podemos chamar o conto de Nelson Moraes de ensaios de metalinguagem. O autor usou palavras no diminutivo para dizer que um conto é isso mesmo: um momento de ficção com começo meio e fim, curto, conciso e valioso. Devaneios de um eu-lírico no fazer de uma arte difícil de ser entendida, já que o escritor precisa cavar a sua vitória ou a sua derrota e por vezes se esconde com medo de revelar o seu gosto pelo isolamento do ato de escrever. Avante!

[Sobre "Blog, afinal, é literatura?"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
20/4/2008 às
19h32 201.74.104.190
 
Mário e suas pesquisas
Quando Antônio Cândido fala do valor de Mário de Andrade hoje, fico a pensar no que ele falaria hoje sobre o autor desse artigo fenomenal. Quando comecei a ler Mário de Andrade, fiquei impressionada com o seu talento para pesquisas. Ele lia o tempo todo. "O Empalhador de Passarinhos"; "O baile das quatro artes"; "Macunaíma"; sobre música; poemas: "Eu sou trezentos, trezentos e cinquenta"... A sua paixão pelo Brasil e por São Paulo. Mário de Andrade, Mário de Andrade...

[Sobre "O Mário que eu conheci"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.cristo.nom.br
4/4/2008 às
21h47 189.54.91.225
 
O que interessa ao internauta?
Quando recebi o meu site, fiquei alguns dias pensando como administrar o blog, uma vez que o webdesigner me orientou escrever no mesmo, todos os dias. Mas o que adicionar que possa interessar ao meu internauta? Escrever algo realmente bom e diversificado. O texto "Confiabilidade" explica algum viés para o futuro. Parabéns, Daniel!

[Sobre "Confiabilidade"]

por Gelza Reis Cristo
http://www.gelza.nom.br
4/4/2008 às
20h58 189.54.91.225
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Conspiração Intercom
Eric Ambler
Artenova
(1973)



Poemas Em Autoplágio
Wilson Caritta
Patuá
(2013)



Geração Alpha Geografia 6 Ed 2019 - Bncc
Fernando Dos Santos Sampaio
Sm
(2019)



O Caso dos Exploradores de Cavernas
Lon L Fuller
Fabris
(1993)



Um sonho dentro de mim
Júlio Emílio Braz
Moderna
(2014)



Round The World In Eighty Days (penguin Readers, Level 5)
Jules, Penguin Verne
Pearson Esl
(2000)



Livro Literatura Brasileira Inveja Mal Secreto Plenos Pecados
Zuenir Ventura
Objetiva
(1998)



Obra Autobiográfica De Celso Furtado. Vol. 2
Celso Furtado
Paz e Terra
(1997)



Meu Crespo é De Rainha 305
Bell Hooks
Boitatá



Livro Turismo Frommers Europa Guia Completo De Viagem
Darwin Porter
Alta Books
(2009)





busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês