Comentários de Bia Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
63818 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Diálogos na Web FAAP: Na pauta, festivais de cinema e crítica cinematográfica
>>> Pauta: E-books de Suspense Grátis na Pandemia!
>>> Hugo França integra a mostra norte-americana “At The Noyes House”
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Morando sozinha II
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> A Piauí tergiversando sobre o fim dos jornais
>>> Mário Sérgio Cortella #EuMaior
>>> O Gabinete do Dr. Caligari
>>> Ser intelectual dói
>>> Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge
>>> É Julio mesmo, sem acento
Mais Recentes
>>> Dicionário Inglês/português Português/inglês: Mini Yes de Larousse pela Larousse (2005)
>>> O encontro marcado de Fernando Sabino pela Record (1975)
>>> Larousse de Poche de Précis de Grammaire pela Librairie Larousse (1979)
>>> A Burrice do demônio de Hélio Pellegrino pela Rocco (1988)
>>> Curso de Decoração Casa Claudia de Vários Autores pela Abril (1990)
>>> Verdades e Mistérios da Amazônia de Barros Ferreira pela Clube do livro (1967)
>>> Tempo de Esperas de Pe. Fabio de Melo pela Planeta (2011)
>>> Romance com cocaína de M. Aguêiev pela Círculo do Livro (1983)
>>> O Clube do Filme de David Gilmour pela Intrínseca (2009)
>>> O Alquimista de Paulo Coelho pela Klick (1988)
>>> Vida e contemplação de P. Nelson Carloni pela Loyola (1975)
>>> Sem Rodeios de Oscar Niemeyer pela Revan (2006)
>>> Brida de Paulo Coelho pela Klick (1990)
>>> Zélia, uma Paixão de Fernando Sabino pela Record (1991)
>>> H. Stern Um Passeio pelas Curvas Infinitas de Oscar Niemeyer de Oscar Niemeyer e outros pela H. Stern
>>> Tempo de esperança. 24 horas para você renovar suas energias. de Mark Finley pela Casa Publicadora Brasileira (2009)
>>> O Monstro de Olhos Azuis (memórias) de Tonia Carrero pela Lpm (1986)
>>> Introdução à Crítica do Direito do Trabalho de Tarso Genro pela Lpm (1979)
>>> Virando a Própria Mesa de Ricardo Semler pela Best Seller (1998)
>>> O Segredo das Quatro Letras de Gabriel Chalita pela PlugMe
>>> Elisão Tributária de Diva Prestes Marcondes Malerbi pela Revista dos Tribunais (1984)
>>> Linux - Guia do Administrador do Sistema de Rubem E. Ferreira pela Novatec (2003)
>>> Bellini e os Espíritos de Tony Bellotto pela Companhia das Letras (2005)
>>> O menino e o bruxo de Moacyr Scliar ; Maurício Veneza pela Ática (2007)
>>> Sou João : verdade e diálogo por uma Igreja-comunhão de João Braz Aviz pela Cidade nova (2015)
>>> Elt Pocket Dictionary de Ronald Ridout pela Nelson (1979)
>>> Ensaio Avaliação e Políticas Públicas em Educação 48 Volume 13 Julho Setembro 2005 de Fundação Cesgranrio pela Fundação Cesgranrio (2005)
>>> Relações desumanas no trabalho: da primeira entrevista à aposentadoria de Max Gehringer pela Casa da qualidade (1998)
>>> O Manual do Guerreiro da Luz de Paulo Coelho pela Klick (1997)
>>> Revista de Teatro n. 475 de Aldo Calvet pela Cbag (1990)
>>> Revista de Teatro n. 468 de H.Pereira da Silva pela Sbat (1988)
>>> Revista de Teatro n. 467 de H.Pereira da Silva pela Sbat (1988)
>>> O Processo Tributário - Edição ampliada e atualizada de Cleide Previtalli Cais pela Revista dos Tribunais (1996)
>>> Revista de Teatro n. 466 de H.Pereira da Silva pela Sbat (1988)
>>> Justiça Distributiva e Aplicação de Direito de Plauto Faraco de Azevedo pela Fabris (1983)
>>> O Conto da Ilha Desconhecida de José Saramago pela Companhia das Letras (1999)
>>> Confia filho ... de Pe. Fernando Maria Alvarez de Miranda pela Loyola (1983)
>>> Revista Economia y Sociedad Enero Junio 2016 de Roxana Morales Ramos Editora pela Euna (2016)
>>> Revista de Teatro n. 465 de Sbat pela H.Pereira da Silva (1988)
>>> Direito Internacional Público de Ivo Sefton de Azevedo pela Jurídica/Acadêmica (1982)
>>> A senhora do jogo de Sidney Sheldon e Tilly Bagshawe pela Record (2009)
>>> Evangelização e libertação de J. B. Libânio pela Vozes (1976)
>>> Revista de Teatro n. 452 (Out.Nov.Dez.1984) de H.Pereira da Silva pela Dalugraf (1984)
>>> Direito Internacional Público de Ivo Sefton de Azevedo pela Jurídica/Acadêmica (1982)
>>> Álbum de Retratos Ferreira Gullar de Por: Geraldo Carneiro pela Folha Seca (2008)
>>> O Direito Penal e o Novo Código Penal Brasileiro de Vladimir Giacomuzzi org. pela Fabris (1985)
>>> Depois da escuridão de Sidney Sheldon e Tilly Bagshawe pela Record (2011)
>>> Legislação Aduaneira comentada - Mercosul, Aladi, Gatt, Dumping, Drawback e Zona Franca de Guilherme A. dos Santos Mendes pela Meta (1995)
>>> Anuário 1918 =1978 Casa dos Artistas de Francisco Moreno pela Gráfica Jóia (1978)
>>> O Leitor de Bernhard Schlink pela Record (2009)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quinta-feira, 26/2/2009
Comentários
Bia Cardoso


Vida e viagem
"Na natureza selvagem" é mesmo um belíssimo filme. A cena da capa do DVD é emblemática, no sentido de que Supertramp queria muito mais da vida, muito mais do que o conforto, a família e as pessoas ao seu redor poderiam oferecer. Sean Penn acertou em cheio ao escolher Emile e pontua o filme com trechos de desilusão, esperança e amizade. Afinal, como conclui o próprio, são os encontros com as pessoas que realmente valem a pena na vida. Ótimo poder conhecer Alexander Supertramp e sua viagem.

[Sobre "Na Natureza Selvagem, de Sean Penn"]

por Bia Cardoso
http://srtabia.com
26/2/2009 às
19h47 200.140.129.250
 
Eu gostei
Para ver como gosto é algo realmente pessoal... rs. Gostei muito de "Estômago", especialmente das cenas com comida. É um filme para o estômago, para pensar sobre a maneira como preparamos nossos pratos e a própria vida. A relação clássica com uma prostituta, a coxinha famosa e o novo patrão... É mesmo uma história datada e já vista tantas vezes, mas achei que, por João Miguel estar lá, com aqueles trejeitos encabulados, tudo ganhou alguma graça. Além do suspense que ronda seu olhar de menino inocente. A cena do banquete para os presidiários é minha preferida. E assim segue a vida dentro ou fora da cadeia...

[Sobre "Estômago, com João Miguel"]

por Bia Cardoso
http://srtabia.com
4/2/2009 às
13h50 201.14.100.126
 
O tempo e os comentários
É visível que os comentaristas diminuiram, que o número de blogs explodiu e que os egos andam cada vez mais aflorados, porém há outras questões que contribuem para a diminuição dos comentários. Dentro dos blogs a regra "quem comenta muito, tem mais comentários" é real. Mas para isso é preciso tempo e não dispomos tanto dele. Em Brasília, imagino que a grande maioria dos blogueiros trabalhe em algum órgão público. Eu trabalho e vários blogs e endereços são bloqueados. Fazia comentários naqueles minutos de folga que tiramos durante o dia durante o trabalho. O fenômero dos feeds ajuda bastante. Uso o Google Reader e por ele não tenho como comentar, então às vezes não comento porque o site está bloqueado no trabalho ou a página demorou para abrir. E ainda tem o que a Adriana disse, o volume de textos aumentou muito. E os bolhas, trolls e péssimos comentadores continuam por aí, sem nada melhor para fazer. Mas gosto de tecer comentários em blogs, o diálogo proporcionado ainda é o melhor...

[Sobre "Declínio e Queda do Império dos Comentários"]

por Bia Cardoso
http://srtabia.com
4/2/2009 às
13h43 201.14.100.126
 
Sica neles!
O Rafael Sica sempre promete um big site, mas continua com o mesmo zip.net há anos. É um dos melhores ilustradores e tem ótimos trabalhos nas edições da Super Interessante. Adoro o trabalho dele e acompanho o blog há um tempão.

[Sobre "Site de Rafael Sica"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
29/1/2009 às
13h57 201.14.100.126
 
Caio F.: o escritor apaixonado
A literatura de Caio tem sentidos muito aguçados, como a de Clarice e a de Hilda, mas ele é mais autobiográfico, mais apaixonado e se rende muito mais ao leitor. É ótimo ver as novas gerações descobrindo Caio, mesmo que alguns o vejam como um excêntrico gay. Sua obra é singular e extremamente humana. Caio sentia por todos os poros e não podia segurar o que havia dentro si, tanto que muitas vezes pensou estar louco, para depois concluir que fosse esse mesmo o caminho para a libertação. Outro livro maravilhoso é a coletânea de cartas. E aguardo ansiosamente o lançamento dos outros títulos pela editora Agir, principalmente "Os dragões não conhecem o paraíso", que, de tão raro, é vendido a peso de ouro em sebos.

[Sobre "Caio Fernando Abreu, um perfil"]

por Srta. Bia
http://groselha.wordpress.com
29/10/2008 às
15h47 201.14.100.26
 
Sex and the City e a amizade
O que mais gosto em "Sex and the City" é a amizade entre as personagens. Não aguento quem diz que mulheres não podem ser amigas de verdade, pois mulher é um bicho muito invejoso. Nunca acreditei nisso. "Sex and the city" é um seriado que não existiria sem as milhares de mulheres que compartilharam as histórias de Carrie, Miranda, Samantha e Charlotte. Com todos os exageros de vidas que rodam ao redor dos homens, acredito ser um seriado que marcou época, pois as mulheres gritam aos quatro ventos que querem trabalhar, ser bem sucedidas, bonitas, fashionistas, mas acima de tudo é preciso haver amor. E não consigo discordar disso. Mas, sim, malditos contos de fadas.

[Sobre "Sex and the City"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com/
20/6/2008 à
00h17 200.163.21.18
 
conseguiu o que queria comigo
Achei engraçado, logo no início, quando você diz que Machado é modelo para escritores. Alguém consegue imitá-lo? Ou escrever próximo da maneira como ele usava os segredos humanos? Guimarães Rosa muito menos. E sim, concordo com você, ele é leve. A ironia não corta, não ataca, ela está ali para nos fazer dar um riso de canto. E talvez ele tenha sido exatamente o primeiro escritor brasileiro que se sentia confortável nessa posição, que não pretendia fazer mais do que isso na vida. Ele também não é meu autor preferido, mas "Dom Casmurro" é um livro querido, Capitu é uma personagem que sempre lembro. Acho que ele conseguiu o que queria comigo, acho-o um bom escritor.

[Sobre "Machado sem corte"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com/
20/6/2008 à
00h09 200.163.21.18
 
Quem quer ser famoso?
Está próximo o dia em que um blogueiro entrará no BBB, divulgará seu blog e ganhará muito mais do que 1 milhão e a fama. E quanto um blogueiro é capaz de pagar pela fama? A Internet e as profecias de Andy Warhol estão aí para provocar o desejo de notoriedade de todos.

[Sobre "O momento Rafinha de todos nós "]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
29/4/2008 às
15h20 201.14.100.26
 
Homens x Mulheres?
Ótimo texto Pilar, resumiu bem alguns arquétipos femininos que fomentaram o imaginário social. Uma das perguntas que me fiz foi: por que Deus criaria primeiro Lilith? E a parte das Amazonas nos mostra justamente o que você critica no final: mulheres que agem exatamente como homens. Estranho pensar que, numa sociedade sem homens, teríamos o mesmo comportamento masculino que tanto abominamos. Encontrar o equilíbrio entre independência e feminilidade parece mesmo ser o grande desafio para as mulheres atuais, além de terem de conviver com homens imaturos e apreensivos com a nova posição feminina. Até quando demorarão a compreender que ambos se completam, cada um com seus encantos e defeitos?

[Sobre "A verdade que as mulheres contam"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
11/4/2008 às
17h18 201.14.100.26
 
Pessoas e cidades
Adorei seu texto, Elisa. Gostei muito do filme, mesmo quando perde um pouco do ritmo no final. A poesia e não-linearidade da linguagem presente no filme são seus grandes méritos. A história é quase uma poesia sobre São Paulo, sobre o modo como as pessoas amam e às vezes se desentendem com quem amam, sejam pessoas ou cidades.

[Sobre "A Via Láctea de Lina Chamie"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
5/3/2008 às
17h42 201.67.11.141
 
Sangue Negro
"o rosto carismático e assustador de Daniel Plainview"; é exatamente isso que eu pensava a cada momento que a câmera focava aquele homem. Por mais que "Onde os fracos não têm vez" seja um bom filme, "Sangue Negro" é muito superior, é a saga de um homem como há muito não víamos. Há cenas inesquecíveis, além claro das batidas da trilha sonora. Uma das minhas preferidas é a volta de H.W., depois de toda aquela loucura que foi o acidente, a tomada em que ele retorna estamos meio distantes dos dois, assistindo de longe. Daniel Day-Lewis fez um personagem incrível, cheio de nuances, a relação com o filho, com o desconhecido que diz ser seu irmão, com Eli, com os concorrentes. Tudo é grandioso, as cenas são carregadíssimas de sentido. É realmente uma experiência única e rara, como bem disse Montana.

[Sobre "Haverá sangue"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
4/3/2008 às
18h32 201.88.66.174
 
Mulheres querem casar!
Acho que a grande maioria das moças quer casar e quer cuidar do marido e todas essas coisas. Sério mesmo, e não é porque eu tenho 26 anos e quero casar, mas porque minhas amigas também querem. À medida que o mundo vai perdendo sentido, as pessoas desejam valores antigos, pois eram confortáveis, pois traziam alguma segurança. Mulheres atualmente conseguem quase tudo sozinhas, ganham dinheiro, têm bons empregos, compram suas bolsas preferidas e muitos sapatos, mas, oh, o amor, isso elas nunca conseguem comprar. Então, espere Bettina se dar super bem na vida e aí, meu caro, aposto que ela estará louca para casar.

[Sobre "Razoavelmente desinteressante"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com/
19/2/2008 às
10h27 201.15.76.46
 
O Coringa.
Guga, esse texto ficou muito bom, tem umas partes até melodiosas. E concordo com você, o tropicalismo foi um movimento importante para o conhecimento da cultura da América Latina. E tudo que aqueles jovens, que vieram principalmente do Nordeste, talvez quisessem era apenas bagunçar o coreto, gritar que é possível ser livre e latino americano com muito orgulho. Gostei muito do texto, da retrospectiva curta que você fez, da representação de tantos nomes, a partir do parágrafo 9 o texto vira uma enciclopédia tentando abarcar tudo e todos que participaram. Mas o que mais gostei mesmo foi do desenho do Caetano Coringa, não dá para pensar que certamente ele estava no lugar certo, na hora certa.

[Sobre "Tropikaos"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
10/1/2008 às
09h34 201.67.12.133
 
Um bom presente de Natal
Está aí! Ótima dica!

[Sobre "Feliz Natal, Charlie Brown!"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
20/12/2007 às
22h37 201.88.67.188
 
Por que se importar?
Diogo respondeu as perguntas superficialmente, porque quis e pronto. Diferentemente de outras entrevistas do Digestivo, essa não rendeu longas respostas, cheias de links, mas representa justamente o que mais gosto em Diogo Mainardi, ele não está nem aí para nada. Ele fala o que quer porque lhe deram espaço numa revista e só. Gosto muito de Diogo, pois sei que a única coisa que ele realmente quis fazer em sua coluna da Veja foi derrubar o Lula, o resto é o resto, e ele vai levando sua vida, cuidando dos filhos e não gostando do Brasil. E o que importam os outros?

[Sobre "Diogo Mainardi"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
20/12/2007 às
22h35 201.88.67.188
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O ANIVERSÁRIO DO KIPPER
MICK INKPEN
FUNDAMENTO
(2010)
R$ 12,00



PROGRESSOS DE PATOLOGIA Y CLINICA, VOL 18, FASCÍ. 2
ELÍAS CORNET E P. FARRETAS VALENTÍ
MANUEL MARIN Y G CAMPO S L
(1971)
R$ 22,33



O MANDARIM
EÇA DE QUEIRÓS
PAZ E TERRA
(1996)
R$ 5,00



PASSAPORTE PARA A FELICIDADE
SEICHO TANIGUCHI
SEICHO NO IE
(2009)
R$ 6,90



MEMORIAL DE AIRES - IAIÁ GARCIA- TEATRO - VOL. 3
MACHADO DE ASSIS
FORMAR
R$ 9,99



COMO QUALIFICAR CONJUNTOS HABITACIONAIS POPULARES
ELEUSINA LAVÔR HOLANDA DE FREITAS
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
(2004)
R$ 18,00



O PRIMO BASÍLIO
EÇA DE QUEIRÓS
ABRIL CULTURAL
(1971)
R$ 18,01



EDUCAÇÃO E PODER - INTRODUÇÃO À PEDAGOGIA DO CONFLITO
MOACIR GADOTTI
CORTEZ
(1983)
R$ 10,00



CIDADE CORROMPIDA
ROSS MACDONALD
RECORD
(2000)
R$ 9,90



A HISTÓRIA DAS COPAS
CARLOS MOLINARI
LITTERIS
(1998)
R$ 18,28





busca | avançada
63818 visitas/dia
2,2 milhões/mês