Literatura desde o berço | Marco Linhares

busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Carma & darma
>>> Sultão & Bonifácio, parte II
>>> Ensaio autobiográfico, de Jorge Luis Borges
>>> O código dos gênios
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Para você estar passando adiante
>>> Blogs roubam audiência
>>> O enigma da 21ª letra
>>> Crise dos 40
>>> Marcelotas
Mais Recentes
>>> Livro A Maldição do Titã de Rick Riordan pela Intrínseca (2014)
>>> Livro Se Eu Ficar de Gayle Forman pela Novo Conceito (2019)
>>> Querido John de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2013)
>>> Saudável aos 100 Anos de John Robbins pela Fontanar (2009)
>>> Chico Buarque Letra e Música - 2 Volumes de Chico Buarque de Hollanda pela Companhia das Letras (1989)
>>> Songbook Caetano Veloso - Vol. 2 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Songbook Bossa Nova - Vol. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Médio Dicionário Aurélio de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira pela Nova Fronteira (1980)
>>> Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa de Antônio Geraldo da Cunha pela Nova Fronteira (1982)
>>> Dolce Casa - Manuale Di Sopravvivenza Domestica de Grazia Dominici pela La Spiga (1984)
>>> Meu Mundo Caiu. a Bossa e a Fossa de Maysa. a Bossa e a Fossa de Maysa de Eduardo Logullo pela Novo Século (2007)
>>> Haroldo Costa de Vários Autores pela Rio (2003)
>>> Cancioneiro Popular Português e Brasileiro de Nuno Ctharino Cardoso pela Portugal-brasil Ltda (1921)
>>> Retratos - Dadá Cardoso de Dada Cardoso pela Avatar (1999)
>>> A Informação no Rádio de Gisela Swetlana Ortriwano pela Summus Editorial (1985)
>>> Yes, nos Temos Bananas - História e Receitas de Heloisa de Freitas Valle; Márcia Masca pela Senac São Paulo (2003)
>>> Manual de Modelismo de Albert Jackson; David Day pela Hermann Blume (1981)
>>> Madeira-mamoré. Patrimônio da Humanidade de Hércules Góes pela Ecoturismo (2005)
>>> Uma História de Agendas de João Rothschild pela Ernesto Rothschild (1990)
>>> Estética. La Cuestion del Arte de Elena Oliveras pela Aemecé (2007)
>>> Conheça o Pantanal de Nicia Wendel de Magalhães pela Terragraph (1992)
>>> Corpo de Baile de João Guimarães Rosa pela José Olympio (1956)
>>> Línguas de Fogo. Ensaio Sobre Clarice Lispector de Claire Varin pela Limiar (2002)
>>> Pedagogia Diferemciada : das Intenções à Ação de Philippe Perrenoud pela Artmed (2000)
>>> Um General na Biblioteca de Italo Calvino pela Companhia das Letras (2007)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 3/11/2010
Comentários
Leitores


Literatura desde o berço
Ouso dizer que o escritor não nasce escritor para ser burilado como diamante até chegar ao ponto. Acredito que assim como qualquer outra profissão, há necessidade de suar, e muito, a camisa. Um trabalho diário de leitura e escrita, com um bom exemplo literário de berço também é fundamental. Exemplo no sentido de conscientização desde cedo para que o jovem se dedique à literatura. Não existe nascer e ser artista sem um trabalho árduo. A obsessão também faz parte do pacote. Não se nasce médico, engenheiro ou jornalista. Tem-se que trabalhar muito para isto, abrindo mão de muitas coisas. O diploma, assim como o livro para o escritor, há que ter muito trabalho duro e suor com sangue. Senão, é somente um papel.

[Sobre "J.M. Coetzee e o romance de formação"]

por Marco Linhares
http://marcotassinari.blogspot.com/
3/11/2010 às
09h48 187.21.57.103
(+) Marco Linhares no Digestivo...
 
A obra do artista
A obra do artista deve ser o seu delírio alucinatório da vida, deve ter todos os elementos, o riso da felicidade, a ternura da embriaguês, o porre da solidão, a dor de cotovelo, a mulher ou companheira, o olhar enciumado das amantes ou dos amantes. O teor rosa dos machistas, o amor ambulante dos mascates e a leitura de um mundo novo. Imaginativo, criado, como se fosse uma galinha querendo botar o ovo. O seu tempo deve ser o pano de fundo da canção. E o ator que dança. Escrever é quase que só masturbar, e ter o prazer do gozo no lançamento.

[Sobre "J.M. Coetzee e o romance de formação"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
3/11/2010 às
05h18 189.79.228.130
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
Mulheres são maravilhosas
Um texto que será, sempre, atual. Como a própria humanidade, macho e fêmea, masculino e feminino. Escrever é um ato "sexual" e "não sexual". O que se escreve também. Pode "ter" e "dar" prazer. Mulheres, à frente e avante. Com ou sem faniquitos, são maravilhosas.

[Sobre "Batom, kichute e literatura"]

por Cilas Medi
2/11/2010 às
17h34 187.10.154.241
(+) Cilas Medi no Digestivo...
 
Transição identitária
Vivemos numa época em que ninguém sabe mais informar quem é o homem ou a mulher, e, na verdade, estamos em fase de transição identitária na nossa sociedade. Coisas do mundo contemporâneo.

[Sobre "Batom, kichute e literatura"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
2/11/2010 às
08h30 189.79.201.251
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
Um texto infeliz
Fabio, achei que o Saul Bellow te atrapalhou, dava para emplacar mais um montão de asneiras e depois voltar com a desculpa esfarrapada que "nada nestas linhas é tão sério", afinal, o DC é humorístico e cultural... A qualidade do texto é sofrível, parecia os projetos da professoras primárias que ele detonara, o tema de uma originalidade inquestionável, porém nada me pareceu mais pertinente que os elementos e as conclusões que ele utilizou para caracterizar seus personagens: comunistas, nordestinos, peruas, velhos e as garotas bonitas e vulgares; sei não... Não posso deixar de registrar a completa desconexão com a cena polí­tica, utilizando-se de estereótipos da guerra fria de quando a América Latina era a latrina oficial do Tio Sam. O que possa haver da proveitoso nesta prosa rala e juvenil talvez seja a animosidade que provoque, mas nem neste aspecto percebo o humor ácido que costuma permear este gênero. Enfim, uma oportunidade infeliz oferecida a alguém que desconhece o que seja texto em forma e conteúdo e que teve oitenta por cento do lixo redigido resgatado por vinte por cento do Saul Bellow. Fabio, caso você algum dia escreva algum texto que se pretenda sério, e que contenha ao menos dois parágrafos escritos de forma adulta e consequente, por favor, submeta-o ao bom senso para que não tenhamos que falar mal das universidades responsáveis (?) pela sua formação.

[Sobre "os universiotários"]

por Dudu Oliveira
http://twitter.com/prosar
1/11/2010 às
12h04 187.126.206.79
(+) Dudu Oliveira no Digestivo...
 
Antes de falar, dê aulas
Caro, dê aulas em faculdades privadas e em públicas. Depois me conte. A depender do que você quer ser quando crescer, as públicas serão mais humanas e mais preocupadas com educação. Não é seu caso, claro, que ataca os discordantes com uma coluna que o empodera. Chamar os discordantes de fracos e tal não resolve. De qualquer forma, você não é professor, certo? Parece que escolher essa carreira é, para você, assinar atestado de fracassado. Bom mesmo é ser jornalista chique. Quem trabalha em instituições privadas, em média, não está tão satisfeito quanto pode lhe parecer. Ah, e é bom lembrar que não é só salário que faz a vida e a emoção de muito professor. Tem mais coisa no meio desse caminho (tão simplificado por você). Não use sua coluna como espaço para humilhar seu leitor.

[Sobre "os universiotários 2 - a revanche"]

por Ana Elisa Ribeiro
1/11/2010 às
02h04 201.80.162.12
(+) Ana Elisa Ribeiro no Digestivo...
 
Coisa de burguês
Se tem uma coisa legal neste país é o crescimento do ensino público superior, o que não exclui a necessidade de investir no ensino básico. Não entendi a absurda contraposição que o texto faz. Coisa de burguês do Morumbi mesmo. Tem sua coerência.

[Sobre "os universiotários"]

por Ana Elisa Ribeiro
1/11/2010 à
01h58 201.80.162.12
(+) Ana Elisa Ribeiro no Digestivo...
 
O futuro parece sombrio
Adorei, disse tudo e mais um pouco. Acho muito engraçado as pessoas falarem com tanto gosto das universidades públicas como se elas fossem um presente pro povo. Estudei em uma universidade estadual e só o que vi lá dentro foram filhinhos de papai que estudaram nas melhores escolas particulares a vida toda e que tinham seus carros no estacionamento. A universidade pública neste paí­s é só pra ricos... Muitas vezes também vi professores com um ego maior que o mundo se achando a última bolacha do pacote e fazendo a vida dos estudantes um inferno por pura malícia, portanto, não digam que eles têm vontade de ensinar. E também é fato que hoje a educação no Brasil decaiu, mas não foi só nas escolas, faltam valores e propósitos. Hoje temos leitores vorazes que leem 50 livros por mês, mas pergunte se eles entenderam o que leram, pergunte se isso acrescentou alguma coisa? Vivemos no mundo das aparências, onde se compete pelo número d livros lidos, o número de opiniões que se dá. É triste, mas o futuro parece sombrio. Parabéns pelo texto.

[Sobre "os universiotários"]

por Samantha Abreu
http://www.fadasnajanela.blogspot.com
31/10/2010 às
09h53 189.68.174.3
(+) Samantha Abreu no Digestivo...
 
Democracia: mão de duas vias
Quer saber o que eu acho MUITO irônico? No primeiro "Tropa de Elite", é o "playboy" que critica o governo e a polícia durante aquela roda da turma de direito, depois é ele quem vai no morro comprar a droga pra vender na faculdade, ele quem ajuda a armar para o policial e, por fim, é ele quem está na passeata para protestar contra violência do Rio em prol dos amigos que foram assassinados. Adorei essa ironia, pois mostra como funciona a máquina. Realmente, concordo com você, tem o direito de fazer o que bem entender com sua vida - todos temos - mas também temos o dever de assumir a responsabilidade por nossos atos. "Democracia" é uma palavra bonita na boca do povo, "liberdade" também, todo mundo adora proferi-la, mas quantos entendem que é uma mão de duas vias?

[Sobre "por que as drogas devem ser legalizadas"]

por João O. Trindade Jr.
31/10/2010 às
07h39 187.14.140.81
(+) João O. Trindade Jr. no Digestivo...
 
Importar leis não é solução
Fabio, sua opinião considera uma sociedade igualitária, justa. Considera resolver um problema achando que os demais serão resolvidos. Realmente é mais fácil mandar a polícia prender os traficantes - acabar com o comércio - do que educar nas escolas, mas devemos nos perguntar o quanto nossa sociedade é "justa" e desenvolvida para essas ideias. A Holanda é super liberal, mas a mentalidade cultural daquele povo está naquele nível. Os EUA consomem muito, mas são outro país, outra origem e, principalmente, outra mentalidade. Nem sempre importar leis funciona ao pé da letra em algum lugar, é preciso observar bem isso. Você viu "Meu nome não é Johnny"? Estranho como um playboy da zona sul recebeu como pena um "deficiente mental", enquanto tantos outros da zona norte provavelmente estariam apodrecendo na cadeia. Não é uma sociedade igualitária. E sim, realmente o governo não tem o direito de meter o bedelho na sua vida, mas você tem justamente a obrigação de zelar pela sociedade.

[Sobre "por que as drogas devem ser legalizadas"]

por João O. Trindade Jr.
http://vozletra.blogspot.com
31/10/2010 às
07h32 187.14.140.81
(+) João O. Trindade Jr. no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Pesquisa Sobre Evolução dos Aluguéis
Neurb; Puc Rj
Neurb; Puc Rj
(1978)



El Dominio Maritimo del Estado Sobre La Zona Economica Exclusiva
D. José Luis de Azcarraga y Bustamante
Real Academia de Jurisprudenci
(1983)



Vamos para Casa: uma História de Amor
Maria do Carmo Lima de Rezende (dedicatória)
7letras
(2004)



O Projeto Dragão
Rubens Teixeira Scavone
Scipione
(1988)



Spain & Portugal (glovebox Atlas)
Automobile Association
Automobile Association
(1998)



Os 350 Melhores Restaurantes do Rio de Janeiro: Guia Gastronômico
André Luiz Pereira da Silva (capa Dura)
Caras
(2003)



El Concepto de Clases Sociales de Marx a Nuestros Dias
Georges Gurvitchi
Nueva Vision
(1957)



Manual de Termos Técnicos do Comércio Exterior e Transportes Marítimos
Abinael Morais Leal
Tempo
(1996)



O Nascimento da Terra
Roselis Von Sass
Ordem do Graal na Terra
(1990)



Praga Judia
Marie Vitochová, Jindrich Kejr e Miloslav Husek
Jitka Kejrová (praga)
(2004)





busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês