Perguntas para escritores | José Frid

busca | avançada
82062 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> OBA HORTIFRUTI INAUGURA 25ª LOJA EM SÃO PAULO
>>> Bienal On-line promove studio visit com artista argentina Inés Raiteri
>>> Castelo realiza piqueniques com contemplação do pôr do sol ao ar livre
>>> A bailarina Ana Paula Oliveira dança com pássaro em videoinstalação de Eder Santos
>>> Festival junino online celebra 143 da cidade de Joanópolis
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> Fiel escudeiro
>>> Virtual: Conselheiro do Sertão estreia quinta, 24
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Casa é de Daniela Escobar
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Ação Afirmativa, Injustiça Insuspeita
>>> A mulher madura
>>> 15 de Dezembro #digestivo10anos
>>> A arte da crônica
>>> Passaralho
>>> 7 de Setembro
>>> O filho da Marisa Monte
>>> Crimes sem texto
Mais Recentes
>>> Gramsci: Periferia e Subalternidade de Marcos Del Roio pela Marcos Del Roio (2017)
>>> A legalização da classe operária de Bernard Edelman pela Boitempo (2016)
>>> Lenin - Um estudo sobre a unidade de seu pensamento de György Lukács pela Boitempo (2012)
>>> Caminhos divergentes: judaicidade e crítica do sionismo de Judith Butler pela Boitempo (2017)
>>> Bibia Quer Tangerica - Autografado de Gilda Rizzo pela Francisco Alves (1987)
>>> Um Lugar Chamado Céu de Regina Rennó pela Ed Lê (1997)
>>> Cropas Ou Praus? de Angela Carneiro; Lia Neiva; Sylvia Orthof pela Ediouro (1994)
>>> Ovos Nevados de Sylvia Orthof pela Formato (1997)
>>> O Diário de Verônica o Primeiro Dia de Férias de Maud Frère pela Pierre Tisné (1965)
>>> A Lenda da Paxiúba de Terezinha Eboli pela Ediouro (1997)
>>> A Floresta Poluída 19ª Ed de Maria Auxiliadora Moreira Duarte pela Ed Lê (1999)
>>> A Ceia dos Cardeais Com Ilustrações de Alberto Souza de Júlio Dantas pela Clássica (1951)
>>> Mundo Criado, Trabalho Dobrado de Elias José pela Atual (1996)
>>> A Fada Que Tinha Idéias de Fernanda Lopes de Almeida pela Ática (1985)
>>> Uma História de Nuvens de Rosângela Guerra pela Ed Lê (1990)
>>> Meu Álbum de Contrastes - Coleção Contrastes Personalidades de Semíramis Paterno; André Bordini pela Arco-Íris (1996)
>>> Palavras, Palavrinhas & Palavrões - Leitura Em Minha Casa de Ana Maria Machado pela Quinteto Editorial (2003)
>>> People Level 1 - Bunny Books 3rd Edition de Eduardo Amos; Elisabeth Prescher pela Moderna (1995)
>>> A Confeitaria Colombo: História Anecdotica Desenvolvimento Comercial de A Confeitaria Colombo pela J C Ed (1929)
>>> Um Rato na Biblioteca - Col Mindinho e Seu Vizinho de Carlos Augusto Segato pela Atual (1996)
>>> Zé da Letra e o Tesouro do Poço de Antônio Carlos Soares pela Ao Livro Técnico (2000)
>>> Uma Pena, uma Saudade Ilustrações de Arthur Braga de Francisca Nóbrega pela Orientação Cultural (1970)
>>> A Guerra das Rolinhas de Eustáquio Machado Coelhos pela Formato (1991)
>>> Pé Com Pé Com Passo a Pé de Regina Costa pela Paulinas (1995)
>>> A Pequena Sereira de Hans Christian Andersen (tradução de Per Johns) pela Kuarup (1994)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 4/11/2010
Comentários
Leitores


Perguntas para escritores
As questões iniciais do seu texto continuam atuais. Será que o Cristóvão Tezza ganharia todos os prêmios com o seu "O filho eterno" se não tivesse sua experiência pessoal? Seré que o Drummond de Andrade produziria obra melhor se não tivesse que gastar parte do seu tempo como funcionário público? A diplomacia ajudou ou atrapalhou a obra de Cabral, Vini­cius, Rosa etc? Jorge Amado escreveria melhor se não fosse casado ou tivesse atuação política? Daria para escrever um romance de formação sem a experiência pessoal? Quem teria as respostas?

[Sobre "J.M. Coetzee e o romance de formação"]

por José Frid
http://blogdofrid.blogspot.com
4/11/2010 às
10h22 189.69.23.231
(+) José Frid no Digestivo...
 
Ser ou estar artista
Uma possível verdade é que perdemos muito tempo nos questionando e sentindo um "frio na espinha" com medo da adversidade da crítica. Sim, o artista nasce artista. Se ele será considerado como "tal" é que o modifica, para continuar ou parar de se "iludir". Mas vai continuar o mesmo. Questionando o fato de "ser" e "estar" artista todo o tempo. O futuro dirá se acertou. Como Coetzee. Um (de muitos) que é assim, respeitado em sua arte. Um "felizardo" artista.

[Sobre "J.M. Coetzee e o romance de formação"]

por Cilas Medi
3/11/2010 às
13h09 187.10.154.241
(+) Cilas Medi no Digestivo...
 
Literatura desde o berço
Ouso dizer que o escritor não nasce escritor para ser burilado como diamante até chegar ao ponto. Acredito que assim como qualquer outra profissão, há necessidade de suar, e muito, a camisa. Um trabalho diário de leitura e escrita, com um bom exemplo literário de berço também é fundamental. Exemplo no sentido de conscientização desde cedo para que o jovem se dedique à literatura. Não existe nascer e ser artista sem um trabalho árduo. A obsessão também faz parte do pacote. Não se nasce médico, engenheiro ou jornalista. Tem-se que trabalhar muito para isto, abrindo mão de muitas coisas. O diploma, assim como o livro para o escritor, há que ter muito trabalho duro e suor com sangue. Senão, é somente um papel.

[Sobre "J.M. Coetzee e o romance de formação"]

por Marco Linhares
http://marcotassinari.blogspot.com/
3/11/2010 às
09h48 187.21.57.103
(+) Marco Linhares no Digestivo...
 
A obra do artista
A obra do artista deve ser o seu delírio alucinatório da vida, deve ter todos os elementos, o riso da felicidade, a ternura da embriaguês, o porre da solidão, a dor de cotovelo, a mulher ou companheira, o olhar enciumado das amantes ou dos amantes. O teor rosa dos machistas, o amor ambulante dos mascates e a leitura de um mundo novo. Imaginativo, criado, como se fosse uma galinha querendo botar o ovo. O seu tempo deve ser o pano de fundo da canção. E o ator que dança. Escrever é quase que só masturbar, e ter o prazer do gozo no lançamento.

[Sobre "J.M. Coetzee e o romance de formação"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
3/11/2010 às
05h18 189.79.228.130
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
Mulheres são maravilhosas
Um texto que será, sempre, atual. Como a própria humanidade, macho e fêmea, masculino e feminino. Escrever é um ato "sexual" e "não sexual". O que se escreve também. Pode "ter" e "dar" prazer. Mulheres, à frente e avante. Com ou sem faniquitos, são maravilhosas.

[Sobre "Batom, kichute e literatura"]

por Cilas Medi
2/11/2010 às
17h34 187.10.154.241
(+) Cilas Medi no Digestivo...
 
Transição identitária
Vivemos numa época em que ninguém sabe mais informar quem é o homem ou a mulher, e, na verdade, estamos em fase de transição identitária na nossa sociedade. Coisas do mundo contemporâneo.

[Sobre "Batom, kichute e literatura"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
2/11/2010 às
08h30 189.79.201.251
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
Um texto infeliz
Fabio, achei que o Saul Bellow te atrapalhou, dava para emplacar mais um montão de asneiras e depois voltar com a desculpa esfarrapada que "nada nestas linhas é tão sério", afinal, o DC é humorístico e cultural... A qualidade do texto é sofrível, parecia os projetos da professoras primárias que ele detonara, o tema de uma originalidade inquestionável, porém nada me pareceu mais pertinente que os elementos e as conclusões que ele utilizou para caracterizar seus personagens: comunistas, nordestinos, peruas, velhos e as garotas bonitas e vulgares; sei não... Não posso deixar de registrar a completa desconexão com a cena polí­tica, utilizando-se de estereótipos da guerra fria de quando a América Latina era a latrina oficial do Tio Sam. O que possa haver da proveitoso nesta prosa rala e juvenil talvez seja a animosidade que provoque, mas nem neste aspecto percebo o humor ácido que costuma permear este gênero. Enfim, uma oportunidade infeliz oferecida a alguém que desconhece o que seja texto em forma e conteúdo e que teve oitenta por cento do lixo redigido resgatado por vinte por cento do Saul Bellow. Fabio, caso você algum dia escreva algum texto que se pretenda sério, e que contenha ao menos dois parágrafos escritos de forma adulta e consequente, por favor, submeta-o ao bom senso para que não tenhamos que falar mal das universidades responsáveis (?) pela sua formação.

[Sobre "os universiotários"]

por Dudu Oliveira
http://twitter.com/prosar
1/11/2010 às
12h04 187.126.206.79
(+) Dudu Oliveira no Digestivo...
 
Antes de falar, dê aulas
Caro, dê aulas em faculdades privadas e em públicas. Depois me conte. A depender do que você quer ser quando crescer, as públicas serão mais humanas e mais preocupadas com educação. Não é seu caso, claro, que ataca os discordantes com uma coluna que o empodera. Chamar os discordantes de fracos e tal não resolve. De qualquer forma, você não é professor, certo? Parece que escolher essa carreira é, para você, assinar atestado de fracassado. Bom mesmo é ser jornalista chique. Quem trabalha em instituições privadas, em média, não está tão satisfeito quanto pode lhe parecer. Ah, e é bom lembrar que não é só salário que faz a vida e a emoção de muito professor. Tem mais coisa no meio desse caminho (tão simplificado por você). Não use sua coluna como espaço para humilhar seu leitor.

[Sobre "os universiotários 2 - a revanche"]

por Ana Elisa Ribeiro
1/11/2010 às
02h04 201.80.162.12
(+) Ana Elisa Ribeiro no Digestivo...
 
Coisa de burguês
Se tem uma coisa legal neste país é o crescimento do ensino público superior, o que não exclui a necessidade de investir no ensino básico. Não entendi a absurda contraposição que o texto faz. Coisa de burguês do Morumbi mesmo. Tem sua coerência.

[Sobre "os universiotários"]

por Ana Elisa Ribeiro
1/11/2010 à
01h58 201.80.162.12
(+) Ana Elisa Ribeiro no Digestivo...
 
O futuro parece sombrio
Adorei, disse tudo e mais um pouco. Acho muito engraçado as pessoas falarem com tanto gosto das universidades públicas como se elas fossem um presente pro povo. Estudei em uma universidade estadual e só o que vi lá dentro foram filhinhos de papai que estudaram nas melhores escolas particulares a vida toda e que tinham seus carros no estacionamento. A universidade pública neste paí­s é só pra ricos... Muitas vezes também vi professores com um ego maior que o mundo se achando a última bolacha do pacote e fazendo a vida dos estudantes um inferno por pura malícia, portanto, não digam que eles têm vontade de ensinar. E também é fato que hoje a educação no Brasil decaiu, mas não foi só nas escolas, faltam valores e propósitos. Hoje temos leitores vorazes que leem 50 livros por mês, mas pergunte se eles entenderam o que leram, pergunte se isso acrescentou alguma coisa? Vivemos no mundo das aparências, onde se compete pelo número d livros lidos, o número de opiniões que se dá. É triste, mas o futuro parece sombrio. Parabéns pelo texto.

[Sobre "os universiotários"]

por Samantha Abreu
http://www.fadasnajanela.blogspot.com
31/10/2010 às
09h53 189.68.174.3
(+) Samantha Abreu no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Du Mouron Pour les Petits Ouseaux
Simonin
Folio
(1960)



Code Civil 111 Edition
François Jacob
Dalloz
(2012)



Elle Deco: Le Carnet Dadresses
Corinne Carnet
Hechette
(1997)



Introdução ao Direito Administrativo
Luiz A. I. Florido, Paulo Pires e Francisco S
Forense (rj)
(1987)



La Adopcion de Leyes de Amnistia En Colombia. Potestad del Estado
Diana Carolina Guarin Martinez
Universidad Externado Colombia
(2005)



O Amigo Fiel
Bill Zimmerman
Pensamento
(1995)



Síntesis Gramatical de La Lengua Española
Maria Teodora Rodrigues Monzú Freire
Ícone
(1988)



Revista de Direito Tj-rj - Nº 83
Espaço Jurídico
Espaço Jurídico
(2010)



Rome 80 Fotocolor
Souvenir Edizione Riservata
Edizione Riservata



Crônicas Científicas
Anna Veronica Mautner
Escuta
(1994)





busca | avançada
82062 visitas/dia
2,7 milhões/mês