Dói, mas é melhor | Mariana

busca | avançada
51020 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> É HOJE (30/9): Mostra Imaginários no Cine Bijou
>>> Etapa apresenta concerto gratuito da Camerata Fukuda com o violinista Ricardo Herz
>>> SESC BELENZINHO RECEBE O GRUPO DÁGUAS
>>> Sesc 24 de Maio apresenta leitura dramática “O Cachorro Morto... e a Expulsão do Diabo” - 7 Leituras
>>> Chega ao Brasil novo espaço literário que provoca os sentidos, do toque ao aroma
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
Colunistas
Últimos Posts
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
Últimos Posts
>>> Bizarro ou sem noção
>>> Sete Belo
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A linguagem de Shakespeare
>>> Negócios no Second Life
>>> Tem café?
>>> Melhores Solos de Slash
>>> A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb
>>> Sua majestade, o ator
>>> Sua majestade, o ator
>>> A arapuca da poesia de Ana Marques
>>> Motel barato, livro de arte
>>> Fórmula 1 via Twitter
Mais Recentes
>>> Você a Alma do Negócio de Roberto Shinyashiki pela Gente (2001)
>>> O Menino sem Imaginação de Carlos Eduardo Novaes pela Atica (2007)
>>> Carapintada de Renato Tapajós pela Ática (1994)
>>> Mulheres de Cinzas Vol 01 Areias do Imperador de Couto Mia pela Cia das Letras (2015)
>>> Legislação Agrária Atualizada Vol II de Lourenço Mário Prunes pela Sugestôes Literárias (1979)
>>> Contabilidade Nacional de Rossetti pela Atlas (1979)
>>> Saúde Total de Kenneth H. Cooper pela Entrelivros Cultural (1979)
>>> A Estrela da Tempestade de Almiro Caldeira pela Acl (2002)
>>> Empreendendo o Sucesso de Carlos Guilherme Biazzo Arantes e Outros pela Maltese (1992)
>>> Hipnotizando Maria de Richard Bach pela Iintegrare (2010)
>>> O Lider do Futuro de John Naisbitt pela Sextante (2007)
>>> Legislação de Agrotóxicos do Estado de Santa Catarina de Admir Bortolini pela Ioesc (1985)
>>> Microsoft Office Excel 2007 Rapido e Facil de Curtis Frye pela Bookman (2008)
>>> Poder Absoluto de David Baldacci pela Arqueiro (2013)
>>> O Príncipe da Privataria de Palmério Dória pela Geração (2013)
>>> Democracia Feita Em Casa de João Hermann Neto pela Câmara dos Deputados (1984)
>>> Luzes Veladas de Nena Silva Saraiva de Almeida pela Da Autora (1973)
>>> Mérito Universitário Catarinense Histórias de Sucesso de Randolfo Decker Org pela Funcitec (2001)
>>> Proyctar Es Fácil Tomo 3 de Varios Autores pela Afha (1976)
>>> Crescimento Econômico e Demanda de Energia no Brasil de Ivo Marcos Theis pela Furb (1990)
>>> Para Gostar de Ler Volume 2 - Crônicas de Fernando Sabino e Outros pela Ática (1978)
>>> O Caminho da Perfeição de Bhaktivedanta Swami Prabhupada pela The Bhaktivedanta Book Trust (2012)
>>> O Caminho de Gorette de Jaborandi e Pereira pela Papa Livro (2004)
>>> O Pintor Em: o Bushido de Ouro de Luigi Longo pela Marco Zero (2008)
>>> Educaçao Ludica de Juliane Di Paula Q Odinino e Outros pela Dioesc (2014)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 1/3/2011
Comentários
Leitores


Dói, mas é melhor
Tocante, bonito, comovente e triste... Meu Deus, pintar o amor dessa forma, por simplesmente ter acabado, é comum. Principalmente quando você ainda pensa na pessoa. Tirando toda a beleza e qualidade do texto, e me baseando em comentários aqui feitos, tenho apenas uma coisa para dizer: Dói, mas é melhor. É melhor por várias razões: um relacionamento não pode se manter quando só faz bem a uma das partes. É duro abrir mão de sonhos e planos que fizemos juntos, mas às vezes é necessário. Como o amor dele ou dela foi acabar? Da mesma forma que as outras coisas: por desgaste. Quando já não há mais admiração de ambas as partes, não há mais amor. E, quando um não quer, dois não se amam. Boa semana ;)

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Mariana
http://www.maisartigos.net
1/3/2011 às
17h06 201.91.69.5
(+) Mariana no Digestivo...
 
A reação de Dom Fiuza
Nossa, fiquei com uma péssima impressão do Guilherme Fiuza. Nota-se, pelo texto, que o entrevistador leu as obras de Fiuza, se aprofundou a respeito daquele que seria o objeto da sua entrevista. E Fiuza é lacônico, seco em suas respostas. Tudo o que jornalista nenhum gosta - afinal, melhor editar muita informação do que não ter informação. Gostaria de saber qual teria sido a reação do Dom Fiuza se suas fontes de pesquisa para os livros agissem como ele agiu...

[Sobre "Guilherme Fiuza"]

por Marla
http://twitter.com/marlagass
1/3/2011 às
11h59 187.36.39.85
(+) Marla no Digestivo...
 
Um beatle diferenciado
Anteriormente li outras biografias dos Beatles e também do John Lennon. O que o difere dos demais é o seu protagonismo, a sua atuação enquanto sujeito político, mesmo estando, algumas vezes, equivocado. Contudo, sua participação nas causas do seu tempo fez dele um beatle diferenciado. Enquanto Paul sempre conservou a imagem ensimesmada de bom mocinho, Lennon contrariou e, no seu arraigado criticismo, demarcou um digno lugar na história.

[Sobre "John Lennon, o homem"]

por Antonio P. Andrade
28/2/2011 às
07h24 186.213.77.166
(+) Antonio P. Andrade no Digestivo...
 
Aprender e querer aprender
Mas aí é que entra a diferença entre um aprendizado desejado pela pessoa que vai aprender. Depois de querer aprender e de aprender a aprender, o indivíduo vai correr atrás de superar suas deficiências. No entanto, quando o mestre é quem quer ensinar algo que o indivíduo não está nem aí, precisa, sim, conseguir transpor as questões de percepção, atenção e memória seletiva - entre outras coisas. Transformar as bases "inatas" pela aquisição da cultura acontece quando o maior interessado é o próprio aprendiz. E isso pode acontecer se ele foi antes atraído por uma experiência, ou por algo que viu ou ouviu. Certo?

[Sobre "Como você aprende?"]

por Débora Carvalho
http://twitter.com/debcaroli
27/2/2011 às
18h11 189.120.165.137
(+) Débora Carvalho no Digestivo...
 
Agora posso dormir em paz
Aha... Outro dia meu marido veio com um papo estranho: "Apesar de tudo, eu me casaria com você de novo!" Como assim? - Perguntei, intrigada. "Porque, apesar de tudo, valeu a pena eu ter me casado com você, então se eu tivesse que escolher de novo, ou voltar atrás, eu me casaria com você outra vez". O que será que ele realmente quer dizer com isso?, pensei. Daí me perguntou se eu me casaria com ele de novo. Fiquei muda. E ele: "Seu silêncio já respondeu. Você não se casaria comigo de novo. Tudo bem. Eu posso conviver com isso. Mas se não fosse comigo, seria com quem?" - Até ler esse texto eu estava intrigada com a tal conversa do meu marido. Agora posso dormir em paz. Rs...

[Sobre "Você viveria sua vida de novo?"]

por Débora Carvalho
http://twitter.com/debcaroli
27/2/2011 às
18h01 189.120.165.137
(+) Débora Carvalho no Digestivo...
 
Progresso e conhecimento
Ainda bem que o vegetarianismo é uma doutrina recente, pois senão estaríamos ainda na barbárie. O importante é saber que o que determina o progresso é o conhecimento, independente da plataforma em que isso se dá.

[Sobre "História da leitura (I): as tábuas da lei e o rolo"]

por Edson B de Camargo
http://inventariodn.blogspot.com
26/2/2011 às
19h52 189.29.194.48
(+) Edson B de Camargo no Digestivo...
 
Sincero, catártico, modesto
"All Things Must Pass" é mesmo uma proeza - sincero, catártico, modesto. É uma experiência religiosa para mim, e olha que eu sou ateu. De certa forma, é meu disco predileto de toda a carreira dos Beatles, solo ou não. Mas que "Apple Jam" é um saco, é. hahaha

[Sobre "O beatle George"]

por Junior Martuchelli
26/2/2011 às
14h20 189.24.84.216
(+) Junior Martuchelli no Digestivo...
 
Não minimizo George
Apesar de composto de regravações, "New York City", de John Lennon, foi brilhante, e "Band on the Run", na minha opinião, perfeito. Talvez eu diga isso por "fui" contra a maré. Conheci primeiro os Beatles separados, para descobrir, ainda criança, vendo "Help" na antiga TV-E, hoje TV Brasil, que Lennon & McCartney eram os gênios de Liverpool. Não, não minimizo George. Penso que ele e Ringo eram o contraponto, os "garçons" que serviam não somente a segunda guitarra e a bateria. Mas nenhuma é ou foi perfeita. Por outro lado, nenhuma outra esteve tão perto da perfeição.

[Sobre "O beatle George"]

por Claudio Pereira
http://twitter.com/ClaudioDeSanto
26/2/2011 às
12h09 189.25.111.108
(+) Claudio Pereira no Digestivo...
 
Outras concepções de ensino
A concepção de ensino deste artigo (adequadamente resumida no lema "aprender a aprender") é construtivista. Fundamenta-se em teóricos como Piaget, e é a tal ponto predominante que, mesmo no dia a dia de quem não vive o ensino (como prática ou reflexão), mesmo assim as pessoas conseguem intuir tal proposta. Entretanto, existem outras concepções de ensino, como a histórico-crítica, fundamentada em Vigotski, para a qual não faz sentido tomar como base pedagógica as tendências individuais "inatas" (de temperamento, de percepção etc.), porque o homem, ao se humanizar, adquire a dimensão do signo, do simbólico (quer dizer: da cultura), e passa imediatamente a exercer controle sobre suas bases "naturais"; educar é, justamente, transformar bases "inatas" pela aquisição da cultura, e não adaptá-las ao meio, ou adaptar o meio a elas. Um livro resume essa questão: intitula-se "Vigotski e o 'aprender a aprender'" (de Newton Duarte). Sua leitura é preciosa para quem quer ir além do senso comum.

[Sobre "Como você aprende?"]

por Fernando Talarico
26/2/2011 às
09h31 201.27.167.153
(+) Fernando Talarico no Digestivo...
 
Intelectuais meio de direita
Beleza de texto, amigo. No aguardo agora do texto sobre o bar dos meio intelectuais, meio de direita.

[Sobre "Bar ruim é lindo, bicho"]

por Blude
http://www.diasnormais.com
25/2/2011 às
22h45 187.64.150.185
(+) Blude no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Superbonita
Org. Sonia Biondo
Globo
(2007)



Liberdade é Poder Decidir- Uso de Drogas
Maria Eliza de Lamboy; Maria de Lourdes Zemel
Ftd
(2000)



Da Organização do Estado dos Poderes e Histórico das Constituições
Rodrigo César Rebello Pibho
Saraiva
(2016)



Dois Mundos um Herói
Rezendeevil
Objetiva
(2015)



Trabalhos de Amor Perdidos
Jorge Furtado
Objetiva
(2006)



An American Beauty
Erin Yorke
Harlequin Historical
(1990)



Livro - No Ar Rarefeito - de Bolso
Jon Krakauer
Companhia de Bolso
(2006)



Churchill - Visionário. Estadista. Historiador
John Lukacs
Zahar
(2002)



Magya - Primeiro Livro - Septimus Heap
Angie Sage, Waldea Barcellos
Rocco
(2008)



A Pedra do Poder e o Segredo dos Signos-um Guia para o Próximo Milênio
J. Zeralva
Interágil Comunicação





busca | avançada
51020 visitas/dia
1,7 milhão/mês