A VIRTUDE ESTÁ NO MEIO | Ricardo

busca | avançada
62566 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Pauta: E-books de Suspense Grátis na Pandemia!
>>> Hugo França integra a mostra norte-americana “At The Noyes House”
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
>>> Irene Ravache & Alma Despejada na programação online do Instituto Usiminas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Nos porões da ditadura
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> O filósofo da contracultura
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> 20 de Agosto #digestivo10anos
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
>>> Saints and Sinners
>>> Não há vagas? Então viva a informalidade!
Mais Recentes
>>> Sim, sim! Não, não! de Pe. Jonas Abib pela Canção Nova (2004)
>>> A mulher na janela de A.J. Finn pela Arqueiro (2018)
>>> Delacroix Escapa das Chamas. Um romance em 4 tempos. de Edson Aran pela Record (2009)
>>> Serena. Um Romance. de Ian McEwan pela Companhia Das Letras (2012)
>>> Oeuvres Complètes Tome II de Jean Genet pela Gallimard (1953)
>>> Oeuvres Complètes Tome II de Jean genet pela Gallimard (1953)
>>> Perspectivas da Tecnologia Educacional. de Organizador: João Batista Araújo e Oliveira pela Biblioteca Pioneira de Ciências Sociais (1977)
>>> Tales of Mystery and Imagination. (level 5) de Edgar Allan Poe pela Penguin Readers (2001)
>>> Runner, A Perseguição. de Patrick Lee pela Universo dos Livros (2016)
>>> Falando, lendo, escrevendo, português para estrangeiros de Gabriele Forst pela Pedagógica e universitária ltda (1989)
>>> Tributação dos Serviços de Comunicação de Walter Gazzano dos Santos Filho pela CenoFisco (2004)
>>> Temas de Direito Constitucional - Volume II de Luís Roberto Barroso pela Renovar (2003)
>>> Ritual da unção dos enfermos e sua assistência pastoral de Coordenador, Frei Alberto Beckhãuser pela Paulus (1999)
>>> Síntese de História de México de C. Gonzalez Blackaller Y L. Guevara Ramirez pela Herrero (1971)
>>> Um Certo Verão na Sicília. Uma história de amor. de Marlena de Blasi pela Objetiva (2009)
>>> Deus em questões de André Frossard pela Quadrante (1991)
>>> O diário de um mago de Paulo Coelho pela Klick (1990)
>>> Germinal. de Émile Zola pela Companhia Das Letras (2004)
>>> Espelho não mente de Shirley Souza pela Escala educacional (2008)
>>> Laços Eternos. de Zibia Gasparetto ditado pelo espírito Lucius. pela Vida E Consciência (2005)
>>> A vida secreta das árvores de Peter Wohllben pela Sextante (2017)
>>> Dez leis para ser feliz. Auto-estima de Augusto Cury pela Sextante (2008)
>>> As 25 leis bíblicas do sucesso de William Douglas e Rubens Teixeira pela Sextante (2012)
>>> A divina liturgia de São João Crisóstomo de Responsável: Reverendo Padre Gregório pela Arquidiocese de São Paulo (2007)
>>> Inteligência sócioemocional, a Formação de Mentes Brilhantes de Algusto Cury pela Ei (2013)
>>> Feed. Conexão Fatal. de M. T. Anderson pela Rocco (2007)
>>> Querido John. O que você faria com uma carta que mudasse tudo? de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2010)
>>> Baudolino. de Umberto Eco pela Record (2001)
>>> Perdas & Ganhos. de Lya Luft pela Record (2004)
>>> Hoje acordei gorda de Stella Florence pela Rocco (1999)
>>> Resposta certa de David Nicholls ; tradução de Claudio carina pela Intrínseca (2012)
>>> Evangelizemos o mundo de Osvald J. Smith pela O. S. Boyer (1974)
>>> Uma Casa em Flandres. de Michael Jenkins pela Best Seller (2001)
>>> A escolha de Elphame. de P. C. Cast pela Harlequim (2011)
>>> A segunda esposa. de Elizabeth Buchan pela Record (2009)
>>> Sem Dizer Adeus. de Penny Richards pela Best Seller (2003)
>>> Cinquenta tons mais escuros. de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Cinquenta tos de cinza. de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Lei de Responsabilidade Fiscal. Teoria, Jurispridência e mais de 150 questões. de Carlos Maurício Figueirêdo & Marcos Nóbrega pela Campus (2007)
>>> O caçador de pipas. de Khaled Hosseini pela Nova Fronteira (2005)
>>> À Moda da Casa da Amizade de Distrito 454 pela Rotary Clube (1990)
>>> A Bíblia. Um Diário de Leitura. de Luiz Paulo Horta pela Zahar Editores (2011)
>>> Histórias do Romantismo. de Vários, com seleção de Ivan Marques. pela Scipione (2014)
>>> Viva Feliz de G. C. Comunicações pela Original (2002)
>>> A Vida e o Sagrado Ensino Fundamental 9 de Amarildo Vieira de Souyza e Maria Aparecida Rocha pela Pax (2012)
>>> Uma Dose Mortal. Hercole Poirot. de Ágatha Christie pela Nova Fronteira (2018)
>>> As Cinco Estações do Corpo. de João Curvo & WalterTuche pela Rocco (2001)
>>> Profecias de Pietro Ubaldi pela Fundapu (1982)
>>> A Grande Síntese de Pietro Ubaldi pela Fundapu (1988)
>>> A Solução Está na Fé de Norman Vincent Peale & Smiley Blanton pela Record (1950)
COMENTÁRIOS

Sábado, 27/4/2002
Comentários
Leitores


A VIRTUDE ESTÁ NO MEIO
Sim, ou há uma resenha superficialíssima, ou há um texto exageradamente pretensioso, escrito por algum acadêmico alienado. Acompanho o Caderno 2 (principalmente a versão de Domingo, com o Cultura) e, saindo dos jornais, a parte cultural da Veja. No Caderno 2, convivem textos como os que falei, e outros melhores. Mas sua seção de lançamentos vai de mal a pior... Certas vezes, até a editora ou o preço do livro são omitidos! Já na Veja, a seção "Veja recomenda" traz resenhas suficientes, apresentando o livro de forma clara, tal como o Caderno 2 deveria voltar a fazer. Muito livro eu compro por informação do Caderno 2 e da Veja, mas que aquele poderia melhorar ou ao menos voltar ao que era antes, isso poderia. Eu procuro um meio termo entre a superficialidade e a profundidade.

[Sobre "O frenesi do furo"]

por Ricardo
27/4/2002 às
04h13 200.227.233.181
(+) Ricardo no Digestivo...
 
A torre circular
Ricardo, invejo Montaigne também- entre outras coisas, porque ele dizia que não era "inimigo da agitação das cortes"; eu sou, e por isso mereço mais a torre circular dele do que ele mesmo. Afinal, ele só passou, acho, uns dois anos na torre, e eu passaria mais, se pudesse. Você também não se sente assim? Quanto à inscrição latina, eu mandaria inscrever, entre as que já estão lá, a que se pode ver quando se passa o cursor pelo desenho do homem lendo com uma cobra aos pés, logo acima. É uma inscrição feita num retrato de Thomas A. Kempis: "No canto, com um livrinho". Mas, enfim- enquanto a torre não vem, podemos imaginá-la... Um abraço, Ricardo, e obrigado pelo que disse -Alexandre.

[Sobre "O que é um livro"]

por Alexandre
27/4/2002 às
03h02 200.207.125.11
(+) Alexandre no Digestivo...
 
Curiosidade
Otavio, concordo com você que às vezes o prazer de ler está mais relacionado com curiosidade do que com esse estado meditativo que eu tentei descrever. Depende do tipo de livro, e do tipo de leitor e autor (e do momento, sim, do momento). Mas acho que de modo geral a teoria é válida para romances, contos, poesia. Não, certamente, para um outro tipo de livro - os livros "de conhecimento": manuais de botânica, numismática, cirurgia...- Um abraço- Alexandre. E não esqueça os binóculos...

[Sobre "O que é um livro"]

por Alexandre
27/4/2002 às
02h41 200.207.125.11
(+) Alexandre no Digestivo...
 
Marcas da Guerra dos 7 Anos
Ah, mas é claro, Fabio- essa é uma das melhores passagens de "Morte em Veneza". Nos meus olhos também, acho, se pode ver que estive em Tlön, em Kadath, em Kairoulla e em Borodino. Quer dizer, ninguém pode ver isso de verdade, mas eu gosto de imaginar que sim. Mas me deixe só acrescentar isto ao que a Sue falou: que se Aschenbach tivesse lutado de fato na Guerra dos Sete Anos, ao invés de ter sido simplesmente o autor da "clara e imponente prosa-epopéia da vida de Frederico da Prússia", poderia ter trazido no rosto um sinal mais evidente disso do que o simples olhar- poderia ter perdido o nariz, o queixo, os olhos...Mas longe de mim valorizar mais a vida vivida do que a vida sonhada- só digo que a vida sonhada é mais suave, que uma machadada num livro dói menos do que uma machadada na Mooca. Mas é verdade que a vida sonhada pode deixar marcas que a vida "de fato" é incapaz de deixar. Eu, por exemplo, tive umas colegas de classe das quais me esqueci- mas de Natasha Rostov eu nunca vou me esquecer. Não sei se me expliquei, só posso dizer que nós dois devemos estar um pouquinho certos, e um pouquinho errados...E, como diz a Sue, mais de acordo do que imaginamos...Um abraço e obrigado, grande FDR.

[Sobre "O que é um livro"]

por Alexandre
27/4/2002 à
01h52 200.207.125.11
(+) Alexandre no Digestivo...
 
BATALHÃO DE MONTAIGNE
Cada vez mais fico com inveja dele. E cada vez mais fico contente quando encontro alguém do mesmo batalhão. Ultimamente, em certas ocasiões, fico com vontade de ter minha torre circular, com inscrições latinas e gregas espalhadas pelas vigas. Se não tenho a torre, tenho as cabanas!

[Sobre "O que é um livro"]

por Ricardo
26/4/2002 às
21h16 200.227.233.212
(+) Ricardo no Digestivo...
 
Concordo, mas discordo
Caro Alexandre, Não sei se ao certo a teoria do alto da montanha traduz, pelo menos tão bem minha sensação porque gosto tanto de ler. Quem tem prazer em ler um bom livro é ser humano curioso cheios de inquietudes que só são caladas e acomodadas na nossa razão quando essa curiosidade transforma-se em conhecimento, mesmo que débil. Creio que a leitura da oportunidade de ver o mundo não com nossos olhos, mas como você bem frisou, do autor. Lá de cima, com um bínocolo apropriado a gente vê a cidade diferente e com outras distorções, o mundo é mais divertido. Mas sem um bom binócolo a montanha perde a vista. Abração Otávio

[Sobre "O que é um livro"]

por Otávio
26/4/2002 às
18h46 200.246.210.5
(+) Otávio no Digestivo...
 
Isca!
Fábio, não dá para colocar um comentário destes e pedir para apenas o Alexandre responder! A isca é tentadora demais! Mas você e Alexandre não estão em caminhos tão diversos quanto você imagina... Visualizo essa cabana não como algo que tenha apenas saída para o mundo do cotidiano, mas quando entramos neste mundo QUIETO, afastado do que nos ocupa os dias de modo mais mundano, algo realmente acontece dentro de nós, nosso mundo interior começa a dialogar conosco. Deixo também uma citação, do meu professor o escritor e jornalista Olavo de Carvalho: "O escritor tem, portanto, aparentemente mais recursos (e denomino escritor não somente aquele que escreve por ofício, mas também todo aquele que tenha os meios de fazê-lo ainda que não o faça). Ele sabe dizer o que os outros não sabem. Ele pode registrar por escrito impressões fugazes, nuances, sutilezas, insights que as outras pessoas só podem vivenciar como estado mudos, incomunicáveis e sem forma. Mas o escritor não usa palavras só para escrever livros, e sim também para falar consigo mesmo. Daí que a diferença entre ele e o outro não seja só de meios expressivos, mas também de nível e estofo de consciência. Tudo aquilo que no outro, por falta de registro, foi se perdendo, se dissolvendo no esquecimento, cavando um abismo entre a consciência presente, verbal, e a consciência não-verbal, nele se conserva e está presente a cada momento: é a sua constelação interior, o seu mundo onde as coisas têm nomes, um mundo onde tudo fala e responde. Por isso ser escritor é uma forma superior e mais intensa de vida, que aqueles que a obtiveram devem agradecer aos céus. Por isso o aprendizado das artes da palavra é, segundo o entendo, o primeiro passo na educação da autoconsciência, na preparação para a filosofia." Fábio, você e Alexandre estão a falar dos dois hemisférios de um único mundo. Beijos da sue

[Sobre "O que é um livro"]

por Assunção Medeiros
26/4/2002 às
16h32 200.184.36.201
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
gustav von aschenbach
Grande Alexandre! Sensacional sua coluna! Bravo, bravíssimo! Mas eu discordo um bocadinho de algumas coisas. Deixo pra discutir por email ou pessoalmente com você essas discordâncias, mas por enquanto fique com esse trecho de Morte em Veneza, e me diga o que acha, se puder e quiser. "Gustav von Aschenbach era de estatura pouco abaixo da média, moreno, barbeado. Sua cabeça parecia um pouco grande demais em relação ao corpo quase delicado. Seu cabelo penteado para trás, ralo na risca, nas fontes bem cheio e fortemente encanecido, emodulrava uma testa alta, alcantilada e como que cheia de cicatrizes. A asa dos óculos de ouro, com lentes sem aro, cortava a raiz do curto e nobremente arqueado nariz. A boca era grande, muitas vezes frouxa, muitas vezes, repentinamente, estreita e esticada; a parte das faces, magra e sulcada, o queixo bem formado, delicadamente partido. Consideráveis destinos pareciam ter passado por esta cabeça geralmente sofredora, ligeiramente inclinada para o lado; no entanto, tinha sido a arte que assumira aqui aquela formação fisionômica que, em outros, é obra de uma vida pesada e movimentada. Atrás desta testa nasceram as relampejantes réplicas da palestra sobre a guerra entre Voltaire e o rei; estes olhos, cansados e olhando profundamente através dos óculos, tinham visto o inferno sangrento dos hospitais da Guerra dos Sete Anos. também do lado pessoal a arte afinal é uma vida elevada. Ela torna mais profundamente feliz, ela consome mais rapidamente. Ela sulca no rosto de seu criado os rastos de aventuras imaginárias e espirituais e ela produz, com o decorrer do tempo, mesmo em monástico silêncio de existência exterior, um ânimo, uma supersensibilidade, um cansaço e uma curiosidade dos nervos que uma vida cheia de dissolutas paixões e prazeres quase não consegue produzir."

[Sobre "O que é um livro"]

por Fabio
26/4/2002 às
16h04 200.183.94.214
(+) Fabio no Digestivo...
 
Link do blog
Rogério, parabéns pelo blog, que leio desde alguns meses atrás quando você entrou no meu fórum e discordou de mim da maneira mais educada possível; e obrigado pelo link nele. E te apóio desde já sempre que quiser dar umas bengaladas nesses poetas que andam em bandos. Me chame, quando fizer isso...

[Sobre "O que é um livro"]

por Alexandre Soares
26/4/2002 às
15h28 200.207.125.11
(+) Alexandre Soares no Digestivo...
 
Nonsense, nonsense, Private!
Sue, Sue, eu era tão encantadoramente modesto, antes da sua mensagem...Culpa sua, já encomendei o busto...Você me estragou de vez...;>) Obrigado, e beijos- Alexandre

[Sobre "O que é um livro"]

por Alexandre
26/4/2002 às
15h16 200.205.157.155
(+) Alexandre no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A ESTRATÉGIA DA SOCIEDADE DEMOCRÁTICA: O PODER, O ESTADO E A ADMI
LUCIANO MESQUITA
NÃO IDENTIFICADA (BRASILIA)
(1975)
R$ 26,28



RODRIGO ANDRADE
ALBERTO TASSINARI E TAISA PALHARES
COSACNAIFY
(2008)
R$ 27,00



208 MANEIRAS DE DEIXAR UM HOMEM LOUCO DE DESEJO
MARGOT SAINT - LOUP
EDIOURO
(1999)
R$ 12,00



COMPAIXÃO - 1ª EDIÇÃO
OSHO
CULTRIX
(2007)
R$ 26,95



ARTHUR E A GUERRA DOS DOIS MUNDOS
LUC BESSON
MARTINS FONTES
(2007)
R$ 22,00



LIVRO UPGRADE 2
RICHMOND
RICHMOND
R$ 107,92



O MUNDO ANTES DO DILÚVIO 5842
MÁRIO GRACIOTTI
CLUBE DO LIVRO
(1962)
R$ 50,00



OS SETE DONS DO ESPIRITO E AS VIRTUDES DA FÉ
JOSÉ CARLOS PEREIRA
SANTUARIO
(2010)
R$ 6,90



HISTÓRIAS DE VIDA
HELENA GOMES ORGANIZADORA
UNIMONTE
(2010)
R$ 11,00



LITTLE MAN
LOUISA M. ALCOTT
PUFFIN CLASSICS
(1994)
R$ 9,80





busca | avançada
62566 visitas/dia
2,2 milhões/mês