Troca de disco!!! | Brunão

busca | avançada
76281 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Jazz Festival: Primeira edição de evento da Bourbon Hospitalidade promete encantar com grandes nomes
>>> Coletivo Mani Carimbó é convidado do projeto Terreiros Nômades em escola da zona sul
>>> CCSP recebe Filó Machado e o concerto de pré-lançamento do álbum A Música Negra
>>> Premiado espetáculo ‘Flores Astrais’ pela primeira vez em Petrópolis no Teatro Imperial para homenag
>>> VerDe Perto, o Musical Ecológico tem sessões grátis em Santo Antônio do Pinhal e em São Paulo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Tempo di valsa
>>> O Príncipe Maquiavel
>>> Marcelo Mirisola: entrevista
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Diogo Salles no Roda Viva
>>> Gidon Kremer Piano Quartet e a Temporada 2009
>>> Procura-se a década de 60
>>> A proposta libertária
>>> Soluções geniais para a escola e a educação
>>> Como detectar MAVs (e bloquear)
Mais Recentes
>>> Puzzle House de Peter Wartman pela Scholastic (2023)
>>> Literatura Estrangeira A Guerra do Fim Do Mundo de Mario Vargas Llosa pela Francisco Alves (1981)
>>> Clave de Luz de Toni Bennassar pela Obelisco (1986)
>>> Livro Infanto Juvenis Num Bater de Asas de Volnei Canônica, Angelo Abu pela Aletria (2022)
>>> Exercícios de Teoria Musical uma Abordagem Prática de Marisa Ramires Rosa de Lima, Sérgio Luiz Ferreira pela Embraform (2004)
>>> Um Lugar Incerto de Fred Vargas pela Companhia Das Letras (2011)
>>> The Brave New World Of E-hr : Human Resources In The Digital Age de Hal G. Gueutal; Dianna L. Stone pela Pfeiffer (2005)
>>> 20 Passos Para A Paz Interior de Pe Reginaldo Manzotti pela Petra (2024)
>>> A Escola Do Bem E Do Mal - Vol. 1 de Soman Chainani pela Gutenberg (2017)
>>> Livro Sociologia Colcha de Retalhos de Antonio Augusto Arantes e Outros pela Unicamp (1993)
>>> Mutações de Liv Ulmann pela Nórdica (1979)
>>> Livro Infanto Juvenis Granny Fixit And The Pirate Below A1 Stage 1 Com CD de Jane Cadwallader pela Young Eli Readers (2011)
>>> Como Conhecer as suas Vidas Passadas de Ted Andrews pela Estampa (1992)
>>> Sob os olhos da clarividente de Mário Sassi pela Vale do amanhecer
>>> Infinity: A Very Short Introduction de Ian Stewart pela Oxford University Press (2017)
>>> Livro Psicologia A Revolução Dos Campeões de Roberto Shinyashiki pela Gente (1995)
>>> Nueva Antologia De Poesia Castellana de Eduardo Anguita pela Editorial Universitaria (1982)
>>> Guerra dos Mil Povos de Viktor Waewell pela Do Autor (2023)
>>> Você É O Que Você Come 581 de Você É O Que Você Come pela Moderna (2016)
>>> Livro Literatura Brasileira A Confraria Dos Espadas de Rubem Fonseca pela Companhia Das Letras (1999)
>>> Suspenso na eternidade de Medium Olga Andrade pela Templo Espiritualista Oriental
>>> Livro Infanto Juvenis Granny Fixit And The Ball Below A1 Stage 1 de Jane Cadwallader pela Young Eli Readers (2011)
>>> Economia Internacional 581 de Paul R. Krugman pela Pearson (2010)
>>> Mais Belas Historias Das Mil E Uma Noites, As de Cosas pela Cosac Naify (2007)
>>> O Caminho da Kabbalah de Zev Ben Shimon Halevi pela Siciliano (1994)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 18/12/2009
Comentários
Leitores

Troca de disco!!!
A foto do Sr. Raul Seixas resume tudo: o figura fazendo pose em cima de um privada! Coincidência? Eu diria Providência! Não é à toa que na maioria dos shows de hoje já virou chacota soltar o famoso berro pedindo "Toca Raul!". Mas você não tem culpa, sem preconceitos, seu aprendizado começou em uma oficina de bicicletas... e aos 14, você costumava dizer que não gostava de ouvir música... Legião, Roberto Carlos, Pato Fu... Malandro, você é um caso perdido... ahahahahaha.... Mas gosto não se discute, se lamenta... Eu lamento o seu. Espero que ainda seja novo para ouvir coisas melhores. Boa sorte.

[Sobre "Autobiografia musical"]

por Brunão
http://hermeticogirao.wordpress.com/
18/12/2009 às
09h10 201.6.86.60
(+) Brunão no Digestivo...
 
Como começar uma carreira....
Olá, Ram Rajagopal! Excelente a sua mensagem! Muito motivadora e inspiradora! Grata por tê-la escrito e disponibilizado. Realmente, ótima! Parabéns! Saudações, Virgínia

[Sobre "Como começar uma carreira em qualquer coisa"]

por Virgínia
18/12/2009 à
00h37 187.20.220.192
(+) Virgínia no Digestivo...
 
Coerência
Tomás, desculpe se pareci agressivo. Na verdade, todo mundo tem direito a ouvir o que quer e todo mundo tem direito até mesmo de achar o que outros ouvem de lixo cultural. Tenho amigos frankfurtianos que acham o que ouço lixo cultural e só ouvem música clássica, ao vivo (música clássica gravada perde a aura e torna-se sabonete, dizem eles). É um direito deles e os respeito por isso. Mas os respeito principalmente por sua coerência. O que é realmente complicado é você usar termos, expressões e conceitos e, no final, aconselhar o oposto do que disse. Fica parecendo que você ouviu esses conceitos de alguém e repetiu sem saber exatamente por quê. Fazer um discurso frankfurtiano contra a indústria cultural e, no final, me aconselhar ouvir produtos da indústria cultural é algo muito incoerente. Espero que possamos ir além dessa visão apocalípitica de que os músicos que cito são apenas lixo cultural. Mas aí, claro, gostaria de ouvir um comentário sério a respeito e não somente chavões.

[Sobre "Autobiografia musical"]

por Gian Danton
http://ivancarlo.blogspot.com
18/12/2009 à
00h32 189.77.202.51
(+) Gian Danton no Digestivo...
 
Lixo cultural?
Gian, você não precisa responder agressivamente ao comentário do leitor acima. Se você publica teu texto, tem que estar preparado para receber elogios e críticas e respondê-los com bom nível. Tua citação de Adorno, além de pretensiosa, mostra que você conhece bem por cima as ideias dele sobre a indústria cultural X cultura de massas. Isso sem contar que muitos conceitos de Adorno, Benjamim, Horkheimer, Marcuse e contemporâneos atualmente são bem discutíveis, quando não simplesmente datados. Mas, tudo bem, cada um tem a trilha musical que merece... De todo modo, realmente, para uma pessoa fascinada por Legião (!) e Raul (!!) e que até confessa encontrar significado e significância em letras do Renato Russo, é notável que saiba quem foi Adorno. (Essa respondi no teu estilo.) E, seguindo nessa linha, se jazz e mpb são lixo cultural, o quê dizer de Legião e Raul? É, meu amigo, talvez quem precise de leitura (e cultura, principalmente musical) seja você. Um abraço.

[Sobre "Autobiografia musical"]

por conrado
17/12/2009 às
23h42 187.34.172.183
(+) conrado no Digestivo...
 
A mulher faz a diferença
A mulher tem o seu jeito de agir, sua forma de encarar o porvir e leva isso para o trabalho. Ela deixa as suas digitais em tudo o que faz e isso faz a diferença!

[Sobre "Promoção Mulheres, trabalho e arte do savoir faire"]

por Stella Tavares
17/12/2009 às
12h49 187.3.237.249
(+) Stella Tavares no Digestivo...
 
O Rei, oras
Roberto Carlos. Não precisa falar muito, afinal, ele é o REI. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Wilson Simonal"]

por Thiago Mendes
17/12/2009 às
12h49 200.158.216.24
(+) Thiago Mendes no Digestivo...
 
A beleza e o charme
Ocupando posições de destaque no mundo dos negócios ou não, sendo presidente de uma grande empresa ou uma manicure de bairro, a maior contribuição da mulher foi ter conseguido manter a beleza e o charme! [Rio de Janeiro - RJ]

[Sobre "Promoção Mulheres, trabalho e arte do savoir faire"]

por vera de azevedo
17/12/2009 às
12h48 201.29.226.8
(+) vera de azevedo no Digestivo...
 
O mercado é humano
O mercado é humano. :) (Excelente cartum!) {}'s

[Sobre "Funcionamento dos mercados"]

por Yuri Vieira
http://karaloka.net
17/12/2009 às
12h35 189.63.75.8
(+) Yuri Vieira no Digestivo...
 
Viver sem literatura
Gostaria de compartilhar que, já há algum tempo, retirei esta pergunta do meu caderninho. Rabisquei-a com alguma raiva por ter uma resposta, mas uma resposta que não me satisfazia, como se esperasse que alguma mágica saísse dela e me fizesse melhor. Aprendi na pós-graduação (pois, por alguma razão, não acreditaria nisso se não fosse através das vozes de doutores): literatura não serve para nada! A literatura é um fim em si mesmo; você pode até ler para "ser uma pessoa melhor", para "aprender com a vivência de outros", "para sonhar" etc., mas tudo isso pode ser obtido também através de outros meios, como sugerido (o cinema, uma boa conversa com o pai, ou remédios tarja preta). Mas, ao saber que a literatura é só literatura, vim a descobrir que é importante por si mesma, passei a vê-la como algo maior. Cada filme, cada peça de teatro, cada graphic novel... veio através da literatura, ou foi construída através dela. A literatura é grande, um ser autônomo deste mundo, sem a qual vivo, mas pior.

[Sobre "Literatura para quê?"]

por Albarus Andreos
http://www.charranspa.blogspot.com
17/12/2009 às
09h21 136.2.1.101
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
A mulher pública
A mulher, em todo o seu contexto histórico, apresenta mudanças sociais e culturais. Levando em consideração o termo "mulher pública", no passado era atrelado às mulheres da vida promíscua: prostitutas, sem perspectiva de vida socialmente aceitável. Hoje, esse termo ganha outro significado: a mulher mostra sua cara ao mundo, ela interage com a sociedade de uma forma mais positiva. O machismo, como na definição do dicionário, trata de dominação, relação de poder. E o homem vê a mulher como "sua", para dominá-la, adestrá-la, consertá-la, deixá-la ao seu gosto. Ela não é um ser igual a ele: É um objeto de afeto. Um objeto para ele dominar numa relação de cima para baixo (AFRODITE, 2008). Entretanto, muitas conquistas foram percebidas por parte das mulheres. Elas entraram no mundo cultural, do negócio e da política; conquistaram o direito à  vida, direito esse tão negado historicamente e, em alguns casos, atualmente. A mulher, que era um ser invisível, hoje mostra ao mundo sua competitividade e qualidade no mercado de trabalho. [Jaraguá do Sul - SC]

[Sobre "Promoção Mulheres, trabalho e arte do savoir faire"]

por Helton Abreu
17/12/2009 às
08h59 187.52.133.22
(+) Helton Abreu no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Matemática Tem Razão
Edwaldo Bianchini
Moderna
(2000)



Protesis Fija
Luiz Fernando Pegoraro
Artes Médicas
(2001)



1000 Perguntas Respostas de Direito Civil
José Cretella Jr e José Cretella Neto
Forense
(1999)



Atlas de Fisiologia Humana
Anna Yue
Yendis
(2009)



Livro Literatura Estrangeira Um Homem de Sorte Descubra do Que é Capaz a Força Avassaladora do Destino
Nicholas Sparks
Novo Conceito
(2011)



Saudade do Avô
Mariana Leoni
Flamingo
(2021)



Livro Infantil Histórias da Tia Nastácia
Monteiro Lobato
Globinho
(2017)



As Aventuras do Pinocchio
Carlo Collodi
Mojo
(2020)



Gestão do Capital Humano - 5 Volumes
Gazeta do Povo
Gazeta do Povo



Como Interpretar a Bíblia - Introdução à Hermenêutica
Pedro Gilhuis
Ceibel
(1978)





busca | avançada
76281 visitas/dia
2,1 milhões/mês